Elementares escrita por Mitsue, Uchiha Elric


Capítulo 11
Elemento Água


Notas iniciais do capítulo

Sabe, o que vocês acham dos nomes dos capítulos? Piegas, bobo, legal, sei lá mais o que... Apenas perguntando, não irei mudá-lo.

QUASE NOS CEM COMENTÁRIOS GALERÊ! Eu devo ser a autora mais feliz dessa budega, nunca achei que em tão pouco tempo uma fic minha ficaria tão "famosa"... ARIGATO MINNA! (Não, eu não falo japonês, apenas sei palavras aleatórias)



P.O.V Temari

Estou ansiosa para chegarmos a Konoha, será que finalmente encontrarei meus pais? E depois as meninas e eu lutaremos em nome do povo! Seremos tão fodásticas que farão estatuas nossas em ouro e prata! Ok, estou ficando um pouco maluca, tenho que andar menos com as garotas...

As estrelas são lindas, adoro admirá-las a noite, principalmente quando acampo, sem as luzes da cidade elas brilham com mais intensidade...

– Fazendo o que Problemática? – Assustei-me, não tinha notado a presença daquele ser irritante.

– Unf, nada que te interesse. – Me virei, sim, estou fazendo birra.

– Você vai mesmo fingir ser uma garotinha emburrada? Isso não cola comigo.

Aff, quem esse cara pensa que é?! Só porque é lindo, inteligente, forte, gostoso... (N/A: Uma hora depois) pura sedução e tudo que a de bom no mundo acha que pode me insultar?! Está enganado!

– Tá achando que é quem para me chamar de garotinha emburrada, mermão? – Olhei para ele.

– O cara por quem você é apaixonada. – Respondeu para depois bocejar.

Sim, eu corei um pouco.

– Ér, de onde tirou que sou apaixonada por você?

– Seus olhos não mentem, pode até me xingar de tudo quanto é nome, mas bem lá no fundo gostaria de estar se declarando.

– Já falei que odeio pessoas que sabem de tudo?!

Shikamaru sorriu, aproximou seu rosto do meu e nos beijamos novamente. Esse beijo foi mais quente que o último, cheio de paixão, senti o gosto cítrico que seus lábios tinham. Ele pediu para aprofundar o beijo com a língua e eu assenti, sem notar estávamos deitados no chão e nossos beijos estavam ficando cada vez mais intensos. Suas mãos investigavam minhas costas e as minhas estavam no seu peitoral, e que peitoral!

– Ai meu Deus! – Nos separamos por culpa da maldita Hinata. Ela tampou os olhos com as mãos. – Desculpa, desculpa...

E entrou na barraca novamente, parabéns Hina! Conseguiu acabar com o meu clima. Estávamos ambos tentando voltar os batimentos acelerados para o jeito normal, uou, esse garoto é simplesmente... Uou!

– Acho que traumatizamos sua amiga. – Disse com um sorriso no rosto.

– Ela supera! Já pegou a Sakura fazendo coisas piores no chão de nossa sala. – Falei sorrindo também.

– O que aconteceu?

– Nada demais, apenas doideiras da Saky.

– Estou com medo de imaginar...

Ficamos rindo ás custas dela. Ai, ai, acho que achei o amor da minha vida. Ele deitou novamente olhando para as estrelas, acompanhei o ato.

– O que faremos quando chegarmos a Konoha. – Perguntei. – Digo, sei que terá a guerra, mas e depois?

– Não sei, prefiro viver o presente a pensar no futuro. – Ele estava um pouco tenso quando respondeu, mas preferi ignorar.

– Então o que quer fazer com o presente?

Virou-se para mim.

– Passá-lo com você. – Me deu um selinho, mas depois se levantou. – Melhor irmos dormir, amanhã acordaremos cedo. Aproveite e diga para Hinata que peço desculpas pelo embaraço.

E foi para sua respectiva barraca, resolvi ir para a minha, provavelmente Hina esta me esperando acordada para que eu conte o que estava acontecendo.

Entrei em minha barraca e vi que Tenten e Sakura também estavam lá, espera, quando foi que entraram?

– Abre o jogo! – Disse Tenten com um sorriso mostrando todos os dentes.

– É, o que foi que a tonta da Hina atrapalhou? – Perguntou Sakura.

– Ei, eu só ia respirar um pouco, não sabia que os dois estavam em um momento tão... Ér, íntimo. – Ela corou na última parte.

