The Nobel's curse escrita por Doutora Theory


Capítulo 12
This is happening


Notas iniciais do capítulo

Oiee :3 :3 capitulo novo :D agora uma noticia importante que talvez vocês já saibam '-', o episodio 8 da 8 temporada da serie vai ser exibido no dia 30/10, isso mesmo no dia do episodio 7 que agora esta atrasando para o dia 06/11 '-' ou seja o 8 vai passar antes do 7 :o e eu estou curiosa do porque disso e ansiosa para o relatorio de gravaçao do 8 que sera gravado hoje :D
Agora ao capitulo :D



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/548757/chapter/12

–Você esta ai?- Amy entra no quarto de hotel com seu notebook e algumas pastas, Sheldon estava sentado em uma cadeira esperando por ela.

–Estou. -Eles olha para ela confuso pelas pastas em sua mão-....espere!

–O que?

–O que implica esse experimento?- Sheldon levantou sua sobrancelha pronto para fazer um interrogatório.

–Você conseguir olhar para mim mesmo que..- Ela da um longa pausa- seus sentimentos não deixem.

–Ok....- Sheldon olha em seus olhos com um pouco de surpresa, após três segundos ele desvia olhar e fala em voz seca -Eu não consigo.

–É por isso que estamos fazendo isso, Sheldon eu não quero ser ignorada. - Amy coloca suas pastas na mesa perto da cama, com um olhar para baixo.

–Eu....- Ele se sente culpado- Ok, o que tenho que fazer?

–Eu tenho medidas na minha pasta e nestes arquivos...o que você faz basicamente é olhar para mim, então vou verificar seus sinais vitais até um ponto que você não sinta a necessidade de....me ignorar.

–Tudo bem..- Ele sorri um pouco com a possibilidade de não precisar ignorar ela, Amy era uma excelente neurobióloga, ela sabia como fazer isso acontecer.

–Então?- Ele olha para cima e encontra Amy o encarando. -Você ouviu o que eu disse, apenas sente e olha para mim até que se sinta confortável.

Sheldon se sentou de frente para ela, disposta a olhar para seu olho todo o tempo, ela estava sentada como ele e dando um pequeno sorriso, olhando para seus olhos Sheldon logo percebeu como ela estava bonita daquele jeito, como seus olhos eram bonito, como sua roupa era bonita...

–Não foram nem seis segundos- Ela não parecia frustrada dizendo aquilo, um pouco pelo contrario. - Tente de novo.

–Desculpe...- Ele volta a olhar para seu olho, pouco tempo depois deixando sua visão desviar e volta...e de novo...

–Espere o que esta fazendo?- Ele diz quando ela se levando para pegar suas pastas.

–Anotando suas reações.

–Começamos a menos de cinco minutos...

–Sheldon é bem notável, você me ignora porque toda vez que olha para mim, sente a necessidade de olhar algo que não são meus olhos... Por assim dizer. - Ela se sente ansiosa repetindo o que estavam em seus pensamentos.

–Desculpe..

–Não, não é sua culpa, todos os homens fazem isso, eu confesso que estou surpresa que você também.

–Não é algo comum...

–Então estou honrada. - Amy joga um sorriso, espantando Sheldon.

–Como pode se sentir honrada com isso? Eu....eu pareço um idiota!

–Me faz saber que me acha bonita, que como meu namorado você tem necessidade de olhar para mim.- Ela continua a sorrir.

–É claro que te acho bonita Amy....você é muito bonita.

–Vamos!- Ela diz antes de pular na cama.

–O que?

–Sente-se na cama e olhe para mim, só isso..

–Ok...- Sheldon reflete sobre aquilo ser ou não uma boa decisão, sentar na cama com ela não era uma boa opção.

–Isso é difícil. - Ele desvia o olhar dela pela terceira vez desde que sentou-se.

