30 Day OTP Challenge escrita por Kaline Bogard


Capítulo 6
Capítulo 06 - Na pressão


Notas iniciais do capítulo

Título: Na pressão
Autor: Kaline Bogard
Day 06: Wearing eachothers’ clothes
Genero: comédia, um pouco de drama (bem pouco mesmo)
Aviso: Spoilers da primeira temporada, linguagem imprópria
Link do desafio: http://30dayotpchallenge.deviantart.com/journal/30-Day-OTP-Challenge-LIST-325248585

— Não foi betada. Perdoem os erros :)



Stiles não soube dizer se foi a consciência de seus sentimentos que o tornou tão perceptivo a presença de Derek ou se foi a presença de Derek que o tornou consciente de seus sentimentos.

Na verdade Stiles não soube dizer nem mesmo o que tal pensamento queria dizer! A não ser o óbvio: ele estava confuso.

Tudo começara naquele maldito dia em que tivera a maldita idéia de usar Derek para seduzir Danny e convencê-lo a ajudar a encontrar certa localização através de um celular.

Sim.

Mais um dos Planos Brilhantes do Stiles que, de um jeito ou de outro, se voltavam contra ele! Mas como ia saber que ver Derek vestindo aquela camiseta agarradinha ia mexer com sua estrutura?!

Stiles achou que seria divertido ver o cara marrentão enfiado em uma das suas camisetas. Convenhamos: com o físico magrelo ele não seria aceito como ator em um filme de ação, a não ser como o terceiro figurante aleatório que morre na seqüência inicial de apresentação do protagonista.

E até se divertira a princípio. A expressão desgostosa na face de Derek fora impagável! Stiles achou que ia morrer sufocado, tentando engolir a risada. Infelizmente os olhos acabaram descendo para o corpo malhado e começou ali sua danação.

O tecido fino da camiseta aderira aos músculos torneados como uma segunda pele, desenhando-os de um jeito tal que acendeu uma luz na mente de Stiles e o menino se pegou com vontade de enfiar a mão por baixo daquela camiseta e tocar o corpo firme, sentir a textura da pele...

Okay.

Foi um choque aceitar aquilo; que ele, um garoto até então muito hétero, obrigado por notar; apaixonado pela Lydia desde o Ensino Fundamental, descobria-se balançado de desejos por outro homem! Um macho da mesma espécie! Bem, não exatamente da mesma espécie, mas ainda assim um macho. Não. Não um macho, na verdade um Macho.

Risque o Macho e substitua por MACHO.

Stiles estava apaixonado por outro MACHO. Isso. Com todas as letras em maiúsculo, negritado e sublinhado duplo.

E desde então fugia de Derek Hale como o diabo foge da cruz. Nah... nem o diabo fugindo da cruz seria tão bom em escapar quanto Stiles estava sendo. E olha que falamos de um humano fugindo de um lobisomem.

E Derek não estava ajudando em nada! O maldito parecia estar basicamente em todos os lugares que Stiles. Se o garoto ia a uma reunião na casa de Deaton com Scott quem aparecia? Derek. Se ia investigar uma confusão na escola com um ônibus destruído quem ia farejar? Derek. Se fazia ronda no hospital para garantir a segurança de Melissa quem ia derrubar pulgas por lá? Scott. Errado! Quer dizer, o Scott também. E o Derek!!

Stiles achou que ia enlouquecer com isso.

Passara por uma rápida fase de negação, afinal não é fácil acordar pela manhã sendo hétero e ir dormir a noite com sua sexualidade totalmente balançada graças a outro homem. Só foi uma negação rápida por que... seja sincero: que hétero no mundo não se balançaria por Derek Macho Alpha Hale?

Bem... Stiles perdeu algum tempo discutindo com sua mente, pois o Alpha nesse caso não tem a ver com o detalhe “lobisomem”, se tivesse seria mais correto dizer Derek Macho Beta Hale.

E dizendo Derek Macho Beta Hale o efeito não era o mesmo que Derek Macho Alpha Hale.

No fim da discussão mental Stiles e seu cérebro chegaram a um acordo de cavalheiros e concordaram em se referir ao lobisomem como Derek Pica das Galáxias Hale. Título extremamente auto-explicativo.

Usar ironias e o humor era a melhor defesa que Stiles tinha. No fundo sentia-se perdido e desamparado. Incerto não apenas sobre sua sexualidade, mas sobre seus sentimentos. Cada vez que analisava a situação se via mais e mais apaixonado pelo lobisomem. E não era nada parecido com o que sentira por Lydia até então.

