Light Of Darkness escrita por lininhaaa


Capítulo 17
XVII - Caindo no Esquecimento




 

Capítulo 17- Caindo no Esquecimento

 

 

“Me desculpe por tudo...”

 

 Foi isso a última coisa que Sakura ouviu antes da escuridão tomar conta de tudo ao seu redor. O quarto em que ela e Sasuke estava começou a se distorcer ficando cada vez mais difícil de se enxergar alguma coisa e, de repente, tudo tinha desaparecido sendo tomado pela escuridão.

Ele tinha pedido desculpas e por isso ela estava morrendo?!

Sakura fechou os olhos com força e ao abri-los, algumas cenas de sua vida começaram a passar...

“Qual o seu nome, menina?!” – perguntou uma menina loira de olhos azuis.

“S-Sakura...”

“ Meu nome é Ino...Por que você está chorando?! Se machucou?!”

“ Não... as meninas ficam me chamando de testa de marquise!”

“Não seja boba. Você é linda... só precisa aprender a se arrumar!” – respondeu sorrindo e estendendo a mão. – “Vamos, vou dar um jeito no seu cabelo...”

 

~*~

 

“Essa é a Hinata-chan...” – Ino apontou para a menina de cabelos azulados e olhos cor de pérola bem em frente à elas. – “Hina-chan, essa é a Sakura!”

“O-oi...”

“Oi...”

 

~*~

 

 

“Eu estou namorando o Kiba-kun, Sakura-chan...” – comentou a Hyuuga sentada ao lado dela na quadra de basquete.

“Fico tão feliz por você, Hina-chan.”

 

~*~

 

 

Então aquela era a sensação de se estar dando os últimos suspiros... Toda a sua vida passando diante de seus olhos.

 

~*~

 

Ele não conseguia se mexer, falar ou olhar para outro lugar a não ser para o monitor indicando que o coração da Haruno não batia mais.

- Saiam todos daqui! – ordenou Tsunade. – Hinata, tire eles daqui! – Tsunade virou para trás, encontrando os olhos surpresos de Karin sobre si. – Você também Karin, vá!

- Mas, a paciente... - Karin tentou argumentar, sendo cortada por Tsunade.

- Vá! - gritou.

- Por favor, Tsunade-sama. Não deixei minha irmã morrer! – suplicou Hanna antes de ser “arrastada” para fora do quarto.

- Não vou deixar Sakura morrer... – murmurou para si mesma, tentando se convencer das próprias palavras.

Sem pensar duas vezes, a loira acionou o botão  ao lado da cama e abaixou a cama antes reclinada. Os papéis para o desligamento dos aparelhos não lhe importavam mais...

Dois enfermeiros aproximaram-se com o carrinho de parada cardíaca e coloram ao lado da loira.

- Carreguem em 200! – ordenou Tsunade, escutando um dos enfermeiros avisar que estava carregado. – Afastem!

 

~*~

 

No corredor encontravam-se Karin, Sasuke, Naruto, Hinata e Hanna. A irmã da Haruno era segurada por Hinata para que ela não voasse no pescoço do Uchiha.

- Eu conheço você! O que diabos queria com a minha irmã, Sasuke!? – gritava a Haruno, sem obter resposta do moreno. – Você destruiu a vida dela há anos atrás e agora...

Sasuke era um velho conhecido de Hanna e toda a família Haruno. Por namorar com Sakura durante anos não era menos provável que a irmã mais velha da ex-namorada não o reconhecesse...

- Acalme-se, Hanna-san... – pedia a Hyuuga contendo-a. – Por favor, fale mais baixo...

Por mais que tentasse se manter sobre controle, Hinata não conseguia se concentrar. Só de imaginar que uma parede distanciava ela de sua melhor amiga... sua melhor amiga que estava morrendo.

Enquanto isso, Naruto afastava Sasuke de Hanna. O Uzumaki nunca tinha visto Sasuke com aquela expressão. Parecia atordoado com tudo o que ocorrera nos últimos minutos.

- Teme, o que você fez?! – perguntou.

Ele desviou os olhos escuros e sem brilho para o rosto preocupado de Naruto.

- Onde ela está, Teme?! Ainda pode vê-la?!

- Eu... a matei!? –sussurrou para si mesmo. – Ela morreu...

- Você consegue vê-la, não consegue Teme?! – perguntou o Uzumaki, esperando uma resposta afirmativa de Naruto.

