Dois Quartos de Vinho escrita por Ninguém

Dois Quartos de Vinho

- E o amor, o que você tem a dizer sobre ele?

- Nada. Nada posso declarar sobre aquilo que não conheço de fato.

- E não tem vontade de conhecer?- Ele viu se formar um sorriso no rosto da outra, que olhou para o lado em uma estúpida tentativa de esconde-lo, o que o fez franzir o cenho.- O que foi?

- Você costuma desejar conhecer coisas que não existem?- Seu tom foi mais sério do que o habitual.

- Cruel! - Ele disse arqueando as sobrancelhas.

- Calunia! - A mulher esboçou novamente um sorriso, dessa vez sem medo de esconde-lo.

- É, realmente crueldade não é de seu feitio. Na verdade você é impar, sedutora e totalmente desejável, misteriosa, deliciosa e dona de uma amarga doçura. Definitivamente, de subir à cabeça.

- Como vinho. - Ela emoldurou a frase com mais um de seus sorrisos arrebatadores enquanto brincava com a taça ostentando o liquido de cor escura e aroma doce.


Classificação: 16+
Categorias: Originais
Personagens: Indisponível
Gêneros: Romance
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo

Capítulos: 50 (85.629 palavras) | Terminada: Não
Publicada: 18/01/2015 às 11:51 | Atualizada: 08/01/2017 às 20:24

Notas da História:

Um agradecimento especial ao querido e grande amigo Yago, meu primeiro leitor e critico.

Fanfic inteiramente narrada na 3ª pessoa.

História feita de fã para fã com o único intuito de entretenimento.

Plagio é crime!


Capítulos

4. Capítulo 04 - No domingo
837 palavras
10. Capítulo 10 - No domingo
1.096 palavras
13. Capítulo 13 - Puta que pariu
1.047 palavras
16. Capítulo 16 - A primeira coisa
1.379 palavras
19. Capítulo 19 - Como de costume
2.017 palavras
28. Capítulo 29 - Efeito colateral
2.729 palavras
29. Capítulo 30 - Primeiro apagão
2.903 palavras
34. Capítulo 35 - Femme Fatale
3.713 palavras
38. Capítulo 39 - Doce mermaid
1.602 palavras
42. Capítulo 43 - Segundo apagão
4.270 palavras
45. Capítulo 46 - Ao entardecer
1.072 palavras
50. Nota DE Esclarecimento
285 palavras