I will protect you escrita por Tia Bibs


Capítulo 1
Capítulo único.


Notas iniciais do capítulo

Oi pessoal, minha primeira fanfic de NaruHina.É uma one-shot, para ser mais exata. Isso é o que eu imaginei em base desses spoilers não confirmados de The last! Espero que gostem!



Naruto acordou. A neve caia diante de seus olhos e sentiu seu corpo inteiro doer. Tentou se mexer e a dor se intensificou. Sentiu o cheiro de sangue e tocou no seu rosto que ardia. Olhou para sua mão e estava manchada do líquido vermelho. Com um pouco de dificuldade, ele se sentou. Estava em uma espécie de clareira. Olhou em volta e viu o local onde Toneri havia levado Hinata pela última vez. Naruto abaixou o olhar, fechando a mão em punho. Havia perdido feio para Toneri.

Ele se levantou e foi em direção ao local onde ele acabara de sair. Ouvia barulhos e explosões e olhou para o céu, a lua estava mais próxima. Naruto estava fraco e sua visão estava embaçada. Se lembrou do que ocorreu.

– Hinata! Você está bem?! - Naruto abriu um sorriso quando a viu. Seu coração parecia mais aliviado por vê-la ali, sem nenhum machucado. - Hinata?

Hinata o encarou mas seu olhar parecia fitar o vazio. Naruto ergueu a sobrancelha, confuso. Ela o olhou diretamente, parecendo olhar um horizonte, triste.

– Ela não se lembra de você, tolo. - Toneri começou a falar. - Nada o que você diga ou faça, irá fazer ela se lembrar. Ela não se lembra de você.

– Hinata! - Naruto deu um passo para frente, com um instinto de chegar mais perto, porém ele parou alarmado. Hinata recuou e virou o rosto. A expressão dela ficou séria e disse para Toneri.

– Por favor…. - Hinata disse de forma dura e olhou para Naruto, que abaixou o olhar. - Eu vou para meus aposentos. Quando chegar o momento, me chame, querido. - A voz dela estava fria e Naruto tremeu. Ela voltou a encara-lo. Ele buscou o olhar dela mas não encontrou nada. - Por favor…. Não me pertube… Fique longe.

Ela se virou e olhou para ele novamente, mas continuou seu caminho sem dizer nenhuma palavras. Naruto correu em sua direção e recebeu um soco no estômago de Toneri.

– HINATA! HINATA!

– Não adianta fazer mais nada, idiota. - Toneri deu um sorriso. A raiva de Naruto estava estampada em seu rosto. Olhou para Toneri e acertou seu rosto. - Ela não quer saber de você, Uzumaki Naruto.

– TRAGA-NA DE VOLTA! TRAGA HINATA DE VOLTA! - Ele tentava socar Toneri e o mesmo desviava. Naruto tremia e seus olhos ardiam. Uma dor enorme cresceu em seu peito e parecia querer-lo sufocar.

Naruto fechou os olhos com mais força. Eles começaram a arder. Ele correu em direção ao local onde estava. As árvores pareciam vultos e a respiração falhava e a dor no seu corpo o fazia diminuir a velocidade. Era uma força sobre-humana que havia o feito correr assim.

Hinata… Pensou enquanto pulava em direção a uma rocha. Uma explosão veio de trás dele. Ele olhou e viu seus amigos lutando contra Toneri. Ele parou e se virou, com um instinto de ajuda-los, mas uma mão o puxou para atrás. Era Sasuke.

– Sasuke! - Naruto pareceu mais alegre ao ver seu melhor amigo. Sasuke olhou para cima, fazendo Naruto seguir seu olhar. Hinata estava diante a uma enorme janela. Em uma torre. Seu olhar estava o mesmo desde ele havia a visto. O rosto de Naruto ficou doloroso. Ele abaixou o olhar - Hinata…

– Vá atrás dela. - Sasuke olhou para o amigo. - Nós cuidamos do resto.

– Mas Toneri…

– A Hyuuga é mais importante. - Sasuke fez uma cara feia para o amigo. - Só você pode fazer-la voltar ao normal, Naruto… Ela é essencial para protegermos a terra. Vá! - Sasuke largou o amigo e foi em direção à luta. Naruto ia subindo em direção à torre. Entrou pela enorme porta e uma explosão fez a torre tremer. Uma lance de escadas fez Naruto gemer e correr.

