Survivor escrita por junn


Capítulo 1
S01E01: "É Acapulco, bebê!"


Notas iniciais do capítulo

Antes de lerem, sim, saibam que é grande, pois é um resumo de tudo que acontece no programa até o dia da eliminação, que acontece de 3 em 3 dias basicamente. Ou seja, a cada episódio, uma eliminação.[N] = Narração, feita pelo narrador do show[C] = Confessionário, corresponde a uma área reservada do participante. Normalmente na praia.



[N] Estamos em um dos principais destinos turísticos do mundo. Sua baía semicircular foi batizada com o nome de Santa Lúcia, correspondente ao dia de seu descobrimento por navegantes espanhóis. Ela é dividida em três partes turísticas: Tradicional, Dourada e Diamante. O Survivor passa por Acapulco em sua primeira parada! Aqui, no estado de Guerrero no México, 16 americanos serão deixados, tendo que lutar contra os elementos da natureza e principalmente: uns contra os outros. 2 Tribos, 16 participantes, 39 Dias e 1 Survivor!

É possível ver a sombra de um homem na praia. Alto, claro, moreno, não muito velho. Na idade certa por assim dizer. Visualmente tendo uns 32 anos. Seu nome é Richard Ford. Ele, está em uma praia deserta, aparentemente esperando um barco. Ele estava entre duas espécies de tapetes coloridos no chão, um azul e um vermelho.

Não ficou muito surpreso ao ver dois barcos diferentes se aproximarem. Tapou a vista para enxergar melhor, o sol estava muito quente e impossibilitava sua visão. Colocou as mãos na cintura e apenas viu os barcos pararem na ilha, cada um contendo 8 pessoas. Sorriu para os mesmos.

— Bom dia! — Disse para eles, estava tão animado quanto aquelas pessoas que acabara de chegar.

— Bom dia — responderam todos, mas uma garota de cabelos castanhos e olhos azuis se destacou. Ela usava um vestido branco, não muito longo.

— Bem, já que você foi a mais animada até agora, me diga, qual o seu nome?

— Cooper. Marissa Cooper — Ela estava sorridente, certamente curtira a paisagem ou o que a experiência proporcionava.

— É um prazer recebê-la aqui, Marissa. E você, como se chama? — Perguntou para uma mulher mais adulta, de cabelos negros e curtos.

— Regina — Respondeu.

— Bem, meu nome é Regina também — Uma outra mulher, mais jovem e loira falou, semque lhe perguntassem.

— Ninguém liga — A outra Regina respondeu sem misericórdia. Era visível que uma disputa sobre quem seria a melhor "Regina" da ilha estava prestes a começar.

[C] Regina Mills: Quem aquela vadia pensa que é? Eu me lembro dele perguntar pelo meu nome! Não estou nem aí se ela tem o mesmo nome que eu, essa vaca loira não vai durar muito aqui, podem anotar o que estou falando! — Regina Mills havia tomado aquilo como uma afronta, certamente Regina George era sua maior ameaça ali.

[C] Regina George: Era só o que me faltava, outra Regina nessa ilha, com certeza uma outra versão menos gostosa de mim!

— Bem, Reginas, Marissa, e os outros! Sejam bem-vindos ao Survivor! Esta é a estreia de um reality show que possui várias outras versões ao redor do mundo. Vocês serão divididos em duas tribos e serão deixados na floresta sem água, sem comida e terão que se virar para construírem seu abrigo!

— Só isso? — Achei que seria mais difícil — Falou uma garota audaciosa, de cabelos longos e pretos. Ela estava bem vestida para o lugar, era como se ela já estivesse habituada — Katniss, aliás — Disse ela, apresentando-se ao ser vista com olhares diferentes.

[C] Ana Lucia Cortez: Aquela garota... Katniss, eu acho, me pareceu muito abusada! Eu não gostei nenhum pouco dela, certamente a primeira que eu vou fazer questão de tirar.

— Bem, Katniss, a natureza pode não ser tão difícil, mas a convivência é, pode ter certeza! — Disse o apresentador — Bem, para começar, soltem as bagagens de vocês. Vocês irão para o acampamento apenas com a roupa do corpo!

[C] Regina George: Como assim soltar as bagagens? Roupa do corpo? E meus repelentes? Estão todos na mochila! O que vai ser desta pele de seda sem meu creminho?

