NaruHina - Os sentimentos de Naruto escrita por Hinamess


Capítulo 13
Capítulo 13: Em pratos limpos


Notas iniciais do capítulo

Quero me desculpar pela demora... Preciso criar o hábito de escrever dentro do ônibus, dentro do metro, no papel de pão... A correria não me deixa sentar em frente ao pc pra escrever, mas estou me esforçando pra conseguir postar todo dia, conto com a compreensão de cada um que segue essa fic ♥
Nesse capítulo veremos a conversa entre Sakura e Naruto, entre Sakura e Hinata e entre Naruto e Sasuke... Espero que gostem... Quanta conversa rsrs



Sakura se aproxima de Naruto

– Ei Naruto!! - Fala ela envergonhada

– Hãn? Que foi Sakura-Chan?

– Nós precisamos conversar...

– Hummm.... Hummm... Sobre o que? - Pergunta ele confuso.

– Não seja BAKA NARUTO!! Sobre o que aconteceu entre nós...

–Ahhhh, sobre isso? – Naruto coloca as mãos atrás da cabeça e anda tranquilamente.

Sakura não consegue acreditar na tranquilidade dele...

"O que deu nele? Esperava outra reação..."

– Naruto, eu me sinto tão... - Sakura abaixa a cabeça. - Tão envergonhada pelo que fiz...

– Hãn? - Naruto para de andar e olha para Sakura que começa a chorar.

– Eu fui uma egoísta... Não pensei em você, não pensei nos seus sentimentos... Pensei somente em mim e mais ninguém. Me perdoe Naruto... Eu... Eu não devia ter te beijado... - Dizia Sakura em meio à lágrimas. - Eu me sinto um monstro por brincar com seus sentimentos...

– Sakura-Chan... - Diz Naruto de cabeça baixa.

– Você é a última pessoa no... - Sakura é interrompida por Naruto

– Sakura-Chan!! - Naruto ainda de cabeça baixa fala seriamente e Sakura se cala enquanto ele continua. -Eu sei que você ama o Sasuke, foi assim desde a academia e vai ser assim sempre... Eu não entendo por que você me beijou naquela hora... Mas eu só tenho algo a dizer... -Naruto levanta a cabeça e sorri. - ARIGATO!!!

– Que? - Diz Sakura surpresa. - Obrigado? Obrigado de que Naruto?

– Eu sempre acreditei que estava apaixonado por você... Ontem uma pessoa me disse que eu nunca tinha te amado, e eu não acreditei... Continuei afirmando esse amor, porque nunca volto atrás com minha palavra... Não é mesmo? É incrível como me enganei durante todos esses anos...

– Como assim Naruto? - Pergunta Sakura confusa

– Sakura-Chan... EU TE AMO! - Naruto sorri em direção a Sakura que não entende nada.

– Naruto me explica o que está acontecendo? Eu não estou entendendo mais nada

– É isso que você ouviu Sakura-Chan... Eu te amo, mas não como... Como... Como... - Naruto coça a cabeça e revira os olhos na procura da palavra. - Como posso dizer? ... Como...

– Como mulher? - Interrompe Sakura

– (risos) Isso!! - Naruto fica envergonhado.

– E como você descobriu isso? - Pergunta Sakura aliviada.

– Quando você me beijou.... Eu... Eu... Não senti nada! Se eu realmente te amasse eu deveria ter sentido alguma coisa, não é mesmo?

– Pressupõe-se que sim... - Sakura fica pensativa

– E também todas as vezes que eu te abracei, eu nunca tive dificuldade em te deixar ir... Eu nunca quis ficar abraçado à você para sempre...

– Que? O que você está falando Naruto... Você está bem? Você está MUITO estranho... - Sakura começa a ficar preocupada, ela vai até ele e coloca uma das mãos na testa dele para verificar sua temperatura.

– Eu estou ótimo... - Diz Naruto enquanto recua. - Nunca estive melhor...

Sakura respira fundo e solta o ar toda de uma vez, nem no seu melhor sonho, Naruto seria tão adulto assim...

– Então quer dizer que você nunca me amou? - Resmunga Sakura

– É... É... - Diz Naruto sem graça, eles ficam em silêncio por alguns segundos até Naruto perguntar. - Por que você me beijou?

