Sobrevivendo ao inferno escrita por Katrina Mikaelson


Capítulo 18
De volta a realidade


Notas iniciais do capítulo

Hey!! Esse capítulo vai ser um pouquinho diferente. Não terá a narração da Alice como de costume, o POV desse capítulo vai ser do narrador. Espero que gostem, acho que esse capítulo vai deixar algumas dúvidas, mas com certeza não faltaram respostas nos dois últimos capítulos. Beijos, boa leitura!!




*P.O.V. Narrador*

_Maggie! _Glenn chamou-a, indo em direção à torre de vigia. –

_Hey,eu já ia te procurar. _Maggie respondeu, dando um selinho no coreano. _

_Beth estava te procurando hoje de manhã , ela queria saber você está se sentindo bem, se está tudo bem com o bebê e tudo. _

_É, ela já me encontrou. Ela realmente quer um sobrinho, eu sempre achei muito fofo ela dizer que sempre quis ser mãe. _

_Todos percebemos, Beth têm se empenhado bastante para que você fique bem. Até se ofereceu para ir com Rick e Carl procurar suprimentos especiais para você.

Maggie sorriu, se sentia realmente contente pelo fato de todos estarem ajudando-a com a gravidez, principalmente Beth e Glenn.

_Acho melhor descermos, T-dog disse que o almoço está quase pronto, Rick voltou com as vitaminas que você precisa tomar, e você com certeza precisa se alimentar melhor agora. _Glenn estava preocupado com a esposa, ele sempre procurou cuidar bem de Maggie, mas agora não era apenas Maggie. Ela estava grávida de seu filho. _

***

Assim que Maggie e Glenn entraram no Bloco C, Beth veio correndo.

_Ei, como você está?_Beth perguntou gentilmente abraçando a irmã e cumprimentando Glenn._

_Estou ótima. E quanto a você? Digo, você têm passado tanto tempo se preocupando comigo que...

_Estou bem. _Sorriu._Venha, você tem que comer algo._

Beth guiou a irmã mais velha até a mesa em que ela e Carl estavam comendo, Carl sorriu para o casal, e ofereceu para que Maggie ficasse com seu almoço. Ela riu, mas recusou.

_Vocês já tem alguma ideia de nome? _Rick perguntou entrando no bloco. _

_Não. _Respondeu Glenn._

_Acho que eu tenho. –Respondeu Beth. –

_Você tem?

_Claro, Maggie. Papai ficaria tão feliz se estivesse aqui, ele sempre quis ter um neto. –Beth tinha lágrimas nos brilhantes olhos azuis. O que fez Maggie chorar também. –

_Você pensou mesmo em um nome Bethy? –Maggie perguntou à irmã enquanto secava as lágrimas. –

_Sim, tenho quase certeza de que será uma menina, então eu pensei em Emma. Mas se for menino, achei melhor o Glenn pensar em ago.

Glenn a encarou com um semblante confuso em seu rosto, mas logo em seguida sorriu para as duas.

_Na verdade, não tenho certeza se já pensei em algo. Digo...

_Não precisa pensar em nenhum nome agora. Ainda temos alguns meses para nos preocuparmos com isso. –Maggie respondeu. –

Maggie parou de falar no momento em que viu Rick saindo;

_Rick! Aonde vai?

_Atlanta! –No momento em que Rick respondeu, Maggie, Glenn e Beth pareceram congelar. –

_Como assim Atlanta?! –Carl questionou o pai com um tom de voz agressivo e talvez magoado. –

_Carl...

_Não! Você não vai sozinho! É suicídio. –Carl já estava ao lado de seu pai tentando não perder o controle sob si mesmo. –

_Rick, Carl está certo. É suicídio, você se lembra. Já foi difícil o suficiente sair de lá, agora quer voltar?! Se isso tiver algo a ver com Daryl e a Alice, não devia se preocupar, eles sabem se cuidar. Foram atrás do Merle, ou seja, é assunto de família. Voltarão quando resolverem tudo, e além do mais Atlanta é um cidade grande, não sabe onde eles estão. –Glenn tentou convencê-lo. –

_E nós precisamos de você aqui. –Beth completou, encarando Rick e acenando discretamente para a irmã. –

_Tudo bem, eu desisto. Além disso, eles não devem mesmo demorar muito. Já faz alguns dias que eles estão fora. Mas acho que não iriam cometer nada grave.

