Another Year, Other Games... INTERATIVA escrita por panemetcircences


Capítulo 5
O rei dos mares - Distrito 4


Notas iniciais do capítulo

Espero que gostem!



Este capítulo também está disponível no +Fiction: plusfiction.com/book/525827/chapter/5

POV Endrigo Argus

Minha casa fica na Aldeia dos Vitoriosos do Distrito 4, de frente para o mar. Tem uma varanda extensa e uma cadeira de balanço.

O sol bate sobre meu coro cabeludo e eu resolvo mergulhar na água salgada e refrescante. Arranco as roupas que uso, ficando completamente nu. A brisa marítima bate em meu corpo, me fazendo sentir livre. Uma sensação de liberdade que sinto apenas quando nado, quando estou na praia, só.

Hoje é o dia da Colheita. Estou tranquilo, meu irmão fez de tudo para que eu estivesse calmo como as águas de um lago. Meu nome estará lá seis vezes, seis chances em mais de mil, não serei eu. E, se for, ganharei, eu consigo, sei disso. Ainda mais se a Arena tiver muita água. Se isso acontecer teremos duas casas na Aldeia.

Fui criado por meu irmão mais velho, Edward, depois que meus pais sumiram sem explicação enquanto ele estava nos jogos. Eu era muito pequeno e não lembro de muita coisa, só tenho lembranças de minha mãe me ensinando a nadar. Com ela aprendi tudo o que sei.

Felizmente, meu irmão sobreviveu e e não fiquei sozinho, ou quase isso, pois aprendi a me virar sem as pessoas que mais amava. Talvez isso tenha me feito amadurecer e aprender a me virar. Por eles.

Tenho certeza que Snow fez algo com meus pais e tenho a esperança de que estejam vivos.

Volto a superfície e meu irmão está do lado de fora da água.

– Vamos, cara! Está quase na hora! - me apressa ele.

– Eu estava precisando disso! - respondo, saindo da água.

– Guarde isso para sua namoradinha, irmão! - diz ele jogando minhas roupas sobre mim.

– Que bom que ela gosta, não é? - retruco e ele fica quieto.

Visto o calção que antes usava para entra em casa. Tomo um longo banho até tirar todo o sal que grudou em meu corpo. Visto a roupa mais formal que encontro e saio, pois a cerimônia já está para começar. Já começou.

Passo para me registrar.

– Está atrasado, mocinho! - a mulher da Capital, de voz anasalada e insuportável diz.

– Como se eu não soubesse disso! - retruco jogando-lhe uma piscadela. Ela fura meu dedo e eu solto um grunhido.

A festividade começa e eu me distraio tentando me comunicar com minha namorada que está do outro lado do cordão.

Chamam o Tributo feminino do meu Distrito e eu não consigo escutar seu nome. Logo após isso a representante começa;

– Eu... Eu sinto eu informar - ela faz uma pausa, me encara e seus olhos se enchem de lágrimas - Que dizer eu tenho prazer de informar que o Tributo masculino de seu Distrito é... Endrigo Argus!

Um pacificador me acompanha até a escala que leva até o palco. Subo, incrédulo.

– Sinto muito, querido! - a representante, que é muito amiga de meu irmão, sussurra em meu ouvido.

Instrui-nos a nos cumprimentar e nos retira dali.


Não quer ver anúncios?

Com uma contribuição de R$29,90 você deixa de ver anúncios no Nyah e em seu sucessor, o +Fiction, durante 1 ano!

Seu apoio é fundamental. Torne-se um herói!


Notas finais do capítulo

Comentem! Seu personagem só terá o resto de sua história postada depois que você comentar o capítulo (Isso serve para todos)!