Sakura fica com vergonha de contar a verdade, admitir que o beijou por ciúmes de Sasuke e Hinata. Porém ela devia isso à ele.

– (respira fundo) Eu fui uma boba, estava morrendo de ciúmes do Sasuke com a Hinata-Sama, e quis provocá-lo... Me desculpa Naruto...

Naruto começa a rir.

– Ciúmes do Sasuke com a Hinata? Sakura-Chan... A Hinata nunca daria bola para o Sasuke... Dizia ele todo convencido, enquanto voltava a caminhar.

Sakura sorri enquanto pensa.

"Eu sei disso Naruto... Hinata-Sama nunca olharia para o Sasuke, porque ela ama você"

Os pensamentos de Sakura são interrompidos por Naruto que grita:

– Vamos, vamos Sakura-Chan... Nem pensar em deixar aqueles dois sozinhos lá na frente... Naruto ria.

– NARUTOOOO! Para de rir de mim...

Sakura agora brigava com ele, mas no fundo ela agradecia.

"Obrigado Naruto por tudo".
–----------------------------------------------------------------------------------------

Já estava de noite quando Hinata encontrou um bom lugar para passarem a noite. Eles montaram as barracas e após comerem todos sentaram-se em volta de uma fogueira que Sasuke ascendeu, pois aquela era uma noite muito fria. Já estava perto da hora de ir dormir, quando Sasuke em tom provocativo pergunta:

– Temos duas barracas, como vamos dividir?

Todos olham para ele e Sakura rapidamente responde.

– Oras Sasuke-Kun... Vocês dois dormem em uma e Hinata-Sama e eu na outra.

– Ok! - Fala Sasuke decepcionado o que deixa Sakura avermelhada.

Devido ao frio todos se aproximavam ao máximo da fogueira. Hinata tremia e Naruto ao perceber tira sua jaqueta.

– Você está tremendo Hinata... Toma, veste a minha jaqueta!! - Ele oferece a jaqueta.

– Não... Não precisa Naruto-Kun... Diz ela sem olhar para ele.

– Pega Hinata... Eu sou quente... Não preciso. - Fala Naruto inocentemente.

Hinata e Sakura olham assustadas para ele, enquanto Sasuke desata a rir. Naruto se dá conta de que o "eu sou quente" pode ter sido interpretado errado.

– É... Eu sou quente... Por causa da Kyuubi... Não quente de QUENTEEE!! Não que eu seja frio também...

Quanto mais Naruto fala mais Sasuke ri e Hinata fica vermelha. Ela se levanta rapidamente e diz:

– Eu agradeço a gentileza Naruto-Kun... Mas eu vou ficar bem... Eu vou me deitar... Boa noite a todos. - Hinata vai para a barraca.

Naruto fica desanimado, Hinata o evitou a tarde toda. Ele não sabia mais como se aproximar e quando tentava fazia besteira. Ele nunca desejara tanto ter um pouco mais de experiência em relação as mulheres, quem dera se o Ero Sennin estivesse vivo. Existia um mar de sentimentos dentro dele, sentimentos novos e sentimentos antigos se misturando e o confundindo ainda mais... Será que ele estava apaixonado por Hinata? Será que ele sempre esteve e nunca se dera conta?

Enquanto Naruto era um desastre na arte da conquista, Sasuke era profissional, ele olhava para Sakura da cabeça aos pés, ela por sua vez, sentia seu corpo arder em calor só de receber aqueles olhares dele. Então para evitar conflito, ela também vai se deitar.

– É eu acho que vou dormir também...

–Sakura-chan? Você está bem? - Perguntava Naruto preocupado.

– Hãn? Sim, claro que eu estou bem - Dizia a rosada enquanto se abanava com as mãos.

– Não parece... Está tão frio e você com esse calor todo. - Dizia Naruto inocentemente.

Sakura fica muito vermelha e olha para Sasuke que rir disfarçadamente.

– Pare de se preocupar comigo Naruto... E vá dormir também que amanhã acordamos cedo...

– Ok, ok. - Falava Naruto desanimado.

