If not us, who? If not now, when? escrita por KaahLerman


Capítulo 11
Before the storm


Notas iniciais do capítulo

Um capítulo enorme para compensar a minha demora nas postagens. Espero que curtam. Muitas emoções ainda estão por vir!
Leiam as notas finais, please!



Mansão dos Marra - San Francisco

Jack - Acordou animada hoje, sweetie. Posso saber qual o motivo de seu sorriso?

Megan - Davi chegará a qualquer momento, grandpa! Ele está here in Califórnia with me!

Jack - Oh, i understand, this boy tem tirado seu sono nestes últimos dias. Fico feliz que não seja outro playboy like Alex.

Megan - Davi is so different! Like perfect for me! - A campainha da mansão tocou. - É ele! - Disse dando pulinhos de alegria.

Jack - Comporte-se Megan, vou abrir a porta. - Dois minutos se passaram e o velho Jack Parker voltou a mesa com Davi e...

Megan - Manuela? - Suas palavras foram amargas.

Manuela - Hi darling. - Disse no seu inglês precário. - Seu pai me contratou para trabalhar na Marra e pediu que eu acompanhasse Davi aqui na Califórnia.

Davi - Oi, Megan. - Disse um tanto constrangido com a situação.

O sorriso no rosto delicado de Megan claramente havia sumido tão rápido quanto Jack pudera perceber. A loira terminou seu suco e levantou-se da mesa murmurando um "com licença" para o avô e saiu quase voando do local. Estava furiosa. Como Jonas podia ter feito aquilo com ela? Trancou a porta de seu quarto e escorregou sobre a mesma até o chão frio. Era sua única chance e a nerdestina estava lá para estragar tudo. Todos aqueles dias trocando e-mails com Davi, tentando se aproximar iriam por água abaixo. As lágrimas foram inevitáveis. Não soube exatamente quanto tempo ficou ali, chegou a adormecer. Só acordou quando o MarraPhone emitiu um som de notificação. Um lembrete sobre o coquetel na Marra International. Ela levantou-se com um pouco de dificuldade e se direcionou ao closet onde guardava seu vestido recém comprado e o smooking que havia comprado para Davi. Pegou o segundo e saiu do quarto. Ouviu uma conversa vinda da sala e para lá direcionou-se. Encontrou Manuela, Davi e Jack falando sobre algo da Marra. Os três olharam para ela meio assustados com a entrada abrupta da garota.

Megan - Here, your smooking! Você tem meia hora para estar pronto. - Disse secamente e já ía sair se a outra não tivesse se manifestado.

Manuela - Como assim? O que é isso? - Perguntou invocada.

Jack - Oh, Megan, que bom ter lembrado. Estamos quase atrasados para o coquetel na Marra. Davi, você tem que comparecer!

Davi - Tudo bem, vou me arrumar rapidamente.

Manuela - Eu não sabia de nada disso. Davi?

Davi - Desculpe, Manu. Eu não me lembrei de te avisar.

Manuela - Então temos um problema. Eu não tenho o que vestir.

Jack - Megan, não poderia emprestar algo a Manuela? - O olhar fulminante de Megan fez o avô se arrepender de ter perguntado.

Davi - Megan... - O nerd iria concertar, mas...

Megan - Whatever! - Saiu da sala furiosa, de volta ao quarto.

Era o cúmulo. Além de ter de dormir sob o mesmo teto que a inimiga, ainda teria que emprestar um de seus vestido a outra. Aquilo tudo tinha que ser um pesadelo. Mas não era. Jogou todas as roupas do closet para fora. Procurando a peça mais odiosa que tivesse, o que não tinha. Seus vestidos ou eram de grife ou importados. Não teria nada que não fosse a última moda. Viu um roxo púrpura que havia comprado á meses e nunca havia usado, era lindo. Não deixaria que Manuela aparecesse com um vestido que ela já havia usado. A empregada da casa entrou no quarto para levar o vestido que a loira ía emprestar a visitante. Megan lhe entregou sem nenhuma vontade. Quando a mulher saiu, ela correu para o banho. Não demorou muito e saiu. Arrumou-se e ficou deslumbrante. O vestido era azul, rodado, com renda nas costas e na frente com um corte moderno. Alternavam-se duas camadas, estava um pouco acima do joelho. A maquiagem perfeita, bem marcante, mas nada muito forte, apenas realçando seus olhos e a boca que levava um vermelho intenso. Os sapatos Louboutin's pretos. Sua pulseira preferida, um colar com o pingente que formava "MM" (Megan Marra). Uma bolsa de mão preta, os cabelos penteados numa trança de lado. Estava perfeita. Saiu do quarto enquanto digitava uma legenda para a selfie que acabara de tirar. "Indo para o coquetel da Marra International. Wish me luck!".