— Quem veio no barco da esquerda, fique sobre o tapete azul. Quem veio no barco da direita, tapete vermelho. Tribo Azul vocês agora são a Tribo Guerrero. Tribo Vermelha, vocês agora são a Tribo Juárez.

[C] Regina George: Tribo Juárez? Que merda de nome é isso? Aonde arranjaram esse nome? Certamente na minha lista de empregados pois que eu me lembre Juárez é meu motorista!

O apresentador pegou dois mapas que tinham uma fita representando cada tribo e jogou para os dois lados.

— Este é o mapa do acampamento de vocês, lá vocês encontrarão uma bandeira com o nome de sua tribo! Tribo Guerrero pela esquerda, Tribo Juárez pela direita! Nos vemos mais tarde!

O apresentador despediu-se e as tribos seguiram em direções opostas. Pelo caminho da tribo Guerrero, uma menina de cabelos loiros e olhos azuis já estava cansada, certamente era sedentária.

— Podemos simplesmente parar? — Pediu a menina, que usava uma roupa de couro, totalmente luxuosa com várias plumas por cima.

— Não, é melhor seguirmos, se escurecer podemos ficar perdidos — Uma voz máscula respondeu a garota. Era de um rapaz bem alto e barbudo, que de certa forma já tinha antipatia pela garota que quisera parar.

[C] Madison Montgomery: É apenas os primeiros minutos e você não vê um pingo de compaixão. Eu estou odiando a minha tribo nesse momento! — Começou a chorar no confessionário.

[C] Alcide Herveaux: Eu vim para esse game sabendo que iria me dedicar 100%! Não estou aqui para perder, para falhar, não estou aqui para parar. É bom aquela garota entrar nos trilhos ou vai ser uma das primeiras a sair.

A tribo continuou andando. Madison não se importou, resolveu parar e descansar, não estava aguentando as próprias pernas. Quando os participantes se deram conta, ela já tinha sumido. Um rapaz moreno de rosto triangulado foi quem sentiu a falta da mesma.

[C] Stefan Salvatore: Eu estava andando e simplesmente vi que a loira que estava atrás de mim sumiu. Eu olhei para todos os lados e não a vi, com certeza se perdeu.

— Pessoal, temos um problema! — Disse, fazendo todos olharem pra trás — A garota loira que estava reclamando, ela sumiu.

— Como assim sumiu? — Alcide perguntou, já cheio de raiva por ela ter desacatado sua ordem. Ele já estava se intitulando o líder da tribo e sabia disso.

— O que fazemos agora? — Stefan perguntou.

— Vamos voltar para procurá-la, é claro! — Disse sem acreditar no que estava acontecendo, queria chegar rápido para montar o acampamento e descansar, mas não podia deixar um membro da tribo para trás.

[C] Charlie Matheson: Eu não sei porque esse cara tá dando as rédeas nem porque ele resolveu voltar. Só vai fazer as coisas piorarem.

Na caminhada para o acampamento da outra tribo, Juárez, era Katniss quem liderava a tribo. Ela narrava exatamente o lugar que eles deveriam ir.

— Bem... Agora nós vamos para a esquerda, depois seguimos reto! Se eu estiver certa vamos encontrar uma árvore e virar a direita — Disse ela, observando o mapa.

— E se não estiver? — Perguntou uma mulher baixinha de cabelo preso, bem morena e com sotaque latino. Era Ana Lucia.

— Então voltamos — Katniss respondeu e todos a seguiram.

[C] Ana Lucia Cortez: Essa tal de Katniss está muito metida pro meu gosto. Eu não gosto dela!

[C] Melissa McCall: Tinha um cara do meu lado, baixo com uma barriga de shopp, nós simplesmente nos olhamos e rimos um pro outro porque a situação está ridícula. Katniss e a menina latina mal chegaram no acampamento e já é visível que as duas se odeiam. Eu estou achando a maior graça disso, pois certamente a latina não deve estar gostando nada disso — Disse rindo.

[C] Ana Lucia Cortez: "Direita, esquerda, direita, esquerda" Virou líder de torcida agora? Se manca!

De volta ao caminho da tribo Guerrero, ninguém ainda havia achado Madison. Eles viram que o sol já estava se pondo, longo a noite anoiteceria.

— Nós temos que ir — Alcide falou, certo do que fazer.