Era algo tão forte que o deixava sem fôlego, disparava seu coração e fazia seu estomago pesar, como se tivesse um buraco na barriga que comida nenhuma no mundo parecia suficiente para encher. Por que o buraco, na verdade, não era na barriga. Era na alma.

O que ele ia fazer?

Ele não precisou fazer nada.

Uma noite estava no campo, sozinho treinando arremessos contra o gol vazio. Fez isso até cansar-se. Então deixou-se cair sentado na grama e respirou fundo. Só então deu-se conta do ar frio da noite que arrepiou a pele pouco protegida pelo uniforme de Lacrosse.

Pensou que era melhor ir embora, já que não trouxera um agasalho quando sentiu aquela sensação chata de estar sendo observado. Olhou em volta e notou Derek Hale encostado em uma árvore mais afastada, no limite do campo, com os braços cruzados e o ar sério de sempre.

Stiles não conseguiu disfarçar a surpresa. Seu queixo caiu e ele olhou para baixo imaginando que aquela era a deixa perfeita para um buraco abrir-se aos seus pés e ele escorregar até o Japão, onde não havia Derek Hale nem ninguém que trouxesse dúvidas ao garoto.

Infelizmente para Stiles nada disso aconteceu, o chão continuou intacto e não ganhou uma passagem de graça para a terra do manga. E o confronto que ele tanto lutara para evitar acabou acontecendo.

– Não sei onde Scott está... – começou a falar, mas a boca ficou seca e ele acabou passando a língua pelos lábios, nervoso.

– Não quero falar com ele – a voz de Derek soou grave e seca. Ele esperou que Stiles dissesse alguma coisa, no entanto tudo o que o menino conseguiu fazer foi continuar sentado, abrindo e fechando a boca sem saber o que dizer. Havia um ar de desamparo tão grande na face pálida que Derek suspirou e resolveu aliviar. Foi sentar-se ao lado dele – Eu já sei, Stiles. De tudo.

– O quê?! – Stilinski se fez de desentendido.

– Seu coração – Derek resmungou – Não guarda nenhum segredo batendo desse jeito. Nem o suor frio em suas mãos ou adrenalina e...

– Ta, ta. Já entendi. Lobo idiota – cortou sem jeito. Desviou os olhos castanhos para o outro lado, sem jeito de encarar Derek. Contava que seria rejeitado. Outra vez. Um novo record para Stiles: desprezado pela garota popular e pelo lobisomem pica das galáxias. Uau.

Notou de canto de olho que o rapaz estava se movimentando e deduziu que ele estava se levantando para ir embora. Foi uma surpresa sentir que ao contrário do que imaginara, Derek não planejava ir embora. Ele somente tirara a jaqueta de couro e a colocara sobre os ombros de Stiles, que ainda tremulava de frio.

O calor do corpo de Derek imediatamente envolveu o corpo de Stilinski, o cheiro do mais velho o atingiu e o inebriou. O cheiro de MACHO. O cheiro de Derek.

Então Hale passou um braço pelo ombro de Stiles e o puxou de encontro ao próprio peito. E o garoto se deixou levar. Era sincero o bastante para admitir que aquele era o melhor lugar para se estar.

– Não devia ter fugido tanto – Derek recriminou com certa suavidade.

Stiles não disse nada. Se fugira antes era por ter se assustado e se perdido com o que descobria sobre si próprio e sobre os sentimentos que despertavam em seu coração. Não tinha esperanças de ser correspondido. Não por Derek Pica das Galáxias Hale... bem, vocês já sabem de todo o conflito mental.

E ali, sentado na grama úmida de uma noite fria nos braços de Derek, um pensamento maluco passou pela mente de Stiles.

Talvez ele não fosse o terceiro figurante aleatório que morre na seqüência inicial de apresentação do protagonista em um filme de ação(1). Talvez tivesse um pouco de sorte e fosse o par romântico com quem o mocinho de uma comédia romântica fica no final!

Fim



Notas finais do capítulo

(1) Essa frase saiu de uma conversa com Archangel of Dragons, na qual eu ri muito e achei que era a cara do Stiles pensar isso!

Gostou? Não gostou? Deixa um review!!

Preciso confessar: era para ser um drama! Um angst sombrio com os pensamentos pessimistas do Stiles. Como, em nome de Deus, virou essa piada?!

Próximo da lista:

07 – Cosplaying

Céus...esse vai dar trabalho! Desafio sambando na minha cara :/



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "30 Day OTP Challenge" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.