Mind Travel escrita por Obaranha


Capítulo 4
A festa de Zack


Notas iniciais do capítulo

Me desculpem pela demora, tive que formatar o pc e perdi esse capítulo, então tive que recomeçar.



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/550541/chapter/4

Ok, depois de toda aquela luta com o sapo eu fui para minha casa, não aconteceu nada de importante, batata doce, frango, arroz e purê de batata de janta, fiquei conversando com meus amigos pela internet etc. No dia seguinte já era sexta, fui para a escola normalmente, o incrível é que eu não tive nenhum sonho, sem abacates e tudo aquilo. Como sempre eu fui conversar com Henry e Emily.

O sinal bateu e eu fui para a aula de inglês, aula chata como sempre, professor hipster que não parava de ouvir a musica dele no walkman que ele achava “Cult”, toda aula de inglês era assim, daí fomos ao intervalo, pedi o de sempre e fui sentar-me à mesa de sempre.

– E aí? Quem vai pra festa amanhã? – Perguntou Henry

Eu e todos respondemos que sim, ia ser uma festa que a escola inteira iria, já que o Jorge que planejou a festa e convidou todo mundo, todos vão, ainda quero saber como ele é tão popular sem ser tão babaca.

Sabe... O dia foi totalmente normal para mim, desde a luta contra o Grog não teve nada de estranho. Eu fui para a casa normalmente, nada a declarar, jantei normalmente, dormi normalmente... Na verdade não, não dormi normalmente, pois teve outro sonho... Do mesmo estilo de antigamente, mas ao invés da silhueta era uma mulher, com os cabelos longos e lisos, lábios carnudos e corpo estrutural, uma mega model completa, ela estava perto de um garoto, espere... Era o Zack! Ele estava praticamente hipnotizado pela mulher, olhando fixamente para ela com uma cara de cachorro quando você está com bacon na mão. Ela o beijou e ele começou a definhar, da boca até o corpo inteiro, depois ele virou apenas um batom, ela pegou-o e usou em seus lábios. De repente senti alguma coisa agarrando minha perna. Olhei para trás e era uma menininha, baixinha que ficava se escondendo atrás de mim, ela usava um moletom azul e umas luvinhas. A modelo olhou para mim e depois olhou um pouco pra cima, depois disso ela fez uma cara de bunda e foi embora, quando olhei para trás eu vi Roger, depois disso eu acordei.

É, era sábado, finalmente, dia da festa. O começo do dia foi como todo sábado, televisão, computador etc. Quando deu 18h fui até a casa do Henry e fomos andando até lá, não era muito longe, a casa dele era quatro ou cinco quadras longe da minha casa, chegamos lá e era uma festa do cacete, e ainda eram 18h30!! Henry ficou indignado quando viu que tinham começado a festa antes dele chegar, eu e ele entramos e vimos praticamente todo mundo da escola lá, os nerds, os populares, emos, góticos etc.

– CHEGUEI NESSA PARADA!! – Gritou Henry com muito entusiasmo.

Todos ficaram calados por um tempo e olharam pra ele, depois comemoraram e todos o carregaram pelos ombros, aquele lugar era incrível pra ele. Lá eu vi Emily conversando com Jorge, eu precisava vê-lo, cheguei perto dos dois, peguei um bloquinho de papel e fiz alguns rabiscos, era um stickman com peitões e um cabelão.

– Você viu alguém assim aqui? – Perguntei mostrando o desenho para Jorge.

– A vi seduzindo Zack, acho que eles estão na cozinha. – Afirmou Jorge

Fui até a cozinha e vi os dois, e pindarolas!! Que mulher bonita! Mas tirei esse pensamento e fiquei observando os dois, claro, disfarçadamente. Comecei a ter fortes dores de cabeça. Fui até o banheiro pois senti alguns enjoos. De repente eu vejo alguém do meu lado, era Syra, ela estava usando roupas normais, ela parecia alguém normal.

– Acho que está na hora... – Falou Syra misteriosamente.

– Sério? – Falei, depois disso comecei a vomitar um pouco.

Tudo começou a girar em minha volta, de repente, eu estava em um lugar estranho... Eu estava em um lugar com holofotes... Uma passarela... De moda!?

– Legal aqui, não? – Disse uma voz sedutora.

Eu sabia que era a assassina, sua voz era sexy demais para ser uma pessoa normal.

– Ah, ainda não me apresentei? Meu nome é Lindabella, Lindabella Katilcy. – Ela disse calmamente.

– Katilcy!? Todos vocês tem sobrenomes idiotas? Katilcy... – Falei rindo, sério, aquele sobrenome era estranho pra cacete.

– Cale a boca! Agora... Vamos começar o desfile – Ela disse.

De repente, ela sumiu, e eu fui parar em um lugar, um quarto, era um camarim, eu estava sentado em uma cadeira vermelha na frente de um espelho cheio de luzes, olhei para a esquerda e vi algumas coisas... Estavam sentados, eles eram brancos, sem cabelo, roupas, pareciam bonecos de plástico, e tinham uma carinha engraçada. Olhei para a direita e vi a menininha do meu sonho, a que estava atrás de mim, ela estava na cadeira ao meu lado, ela olhou pra mim e deu um oizinho.

– O que eu estou fazendo aqui? – Perguntei pra menininha

– Você terá que vestir aqueles manequins vivos ali, eu serei sua consultora de moda. – Ela disse enquanto desenhava no seu caderninho.

– Certo... – Eu disse

– Ok, vamos começar então– Ela disse

Fomos até uma porta bem grande, ela abriu e eu vi muita coisa, parecia Nárnia lá dentro, só que com muuuuuuita roupa.

– Você terá que vestir seis daqueles manequins e batalhar contra seis manequins da Katilcy.

Comecei a rir um pouco, depois dela citar “ Katilcy”, e vi que ela deu umas risadinhas.

– Chega de gracinha, vamos começar, pegue uma roupa para o primeiro manequim.

Peguei um capacete de dinossauro, uma armadura, uma capa e o que pareciam ser luvas de gato com garras

– Nada de capas!! – Disse a garotinha

– Mas... Todos os legais tem capa, Super-Homem, Batman e o resto.

– Da última vez que usaram um manequim com capa ele foi estraçalhado e tudo que sobrou foi um dedo. – Falou ela seriamente

Fiquei arrepiado , quem não iria, depois de saber que usar capas te faz mais vulnerável eu nunca mais ia me vestir de Batman no Halloween.

– Aliás, qual é seu nome? – Perguntei

– Fashiony – Ela falou.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

Gostaram? Favorite, comente!
Novo aqui? Acompanhe!
Amou a fic? Recomenda!