Davi esperava Manuela, Jack já estava pronto e a caminho da Marra para distrair os paparazzis sobre o atraso do sucessor de Jonas. Quando a morena desceu vestida com um vestido púrpura, desejou ter avisado a ela antes. Claramente o vestido de Megan ficara péssimo para Manuela, que é claro, não tinha o perfil da californiana para aquelas roupas. Era estranho vê-la vestida daquela forma.

Manuela - Podemos ir? - Ela parecia chateada.

Davi - Temos que esperar a Megan.

Manuela - Essa patricinha nunca pode chegar na hora? - Disse irritada.

Davi - Se não fosse por ela todos teríamos esquecido do coquetel e o Jonas nos mataria.

Megan finalmente surgiu descendo as escadas. Davi a olhou completamente encantado, ela estava deslumbrante. Manuela corroeu-se de inveja.

Megan - Let's go! - Disse friamente, mais uma vez.

O caminho até a Marra foi tenso. A limusine parecia minuscula, quando Megan ocupava um sofá lateral e ficava digitando para não ter que olhar para os dois. Davi estava constrangido com a situação. Três dias atrás tinha encontrado com Manuela na Marra, haviam conversado e ela parecia disposta a fazer tudo certo daquela vez. Ele havia tido a ideia de conseguir um emprego para a engenheira e Jonas concordou após um pouco de relutância. Mas agora parecia ter sido a pior coisa que tinha feito nos últimos tempos. Quando chegaram, uma chuva de flashes correu solta, desceram da limusine. Manuela ficou totalmente perdida, Davi sentia seus olhos lacrimejando, mas resistiu. E Megan parecia totalmente a vontade com toda aquela luz sobre eles. Afinal tinha passado por isso a vida toda, então estava acostumada. A loira posou para várias fotos, fazendo poses e jogando beijinhos e cinco minutos depois entrou na festa. O nerd ficou meio tímido mais aguentou o quanto pode tentando não sair muito mal nas fotos. Manuela foi mais rude e saiu logo da entrada. Mas acabaram chegando todos juntos dentro da festa.

Jack - Mckee, este é o sucessor de Jonas, Davi Reis.

Mckee - É um prazer conhecê-lo, Davi. Ouvi muitas coisas boas sobre você. Pamela é quase uma fã sua... Hi Megan!

Davi - Muito obrigado. É muito bom finalmente te conhecer.

Megan - Hi Mckee! - Acenou e deu um leve sorriso. - Grandpa, see...

Jack - Emma não pode vir, sweetie. Mas Robert está no bar. - Piscou para neta, que riu. Megan saiu.

Davi roeu-se por dentro. Robert?

Jack - Esta é uma da ex-participantes do reality, Manuela.

Manuela - Hi!

As horas seguintes dentro daquele coquetel foram instrutivas para Davi. Conversou com vários acionistas e conquistou a maioria deles. Manuela o seguia para todos os lados e volta e meia cometia uma gafe ao tentar falar algo em inglês. Ele não viu Megan no resto da festa. Devia estar com o tal Robert. Saber que a garota só havia se animado quando o avô a avisara sobre esse homem, o deixava irritado. Mas afinal por que ele estava assim? Ele sabia muito bem que levar Manuela para Califórnia iria chatear Megan, mas mesmo assim o fez. Quando a madrugada foi chegando a festa foi se encerrando. Ele se encontrou, depois de horas, com Jack que já os esperava para ir.

Jack - Acho que já podemos ir.

Davi - Não vai esperar a Megan?

Jack - Oh, no! Megan saiu com Robert logo depois que foi procurá-lo. Só Deus sabe onde eles podem estar agora. Não se preocupe, ela só vai voltar para casa a tarde.

Manuela - Então vamos. Estou exausta...

Davi não ouviu mais nada a partir dali. Megan havia saído cedo da festa e com Robert. Quem era esse tal Robert?

Jack - Davi? Podemos ir?

Davi - Desculpe perguntar Jack, mas que é esse Robert? Ele é alguém que trabalha na Marra? Acho que já ouvi sobre ele... - Mentiu.

Jack - Não, não. Falo de Robert Pattinson. Sabe, o ator. Ele fez algumas campanhas que a Marra promoveu ou apoiou. Ele e Megan se conhecem á muito tempo, eu diria. Agora vamos, o motorista chegou.