– Boa noite Naruto... Boa noite Sasuke-Kun... - Antes de entrar na barraca ela olha para Sasuke e sorri. Ele retribui com um sorriso encantador.
–----------------------------------------------------------------------------------------

Dentro da barraca Hinata parecia estar dormindo. Sakura se deita, mas não consegue dormir devido a felicidade que preenche seu peito cada vez que se lembra das palavras de Sasuke. Ela estava feliz, mas no fundo ainda tinha muito medo de se entregar completamente, Sasuke poderia machucá-la novamente e dessa vez ela não suportaria.

Ao olhar para Hinata ela se sentiu culpada, pois enquanto estava feliz, Hinata estava sofrendo calada. Então decidida a corrigir seus erros, ela chama por Hinata

– Hinata? Hinata-Sama? Você está acordada? - Pergunta Sakura enquanto toca o ombro de Hinata levemente.

Hinata estava acordada, mas não queria falar com Sakura, então continuou fingindo que dormia. Mas Sakura insistia.

– Hinata... HINATA! Acorde por favor... Eu preciso falar uma coisa com você! - Sakura toca o ombro de Hinata novamente, só que agora com mais força.

Hinata resolve responder...

– Eu já sei o que você quer falar...

– Que? Sabe?? - Sakura fica confusa

Hinata se senta enquanto diz:

– Não precisa se preocupar comigo... Eu vou ficar bem! Naruto-Kun e você... Eu desejo... - Ela engole seco. - Eu desejo toda a felicidade do mundo.

Sakura fica espantada ao escutar aquilo.

"Hinata você o ama tanto assim? Ao ponto de desejar a felicidade dele, mesmo estando ao lado de outra..."

Sakura sorri e se senta ao lado de Hinata.

– Bom, pelo menos nós duas desejamos a mesma coisa... A felicidade daquele escandaloso... - Sakura ri, mas Hinata permanece séria e a deixa sem graça . - Só que a felicidade do Naruto não está ao meu lado.

– O que você quer dizer com isso Sakura? - Pergunta Hinata gentilmente

– Eu acredito que só existe uma garota capaz de fazê-lo feliz... E essa garota é você!!

– Eu? Mas... Mas... Vocês estão juntos agora.

– Me deixe explicar uma coisa... Naruto e eu não temos nada.

– Eu vi vocês se beijando...

Sakura faz uma careta como se não aguentasse mais ouvir falar daquele beijo.

– Primeiro: Nós não nos beijamos... Eu beijei ele! Segundo: Não foi um BEIJO, foi um selinho.

Hinata pensava consigo mesma:

"Como se fizesse muita diferença quem beijou quem"

– Mas ele correspondeu...

– Ele ficou parado coitado... Sakura ri ao lembrar da cena. - Eu não amo o Naruto... Não desse jeito romântico...

Hinata que até então estava calma, levanta o tom da voz.

– Se você não o ama, por que o beijou? Você não sabe o quanto ele te ama?

Sakura se assusta.

"Hinata... Você é sempre tão gentil, mas para defendê-lo vira uma fera..."

– Eu fiz isso por ciúmes, eu sei que foi idiotice da minha parte, mas quando vi você e o Sasuke tão próximos não sei o que deu em mim...

– Sasuke e eu? - Diz Hinata perplexa.

– É eu sei, isso é um absurdo... Quanto mais eu penso mais me sinto uma idiota.

– Naruto deve estar tão feliz achando que finalmente você corresponde aos sentimentos dele... Quando ele souber...

– Ele já sabe...

– Como ele reagiu? - Diz Hinata preocupada

– Super bem na verdade...

– Bem?? Como assim bem? Ele ama você Sakura... - Hinata abaixa a cabeça

– Eu também achava isso...

Hinata levanta a cabeça rapidamente

– Achava?

– (risos) É... Mas pelo jeito ele nunca me amou...

o coração de Hinata bate mais forte

– Nunca te amou?

– Ele disse que não sentiu nada com o meu beijo...

Hinata estava tão confusa, não conseguia entender nenhuma palavra que Sakura falava.

– Como ele pode não ter sentido nada com o seu beijo, se ele sempre te amou!!

– Ah, pelo jeito foi algo infantil, sem importância... Ele disse algo sobre ter se enganado a respeito disso a vida toda... E falou umas coisas estranhas também sobre quando me abraça...