Não conseguia acreditar que a tão querida Sakura-chan estava morrendo. Depois de todo aquele tempo ela se entregaria.

- Não...

 

 

~*~

 

“ Você vai ser a madrinha do meu casamento, Saky-chan...”

“Você vai casar com o Sai?! Não acredito!”

“Sim, mas só daqui a dois anos...  e depois vamos nos mudar para outro país... Por isso, quero você e a Hinata como minhas madrinhas...”

“ Dois anos?!” – Franziu a testa. – “ E por que você está me avisando agora?!”

“Para você começar a procurar um namorado para ser padrinho...” – riu de forma divertida.

Por que somente ela não tinha um namorado?! Hinata estava com Kiba, Ino se casaria com Sai e ela... havia alguém ao seu lado, um rapaz para ser exata.

O fato estranho era que ela não podia ouvir sua voz e muito menos ver seu rosto. Ele era seu namorado?! Seu amigo?!

 

“Eu te odeio!”

 

Sakura começou a se assustar ao perceber que as cenas começavam a se distanciar e tudo ao seu redor estava ficando branco.

Era essa a vida que tinha vivido?!

 

~*~

 

- Carreguem em 360! – ordenou Tsunade com desespero. – Afastem!

Ela estava ofegante e o desespero já tinha tomado conta de si há tempos. Sakura era como uma filha para a velha médica, assim como uma das mais competentes profissionais que passara pelo seu hospital.

- Afastem! – gritou de novo.

Ela não soube como, mas o monitor cardíaco começou a marcar novamente os batimentos do coração da Haruno. Pouco a pouco os batimentos pareciam ficar mais fortes e mais rápidos até se estabilizarem.

Ofegante, Tsunade alternava o seu olhar ora para o aparelho, ora para a Haruno. Mas sua surpresa foi ainda maior quando viu-a franzir a testa e grunhir algo inaudível.

- Sakura?! – chamou-a na esperança de ela responder.

A médica estava atenta a cada mudança de expressão da rosada. Viu quando ela franziu a testa e, com dificuldade, abriu os olhos pouco a pouco. Piscando algumas vezes, Sakura observou tudo ao seu redor.

- O... quê... a-aconteceu?! – perguntou com a voz fraca.

- Acalme-se querida. – pediu Tsunade tentando se recuperar da surpresa. – Você está no hospital. Sofreu um acidente de carro.

A Haruno apertou o lençol que a cobria com uma das mãos e tentou se erguer, mas a dor que sentiu na cabeça foi maior, fazendo-a repousar novamente sobre o travesseiro. Os olhos verdes demonstravam medo e confusão, o que era totalmente normal.

- Quem... é você?! – Sakura desviou seus olhos para Tsunade.  – Onde e-está minha família?! E-eles estão b-bem?!

- Acalme-se. – pediu a médica, apertando de leve a mão de Sakura. – Sua família está bem, você sofreu o acidente sozinha...

Ela demorou mais alguns segundos para assimilar as informações que Tsunade havia lhe dado. Antes que pudesse dizer mais alguma coisa, viu a porta do quarto sendo aberta por Hanna.

- Sakura! – gritou surpresa, correndo de encontro a cama e abraçando-a, permitindo-se chorar. – Você está... acordada?! Não pode ser... – disse olhando a irmã nos olhos. – Você está viva!

- Hanna-chan... – Sakura não teve outra alternativa a não ser sorrir. Não entendia o por que dela estar surpresa por estar acordada. – Estou bem...

Separando-se dela, percebeu que agora o quarto era ocupado por Hinata, um garoto loiro de olhos incrivelmente azuis e outro moreno.  

“Por que todos parecem que estão vendo um fantasma?!” pensou a Haruno.

- Hinata...?! – chamou-a estreitando os olhos.

A morena aproximou-se da cama com os olhos marejados e acariciou-lhe de leve os cabelos rosados.

- Você acordou... – comentou com a voz embargada de felicidade.

Desviando os olhos da amiga, viu os dois rapazes aproximarem-se de Hinata.

- Quem são eles?! – perguntou confusa.

Todos ali trocaram olhares assustados. Sabiam que na melhor das hipóteses ela teria perda de memória, mas esquecer de Sasuke e Naruto era algo quase impossível.

- Sou eu, Sakura-chan... o Naruto! – respondeu-a com seu típico sorriso Uzumaki.