Naruto arfava e abriu a porta de um único cômodo que havia em um enorme corredor. Ele caiu de joelhos, acabado no chão. Suas costelas doíam e sangravam. Ele levantou olhar e viu Hinata, diante dele. Ele sorriu.

– Hinata… - Ele se levantou e deu um passo em direção à ela, mas ela recuou e abaixou olhar. Mas quando levantou fez uma expressão dura. Naruto amoleceu o rosto. - Sou eu… Naruto.

– Eu disse para ficar longe de mim - Hinata levantou uma mão. - Naruto.

Naruto abaixou a cabeça.Hinata nunca havia o chamado sem o sufixo. Ele se inclinou e pôs as mãos no joelho. Sua respiração falhava e ele tossiu.

Não posso ter perdido você Hinata. Não agora que eu percebi o quanto te quero perto de mim. Droga… Por quê?, pensou ele. Suas mãos tremiam e então ele as fechou, tentando parar.

– Hinata… - Sua voz era fraca e dolorosa. Os olhos dele começaram a arder. - Você não se lembra de mim? - Ele levantou um pouco o olhar.

– Não. - Hinata continuava sem nenhum movimento facial.

– Hinata.. - Naruto soluçou. - Droga… Hinata! - Ele caiu de joelhos. - Tente se lembrar de mim, por favor! - Naruto se levantou e a abraçou, fazendo-a cair sentada. Ainda abraçados ele continuou - Eu sou o Naruto. Ninja de Konoha. Loiro, idiota, que adora ramen. Você me salvou na luta contra o Pain e me deu forças na quarta guerra ninja. Você acreditou em mim quando ninguém acreditava. Você é a doce e gentil amiga… - Naruto se afastou e tocou em seus ombros. Hinata parecia confusa e por algum segundo, arregalou os olhos. Naruto chorava sem vergonha. - Você é a melhor garota que eu já encontrei na minha vida, droga. Eu… Eu não acredito que eu te perdi…

– Naruto…

– Eu fui um tolo. Um tolo por te deixar esperando por tanto tempo. Me desculpe, eu não… Eu… - Ele passou a mão nos olhos.- Eu… Eu te amo, Hinata! - Ele pousou as mãos no rosto de Hinata. - Me desculpe por te fazer esperar. Eu te amo muito, por favor, se lembre de mim… Por favor… Eu não vou suportar te perder… Eu fiz você se apaixonar por mim e eu não percebi isso… Agora que eu finalmente percebi e estou apaixonado por você… Você não sabe mais quem eu sou. - Naruto colou sua testa na de Hinata. - Por favor, se lembre de mim. - Naruto tocou nos lábios de Hinata. Era a mais feliz, e ao mesmo tempo triste, sensação que ele havia sentido. As mão de Hinata o tocaram no seu troco, fazendo-o abrir os olhos e se separar dela. Os olhos de Hinata estavam brilhantes e seu rosto estava em lágrimas.

– Naruto-kun… - Hinata parecia assustada.- Naruto-kun! - Ela o abraçou. - Eu me lembro de você, eu não me permitiria te esquecer Naruto-kun!

Naruto a abraçou como se fosse a última coisa que faria. Ele abriu um sorriso e a beijou novamente. A sensação era boa. Muito boa. O gosto doce dos lábios de Hinata era misturado com o sal das lágrimas de ambos.

– Eu te amo, Hinata. - Naruto e levantou, levando-a junto, e a abraçou. - Obrigado por me esperar.

– Eu… E-eu te amo, Naruto-kun. - Ela o abraçou, colocando seu rosto entre a curva do pescoço de Naruto. Mais uma explosão foi-se ouvida. Hinata levantou os olhos, assustada. - Toneri… Ele…

Naruto pegou a mão de Hinata e entrelaçou seus dedos nos dela e apertou levemente. Passando confiança para ela. Abriu um sorriso tão forte, que fez seus olhos se fecharem instantaneamente. Ele olhou para a janela e fez uma cara séria.

– Certo. Vamos acabar com ele e salvar a terra. - Naruto passou a mão no nariz, fazendo-o o sangue seco sair. - E no final, vamos ter um encontro.

– Naruto-kun…- Hinata o olhava. Naruto a olhou de uma forma doce e sorriu.

– Não se preocupe, Hinata. Eu vou te proteger.



Notas finais do capítulo

Então, gostaram? Exagerei muito? Deixem ai os comentários. Se gostou ou não.