— Você está certo, ninguém pediu pro piupiu fugir da gaiola. Ela que se vire! — Disse Regina Mills, sem pena nenhuma do desaparecimento da garota.

— Então vamos! — Olhou no mapa e seguiu a direção enquanto os demais iam atrás dele. Avistou a bandeira do acampamento e com ela algo que lhes deixou espantado.

— Surpresa, vadias! — Disse Madison saindo de uma mata, ela claramente já havia chegado antes deles e isso os deixava confusos.

[C] Madison Montgomery: BOOOOOM! Simplesmente apareci na frente deles. É, eu estava aqui o tempo todo, otários! Como eu cheguei aqui? São meus segredos!

— Como você chegou aqui? — Stefan perguntou.

— Peguei um atalho — Disse ela com um sorriso no rosto. Estava adorando a situação pois podia ver a raiva dentro dos olhos de Alcide, ela também não simpatizara com ele.

— E como você sabe tanto sobre essa ilha, piupiu? — Perguntou Regina Mills, tão enfurecida quanto Alcide.

— Eu apenas sei — Deu as costas e tirou a roupa extravagante e ficou de biquini — Eu vou nadar, mais alguém vem comigo? — Recebeu apenas o sorriso sínico de Regina George, que certamente estava gostando das atitudes da garota. A loira a acompanhou.

[C] Stefan Salvatore: As duas loiras da tribo simplesmente ficaram apenas de calcinha e sutiã no jogo. Eu não sei como vou ficar aqui mais 38 dias sem comer uma delas!

— Elas são loucas — Disse Regina Mills observando as duas pulando na água.

— Certamente eu estou gostando da cena — Falou Stefan.

— Não temos tempo para perder com mulheres nesta ilha! Vamos construir esse acampamento pois aquelas vadias nos atrasaram demais — Alcide falou, montando um grupo logo em seguida.

Na tribo Juárez, eles também chegaram em seu acampamento, já há um bom tempo. Katniss está dando ordens sobre como ele deve ser construído, ela falava vendo alguns homens pegando bambus para usar. Ana-Lucia certamente não estava gostando.

— Eu acho que devemos fazer esse acampamento pra perto da praia! Sabe Deus o que pode ter dentro da mata — Disse repentinamente, fazendo os olhares se voltarem para si.

[C] Ana Lucia Cortez: Eu conheço a mata como ninguém, já estive em uma ilha antes! Então sei quais são os perigos que nos aguardam!

— Você é doida? E se a maré subir, como ficamos? — Perguntou Katniss, já sabendo que a garota apenas queria contrariá-la.

— Foi apenas uma ideia que sugeri, não precisa ficar tão revoltada, "Kat" — Disse irônica.

[C] Katniss Everdeen: Quem essa vadia acha que é pra me chamar de Kat? Eu não sou sua íntima, hello!

Um rapaz negro e alto pegava alguns bambus sem dificuldade nenhuma, ele era bem forte. Era como se pra ele, aquilo fosse tão leve quanto gotas de água. Marissa, obviamente achou aquilo excitante.

— Como você aguenta tanto peso? — Perguntou, tentando puxar assunto.

— Já acostumei, trabalho desde criança — Ele deu um sorriso para ela, havia simpatizado com a garota.

— Então eu certamente vou procurar algum cipó pra amarrar isso aí — Disse retribuindo o sorriso, estava começando a jogar charme pra ele.

— Ok, então vá — Ele disse, caindo no charme dela. Ela logo saiu, a procura de alguns cipós para amarrar o que fosse necessário.

[C] Curtis Donovan: De repente uma garota veio falar comigo. Confesso que nunca fui pegador, mas se de alguma forma ela me achou atraente... Por quê não aproveitar?

No outro acampamento, tudo estava um desastre, eles já estavam cansados e sequer conseguiam procurar qualquer coisa que fosse, Madison havia esgotado eles quando "sumiu" e certamente não teriam um acampamento para passar a primeira noite. Apenas Alcide trabalhava, sozinho.

— Como ele consegue? — Perguntou um rapaz, de corpo bem definido e de cabelos e olhos escuros. Estava soado e quase se oferecendo para ir a praia com Madison e Regina George.

— Eu não sei, e nem me importo — Disse a garota que lhe respondeu. Ela era baixa e loira, mas certamente marrenta.

— Qual seu nome? — Ele perguntou.

— Charlie — Ela respondeu, não dando muita confiança — Eu vou dormir.