Ela não respondeu nada, apenas desviou seu olhar para o moreno ao lado do garoto loiro, supostamente chamado Naruto.

- Lembra-se de mim e do Teme, não é?! – perguntou o loiro com os olhos esperançosos.

Sakura olhou para a Hyuuga com os orbes arregalados. Percebendo a confusão no olhar da amiga, Hinata logo tomou a frente.

- Fique calma, Sakura-chan. Sua memória está um pouco falha, mas vamos ver o que faremos... – sorriu, recebendo um aceno positivo vindo da amiga. – Tsunade...?!

A médica mais velha ainda estava absorta em pensamentos. Ainda era inacreditável ver Sakura acordada e, aparentemente, bem.

- Vamos fazer uma bateria de exames está bem, Sakura?!

- Uhum... – respondeu um pouco confusa, porém menos assustada.

- Apenas para garantir, Sakura-chan... – afirmou a Hyuuga.

Sakura em resposta sorriu e olhando a amiga mais atentamente, comentou:

- Seu cabelo está maior, Hina-chan. – A Haruno pousou seus olhos para a mão da Hyuuga e arregalou os olhos. – Você... ficou noiva do Kiba?!

Totalmente sem graça, Hinata desviou os olhos para Naruto que parecia estar fervendo de raiva. Os punhos cerrados e o rosto vermelho demonstravam o quanto aquele comentário não havia agradado.

- K-kiba?! – perguntou, dando uma risada nervosa. – N-não... Hãn... Sakura-chan, acho melhor você descansar. – ofegou.

- Concordo! – afirmou Tsunade. – Acho melhor deixarmos a Sakura descansar e após ela se recuperar, iremos fazer alguns exames.

Hinata e Hanna despediram-se rapidamente da Haruno, enquanto Sasuke e Naruto saíram do quarto na frente delas.

 

~*~

 

Os dois amigos estavam andando em direção a recepção do hospital. Ambos quietos e perdidos em seus próprios pensamentos.

Sasuke não sabia  descrever como sentia-se. Foi esquecido por ela, a pessoa que mais magoou e que mais amou.  Por um lado sentia-se feliz por saber que Sakura tinha acordado. Mas lhe doía saber que ele não fazia mais parte da sua vida.

- Teme, você tá bem?!

Quando percebeu, os dois caminhavam pela calçada e já estavam a uma boa distância do hospital. Percebeu também que Naruto apenas o seguira, provavelmente pelo estado em que ele se encontrava.

- Ela esqueceu... – comentou Sasuke fitando o amigo.

- Não está feliz que ela tenha acordado?! – perguntou-o surpreso. – Quer dizer... agora ela está bem e... vocês podem se entender!

Naruto poderia ser a pessoa mais babaca que Sasuke conhecia, mas também era o amigo com o coração mais puro que possuía. Por mais que o Uchiha o xingasse e muitas vezes reprovasse as atitudes dele, era o único que nunca saiu do seu lado, independente do que passara.

- Eu vou sair da vida dela, Dobe. – respondeu por fim.

O Uzumaki arregalou os olhos azuis e parou em frente à Sasuke.

- Nani?! Mas... Teme...

- É melhor deixar as coisas como estão, Naruto. – Sasuke olhou diretamente para Naruto. – Será melhor assim...

E dizendo essas palavras, Sasuke seguiu o seu caminho para a “sua casa” e pensaria em resolver aquele outro detalhe: achar  outro lugar para morar.

“Quem dera se esse fosse o menor dos meus problemas...” pensou.

 

~*~

 

Hospital de Tóquio

 

O céu estava escuro e já estava coberto por estrelas brilhantes, que iluminavam as ruas de Tóquio. Naquela noite a lua não deu o ar de sua graça, tornando a noite um pouco mais escura que o normal.

O quarto 443 já estava cheio de arranjos de flores e uma pequena faixa de melhoras pendurada na parede em frente a cama de Sakura.

A Haruno acabara de voltar da bateria de exames e segundo Tsunade, os resultados sairiam naquela mesma noite. Hanna já tinha ligado para a sua mãe relatando a melhora “milagrosa” da irmã e não saia um minuto  do quarto, acompanhando a irmã mais nova.

