Solemnia Verba escrita por Blitzkrieg

Solemnia Verba

Com uma oração praticamente inaudível, todos presenciaram o poder além deste mundo. Alguns diziam que puderam enxergar a figura de Brahma translúcida e imóvel atrás daquele semi deus. Outros juram que avistaram com seus próprios olhos que a terra iria comer algum dia que uma auréola dourada havia se projetado atrás de sua cabeça. O único fato aceito foi a tosse de vida emitida daquele garoto que se ergueu agilmente quando avistou, com seus olhos brilhantes com a luz que percorria sua íris novamente, a figura do deva sorrindo para sua pessoa. A idosa permanecia imóvel no chão, sem vida. Alguma pessoa corajosa, lançou a pergunta que todos engoliram em seco. Por que ela não havia ressuscitado? Foi quando o deva disse:

Em suas memórias, o seu único desejo foi ser útil a alguém voluntariamente em algum momento em sua vida. Eis aqui uma escrava, mais uma criação que refletiu em vida as impurezas humanas impregnadas em vossas almas. Sua essência, por tanto ser pisoteada pela maldade humana, reduziu também suas vontades, seus desejos, torando-os simples. Não há mais necessidade de lhe trazer a vida, não há recomeço que equilibre a balança que pende tanto para o lado do sofrimento. Como era triste a sua alma... Portanto, desejo que vocês todos lembrem-se bem deste dia, pois por meio deste pequeno ser puro vocês compensarão todo o sofrimento dessa alma que padeceu próxima aqui aos meus pés. Desejo que vocês, por meio desta criança, compensem todo o mal acometido a essa vida. Pois aqui se encontra o meu primeiro representante nesta terra.

Nascia naquele momento o primeiro imperitus que se tem notícia e o primeiro membro dos 13 aliados que se mantiveram firmes e fiéis as causas do primeiro deva.

Trecho do capítulo introdutório do livro A História das Famílias Devatãs em sua única edição.


Classificação: 16+
Categorias: Originais
Personagens: Personagem Original
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Humor Negro, Mistério, Romance, Suspense
Avisos: Mutilação, Nudez, Violência, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria

Capítulos: 30 (79.582 palavras) | Terminada: Não
Publicada: 23/12/2009 às 16:17 | Atualizada: 15/04/2015 às 22:43

Notas da História:

As fotos que serviram como base da capa da fic não me pertencem. É difícil dar crédito aos donos de tais fotos, pois uma vez que um material como este cai na net, fica muito difícil descobrir os donos deste material. Em contrapartida,a estória é de minha autoria e todos os personagens fictícios.


Capítulos

1. Prólogo.
741 palavras
3. Capítulo 2: Setentia est.
2.038 palavras
5. Capítulo 4: O grito do tempo.
1.967 palavras
7. Capítulo 6: Deja vú.
2.300 palavras
8. Capítulo 7: Renascimento.
2.320 palavras
9. Capítulo 8: Belobog.
2.306 palavras
26. Capítulo 25: O Anjo Caído.
3.396 palavras
27. Capítulo 26: O Novo Major.
3.478 palavras
29. Capítulo 28: Trevas.
2.687 palavras