— Aqui, na areia? — Ele perguntou novamente.

— Tem uma ideia melhor? — Ela se virou e deitou ali mesmo. Ele estranhou o comportamento da garota.

Na água, Regina George e Madison Montgomery estavam se divertindo. Nadavam de um lado para o outro. Tomavam banho, esfregavam as costas uma da outra e Stefan estava adorando observar aquilo.

— Não olhe pra trás mas tem alguém que está adorando nos ver — Regina disse.

— Quem é? Talvez pudéssemos usá-lo para algo neste game — Madison disse, já com planos em sua cabeça. Ela se virou disfarçadamente e viu o rapaz, que visivelmente estava excitado — Eu acho que ele quer um pouco de diversão! — Ela disse bem animada.

— Então vamos dar a diversão que ele quer! — Regina respondeu, tão animada quanto. Elas levantaram e puxaram Stefan para a água, aonde os três ficaram brincando. Alcide observava aquilo tudo, exausto e indignado.

Na tribo Juárez, o acampamento estava pronto e perfeito para passar a primeira noite. Katniss sabia como fazer isso, os demais não sabiam como, mas estavam aconchegados e era isso que importava. Um homem mais velho que ali estava, lhe perguntou.

— Aonde Ana Lucia está?

— Eu não sei, ela simplesmente sumiu — Katniss perguntou. Na verdade estava contente que Ana Lucia não estava ali, não a suportava já no primeiro dia.

— Eu sou Bobby, aliás. Bobby Singer — Ele apertou a mão de Katniss, que apertou de volta, sorrindo.

— Katniss Everdeen. Eu gostei de você, trabalha muito bem pra idade que tem. Aliás, você me lembra um amigo meu — Ela disse, sorrindo.

— Lembro? — Bobby perguntou.

— Sim, seu nome é Beetee, você parece com ele — Ela disse sorrindo.

[C] Bobby Singer: Katniss disse que eu pareço um amigo dela. Isso é legal. Eu gostei. Acho que vamos virar amigos nessa ilha.

— Pessoal, venham! — Melissa chamou todos que estavam deitados no acampamento. Eles logo foram ver o que tinha acontecido.

— O que foi? — Curtis, o rapaz negro perguntou.

— Ana Lucia nos trouxe comida! Não sei como ela conseguiu, mas ela trouxe! — Ela mostrou vários cocos na praia que Ana Lucia tinha trazido para lá, certamente com o intuito de aborrecer Katniss e a situação não estava diferente, Katniss estava odiando aquilo.

— Bem, ela foi eficiente em algo — Katniss voltou para dentro do acampamento. Melissa riu, ninguém mais que ela estava se divertindo com aquilo.

[C] Ana Lucia Cortez: Foi tão bom ver a Katniss revoltada! Agora que percebi que posso ser útil, irei usar a meu favor. Quem precisa dessa garota quando eu estou aqui para dar cocos? Vocês podem me chamar de A Garota dos Cocos, agora!

A manhã chegou e logo os participantes da tribo Guerrero acordaram, pelo menos, algum deles. Regina, Madison e Stefan dormiam agarrados juntos na praia. O rapaz se sentia no paraíso.

— Tem gente que acha que isso aqui é férias! — Alcide falou, já acordando estressado. Ele bocejou e foi logo trabalhar.

— Annyeonghaseyo — Disse um rapaz coreano, de cabelos enrolados, baixinho e com aparência de 30 anos de idade. Porém, todos olharam estranhamente pra ele.

[C] Jin-Soo Kwon: Eu sou Jin-Soo Kwon, minha esposa Sun me ensinou a falar inglês! Mas eles não precisam saber disso! Estarei escutando suas conversas e eles não farão a mínima ideia de que estou ouvindo! Não é um ótimo plano?

— Você entendeu alguma coisa? Porque eu não entendi nada! — Disse Charlie, acordando.

— Não, acho que ninguém aqui fala coreano. Ou fala? — Alcide perguntou e não teve resposta — É, não fala.

[C] Regina Mills: Aquele coreano me pareceu muito suspeito. Esse planinho de não falar inglês não me convenceu não. Certeza que está tramando.

— Naneun Nakksileul — Ele continuou, embora as reações não tenham sido diferentes. O rapaz saiu e dirigiu-se ao mar. Ali, ele pulou na água com suas mãos e logo pegou um peixe. Jogou na areia e logo refez a situação várias vezes, parecia que sabia exatamente aonde procurar.

