If not us, who? If not now, when? escrita por KaahLerman


Capítulo 5
Don't stop fighting!


Notas iniciais do capítulo

Não me odeiem, a história precisa de um certo drama.



Mansão dos Marra

Já faziam duas horas que Megan estava trancada no quarto. Chorando compulsivamente. Tudo devido á uma visita de Davi para ela enquanto ainda estava no hospital. O rapaz queria ver se estava tudo bem com a patricinha, já ela esperava que ele estivesse lá para tudo, menos agradecer por tê-lo defendido, mesmo com tais consequências. Ela disse tudo o que sentia pelo nerd, mas não foi como esperava. Davi continuava afirmando que não estava interessado na loira e que a única mulher que lhe virava a cabeça era Manuela. Aquilo foi á gota d'água para Megan. Quando não mais aguentou a discussão, gritou e o mandou embora. Chorando, desolada. Simplesmente o amava. Sem condições, ou se quer por um mero capricho. Apenas sentia que amava-o de corpo e alma. E esse sentimento também á assustou. Ela nunca havia sentido algo tão forte e tão devastador em toda sua vida. Por isso chorava, por não ser correspondida logo pelo cara que realmente gostava. Assim que a noite caiu, foi obrigada a descer e jantar com os pais, mesmo a contragosto. Havia tentado esconder o olho roxo com maquiagem, mas a tentativa fora totalmente falha. Então optou por deixar á vista.

Pamela - Megan, sweetie, precisa se animar. Decepções amorosas acontecem all the time!

Megan - Davi me despreza por causa daquela pernanbunerd, bitch! Eu não entendo, o que ela tem que eu não tenho?

Pamela - Não se trata de comparar, filha, as vezes o coração faz escolhas longe da razão.

Jonas - Você não pode deixar se abater por isso. Tem que ficar de cabeça erguida. Quando voltar a vê-lo, simplesmente mostre que não faz diferença alguma.

Megan - Mas ele faz toda a diferença no meu dia!

Pamela - Mas não o deixe saber disso. Ele fez uma escolha, Megan. Cabe a você mostrar que não se abala com isso, mesmo que doa, se erguer a cabeça tudo vai dar certo.

Megan - Is not it funny? - Os pais ficaram confusos. - Quando a patricinha fútil e mimada resolve se apaixonar, tem que ser logo pelo nerd idiota que á despreza. It's so cliché!

Pamela - Este não é um conto ou uma história. It's real!

Megan - Yeah, mas a patricinha aqui, está realmente sofrendo por aquele nerd idiota. E não poderia doer mais. - Dito isto, se levantou e saiu da mesa, de volta para o quarto.

[...]

Marra Brasil

Jonas - Gostei muito dos aplicativos que vocês criaram. São viciantes e tem o que queríamos. Alguns apresentam coisas demais, algo que pode ser rapidamente concertado. Como uma breve recompensa, vocês terão o dia livre. Mas é claro, sob supervisão. Até amanhã candidatos! - Disse e logo em seguida saiu.

Murphy e Megan entraram na sala do confinamento. O subordinado de Jonas começou uma conversa com Fabrício, Bóris e Vicente, enquanto a loira se jogava num dos sofás do local.

Tatiana - Você não está se sentindo nenhum pouco a vontade aqui, não é? - Direcionou-se para Megan.

Megan - Não queria estar aqui. Nem hoje, nem ontem, nem nunca. But, i don't have a choice.

Tatiana - O que você fez pelo Davi, foi meio louco, mas devo dizer que também é coisa de mulher apaixonada.

Megan - Incorrespondida. - Acrescentou.

Tatiana - Eu entendo, já passei por amores incorrespondidos á vida toda. Mas acho que agora tudo isso me fortaleceu.

Megan - De um jeito bom?

Tatiana - Sim. Eu vejo as pessoas com mais clareza, não me engano facilmente. Sei quem são as pessoas que devo dar valor. - Olhou em volta. - Apenas alguns aqui valem á pena. O Davi é um desses. Não desista, você ainda pode conseguir.

Megan - No way! Ele me disse com todas as letras que está apaixonado pela Manuela. - Revirou os olhos.

Tatiana - E você vai deixar por isso mesmo? Tá na cara o que ela quer aqui. - Megan franziu o cenho. - Veja, um casal dentro do reality, quer mais públicidade e boa imagem do que isso? Ela está se beneficiando por Davi ser um dos favoritos.

Megan - Yeah, acho que você tem razão. Mas do adianta se ele gosta dela? Eu o defendi e mesmo assim não consegui mover um milímetro do que ele sente por ela.

