Secrets of wolves escrita por Dark Phoenix


Capítulo 6
The monster


Notas iniciais do capítulo

heey amores, tenho novidades, sim eu ganhei a gincana, simplificando eu vou ter mais tempo pra escrever. Pessoalmente eu amo o cap q vem a seguir, o proximo já esta sendo escrito então eu vou postar logo logo, espero q gostem



I'm friends with a monster that's under my bed

Emma POVs:

Eu estava me encaminhando ao refeitório. Eu vi Allison desligando o telefone, ela parecia meio chateada.

–Aconteceu alguma coisa? – eu perguntei.

–Não, só que o meu primo esta vindo da França e eu tenho que correr pra casa agora. – ela me respondeu.

–Nossa que chato. – eu disse. – Ele te quantos anos?

–Ele tem a nossa idade e esta vindo morar aqui. – ela me respondeu.

–Algum motivo em especial? – eu perguntei.

–Ah, não. – ela disse, mas não me pareceu convincente. – Só mudança de ambiente pra ele.

–Ah okay. – eu disse.

–Eu vou indo, avisa ao Scott que eu vou estar ocupada hoje à noite, tudo bem? – ela me disse e eu afirmei. – Obrigada Ems.

Ela me deu um abraço e saiu apressada da escola. Eu me dirigi até o refeitório e encontrei Stiles e Lydia sentados na mesa. Nada de Isaac, Katie ou Scott. Por algum motivo eu não queria ficar sentada com eles dois. Quando eu resolvi me virar e sair andando ouvi alguém gritar meu nome.

–Emma! – eu me virei e encarei Lydia acenando para que eu sentasse com eles.

–Oi. – eu disse. – Nem tinha visto vocês dois.

Eu disse forçando um sorriso. Sentei ao lado de Stiles, de frente para Lydia.

–Cadê o resto do pessoal? – eu perguntei.

–Eu acho que o Scott e o Isaac estão com a Katie na enfermaria. – respondeu Lydia.

–Enfermaria? – eu perguntei. – O que houve?

–A Katie sofreu um acidente na corda da educação física e estava lá. – Lydia disse e eu arregalei os olhos.

–Como assim? Ela está bem? – eu perguntei.

–Ela está bem, o Isaac salvou a vida dela. – Lydia me respondeu.

–Como isso aconteceu? – eu perguntei.

–Parece que a corda que ela estava subindo estava velha e se partiu, mas por sorte o Isaac estava lá em baixo bem a tempo de segura-la. – respondeu Stiles.

–O braço dele está bem? A força deve ter sido enorme. – eu disse.

–Ele está perfeitamente bem. – respondeu Lydia.

Eu fiquei imaginando com isso era possível. Ele devia ao menos estar com dor no braço. Eu não consegui deixar de imaginar que o quer fosse essa loucura sobrenatural. Isaac era parte dela.

–Emma Marie Winters! – alguém gritou atrás de mim. Eu reconheci a voz, mas eu realmente não queria ter reconhecido. – Você está com sérios problemas, mocinha.

–Oi mãe. – eu disse me virando e encarando ela. – Como à senhora está?

–Sem gracinhas Emma, você vai vir comigo agora. – ela disse e eu me levantei e saí atrás dela.

Eu saí do colégio seguindo a minha mãe até o carro dela. Ela destravou o carro e olhou para mim. Eu vi pura fúria em seus olhos.

–Entre no carro. – ela disse.

–Mãe, não acha melhor nós conversarmos primeiro? – eu disse tentando acalma-la.

–Conversar? Você pensou em conversar comigo? – ela disse. – Você simplesmente fugiu atrás da Katie.

–Eu não fugi, mãe. – eu disse elevando a minha voz. – Eu vim até Beacon Hills atrás de respostas.

–Que respostas? – ela perguntou.

–As das perguntas que você nunca me responde. – eu disse. – Quem realmente é o meu pai?