Já na tribo Juárez, Katniss era a única acordada. Todos dormiam, ela tivera uma boa noite de sono se não fosse por Ana Lucia estar lhe desafiando. Pegou uma pedra, a metade de um bambu que sobrou e começou a serrar.

— Vamos! — Disse ela, ansiosa.

Pegou mais bambu e algumas folhas. Começou a fazer o bambu com movimentos de vai e vem nesta pedra rapidamente. Já não estava aguentando quando sentiu um cheiro de fumaça no ar. Tinha conseguido o que queria. Abaixou-se e assoprou lentamente. Pegou a folha e colocou por baixo. Quando viu, ela estava em chamas. Pegou outras folhas e foi juntando para manter o fogo aceso. Comemorou tão radiante que acordou o resto do pessoal, mas não estava se importando.

— O que aconteceu? Por quê toda essa algazarra aí fora? — Disse Ana Lucia, que ao ouvir Katniss, queria culpá-la por acordar toda a tribo.

— Eu fiz fogo! — Disse ela dançando ao redor da fogueira. Certamente deixando Ana Lucia brava pois não tinha como culpá-la de algo que lhes beneficiaria.

Os participantes caminham pela praia. Eles estão indo em direção a Richard que está no centro os esperando, por trás dele, duas grandes estruturas estavam atrás dele, pareciam labirintos gigantes. Uma prova iria acontecer.

— Venham, pessoal! — Disse Rich, ele viu os participantes pararem em cima de seus respectivos tapetes e continuou — Em nossa primeira prova vocês competirão por recompensa e imunidade!

— Adoro!! — Disse Regina George.

— Você está preparada pra vencer, Regina? — Perguntou Rich.

— Muito — Disse ela, animada, estava mesmo com vontade de fazer a prova.

— A prova vai ser da seguinte maneira: Vocês estarão dentro de um labirinto vertical. O intuito é ir de um lado e sair de outro — Ele disse apresentando a estrutura, que era bem alta e eles certamente se perderiam ali — Vocês irão um de cada vez, a primeira tribo que passar todos os seus membros no labirinto primeiro, vence a recompensa e a imunidade! — Querem saber pelo quê estão jogando? — Perguntou.

— Sim! — Todos responderam.

— Pederneira! É um objeto usado para fazer fogo, caso a tenham, terão fogo e assim poderão ferver água e cozinhar seus alimentos! Além da imunidade que salvará a tribo vencedora.

Eles comemoraram, animadissimos.

— Façam suas estratégias de equipe e começaremos!

Foi dado um tempo para os participantes decidirem o que fazer e como seria a ordem para passar os membros pelo labirinto. Ao final desse tempo, a ordem foi decidida.

— A primeira pela tribo Guerrero será Regina Mills. Já na tribo Juárez o primeiro será Donnie Hendrix! Em suas posições... Vão! — Regina correu rapidamente para seu labirinto e Donnie fez o mesmo. Ele entrou no labirinto, mas devido a sua barriga, conseguiu se mover lentamente. Regina foi mais ágil e pareceu estar praticamente voando por ali. A tribo Guerrero estava liderando. Donnie estava indo bem, mas poderia ir melhor, deixava sua tribo apreensiva, pois certamente não queriam ir para o primeiro Conselho Tribal. Regina Mills estava já no topo do labirinto, o que faltava era descer do outro lado, e com a mesma agilidade ela continuou. Regina foi a primeira a sair do outro lado e Donnie sequer estava na metade do seu labirinto.

— O próximo pode ir! — Stefan tomou a dianteira, entrou pelo lado errado e já ficou preso, teve que sair e entrar pelo lado certo. Donnie conseguiu chegar na metade, mas Stefan mesmo assim estava o alcançando. Mesmo perdendo, a tribo Juárez incentivava Donnie que ia devagar e sempre. Ele e Stefan chegaram ao topo juntos, cada um em seu labirinto. Stefan foi novamente pelo lado errado e teve que voltar alguns percursos antes de continuar, enquanto Donnie desceu melhor que a subida. Saindo em seu labirinto logo em seguida. Sem perder tempo, Ana Lucia correu para o labirinto. Devido a magreza de seu corpo, teve mais agilidade e subiu rapidamente. Ela bateu com a cabeça em uma parte da madeira, mas não se importou muito, apenas continuou, rápida o suficiente para alcançar Stefan. Os dois saíram juntos do labirinto.