Tatiana - Isso não tem como você saber. Ontem ele ficou desesperado com tudo o que aconteceu. Talvez tenha mexido com ele mais do que ele próprio imagina.

Megan - Eu não quero criar esperanças.

Tatiana - Não crie. Espere e verá. Logo as coisas começaram a ficar claras dentro desse confinamento e dentro do reality. Acho que muitas coisas vão mudar daqui para frente. Só posso te recomendar uma coisa...

Megan - What?

Tatiana - Não deixe de lutar, ou aí sim, não vai tê-lo nunca.

Tatiana deixou a loira no sofá, pensativa. Realmente, se não lutasse jamais conseguiria o amor de Davi. Olhou em volta e viu o nerd conversando com Manuela e Ernesto. Uma ponta de irritação á corroeu. Observou mais atentamente e percebeu que Zac estava atento a conversa dos três. Então constatou, volta e meia Zac e Manuela trocavam olhares e aquilo definitivamente não poderia ser bom. Levantou-se e decidiu ir para casa, não teria cabeça para ficar ali vendo a morena se jogar para cima do amado. Já fizera muito saindo da cama naquele dia e indo até a Marra Brasil para as considerações daquele dia. Sua parte já estava feita. Olhou mais uma vez em volta e depois saiu. Tão discretamente quanto havia chegado...

Manuela - A heroína do dia quis vir marcar território, é?

Tatiana - Ela estava aqui por que é a função dela. O próprio pai a colocou nisso se não lembra-se.

Manuela - O Jonas quis dar um castigo na patricinha e acabou sobrando pra gente, isso sim!

Tatiana - Talvez ele pensasse que nesse ambiente teriam pessoas que a ajudassem, mas em relação á alguns, estava totalmente enganado. - Disse e saiu.

Ernesto - Que clima tenso foi esse?

Davi - Manu, o que aconteceu aqui? Nunca te ouvi falar assim com qualquer pessoa que seja.

Manuela - Apenas não aceito o fato de termos que aguentar aquela patricinha mimada como parte do castigo dela.

Vicente - Uh, ácida!

Manuela - Realista! - Se retirou.

Vicente - Acho que escolheu a gata errada, meu amigo! - Bateu no ombro de Davi.

[...]

Mansão dos Marra

Brian - I'm back, family! Wow, este lugar está cheio de vibrações negativas.

Dorothy - Menos Brian, bem menos.

Pamela - Oh, que bom que vieram! - Abraçou Dorothy.

Brian - Megan foi quase uma rainha nos intimando a vir morar no Brasil com vocês.

Jonas - Imagino... Olá, meu amigo!

Brian - Jonas Marra, o que é toda essa tensão em sua alma?

Jonas - Geração Brasil é a minha pior dor de cabeça.

Dorothy - O gênio por trás daquela empresa está finalmente jogando a toalha?

Jonas - Eu quero um pouco de paz para minha vida. Eu já dei tudo o que podia para a empresa, agora é a vez de outra pessoa se dedicar e expandir o império.

Jack - Mas continuará sendo o acionista majoritário.

Jonas - Também não poderia dar tudo de mãos beijadas para qualquer um.

Brian - E Megan onde está? Preciso muito falar com a little girl.

Pamela - Megan está na Marra Brasil, ela agora participa integralmente dentro do confinamento, evitando que as regras possam ser burladas.

Jonas - O que também já nos rendeu uma dor de cabeça integral e uma eliminação. - A porta se abriu, dela entrou Megan.

Megan - Brian, Dorothy! Nem acreditei quando o porteiro disse que vocês haviam entrado. Welcome to Brazil! - Abraçou os dois.

Dorothy - Eu não pretendia, darling, mas Brian acredita ter uma missão aqui, so...

Brian - E tenho, mom! Sei que algo me espera aqui nesta terra de nossos ancestrais! Ah, é claro, Megan, precisamos conversar.

Megan - About?

Brian - About things what has happened. Oh, Lucy pediu que lhe dissesse que está esperando sua volta para irem as compras em Paris de novo.

Megan - Lucy... É, acho que devia ligar pra ela. Saber como estão as coisas com o Justin e a Miley.

Pamela - Faz muito bem! Precisa ocupar essa cabecinha com coisas que você goste.

Megan - Whatever! Eu vou para meu quarto, depois conversamos Brian. - Saiu.



Notas finais do capítulo

Quero reviews para postar o próximo capitulo. Estou amando os comentários de vocês.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "If not us, who? If not now, when?" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.