Elemental Warriors escrita por Yure


Capítulo 21
21 - Comfronto inevitavel


Notas iniciais do capítulo

õ/ Boa Leitura!!!



Cheguei ao chão congelando o local onde meus pés pisaram. Olhei para todos em volta, pareciam estar se esforçando ao máximo em suas lutas. Percebi que Joseph estava acordando. E assim que me viu ele me lançou o olhar mais mortal que alguém já me deu antes. Ele correu em minha direção.

“De novo não”, pensei.

Porem antes dele chegar, uma bola de fogo o atingiu. Ele caiu inconsciente novamente. Olhei para Erick.

–- Que foi? – Ele preguntou.

–- Nada – Respondi – Atrás de você!

Ele se virou e defendeu de um golpe de Edward.

–- Precisa de ajuda? – Perguntei.

Ele sorriu. Foi mais um sorriso de deboche, como se ele tivesse achado engraçado o fato de precisar da minha ajuda.

–- Vou te ensinar uma lição Ethan.

Ele se afastou e estava quase do meu lado. Fechou os olhos e respirou fundo.

–- Você sabe qual o sub-elemento do fogo?

Percebi que não sabia disso até agora. Eu sabia dos outros três, mas nunca vi o do fogo antes. Fiz que não com a cabeça, Edward estava vindo correndo.

–- Fang uma vez me disse que os Guerreiros do Fogo não usam seu sub-elemento pois ele é muito perigoso. É chamado de Solar. Vou te mostrar o porque nós não usamos.

Ele abriu seus olhos que não eram mais normais, eram de um amarelo solar que brilhava incandescente, não conseguia olhar nos olhos dele sem os meus arderem. A parte de cima de sua roupa começou a queimar e até a minha também. O ar a minha volta também começou a ficar quente e difícil para respirar, eu cai de joelhos com falta de ar.

–- Aguente mais um pouco Ethan, vai ser rápido.

Edward já estava parado ele também não conseguia olhar diretamente para Erick, mas conseguia respirar normalmente já que também era um Guerreiro do Fogo então ele talvez já estaria acostumado a falta de oxigênio. Isso me fez lembrar que eu conseguia respirar em baixo da agua. Mas não era hora para pensar nisso.

Fogo saiu das mãos de Erick, era um fogo mais amarelo e brilhante que o normal, era igual ao que estava em seus olhos, e seu poder de destruição parecia ser muito forte, apenas de olhar eu já ficava com medo.

–- Eu sugiro que você não olhe para cá – Ele advertiu – Ou pode ficar cego.

Edward não sabia o que fazer. Erick atirou a bola solar incandescente. Eu fechei meus olhos no momento em que a bola tocou o corpo do garoto. Somente escutei um barulho semelhante a uma explosão, e então o ar voltou ao normal, eu podia respirar novamente. Abri os olhos, minhas roupas estavam chamuscadas, mas Erick estava pior, ele estava caído ao chão. Corri até ele. Uma parte de suas roupas estavam queimadas e seu corpo estava com varias marcas de queimado.

–- Você está legal? – Perguntei com um leve tom de preocupação.

–- Sim. Eu disse que era perigoso. Esse poder não é usado pelos Guerreiros do Fogo, pois além do adversário ele também danifica seu próprio corpo. Usa-lo demais seria um suicídio. Eu usei por um minuto e olhar o estado em que fiquei.

Eu o ajudei a se levantar, e nós nos recostamos em uma parede. Eu ainda estava com um pouquinho de dificuldades para respirar apesar do ar já ter voltado ao normal, e percebi que todos estavam já que as lutas estavam paradas.

–- Você quase me matou – Eu disse.

–- Eu sei. Você deve saber que o fogo precisa de oxigênio não é? – Eu concordei com a cabeça – Então, esse poder necessita de uma grande quantidade dele. O nome Solar é porque o poder é semelhante ao poder só sol.

–- Entendi. – Eu estava me levantando.

–- Ei, não tenha tanta pressa. Eu não acho que as meninas vão precisar da nossa ajuda.

Ele estava bem tranquilo, eu entendi o porque, as meninas estavam se saindo bem. Mais tinha algo que me intrigava, Kayla atacava Leah e ela se esquivava, mas o que intrigava era o fato da unha do dedo indicador da garota brilhava com um liquido verde. Eu não sei se Leah tinha percebido, seus ataques eram sempre tentando atingi-la com esse dedo.

–- Espera. Isso é veneno?

–- Do que você está falando? – Erick perguntou

–- Você é bem perspicaz Larsen – Fate disse de onde estava sentado – Foi rápido em notar o truque de Kayla.

Ele estava parado com a cabeça apoiada na mão, como se estivesse entediado. Tentei imaginar o porque.

–- Poder interessante Castle. Mas pena que acaba com seu próprio corpo.

Ele soltou um suspiro desinteressado.

–- Sugiro que vocês se levantem os próximos adversários não serão tão fáceis.

Eu olhei para ele, Erick ainda estava fraco, eu não sei se nós aguentaríamos outra luta. Mas pelo que Fate estava dizendo...

–- Está atrasado.

O Guardião das Trevas disse, no começo eu não sabia para quem era mas eu vi uma silhueta surgindo das sombras. Assim que consegui ver direito a silhueta se transformou em um garoto pálido, magro, com o cabelo desarrumado e usando roupas pretas. Estava acompanhado de mais dois garotos.

Um deles era o garoto de pele morena que vi em meu sonho, usava jeans e uma jaqueta de motoqueiro fechada. O outro era loiro, tinha o cabelo curto e os olhos azuis, vestia uma bermuda cinza e uma camiseta branca regata.

–- Er... Foi mal titio é que eu acabei me perdendo no caminho – Disse Jeremy.

–- Que seja. E não me chame de titio.

“Droga”. Pensei. Esses são os mais fortes do grupo e eu e Erick não estávamos prontos para uma luta assim, percebi que Samantha não estava com eles.

–- Acho que é nossa vez de novo Ethan – Erick disse se esforçando para levantar.

Ele ainda pretendia enfrenta-los mesmo fraco após o uso de seu poder. Eu segui seu exemplo e me levantei também.

–- Acho que sim – Respondi

Jeremy soltou um meio sorriso.

–- Finalmente Ethan. Parece que chegou a hora de nos enfrentarmos.



Notas finais do capítulo

só pra deixar claro todos menos Apple ja mostraram seu sub-elemento. Eu nao tinha uma ideia para o do fogo entao acabei inventando esse. Fora isso, espero que tenham gostado deixem seu comentario e até a proxima



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Elemental Warriors" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.