— Stefan perdeu muito tempo! Estamos empatados — Dizia o apresentador. Logo em seguida, Chris Rodriguez e Charlie Matheson entraram em seus labirintos, ambos muito espertos, já tinham visto como era do lado de fora e decorado o caminho. Não demorou muito e saíram praticamente juntos. A próxima dupla era Regina George e Melissa McCall. Mesmo apesar da idade, Melissa se deu super bem no labirinto. Já Regina ia de mal a pior, errava todos os caminhos e ficava batendo a cabeça toda hora, sem contar que a cada hora que batia, soltava um grito que deixava os participantes irritados. Ela sequer havia chegado na metade quando Melissa saiu por seu grupo. Bobby foi mais um dos mais velhos a ir pela tribo Juárez, mas não parecia ter a mesma dificuldade de Donnie, estava muito bem, não lento, e não tão ágil, mas bem. Chegou a empatar com Regina que ainda estava presa.

— Meu cabelo está preso! — Gritou, querendo apenas sair dali. Os participantes de sua equipe estavam furiosos com ela. Já não ajudara no acampamento e agora iria fazê-los perder a prova.

Bobby terminou a prova e Curtis entrou no labirinto. Curtis era alto, então tinha mais dificuldades de se mover, pois o lugar era bem estreito e baixo, logo, tinha que ter paciência para mover todo seu longo corpo. Ele foi devagar e Regina conseguiu soltar seu cabelo, mas sequer fazia ideia de onde estava. Regina chegou ao topo e desceu lentamente pelo outro lado. Ficou emperrada em uma das partes da madeira na hora de descer e simplesmente não se movia. Curtis chegou ao topo também e já ia para o outro lado, encontrando menos dificuldade na descida. Curtis saiu do outro lado e Marissa entrou. Regina finalmente conseguiu sair, sendo substituída por Alcide que falou vários palavrões ao entrar no labirinto, sabia que iriam perder. Marissa não demorou nem um pouco e logo Katniss foi a última a entrar no labirinto. Alcide saiu para seu lado também, dando a vez para Daniel, mas assim que o mesmo entrou, Katniss saiu do outro lado, levando a vitória para sua equipe.

— Juárez vence recompensa e imunidade! — Disse o apresentador Rich. A tribo comemorou bastante. Estavam felizes e animados, o oposto da outra tribo que estava enfurecida e raivosa.

— Juárez, parabéns, vocês estão salvo do conselho tribal! — Disse ele entregando uma pedra com o rosto de um ídolo, significava imunidade — Já vocês, Guerrero, irei encontrá-los hoje a noite aonde conhecerei o primeiro eliminado do Survivor: Acapulco. Voltem para o acampamento.

[C] Regina George: Estava tão animada pra fazer a prova que acabei estragando tudo. Mas não ligo, eu não vou ser eliminada. Não vou ser a primeira eliminada.

Ao chegar em seu acampamento, a tribo Guerrero estava visivelmente frustrada. Regina sequer ousou pedir desculpas, apenas continuou normalmente fazendo o que fazia, nada. Regina sentou-se na praia e logo se deitou para tomar sol.

— O que está pensando em fazer hoje? — Perguntou Madison que chegou logo depois.

— Esperar o conselho até a hora de votar — Disse Regina, como se seu nome não fosse uma possível escolha.

— Eu acho que vão votar em você — Disse Madison, surpreendendo-a.

— Quem faria isso? — Perguntou Regina.

— Alcide e a outra Regina certamente não gostam da gente. Então talvez tenhamos que pegar os outros três meninos.

— Até o pescador? — Se referia a Jin.

— Sim, se estivermos em maioria é o importante. O resto a gente vê depois.

— Ok, vai lá falar com eles então! — Regina disse, voltando a ficar de costas para o sol. Madison ficou com raiva da atitude da garota.

[C] Madison Montgomery: Regina realmente me deu nos nervos. Preciso mesmo convencer eles sozinha? É um saco ter que apelar pra aqueles dois bobocas, mas o que fazer?

Já na tribo Juárez, tudo era festa. Eles estavam comemorando tanto que sequer se lembraram da rivalidade entre Katniss e Ana Lucia. Haviam trabalhado muito bem em equipe, mesmo com as falhas iniciais.

