Retalhos escrita por Nora S


Capítulo 16
Leão negro


Notas iniciais do capítulo

Sobre alguém muito importante para mim, e que provavelmente nunca lerá isso.



Ele esconde-se atrás de um cigarro, deixando a fumaça persistir em seus lábios. Expira suas mágoas, as observa flutuar para o céu a medida em que as nuvens provam do seu beijo.

Ele esconde-se atrás de uma garrafa, deixando que o líquido abafe sua dor. Ministra as doses do que acha ser salvação, enquanto seus demônios lhe povoam o coração.

E ele esconde-se em meio a neve e nos brancos filamentos encontra abrigo. Ele os aspira avidamente para preencher a solidão, enquanto sua sanidade se perde nos becos frios de sua mente.

É apenas um garotinho gritando, emudecidamente, por ajuda num canto escuro do quarto dos fundos de sua casa construída em mentiras. A inocência arrancada pelas sombras que ao lado moram. Seu corpo maculado pelas mãos perversas de um ser.

E ele sorri, belo e brilhante como se tudo estivesse perfeitamente bem. Preenche o ambiente com sua falsa alegria pra se esquivar da exposição, enquanto caminha direto para lugar nenhum.

De quarto a quarto, presa em presa, insaciavelmente. Espera, talvez, encontrar nas entranhas alheias a inocência que lhe fora roubada, ou apenas se deleita com o sabor da conquista. Sua alma livre não lhe permite ficar por mais que uma noite.

E quando foge, deixa devastação pelo caminho e a si devasta também. Vivendo a vida como um raio, sem ter medo de coisa alguma. Um bravo leão negro, solitário, como aprendeu a ser.

Um dia ruirá como um trovão, carregando em si os mais profundos cortes.










Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Retalhos" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.