–Emma, já conversamos sobre isso. – ela disse. – Seu pai era Ethan Winters, eu o conheci na faculdade.

–Mentira. – eu disse. – Não tinha nenhum Ethan Winters na faculdade.

–Por que isso agora Emma? – minha mãe perguntou.

–Porque eu estou enlouquecendo mãe. Eu faço coisas que outras pessoas não podem fazer. Eu consigo adivinhar o que vai acontecer. Eu nem sei quem é o meu pai. Minha vida é uma confusão. – eu disse. – eu achei Beacon Hills ia ajudar, mas essa cidade parece ser bem mais estranha que eu e... O que há de errado com essa cidade?

–Emma você tem razão. – ela disse. – nós precisamos de um tempo longe de New York, devemos ficar por aqui por um tempo.

[...]

Depois de uns três dias da chegada da minha mãe conseguimos arrumar uma casa e ela já arrumou um emprego. Ela estava abrindo a própria loja de roupas em Beacon Hills. Lydia inclusive foi a primeira cliente. Ela ainda não me explicou nada sobre o meu pai e tudo mais, mas eu me senti no direito de continuar investigando. Katie e eu ainda não fomos até Deaton, mas acho que pode acontecer logo. Ela me contou sobre ter beijado o Isaac, mas infelizmente eles dois não tem se falado muito depois disso. Eu estou sentada debaixo de uma arvore, estou olhando mais uma vez o colar do meu pai. Isso era frustrante olhar pra aquilo e não saber o que tudo aquilo significava.

–Oi. – eu ouvi alguém falando. Olhei para o lado e olhei direto para um par de olhos azuis. Era um garoto que eu não conhecia. Ele estava com um arco e aljava pendurado nas costas.

–Oi. – eu disse. – Quem é você? E se você espera caçar, melhor procurar outro lugar.

–Ah não, eu só ia praticar. – ele disse sorrindo tímido. – Atirar em algumas arvores.

–Legal, eu sou a Emma Winters, caso você queira saber o meu nome primeiro. – eu disse e ele olhou para baixo, tímido de novo, ele era muito fofo.

–Eu sou o Cameron Argent, mas pode me chamar de Cam. – ele disse.

–Você é o primo da Allison? – eu perguntei.

–Sim, você é amiga dela? – ele me perguntou.

–Sou. – eu respondi.

Eu e Cam ficamos conversando um pouco. Ele era realmente um amor. Mais tarde ele foi até outro lado da floresta. E eu resolvi voltar para a minha casa. Minha mãe não estava lá. Quando eu entrei Stiles estava sentado no sofá. Ele parecia mais agitado que o normal.

–Emma, ainda bem que você chegou. – ele disse.

–Stiles? Como entrou aqui? – eu disse.

–Sua mãe me deixou entrar e depois ela saiu. – ele disse. – E eu fiquei aqui te esperando.

–Tudo bem, mas por que você está aqui? – eu perguntei tentando não ser grossa.

–Eu preciso falar com você. – ele disse. – Eu preciso te perguntar algumas coisas.

–Como o quê? – eu disse.

–Eu preciso saber... – ele parou de falar e eu o encarei. – Eu quero saber quem você é?

–Não, você não quer saber isso. – eu disse. Ele tinha percebido que eu já sabia em que ponto ele queria chagar. – Você quer saber o que eu sou. A resposta é eu não sei.

Katie POVs:

Eu estava indo com Scott até casa da Emma. Eu estava morrendo de medo de cair da moto, mas por sorte o Scott estava indo numa velocidade razoável. Tinha um cara na frente da casa da Emma.

–Derek? – Scott disse. – O que está fazendo aqui?

–Eles estão aqui, Scott. – ele disse. – Os Alfas.

–O que eles querem? – Scott perguntou.

–Eles querem a Emma. – ele disse.

–O quê? – eu disse.