— Bem, pessoal, estou muito orgulhosa de vocês! Arrasamos. Isso só mostra que não podemos perder a esperança! — Katniss dizia radiante.

Na outra tribo, Madison conversava com Stefan e Daniel, tentando convencê-los a não votar em Regina George.

— Bem... Vocês podem gostar muito mais da nossa companhia do que da companhia daquele brutamonte! — Disse Madison se referindo a Alcide.

— Talvez você esteja certa. Mas manter você? — Daniel queria pensar com a cabeça de cima, não com a de baixo. Mas ainda estava em dúvida.

— Olhe... — Disse em um tom sensual — Nós não vamos perder sempre, foi apenas uma vez, talvez consigamos reverter a situação. E sei que vamos — Naquela altura, Stefan já estava babando e Daniel está indeciso. Madison percebeu a indecisão do rapaz e foi até ele, sussurrando em seu ouvido.

— Você pode fazer isso por mim, Dan? — Perguntou suavemente. Deixando o rapaz estremecido.

— Sim, posso! — Ele já havia cedido.

[C] Madison Montgomery: Daniel é mais esperto do que eu pensava, mas ninguém resiste aos meus peitos. Desculpa se os seus não são de fábrica.

Do outro lado da praia, Charlie observava aquilo. Regina Mills e Alcide estavam cuidando do acampamento. Ela foi até eles.

— Eu não acho que devemos eliminar a Regina George hoje — Disse ela, sendo franca.

— Por quê? — Regina Mills perguntou, ela era o voto óbvio, pois havia ferrado todos na prova.

— Olhe lá fora — Disse mostrando a sensualidade de Madison para os rapazes — Malditas crianças!

— O que fazemos agora? — Perguntou Alcide.

— Vou tentar falar com Stefan e depois me viro com o coreano. Quem sabe ele entenda pelo menos o que eu tenha pra dizer — Disse Charlie, saindo apressada.

[C] Regina Mills: Todo mundo estava de acordo, pelas entrelinhas, de que Regina George seria eliminada, mas então eu me viro e vejo Madison com a bunda empinada na cara de dois rapazes. O que ela pensa que esse programa é? A casa das brasileirinhas?

[C] Charlie Matheson: Eu não sei o que pode acontecer agora, estou reunindo votos pra eliminar ou Madison ou Regina George, uma delas precisa sair, mas os meninos são instáveis, preferem ver uma bunda do que jogar de forma inteligente.

Charlie ia até Regina George e observava ela deitada na praia. Não se conteve.

— Eu consegui te salvar — Disse ela falando como se tivesse prometido alguma coisa.

— O quê? Nós nunca nos falamos! Eu hein — Disse estranhando.

— Mas certamente Madison e você já e ela está arrumando votos pra te eliminar então se você quer continuar vote naquela safada! — Disse Charlie autoritária e logo saiu.

[C] Regina George: Madison quer votar em mim? Tudo isso por quê lhe pedi um favor? Ok, vadia é melhor você correr porque o furacão George veio pra lhe destruir!

Os participantes passam por um caminho escuro. Eles seguram tochas e andam enfileirados. Logo, entram no que parece ser um santuário ou uma igreja induísta, com várias cobras passando sobre o local feito de pedras. Aquele é o conselho tribal. Adentraram e viram Rich sentado próximo a uma fogueira enorme que ali estavam.

— Peguem suas tochas e acendam-nas ao fogo. Nesse jogo, fogo representa sua vida. Uma vez que seu fogo for embora, você também vai — Disse ele, enquanto os participantes colocavam suas tochas no fogo. Posteriormente, deixando-as acesas atrás deles. Eles se sentam em banquinhos de madeiras feitos especialmente para aquela situação.

— Então, Regina, como foi na prova hoje? — Ele perguntou.

— Qual de nós? — Perguntou a Evil Queen.

— Podemos conversar com você, Srta. Mills!

— Obrigada. E foi péssimo, Rich. Nós tinhamos tudo para ganhar e perdemos.

— Como assim tinham tudo para ganhar? — Ele perguntou.

— Olhe para a outra tribo, três velhos sendo dois deles balofos! Como isso pode acontecer? Como?

— E você culpa alguém por isso? — Ele questionou, querendo colocar lenha na fogueira.

