You Have Me escrita por Rosé


Capítulo 13
Eu te amo.


Notas iniciais do capítulo

Olá pessoal. Olha quem voltou!!!
Queria dar as boas vindas a novos leitores, agradecer do fundo do coração pelos comentários maravilhosos do capítulo passado, também gostaria de agradecer por todos que estão acompanhando e favoritando. E se você ainda não comentou, tire uns segundos para deixar sua opinião que será muito bem vinda.
Sem mais delongas, vamos ao capítulo... Boa leitura.



“Sakura” depois de horas de silêncio, Sasuke a chama. Eles estavam na varanda da casa dele. Oficialmente, em pouco menos de 20 horas, também seria a casa da Sakura.

Faltavam pouca horas para o amanhecer e nenhum dos dois conseguia pegar no sono de jeito nenhum

Sakura estava ansiosa demais. Sasuke também, mas seus pesadelos constantes estavam sempre presentes, e isso dificultava seu sono

Então os dois decidiram ir olhar as estrelas. Isso há pelo menos 3 horas atrás.

Durante esse tempo, os dois mergulharam em seus próprios pensamentos

Ninguém tinha se pronunciado, pelo menos até aquele momento.

“A Ino vai me matar” Sakura sussurrou mais para si, do que para Sasuke “Ela me disse para ter uma boa noite de sono, e olha eu aqui. Acordada como uma coruja.” Sakura suspirou de frustração. Ela estava com a cabeça encostada no ombro de Sasuke, e suas mãos estavam entrelaçadas. Ela nunca lhe disse, mas amava o jeito que ele segurava sua mão.

“Não se preocupe. Eu me casaria com você mesmo com a cara toda inchada de sono” Sasuke brincou. Era realmente raro ele fazer alguma piada. Ele provavelmente estava tão nervoso quanto ela.

“Eu sei.” Sakura falou.

Sasuke estava olhando para o horizonte, aonde os céu escuro desaparecia, e dava seu lugar para o azul mais claro.

O sono finalmente estava chegando para Sakura, suas pálpebras começavam a pesar.

Porém antes de apagar, ela sentiu a mão de Sasuke apertando a sua. E isso a fez despertar um pouco e inclinar a cabeça para o lado para poder observar ele.

Sasuke estava com os olhos fixos no horizonte, mas seu maxilar estava travado. Era como se ele estivesse reunindo coragem para dizer alguma coisa.

“Sasuke, oque...” Sakura ia perguntar o que ele estava pensando, o por quê de seu maxilar esta travado e sua mão direita está apertando a mão esquerda dela.

Então, interrompendo ela, ele se pronunciou

“Eu amo você.” Sasuke sussurrou tão baixo que, se a Sakura não estivesse tão perto, não teria escutado.

Ela demorou um minuto para conseguir perceber o real significado daquelas palavras. Sasuke continuava a olhar para frente.

Não importa o quanto ele negou, no fundo, ele sabia que era Sakura, ela que tinha sido uma presença constante em sua vida desde o início de tudo. Eles foram amarrados juntos de uma maneira que não podia controlar ou explicar, mesmo ele fazendo tentativas intermináveis ​​de cortar seus laços, por razões que na época, não conseguia nem definir.

Seria mais seguro, ele pensava, se eles estivessem separados. Mas em algum lugar ao longo do caminho, Sasuke aceitou aprender e aceitar que suas tentativas de cortar laços sempre seria inútil.

Mesmo quando Sakura sangrava, ela era forte, e mesmo que ele estivesse com medo de machucá-la, ele estaria com mais medo de não ter a sua luz para guiá-la.

Ele demorou anos para perceber que a amava, e demorou ainda mais para admitir isso para ele e para ela mesmo.

Ele nem deve ter percebido o sorriso que se formou nos lábios de sua noiva.

Lagrimas silenciosas caiam de seus olhos agora. Sakura estava tão feliz que demorou mais de 5 minutos para conseguir responde-lo.

“Eu amo você também... Ai meu Deus, eu te amo tanto.” Sakura se jogou nos braços dele, e ele a segurou com força. Apertou ela entre seus braços e beijou sua testa.

Sakura estava tão feliz e Sasuke finalmente, estava com o coração mais leve.



Notas finais do capítulo

Deixem os comentários de vocês me falando o que acharam porque estou bem curiosa.
Mil beijos.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "You Have Me" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.