Corri para dentro da casa. Vi o Jeep de Stiles parado na calçada. Entrei sem bater e fui até onde ela estava com o Stiles.

–Emma. – eu disse. – Você está em perigo.

Eu olhei pela janela e do lado de fora estavam Scott, Derek e Isaac estava chegando. Logo uns caras chegaram. Eu notei que dois deles eram gêmeos e o outro me era familiar. Era o Jack.

–Stiles, precisamos escondê-la. – eu disse. – Agora.

–O que está acontecendo? – Emma perguntou.

–Eu não sei. – eu disse. – Tem uns malucos lá embaixo querendo pegar você.

–Por quê? – ela disse desesperada.

–Porque eles acham que você é uma bruxa. – Stiles disse. Emma praticamente surtou. Começou a andar de um lado para outro.

–Isso é impossível. – Emma disse.

–Stiles, ela tem razão. – eu disse.

–Emma, Katie. O que eu vou falar para vocês vai parecer loucura, mas é tudo verdade. – ele disse serio. E considerando que era o Stiles eu nunca havia o visto tão serio. Ele começou a subir as escadas da casa de Emma e eu e ela o seguimos enquanto ele falava. – Emma é possível que você seja uma bruxa, porque...

–Stiles. Fala logo. – eu disse quase explodindo.

–Porque todos nós fazemos parte dessa maluquice. O Scott, o Isaac e o Derek são lobisomens.

–Quem é Derek? – perguntou Emma como se isso fosse à coisa mais importante pra perguntar agora.

–Isso não importa agora. – eu cuspi essas palavras.

–Bom, ao que parece seu amigo Jack também é um deles. – Stiles disse. – Ele é um Alfa.

–Um lobisomem líder de matilha? – eu perguntei.

–Por ai, mas a matilha que ele pertence é composta só de alfas. – eu fiquei confusa, mas eu não tinha tempo pra que ele me explicasse.

–Todos aqui são alguma coisa. – Stiles disse. – Scott e Isaac são lobisomens, Lydia é uma banshee, Allison e a família dela são caçadores e...

–O Cameron é um caçador? – Emma perguntou.

–Quem é Cameron? – eu e Stiles perguntamos ao mesmo tempo.

–O primo da Allison. – ela respondeu.

–Deve ser. – respondeu Stiles.

–E você? O que você é? – Emma perguntou. Entramos no sótão da casa dela e ela trancou a porta.

–Eu sou o Stiles. – ele respondeu fazendo gracinha.

–Stiles! – Emma disse irritada.

–Eu não sou nada. – ele disse. – Eu sou apenas Stiles. Apenas humano.

–Tudo bem, ao menos um humano. – eu disse.

Eu corri para a janela e Scott, Isaac e Derek estava lutando contra Jack e os gêmeos. Ele entraram dentro da casa. Eu entrei em pânico e olhei para Emma.

–Por que os lobisomens querem a Emma? – eu perguntei.

–Eu não sei, só sei que não podemos deixa-los fazer isso. – ele respondeu. – Boa coisa não é.

–Então o que vamos fazer? – eu disse olhando para os dois. – Eles entraram na casa.

–Temos que sair daqui. – Emma disse. Ela foi até a janela e olhou para baixo. – Temos que pular.

Ouvimos os barulhos da luta lá embaixo. Um dos gêmeos derrubou a porta e eu vi Emma entrar em pânico. As janelas do sótão quebraram.

–Temos que pular, agora! – disse Stiles.

Eu e Emma fomos primeiro. O local era um alto, mas nos apoiamos na arvore do quintal dela e conseguimos. Stiles veio logo depois. Eles estavam vindo atrás de nós, mas corremos rápido. Eu olhei para trás por um segundo e vi os olhos deles. Alguns eram amarelos e outros vermelhos, mas eu me lembro que os olhos da criatura que matou o meu pai eram alaranjados. Minha distração foi o bastante para um deles tentar me pegar.