– O que ele disse? - Hinata fica curiosa

– Disse que quando me abraça ele consegue me deixar ir... Que não sente vontade de ficar abraçado para sempre; Na verdade eu não entendi nada.

O coração de Hinata parece dançar dentro de seu peito, ela se arrepia ao lembrar das palavras de Naruto quando estavam abraçados no cemitério.

"Eu simplesmente não consigo me soltar de você... Não consigo te deixar ir."

Sakura continua falando, mas Hinata está longe demais para escutar qualquer coisa que seja.

– Hinata? Hinata-Sama? - Sakura a segura pelos braços

– Sakura? Me desculpe eu...

Sakura a abraça e diz:

– Hinata-Sama me perdoei. Eu tenho certeza de que um dia Naruto irá reconhecer os seus sentimentos...

Hinata a abraça fortemente.

– Sakura obrigado!!!

Hinata se sentiu tão mal ao lembrar da forma como havia tratado Naruto nas últimas horas, mas como ela iria imaginar que aquele beijo não tinha significado nada para ele? Muitas coisas passaram pela cabeça dela até que finalmente pegou no sono.
–----------------------------------------------------------------------------------------

Na outra barraca, Sasuke estava quase dormindo quando Naruto o chamou.

– Sasuke? - Pergunta Naruto que está deitado de barriga para cima encarando o teto da barraca.

– O que foi Naruto? - Pergunta Sasuke meio sonolento

– Acho que eu não preciso dizer que o que aconteceu entre a Sakura e eu foi um mal entendido, não é?

– Não, não precisa... Eu já entendi tudo.

Passam alguns minutos.

– Sasuke? - Naruto o chama novamente

– O que foi Naruto? - Responde Sasuke irritado

– É... É...Você... Você já esteve com muitas mulheres?

Sasuke não entende a pergunta.

– Que? - Ele se vira ainda sonolento. - Que tipo de pergunta é essa BAKA?

– É que você sempre foi do tipo conquistador... E como você ficou todo esse tempo viajando, deve ter conhecido muitas mulheres.

– Sim... Eu conheci algumas... Mas o que tem isso?

– Eu vi a maneira que você olhou para Sakura-chan ali fora... Antes de ela ir se deitar... Mulheres gostam desse tipo de coisa, não é mesmo?

– Depende... - Sasuke sorri imaginando o rumo daquela conversa.

– Depende? Depende do que? - Naruto se senta na cama, parece uma criança esperando uma resposta de seu professor...

– Depende da mulher... Se ela gosta desse tipo de coisa. - Sasuke se senta também

– Mas como eu vou saber se ela gosta ou não?

– E quem seria ela Naruto? A Hinata?

Naruto fica vermelho enquanto Sasuke continua.

– Naruto você é virgem?

– É... É... Eu não tive muito tempo para essas coisas...

– Está vendo... Se tivesse perdido menos tempo correndo atrás de mim, poderia ser mais experiente agora... - Sasuke se diverte enquanto Naruto fica irritado

– Eu não me arrependo de nada que fiz... E pelo que sei você também esteve bem ocupado correndo atrás do Itachi... Então me diz de onde vem tanta experiência?

– Eu não tenho tantas experiências assim... Mas estou um pouco melhor que você BAKA!! Você quer algumas dicas - Provoca Sasuke.

– Claro que não Sasuke... Eu não preciso disso. - Naruto tenta desconversar.

– Claro que não precisa... - Sasuke imitando a voz de Naruto. - Pega a minha jaqueta, eu sou QUENTE... Ele dá altas gargalhadas.

– Para de rir SASUKE!! - Naruto fica vermelho. - Aquilo foi tão ruim assim?

– Sim e como foi... Mas não precisa se preocupar com isso BAKA, não existe regras para se conquistar uma mulher... Quando você deseja alguém e é correspondido, as coisas fluem naturalmente... Se ela gosta ou não de olhares mais provocativos, só há um jeito de descobrir... Olhe para ela e veja sua reação.

Naruto fica pensativo.

– Acho que você tem razão Sasuke... Obrigado!! - Naruto volta a se deitar

Sasuke se sente como um irmão mais velho tendo uma conversa sobre garotas com seu irmão mais novo... Ele sorri e se deita também, antes que ele pudesse fechar os olhos, Naruto diz baixinho.