Descansando sobre a cama, Sakura tentava se distrair com as diferentes flores que haviam a sua frente, tentando espantar a confusão em sua mente. Enquanto isso, Hanna descansava numa pequena poltrona presente no quarto, encostada em um dos cantos do lugar.

- Hanna-san, vá descansar. Ficarei aqui com ela... – comentou a Hyuuga, vendo o cansaço evidente nos olhos da Haruno mais velha. – Qualquer novidade, eu mesma te avisarei.

- Pode ir, Hanna. Hina-chan ficará comigo! – confirmou a rosada.

Hanna despediu-se rapidamente da irmã e saiu do quarto, deixando apenas Sakura e Hinata.

A morena pegou o prontuário da amiga, e agora paciente, e colocou-o sobre a cabeceira da cama enquanto fazia anotações.

- Quando você ficou noiva do Kiba?! – perguntou Sakura depois de analisar a morena.

- Sakura-chan, precisamos conversar... – comentou fechando o prontuário e sentando-se ao lado da Haruno. – Você parece bem confusa e isso é normal... você sofreu um acidente de carro grave e ficou meses em coma.

- Quem estava dirigindo?! – perguntou-a.

- Você. – respondeu, vendo a surpresa nos olhos da amiga. – As coisas parecem um pouco confusas agora, mas logo tudo voltará ao normal... – sorriu.

Em resposta, Sakura retribuiu o sorriso e suspirou.

- Desde quando você é médica?!- Os olhos da Hyuuga se arregalaram. - Eu me lembro de algumas coisas, mas parecem confusas... – comentou depois de algum tempo em silêncio.

-Se quiser posso te ajudar... – Sakura concordou de imediato ao ouvir o comentário da Hyuuga. – Ok. Vamos ver... Estamos em 2010, você é uma das médicas do Hospital de Tóquio e já é a chefe da emergência,  já mora sozinha desde o início da faculdade... Hum, o que mais?!

- Eu sou médica?! – sussurrou surpresa.

- É sim!

- Será que eu vou me lembrar de tudo isso?! – perguntou com um tom triste.

- Claro que vai, Sakura-chan... mas precisa ir com calma! – sorriu. – Ah sim! E terminei com Kiba há anos... e estou noiva do Naruto?!

- Na...ruto?! Eu conheço?!

- Conhece sim. É aquele loiro que estava aqui hoje cedo... – sorriu. – Acho que ele não gostou nada de você ter mencionado o Kiba...- esse último comentário veio acompanhado de um risada vinda por parte da Hyuuga.

- Ah, desculpe! – sorriu sem graça. – E quem era aquele outro?! O moreno...

Hinata arregalou os olhos e pensou por alguns momentos. Era estranho Sakura ter esquecido justamente dele.

- Chama-se Sasuke... – respondeu depois de algum tempo. Por fim, a Hyuuga levantou-se e voltou a escrever no prontuário. – Mas isso não é importante agora...

- Tem razão... – respondeu com um sorriso. – Acha que vou me lembrar das coisas logo, Hina-chan?!

A Hyuuga apoiou-se na pequena mesinha em frente a Sakura e fez um sim com a cabeça.

- Agora se preocupe em descansar. O dia foi bastante agitado! Ficarei aqui para qualquer coisa que precisar...

- Ok. Obrigada, Hina-chan...

 

E com esse pensamento, Sakura dormiu. Por mais que não se lembrasse deles, percebeu o quanto era querida pelos seus amigos...

Tudo o que queria era lembrar-se de tudo e acabar com a grande confusão na sua cabeça, afinal a partir daquele dia, Sakura nasceu de novo.

 

************

Continua...



Notas finais do capítulo

Demorei um pouquinho mas cheguei! *----*
Espero que tenham gostado do capítulo!
Bom, como disse antes a fic está na reta final e esse é o penúltimo capítulo! :(
Todas as minhas fics estão acabando! T.T Que coisa... ¬¬'
Queria agradecer aos reviews, que cada dia ficam mais fofos! *.* Obrigada de verdade!
Quem acompanha a fic "Mais do que irmãos", tenho um aviso: Ela também foi atualizada e também está no último capítulo! Mas ainda terá um epílogo...
Infelizmente, Light of Darkness não terá epílogo! :(
Bom, pessoal é isso!
Críticas/elogios?! - Mande um review! O dedo não cai... eu garantcho! xD
Recomende a fic! *---*

Beijoooos pessoas!


Twitter: @lininhaaa