Destino escrita por LaSwanCullen


Capítulo 2
Decisões


Notas iniciais do capítulo

Oii Pessoal!
Obrigada pelos comentários!
Ainda não decidi os dias de postagens, mas não se preocupem, assim que eu definir, vocês serão os primeiros a saber.
Lá vai o Capitulo!



Ainda estava perdida em meus pensamentos.

Jacob e Renesmee estavam namorando, todos sabíamos que isso iria acontecer. Hoje de manhã recebi uma surpresa quando abri meu e-mail.

Leah,

Sei que faz muito tempo que você foi embora, mas queria te fazer um pedido. E adoraria que você aceitasse.

Eu e Renesmee vamos nos casar.

E gostaríamos que você e o Seth fossem nosso padrinhos de casamento.

Pense com carinho.

Jacob e Renesmee

Jacob sempre seria meu grande amigo e se Renesmee o faz feliz, quem sou pra dizer alguma coisa.

Minha preocupação não era essa.

Minha inquietação é o fato de voltar a minha casa. Enfrentar mamãe, Seth e todos que eu simplesmente deixei sem sequer um adeus.

Minha cabeça ainda estava fervendo em pensamentos.

Como poderia negar um pedido desse?

Eles literalmente me colocaram em uma situação delicada.

– Você ainda está pensando no pedido!

Sorri e me virei.

Fitei os olhos mel que eu tanto amava.

– É complicado.

Disse tentando explicar.

Seu olhos estavam avaliando-me como se tentasse encontrar uma solução.

– Eu vou te apoiar em qualquer decisão. Mas pense em sua família, eles estão sentindo sua falta e sei que você precisa vê-los.

Suspirei e respondi.

– Eu sei, eu só preciso colocar minhas ideias em ordem.

Virei-me para a varanda do nosso quarto e logo depois seus braços me envolveram.

Senti seu beijo na parte de trás da minha cabeça e logo um pequeno sorriso preencheu minha face.

Nesse momento só ele para me acalmar.

Nesse momento minhas lembranças inundaram minha cabeça e voltei ao dia em que deixei La Push.

Flashback On

Algumas semanas já tinham passado desde a vinda dos Volturis.

Tudo tinha terminado bem e ninguém se feriu. Os Cullens estavam aproveitando a infância curta de Renesmee e tudo tinha voltado a normalidade.

E eu ainda vivia presas em lembranças que jamais iriam acontecer novamente.

Naquela manhã de sexta-feira, eu acordei e encontrei Seth e mamãe na cozinha.

Quando sentei na cadeira para tomar café da manhã percebi a tensão entre eles.

– O que foi?

Perguntei curiosa.

Mamãe e Seth se olharam.

– Leah... Sam e Emily marcaram a data do casamento.

Logo entendi o porquê da tensão.

Eu não queria mais sentir mais nada, afinal o imprinting era algo que jamais iria passar.

Emily tinha me convidado para ser sua dama de honra e eu tinha aceitado. Mas vejo que não foi a escolha certa a se fazer, afinal eu não sou de ferro.

– Uma hora eles iriam marcar.

Disse olhando nos olhos da minha mãe.

Seth me olhou em compreensão. E logo mamãe disse.

– Leah você vai...

Logo entendi sua pergunta.

– Não, eu aceitei em um momento que eu achava que era forte o suficiente. Não foi a decisão certa.

Disse voltando a tomar meu leite.

Eles estavam preocupados comigo.

Depois de alguns minutos Seth saiu para a ronda e mamãe foi para casa de Charlie.

O que ninguém sabia era que a dias procurava uma cidade para morar. Provavelmente para o Canadá.

Pois não estaria tão longe, mas ninguém iria saber onde estou.

Tinha gostado da cidade de Langley. Ficava cerca 395 km de La Push, bem próxima a divisa do Canadá.

Há um bom tempo vinha guardando todo o dinheiro possível. Fazia alguns serviços temporários em Forks e acabei guardando um bom dinheiro. Conseguiria me sustentar por uns três meses até arranjar um emprego.