O tempo pareceu não passar naquela madrugada. Eram duas da manhã e Davi continuava se revirando na cama. Não tinha nem sinal de Megan e estava preocupado. Uma tempestade começava no lado de fora da mansão. "Deus, onde está a Megan?" Davi perguntava isso a si mesmo toda hora. Caminhou pelo quarto uma centena de vezes. Somente os sons dos raios e dos trovões corriam pela casa. Jack dormia quase tranquilamente e Manuela se quer se importava. Mas Davi não. Sentia que não podia deixar Megan cometer uma loucura, ao talvez se acidentar durante aquela tempestade por estar com raiva dele. Esse era o gás que movia a patricinha naquele momento, a raiva por ele ter trazido sua inimiga para de baixo de seu teto. Lembrou-se então que tinha o número da garota gravado no celular, já que Pamela havia lhe dado. Sem perder mais tempo ligou. Chamou três vezes e caiu, até que na quarta ela atendeu.

Megan - Hi? – Disse meio risonha.

Davi - Megan? Você está me escutando? Onde está?

Megan - Davi... - Ela riu. - Já mandou a nerdestina embora, huh? I hate that brega, pernanbunerd!

Davi - Megan, está bêbada? - Agora ele estava aflito.

Megan - Maybe... A little. You can save me, hero? – Riu.

Davi - Onde você está? Me diz que eu vou te buscar!

Megan - No, no, no... Vai ter que me achar, hot boy! Bye...

Davi - Megan! - Ele ouviu barulho de ondas. - Está na praia á uma hora dessas? Ficou maluca?

Megan - I'm, Davi!

Davi - Me diz onde está! - Ordenou.

Megan - Perto de casa, naquela praia que passamos indo para a Marra today... - A ligação cortou. Davi desesperou-se.

Saiu correndo do quarto. Desceu as escadas da mansão, pegou a chave do carro de Megan e correu para garagem. Assim que estava dentro do Gallardo, ficou meio perdido, mas tentou não pensar e acelerou de baixo daquele temporal. A praia ficava uns cinco minutos da mansão, mas o nerd teve de ir mais devagar por conta da chuva. Estacionou o carro de qualquer jeito e saiu correndo pela areia da praia. O mar estava agitado, Davi teve medo por um momento de que a garota pudesse ter entrado no mar bêbada. Mas ela não seria capaz de tanto, seria? Já estava ali correndo e gritando a cinco minutos e nada de Megan. O desespero já tomava conta de seu corpo...

Megan - Davi? - Gritou. Ela estava em meio a alguma rochas, tentando se proteger da chuva.

Davi - Megan! - Gritou de volta, aliviado. Correu até ela.

Megan - Você veio... - Disse fraca. Ele a pegou nos braços.

Davi - Eu disse que viria. Mas agora temos que sair daqui. - Começou a correr, ela era leve, por isso não foi difícil. Chegaram ao carro, ele deitou-a no banco traseiro, depois entrou no banco do motorista e acelerou de volta para a mansão. A patricinha dizia algumas palavras desconexas, parecia estar com febre e cheirava a bebida. A chegada dos dois não foi muito alarmante, mas chamou atenção de Manuela e Jack que os esperavam na sala. O nerd entrou com a loira nos braços, para contragosto da nordestina.

Jack - What the hell? O que aconteceu com Megan?

Davi - Está com febre, bebeu e estava na praia durante esse temporal. - Ele disse ainda segurando-a.

Manuela - Essa garota perdeu a noção de vez.

Jack - Leve ela para quarto, por favor, Davi. Vou buscar algum remédio na caixa de primeiros socorros. - Saiu.

Manuela - Davi não atreva-se a... - O rapaz não deixou que ela terminasse com ladainha, subiu com a garota para o quarto dela.

Davi carregou Megan para dentro da suíte da garota. Ela estava grogue e não dizia nada com nada. E sabia bem qual o melhor remédio para ressaca: um banho bem frio! Ambos já estavam molhados da chuva, então o nerd correu para o banheiro com ela. Ligou o chuveiro e a colocou de baixo do mesmo, sob protestos e xingamentos da parte dela. Assim que ela começou a recobrar a consciência sobre si mesma, ele saiu do local. Abriu o closet imenso e procurou alguma roupa confortável. Achou uma blusa com a estampa da Marilyn Monroe, a vira usando quando chegaram a mansão naquela manhã. Colocou sobre a cama e esperou. Jack entrou no quarto e pediu que o rapaz fosse tomar um banho e vestir algo quente para que não ficasse doente. Ele seguiu as ordens do velho Parker. Foi para seu quarto, tomou banho, vestiu algo quente, depois tomou um remédio para dor de cabeça. Quando ía de volta ao quarto da patricinha checá-la, esbarrou com Manuela.