— Sim, a outra Regina — Ela falou sendo recebida por um sorriso de Regina George.

— É mesmo sua culpa, Regina? — Ele perguntou.

— Eu acho que não. Poderia ter acontecido com qualquer um aqui. O problema de Regina Mills é que ela é apenas uma versão menos gostosa de mim e sairá hoje — Disse com um sorriso no rosto.

— Como você pode ter tanta certeza? — O apresentador perguntou.

— Porque eu tenho mais três pessoas ao meu lado.

— Charlie, é tão cedo assim para as alianças já serem formadas? — Perguntou para a loira.

— Eu acho que estamos no ponto. Temos uma ótima tribo aqui, Rich, mas temos duas brechas que podem nos prejudicar no futuro, Richard — Disse, parecia estar bem certa do que falava.

— O que seriam essas brechas? — Ele perguntou novamente, estava curioso.

— Madison e Regina — Ela piscou para Regina George que assentiu.

— Você se sente sendo uma brecha nesta tribo, Madison?

— Eu não sei o que ela quis dizer com "brecha", mas eu sei que me destaco, então a resposta é sim — Respondeu. Ela causou uma risada em Alcide.

— Por quê está rindo, Alcide?

— Essa garota, "Madison", tem sido um problema desde que chegou. Primeiro se perdeu e depois estava praticamente pelada na praia. O que ela veio fazer aqui?

— É Acapulco, bebê! — Disse irônica.

— Com isso, é hora de votar. Jin-Soo, você começa! Você irá encontrar uma caixa no final do corredor, aonde escreverá um nome, então dobrará este papel e colocará dentro desta caixa.

.O coreano se levanta e vai para o corredor. Aonde encontra uma caneta e escreve o nome de um dos participantes. Eles seguem uma ordem aleatória. Em sua vez, Madison escreve o nome de Alcide sem pensar duas vezes.

— Quer brincar, lobito? Então vamos brincar — Disse ela dobrando o papel. Voltou fina para seu banquinho e logo os outros continuaram indo. Daniel foi o último a votar, e quando se sentou, Richard anunciou.

— Irei contar os votos! — Ele foi até o corredor, pegou a caixa e levou de volta para a sede do conselho tribal — Uma vez que os votos forem lidos a pessoa eliminada deverá sair imediatamente da região do conselho tribal, vou ler os votos! — Disse, pegando o primeiro papel e revelando a eles.

— Primeiro voto: Alcide — Deixou o papel de lado e pegou o próximo — Segundo voto: Alcide — Fez o mesmo novamente — Terceiro voto: Alcide, são três votos para você, Alcide — Alcide assentiu — Quarto voto: — Madison — Disse ao pegar mais um papel, o que cansou um sorriso em Regina George e em seguida, pegou outro — Quinto voto: Regina George — Ela ficou espantada.

— O quê? — Disse boquiaberta.

— Sexto voto: Regina George — Disse o apresentador ao pegar mais um papel — Sétimo voto: Regina George. São três votos Regina, três votos Alcide e um voto Madison. Vou ler o último voto — Ele pegou o último voto e anunciou — Oitavo voto e primeiro eliminado do Survivor Acapulco: Regina George. Você precisa me trazer sua tocha.

Regina levantou-se, visivelmente abalada. Regina Mills sorriu, contente que sua rival foi embora. Regina George levou sua tocha para Richard. Ele pegou um pedaço de pau e apaga a tocha de Regina.

— Eu espero que você tenha câncer, Charlie.

Regina sai pelo caminho da saída.

— Bem, na primeira votação ficou claro de que há uma divisão na tribo, mas mesmo assim vocês eliminaram a pessoa que julgaram ser uma das "brechas" da tribo. Se vocês 6 serão fortes o suficiente para salvarem a outra "brecha" nós veremos em breve. Peguem suas tochas e voltem ao acampamento. Boa noite! — Despediu-se.



Notas finais do capítulo

Resultado da votação:
Alcide Herveaux votou em Regina George
Charlie Matheson votou em Regina George
Daniel Grayson votou em Alcide Herveaux
Jin Soo-Kwon votou em Regina George
Madison Montgomery votou em Alcide Herveaux
Regina Mills votou em Regina George
Regina George votou em Madison Montgomery
Stefan Salvatore votou em Alcide Herveaux

Se gostarem, deixem seus comentários.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Survivor" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.