–Eu não deveria me sentir feliz com isso. –Ela deixou um sorriso dominar enquanto era sua vez de desviar o rosto, se sentindo frustado com aquilo Sheldon apenas segurou em seu pescoço para trazer o rosto de volta a sua vista... e a beijou.

^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

–Você esta ai? Leonard?- Penny batia na porta de seu quarto sem coragem de abrir, ela podia sentir Leonard bravo do lado de dentro mas não tinha ânimo para uma briga naquele momento

–Leonard, eu só queria avisar que vou dormir no quarto de Sheldon e Amy essa noite.

–Você vai?- Ele se encosta na porta, sussurrando as palavras.

–Vou...

–Eu acho que é melhor mesmo.- Penny sente Leonard se afastar com passos duros.

–Leonard?

–Sim?

–Nada.. Boa noite.- Ela sente seus olhos lagrimejarem e fica grata que eles não estão na visão um do outro.

–Boa noite Penny.- Leonard jorra do outra lado da porta enquanto Penny se afasta em direção ao quarto de Sheldon e Amy.

Penny é surpreendida com uma porta trancada, uma coisa muito incomum para Sheldon, ela bate na porta mas ninguém atende, ela bate outra vez e a mesma coisa acontece, ela desiste de bater para pegar a chave reserva que tinha porque Amy deu a ela para garantir segurança.

–Ho meu deus me desculpe!!- Penny grita com seus olhos arregalados ao encontrar um Sheldon praticamente em cima de Amy na cama.

–Penny?? Hm.... não é o que esta pensando!- Amy quase grita.

–Não?- Ela continua com seus olhos arregalados.

–Bom....é o que você esta pensando mas acabou.- Ela se levanta da cama lentamente

–Você esta terminando comigo?- Sheldon olha incrédulo para Amy.

–Não!! Eu quis dizer que já paramos.

–Ho....- Ele solta um suspiro suave.

–Ho não desculpe atrapalhar, eu sou uma idiota... eu estou em choque, o que estavam fazendo?

–A ação não fala por si?- Sheldon fala recebendo um tapa no braço de Amy.

–Desculpe... Eu preciso de um lugar para dormir, mas vocês estão ocupados então....

–Você pode ficar. - Amy diz amenamente.

–Amy! Como você pode deixar Penny ficar em nosso quarto ela tem o próprio.- Sheldon a repreende.

–Sheldon, olha para ela esta chateada, é nossa amiga então vamos ajudar.

–Ok...

–Ho obrigada, eu estou tão triste acabei de brigar com Leonard, ele é um idiota, acha que eu levo uma coisa boba a serio demais.- Penny se senta na cama e começa a falar, Amy a ouvia atenciosamente e Sheldon palpitava toda vez que ela dizia um verbo errado. Iria ser uma longa noite...

^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^

A batida na porta fez Howard e Bernadette acordarem, eram quatro horas da madrugada, Howard resmungou enquanto ia em direção a porta, o celular de Bernadette não parava de apitar.

“Nos ficamos sabendo que não contou para ele, sinto muito mas não há mais tempo nos estamos chegando.” Bernadette se apavorou ao ler a mensagem, ela não imaginava que eles iriam chegar tão cedo, precisava de tempo.

“Vamos! Abra à porta” As mensagens soavam como ameaças.

–Quem diabos é no meio da noite?- Howard gritava enquanto destrancava a porta, ele abriu e encontrou dois senhores aparentemente idosos segurando um documento.

–Howard certo?- Um dos senhores perguntou.

–Sim, sou eu.

–Acredito que isso seja sua responsabilidade agora.- Ele entrega o documento para Howard.

–Eu não acredito- Ele sentia lagrimas nos olhos enquanto lia o documento, sem acreditar que aquilo podia ser verdade.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

É isso, comentem o que acharam :3 e agora uma pergunta importante, eu estou indo muito devagar com as cenas?? por favor respondão, desespero aqui.
Bjsss :D