– Sasuke... (voz de sono)

– O que foi agora Naruto?

– Se você fizer a Sakura-Chan sofrer... Eu te dou uma surra. To cer... - Naruto nem consegue terminar sua frase e dorme, deixando Sasuke pensativo.

–-----------------------------------------------------------------------------------

Amanhece o dia, Sakura e Hinata são as primeiras a levantar, logo depois Sakuke também acorda.

– O Naruto ainda está dormindo, Sasuke? - Pergunta Sakura

– Sim, ele foi dormir tarde... - Sasuke boceja enquanto fala.

– Aquele preguiçoso... Isso porque eu disse que íamos levantar cedo... -Sakura caminhava em direção a barraca extremamente irritada, quando tem a ideia de que outra pessoa vá acordá-lo. - Hinata?

– Sim, Sakura? - Hinata terminava de arrumar suas coisas.

– Você pode ir acordar o Naruto pra mim? - Sakura sorri

Hinata fica vermelha só de pensar na ideia de ir acordá-lo depois de tudo que Sakura contou à ela.

– Hai!

Ela vai caminhando aos poucos em direção a barraca. Enquanto Sasuke fala para Sakura.

– Você virou cupido agora? - Ele sorri

– Ah, não custa dá um empurrãozinho...

–-----------------------------------------------------------------------------------

Dentro da barraca, Hinata olha para Naruto que dorme profundamente.

"Ele está tão lindo dormindo... Como eu vou acordá-lo?"

Ela se aproxima dele colocando uma das mãos em seu ombro, balançando levemente.

– Naruto-Kun... Naruto-Kun... Acorde! Está na hora de levantar.

Naruto aos poucos ia despertando com aquela voz fina e delicada como a de um anjo. Ele finalmente abre os olhos e vê Hinata.

– Hinata–Sama!! O que faz aqui? - Naruto se move para trás e sua coberta vai caindo, deixando o seu abdômen sem camisa a mostra.

Hinata ao ver aquilo fica extremamente vermelha, ela se vira rapidamente enquanto diz.

–Desculpa Naruto-Kun... A Sakura me pediu para acordar você, pois está na hora de irmos...

Naruto sem graça se cobre novamente.

– Ok, ok, eu já estou indo...

Hinata sem olhar para ele sai da barraca.

–----------------------------------------------------------------------------------

Eles estavam caminhando, Sakura e Sasuke iam na frente conversando enquanto Naruto e Hinata permaneciam em silêncio. Naruto se lembra da conversa que teve com Sasuke na noite passada e resolve testar algumas coisas, como o seu olhar "provocativo". Então meio que sem jeito nenhum para tal tipo de coisa, ele olha para Hinata e levanta uma de suas sobrancelhas... Depois ergue o rosto e fecha um pouco os olhos... Hinata olha para ele e pensa:

"O que o Naruto-Kun tem? Ele está agindo de uma forma tão estranha..."

– Naruto-Kun? Você está bem? - Pergunta Hinata sem graça.

–Hãn? Sim, estou... Por que Hina?

Ela adorava escutar ele a chamar assim.

– Você está me olhando de um jeito estranho... - Hinata sorri.

Naruto para de andar e com um olhar cabisbaixo pensa:

"Estranho... Estranho... Sasukeeeee isso é mais difícil do que eu imaginava"

Hinata percebendo o desanimo dele, pega em sua mão e o puxa

– Vem Naruto-Kun!!

– Hãn? Pra onde? - Ele olha para Sasuke e Sakura que estão mais a frente.

– Não se preocupe... Ele estão tão entretidos conversando que nem vão perceber... - Ela sorri para ele

Naruto não diz mais nenhuma palavra, o sorriso dela era o suficiente para convencê-lo a ir a qualquer lugar.



Notas finais do capítulo

Só eu acho a inocência do Naruto uma fofura?
*o*
Gostaram do capítulo... Se tiver algum erro, me avisem, to TÃO bêbado de sono que mal to conseguindo digitar
Beijos até o próximooooo



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "NaruHina - Os sentimentos de Naruto" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.