–Katie! – Emma gritou e eu vi fogo se formar e formar um circulo onde eu estava. O lobisomem perto de mim se afastou.

–Emma! – eu disse. Ela olhou para mim e o fogo parou. Corri para perto de Emma.

Duas flechas vieram e acertaram Jack e um dos gêmeos. Depois mais duas acertando o outro gêmeo e Jack novamente. As flechas acertaram seus braços. No tempo que eles tentaram tirar Isaac, Scott e Derek atacaram e então Allison correu e os acertou com um tipo de bastão com eletricidade. Um garoto da nossa idade a seguiu e os amarrou com correntes. Minhas pernas doíam de tanto correr e eu estava sem forças. Caí no chão e eu vi Isaac correr do outro lado e me segurar.

–Katie! – eu ouvi Scott gritar, depois tudo ficou escuro.

[...]

Eu acordei deitada em uma sala branca. Pelo cheiro detectei que eu estava no hospital. Olhei para frente e Emma sorriu ao me ver abrindo os olhos. Scott estava com ela.

–Há quanto tempo eu estou dormindo? – eu perguntei.

–Dois dias, minha mãe te deu uns sedativos e te deixou de repouso durante esse tempo. – Scott disse. – Ela disse que você torceu o tornozelo quando pulou do sótão da Emma, mas a adrenalina do momento fez você não sentir. Quando tudo acabou a adrenalina se foi e a dor e o cansaço chegaram.

–Então tudo foi real? – eu disse. Eu achava que aquela loucura tinha sido apenas um sonho.

–Sim. – disse Emma. – Scott melhor você chamar o Isaac.

–Tudo bem, eu já volto. – ele disse e saiu.

–Isaac? – eu perguntei.

–Ele ficou aqui o tempo todo. Ele saiu há alguns minutos para comer alguma coisa e usar o banheiro. – Emma disse. – Ele realmente gosta muito de você.

–Ele mentiu pra mim. – eu disse.

–Eu sei, eu ainda estou uma fera com o Stiles por não ter me contado o que sabia sobre a minha família. – ela respondeu. – Mas devia falar com o Isaac, ele realmente se importa com você.

Logo depois Isaac chegou com Scott. Emma disse que ia pra lanchonete e convenceu Scott a ir com ela comer algo. Eu e Isaac ficamos sozinhos. Ele estava calado me encarando.

–Isaac. – eu comecei. – Você mentiu pra mim.

–Eu só omiti. – ele disse.

–Mentir e omitir, pra mim é a mesma coisa. – eu disse.

–Eu sinto muito, eu só queria te deixar fora de tudo isso. – ele disse triste. – Eu queria que você ficasse longe disso tudo.

–Por quê? O que eu iria ganhar ficando no escuro? – eu perguntei.

–Você ficaria segura, pelo menos eu achava que ficaria. – ele me respondeu.

–Por que você se importa? – eu perguntei. – Por quê?

–Porque eu gosto de você Katie e não queria que você ficasse mau. – ele disse e eu estranhei. Isaac gostava de mim. – Eu nunca me perdoaria se algo pior tivesse acontecido com você. É tão difícil assim notar o que eu sinto por você? Eu beijei você.

–É difícil pra eu notar, porque eu gosto de você também. – eu disse. – Mas eu não consigo confiar em você. Você mentiu pra mim.

–Eu sei, mas eu não vou desistir de você. – ele disse.

Eu não conseguia aguentar, ele parecia estar quase chorando, mas ele aguentou firme. Quando Emma e Scott chegaram ele saiu sem dizer nada.



Notas finais do capítulo

Então o que acharam, amaram, odiaram? Querem me abraçar ou me matar? Comentem, pfvr
xoxo I love vocês
Cameron Argent: http://media.tumblr.com/426f6b05ccacaa08eae0aaec232c9c45/tumblr_inline_mn4w43k3fX1qz4rgp.gif