Minha cabeça estava confusa.

Pessoas importantes seriam deixada para trás.

Mas sabia que La Push não era o meu lugar. Era complicado viver ali depois de tantas mágoas e mais complicado ainda era viver em volta de uma bolha de felicidade, de vários casais que eram felizes com o imprinting, enquanto eu era deixada para trás como se fosse um objeto inutilizado.

Passei a tarde inteira pensando em possibilidades de despedida.

Mas no final percebi que se me despedisse eu não conseguiria ir para longe.

Mamãe chegou era umas quatro horas da tarde, toda contente com o passeio que teve com Charlie.

Resolvi ir caminhar.

Sai de casa e fui em direção à praia de La Push.

Ao chegar lá avistei o mar calmo e com poucas ondas.

Sentei-me na areia.

Tinha tomado uma decisão que iria mudar completamente minha vida. Iria ir embora e tentar recomeçar em uma nova cidade.

Lá conheceria pessoas novas.

E não precisaria ver as pessoas que tanto me machucaram, mas que eu não era capaz de odiar.

Aproveitaria naquela madrugada. Mamãe e Seth estariam dormindo. Colin e Jared estariam na ronda, mas eu saindo em forma humana, nem perceberiam

Fiquei um bom tempo na praia até que resolvi voltar para casa.

Quando cheguei em casa mamãe estava arrumando a mesa do jantar e Seth tinha acabado de subir para o banho.

Aproveitei que eles estavam ocupados e subi ao meu quarto.

No armário peguei minha mochila que a muito tempo não usava.

Mais tarde encheria ela de roupas e objetos necessários. Aproveitaria cada momento com minha família.

Rimos e nos divertimos no jantar. Quando a noite caiu usei a desculpa de estar cansada e fui ao meu quarto.

Arrumei algumas roupas na mochila, sapatos também e peguei uma bolsa menor, coloquei meus objetos pessoais e enfiei tudo dentro do armário. Fazia o mínimo de barulho possível, pois Seth tinha uma ótima audição.

Algum tempo Seth abriu a porta do meu quarto.

– Lee, o Jake avisou que amanhã a ronda é sua.

Um pouco de culpa me atingiu, não queria fazer isso com eles.

Olhei para meu irmão e respondi.

– Pode deixar.

– Boa noite Lee.

Sorri e respondi.

– Boa noite.

Logo ele se retirou.

Um pouco depois mamãe passou para me dar um beijo como sempre fazia.

Quando a casa silenciou, eu peguei um papel e escrevi.

Querida mamãe,

Sinto muito por não me despedir, seria muito doloroso e não conseguiria ir em frente. Seth saiba que eu amo você demais e te desejo toda a felicidade do mundo.

Não entrarei em contato com vocês por um bom tempo, mas amo vocês demais. Jake seja feliz com Renesmee e cuide bem do meu irmão.

Emily, não poderei ser sua dama de honra, eu aceitei, mas percebi que não era a escolha certa a se fazer. Me desculpe.

Não me procurem, pois eu sai para tentar recomeçar uma nova vida, onde as mágoa do passado possam ser esquecidas.

Amo vocês

Leah Clearwater

Peguei o pequeno papel e o repousei sobre a cama feita.

Peguei minhas coisas e sai sem fazer barulho.

Quando adentrei a estrada que levava a saída de La Push, percebi que uma nova história estava prestes a começar.

Flashback off

Suspirei e logo voltei ao mundo real.

Os braços dele ainda me envolviam de forma carinhosa. Uma decisão teria de ser tomada e tinha certeza que ele já sabia qual era.



Notas finais do capítulo

Oii Pessoal!
Por enquanto o personagem " ele" vai ser um pouquinho misterioso!
Logo vocês começarão a descobrir mais sobre ele e Leah.
Prestem sempre atenção na leitura.
Espero que tenham gostado!
Reviews!



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Destino" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.