– Não tenho nada a contar para vocês, suas bisbilhoteiras. – Falei.

Dois travesseiros foram em minha direção, ai, essa doeu.

– Ok, eu conto. Bando de urubus!

Todas fizeram posições confortáveis para ouvir a história.

– Eu estava de boinha vendo as estrelas, daí ele chegou e eu tentei dar um gelo nele, não deu muito certo. – Tenten deu um sorriso malicioso. – Depois nos beijamos e... Como dizer? O beijo ficou um pouco quente. Mas foi interrompido graças a nossa querida amiga Hyuuga Hinata!

As duas vaiaram a Hina, essa mostrou os dedos do meio que tinha. Rimos e prossegui com a história.

– Depois perguntei para ele o que faríamos em Konoha, ele ficou tenso com essa pergunta, mas não entendi o porquê. Aí perguntei sobre o presente e ele disse: “Passá-lo com você”.

– Ownt! – Hinata e Tenten falaram fazendo uma carinha fofa.

– Que viadagem... – Disse Sakura rindo.

– Como se você não quisesse que o Sasuke/Bunda de pato falasse isso para você. – Alfinetei.

Ela corou opa! Sakura Haruno corou?! Tem um caroço nesse angu!

– O que aconteceu entre os dois que você não nos contou Sakurinha? – Perguntei fazendo as outras duas a olharem.

– N-nada. – Arqueei a sobrancelha. – Preciso aprender a mentir... Ok! Nós nos beijamos!

Tenten e eu soltamos um gritinho um pouco alto.

– Oh! Que cute, a Sakurinha está com um namoradinho! – Disse fazendo uma voz enjoativa para irritá-la.

– Vai te catar Temari!

– Fale mais! Preciso de detalhes bem detalhados. – Pediu Tenten, todas olharam para ela. – Deixe-me com minhas redundâncias!

– Tá, eu estava caminhando à noite e me deparei com ele. Sasuke me ensinou uma nova forma de usar meus poderes e eu me empolguei um pouquinho, ia cair com tudo no chão, mas ele me segurou. Nossos rostos estavam tão pertos e eu não parava de olhar para aquela boca perfeita dele... Bem, vocês já devem saber o que aconteceu depois, né? –Disse com um sorriso bobo no rosto.

As meninas (Menos a Sakura) e eu trocamos “aquele” olhar e começamos a cantarolar.

– Sasuke e Sakura sentados em uma árvore! Se B-E-I-J-A-N-D-O! – Falamos juntas.

– De língua! – Completou Tenten cutucando o ombro de Sakura.

– Tenten sua pervertida de quinta categoria! – Disse Hinata rindo.

– Quinta não, primeira! – Falei acompanhando a risada.

Todas nós estávamos rindo bem alto, mas a rosada resolveu atormentar Hinata.

– Está falando de mim, mas e você e o loiro esquizofrênico?!

– Ele não é esquizofrênico, só um pouquinho idiota...

– Quando estávamos aprendendo a controlar os poderes o Naruto ficou em dúvida se todo lugar ia ter AR! – Falei, ainda não sei como alguém pode gostar de um trem daqueles.

– Hunf, prefiro ser apaixonada por um idiota a um preguiçoso pervertido.

Fechei a cara na hora, ué, eu posso zoar, elas não!

– Então você admite estar apaixonada pelo Naruto... – Tinha que virar o jogo de alguma forma.

– É-é eu nunca disse isso! – Todas olharam para ela. – E se eu estiver? Ele é super fofo e engraçado, e eu acho que ele também gosta de mim.

– Ele praticamente de persegue, só sabe jogar cantadas em você. – Disse Tenten.

– Verdade, não sei como ainda não se beijaram. – Bufou Sakura.

– Eu queria, mas tenho medo dele me rejeitar na hora do beijo ou não corresponder, sei lá.

Ficamos nos encarando, até que Tenten bocejou muito alto.

– Vou dormir não aguento ficar acordada. Vamos Saky.

– Ok, também to com sono. Boa noite meninas!

– Boa noite garotas! – Dissemos juntas.

Resolvemos fazer o mesmo e fomos dormir, meu último pensamento da noite foram os beijos que dei no MEU preguiçoso.



Notas finais do capítulo

Capítulo meio pequeno e tudo mais, porém no próximo terá tretas my peoples... MUAHAHA - cof,cof,cof - maldita tosse que estraga a risada maligna.