Conversão - in review escrita por Angel Carol Platt Cullen


Capítulo 12
Capítulo XII




Volto para o escritório dele.

— Papai... com licença. - Ele levanta os olhos do livro que estava lendo e sorri para mim. Coloca um marca páginas onde estava (re)lendo.

— Sim minha filha.

— Desculpa te atrapalhar...

— Você nunca me atrapalha – mais uma diferença com o meu antigo pai que me deixa comovida a ponto de chorar se fosse possível. – Em que posso ajudar, meu bem?

— É... bem... eu não sei como dizer.

— Apenas diga. Não tenha medo. Não vou repreendê-la – outra diferença com meu pai humano, que me repreendeu tanto que eu sou tímida e confusa com meus sentimentos.

— Carlisle...

— Filha...

— Você sabe que eu gosto muito da maneira como você me trata, né? – tive que falar tudo de uma vez para não pensar muito. E nem ficar envergonhada.

— Claro, querida. Claro que sei. Seus olhos me dizem tudo.

— Ãhn, dizem? – fico meio constrangida e enrubesceria se não fosse impossível.

— Não precisa ficar envergonhada, minha querida. Você é como sua mãe. Eu gosto disso em vocês duas. Minhas lindas librianas.

— Você é muito legal, papai.

— Obrigada, eu sei.

— Te admiro muito. Você é cavalheiro, generoso, bondoso, gentil...

Carlisle caminha até mim e me abraça me levantando no ar como uma menininha de 7 anos.

— Papai – não consigo disfarçar um sorriso de satisfação. E porque deveria disfarçar se era tudo que eu sempre quis e eu adorei? Ele e mamãe me fazem tão feliz.

Sinto um perfume familiar... Mamãe?

— Oh que lindo! - Esme exclama.

Carlisle me coloca no chão. Ele também ficou constrangido com a chegada repentina da esposa.

— Que lindos! Não fiquem envergonhados comigo... podem continuar o que estavam fazendo, achei tão bonitinho ver vocês dois. - ela sorri, percebo a aprovação dela no seu olhar.

Carlisle diz recompondo-se da imprevista interrupção:

— Querida... não há mais nada para continuar.

Eu fico imaginando: Será que é assim que deveria ser uma relação entre pai e filha? Foi isso que eu e Carlisle tivemos? Que temos? Eu vou conseguir me abrir com Carlisle?



Notas finais do capítulo

Trilha sonora: Say my name, Within Temptation.
"when you touch my hand as colors come alive"
"You touch my hand
As colours come alive
In your heart and in your mind
I cross the borders of time
Leaving today behind
To be with you again"



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Conversão - in review" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.