***

Rick pensou bem no que disse a todo mundo mais cedo no bloco de celas, ele estava completamente confuso e indeciso. Não tinha nenhum certeza sobre sua própria afirmação.

Não que ele não confiasse em Daryl e Alice, a questão é que ele não fazia a menor ideia do que poderia estar acontecendo em Atlanta, e isso, sem dúvidas o preocupava. Eles eram parte da família agora, e ele queria poder fazer algo a respeito, saber se estavam bem. Mas naquele momento as palavras simplesmente saíram de sua boca, simplesmente achou que o melhor a fazer naquela hora era tranquilizar o resto do grupo.

Mas a verdade é que ele não havia tranquilizado a si próprio.

***

O barulho das motocicletas logo acordou Rick, que havia passado a noite na torre de vigia esperando ter algum problema. O mesmo se levantou imediatamente olhando pela janela da torre e descendo rapidamente as escadas.

Chegou até o portão e correu para abrí-lo, sorriu ao ver que não tinha mais motivos para se preocupar tanto. Estavam de volta.

_Meu Deus, onde vocês dois se meteram?! O que houve lá? –Rick questionava quase sem respirar. –

_Nós tivemos alguns problemas. Mas estamos bem. –Daryl respondeu. –

_E quanto ao seu irmão?

_Ele não quis voltar conosco, mas vai voltar para cá logo. –Alice se arrependeu de ter dito isso quando pensou direito. –

_O que aconteceu?

_É uma longa história Rick, mas se Merle puder voltar, ele com certeza voltará. –Daryl explicou melhor. –

Enquanto caminhavam para a prisão, Alice parou instantaneamente e Daryl se virou para ela.

_Ally? O que houve?

_Maggie, como ela está? –Alice perguntou apressada se dirigindo à Rick. O que o fez sorrir. –

_Ela está ótima. Acho que ela estava mais preocupada com você do que você com ela.

***

_Alice! –Beth veio correndo em direção à eles. E abraçando Alice logo depois. –

_Hey Beth! Está tudo bem por aqui? E sua irmã? –Perguntou ela, retribuindo o abraço. –

_Ela está bem, e também disse que sentiu sua falta. Na verdade todos sentimos. –Beth sorriu gentilmente. –

_Obrigada. Eu posso ajudar em algo?

_Na verdade agora, não temos muito a fazer. Maggie está dormindo e Glenn está com ela. Está tudo tão calmo por aqui ultimamente, Rick quase foi até Atlanta buscá-los.

Alice riu, encarando Daryl no mesmo momento.

_Beth, você pode trazer Carl até aqui? –Rick pediu. –

_Claro. –Logo, Beth saiu. –

_E você dois, tem que comer alguma coisa. –Disse Rick, apontando para Daryl e Alice. –

Rick se retirou seguindo Beth.

_Acho que estamos bem. –Daryl quebrou o silêncio. –

_É, acho que sim.

_Não tenho tanta certeza sobre isso, quero dizer, sobre Merle voltar. Ele faz o que ele acha que vai mantê-lo vivo, e não acho que ele tem este lugar em mente.

_Bom, tudo o que temos que fazer é esperar, mas, Daryl... ainda não conversamos sobre o que aconteceu em Atlanta, e não me refiro a nós dois. Me refiro ao Will.

_Nada aconteceu. Merle e eu só fizemos o que já deveríamos ter feito a muito tempo.

_Tem certeza de que está bem?

Dary acenou confirmando um sim, mas Alice ainda estava preocupada. Não poderia ser assim, será mesmo que o que aconteceu em Atlanta foi só o fim de um capítulo em aberto em suas vidas? Ou realmente o final da história?



Notas finais do capítulo

Então? O que acharam?? Quero saber sua opinião. Espero que tenham gostado, até o penúltimo capítulo!!! Beijinhos!!



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Sobrevivendo ao inferno" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.