Manuela - Não seja um cachorrinho de Megan Marra, Davi! Não deve se preocupar com aquela maluca! Aliás, como a encontrou?

Davi - Estava preocupada com ela por causa da tempestade e liguei para o celular dela.

Manuela - Como conseguiu o numero dela?

Davi - A Pamela me deu alguns dias atrás para tentar falar com ela. Megan não estava falando com os pais e eles me pediram para tentar contatá-la.

Manuela - E por que não apagou ainda? Você bem que está gostando de salvar a gringuinha! - Acusou.

Davi - E daí, Manuela? Qual o problema de querer ajudar alguém que precisa de ajuda? Aliás, por que está me cobrando como se tivéssemos alguma coisa? - Disse duramente. Ela recuou.

Manuela - Um dia você vai me agradecer por te abrir os olhos quanto essa maluca. Um dia. Você vai ver... - Foi para o quarto dela.

Davi balançou a cabeça negativamente. Odiava ter de ser rude com qualquer pessoa, mas a garota estava pedindo por aquilo. Criticando, acusando, tudo o estava irritando profundamente. Depois da interrupção seguiu para seu destino principal. Abriu a porta do quarto vagarosamente. Jack estava ao lado de Megan, conversando algo com ela que reclamava de dor de cabeça e frio. O avô parecia cansado e debilitado. Por isso Davi resolveu ajudar, mais uma vez...

Davi - Jack pode voltar ao seu quarto e descansar. Eu posso cuidar da Megan esta noite. - Ofereceu.

Jack - Estou acostumado a virar madrugadas velando o sono desta little girl. Você tem que dormir, deve estar muito cansado.

Davi - Não mais do que você. Toda essa adrenalina não vai me deixar dormir por longas horas. E só preciso estar na Marra amanhã a tarde. E você tem que estar na Parker logo cedo. Por isso pode ir dormir tranquilo que eu cuido da garotinha.

Jack - Thanks, Davi. Mas qualquer coisa me chame! - Ele beijou a testa de Megan e saiu do quarto. Davi ocupou a cadeira que Jack antes sentava-se. Megan o olhou.

Megan - Thanks! My grandpa não pode continuar passando noites em claro por minha culpa.

Davi - Tente não se meter em tantos problemas e ele dormirá tranquilamente sempre.

Megan - I know, but as vezes eu não consigo controlar. Quando vejo já fiz a burrada. I try, juro, mas não consigo.

Davi - Você já fez terapia, Megan?

Megan - A billion of times! Mas os terapeutas não me aguentavam e pediam demissão. Sempre foi assim com everything.

Davi - Como assim?

Megan - Like, quando eu quis aprender tênis. Jonas contratou ninguém menos que o Guga para me ensinar, foi frustrante. Eu queria somente aprender um esporte, mas isso se tornou um fardo impossível de carregar com ele me repreendendo por pequenos erros.

Davi - Isso deve ter sido muito ruim.

Megan - Yeah, nunca pude ter pais normais que pudessem me buscar no colégio. Eles sempre eram assediados por childrens fans e eu acabava voltando para casa com os seguranças. Nunca tive uma vida, like, normal. E não importa o que eu faça, nada vai me tirar da sombra que eles colocaram sobre mim com os seus egos.

Davi - Já disse isso a eles?

Megan - No, dizer isso é o mesmo que comprar uma guerra com o casal Marra. Todos acham que eu deveria me sentir privilegiada com isso, mas é só um fardo. Não sou nada perto deles.

Davi - Eu não concordo com isso. Você é uma garota super especial, legal, divertida. Não importa o tamanho de suas ações, o que importa é fazê-la com espontaneidade. Com o coração.

Megan - Really?

Davi - Sim. Como o seu trabalho na Plugar. Tenho certeza que faz isso com todo seu coração. - Sorriu. Ela surpreendeu-se.

Megan - Herval te contou? Ou foi a Rita?

Davi - O Herval me contou depois da festa na sua casa, no dia da final do reality. Sabe, eu gostei muito de saber disso.

Megan - That's fine! - Sorriu. O sono quase a vencia.

Davi - Isso mostra quem você é de verdade Megan e só isso que importa. - Ambos sorriam, mas ela foi tomada pelo sono e ele continuou ali, velando o sono daquela garota que volta e meia mexia com sua cabeça.



Notas finais do capítulo

#DaviHero #BomMoçoQuaseEstragaTudoLevandoANerdestinaPraCalifórnia #CorreLogoProsBraçosdaMeganDavi #MeganChateada #EsculachaANerdestinaDavi
Rs. Algumas hashtags totalmente perfeitas para o capítulo. Deixem reviews, please :)



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "If not us, who? If not now, when?" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.