K.O.F escrita por Sensei Oji Mestre Nyah Fanfic


Capítulo 14
PRELIMINARES - JAPÃO X EUA - O Grande Guerreiro Kusanagi Parte 1


Notas iniciais do capítulo

Mais um capítulo nesta madrugada de terça-feira. Boa leitura :)



18:30

Todos os competidores, exceto Chin, Iori e Leona, retornaram ao ginásio de treinamento. Os tutores finalizaram seus trabalhos. Agora eles esperavam a chegada do capitão. Um painel parecido com um quadro negro foi deixado bem no meio do local. Collin finalmente havia chegado.

– Ora, ora meus caros competidores vejo que o treino foi duro para todos. Obviamente todos que estão aqui não são qualquer um, cada um de vocês é especialista nos seus respectivos países e nas habilidades que se destacam. Agora vamos parar de enrolação que agora eu preciso explicar algumas coisas. Preparados?

Collin foi até o quadro no meio do ginásio e retirou o pano branco que o cobria. Os olhos de Kyo ficaram atentos ao que estava escrito. Era uma tabela dos dias e horários das lutas.

– O sistema das lutas será da seguinte maneira: horários diferentes em locais diferentes. Todas as lutas estarão dentro de quatro horários nas preliminares, dois horários na semifinal e um horário na final. Amanhã, segunda, os horários serão às nove da manhã, meio dia, três da tarde e seis da tarde. Quarta-feira será ao meio dia e seis horas e na sexta a final será às seis.

– Por favor e as terças e quintas? - perguntou Mai.

– Serão dias de folga e treinamento facultativo. Por isso os tutores continuarão aqui. O time que for eliminado vai embora. Olhem pra este gráfico, está na ordem determinada pelo nosso anfitrião que já está na cidade.

Kyo olhou para a tabela.

PRELIMINARES

SEGUNDA-FEIRA - 9:00 (RINGUE DO GINÁSIO)

TIME DO JAPÃO X TIME DOS EUA

SEGUNDA-FEIRA - 12:00 (PRAIA)

TIME DO MÉXICO X TIME DA CHINA

SEGUNDA-FEIRA - 15:00 (PRAÇA DE KAIDO)

TIME DA CORÉIA X TIME DO BRASIL

SEGUNDA-FEIRA - 18:00 (HOTEL)

TIME DA INGLATERRA X TIME DA ITÁLIA

///

SEMIFINAL

QUARTA-FEIRA - 12:00 (TEMPLO BUDISTA)

TIME VENCEDOR DA SEGUNDA - 9:00 X TIME VENCEDOR DA SEGUNDA - 12:00

QUARTA-FEIRA - 18:00 (PORTO)

TIME VENCEDOR DA SEGUNDA - 15:00 X TIME VENCEDOR DA SEGUNDA - 18:00

///

FINAL PARCIAL

SEXTA-FEIRA - 18:00 (PALÁCIO DO ANFITRIÃO)

TIME VENCEDOR DA QUARTA - 12:00 X TIME VENCEDOR DA QUARTA - 18:00

///

FINAL

SEXTA-FEIRA - 21:00 (A BORDO DO PORTA-AVIÕES BLACK NOAH)

TIME VENCEDOR DO TORNEIO X O ANFITRIÃO.

– Como podem ver haverão dois finais. O parcial e o conclusivo. A final mesmo será com o nosso anfitrião atual campeão mundial e o homem a ser batido pelos maiores competidores do mundo. O sistema de lutas será simples, apesar de ser diferente. Os competidores que se enfrentarem lutarão de um por um e não de três. Exemplo: o time A e B vão se enfrentar. O competidor A1 é o primeiro da equipe A a lutar contra o primeiro da equipe B, ou seja, o B1. Se o A1 for derrotado pelo B1 então a equipe A terá que automaticamente colocar o A2 para competir com o B1. Entenderam? O vencedor da equipe B ainda vai continuar na luta aguardando o próximo lutador da equipe rival. Isto quer dizer que todos os três membros de cada equipe serão indispensáveis neste torneio. A ordem de cada lutador é decisão da equipe. Bom espero que eu tenha esclarecido muitas coisas, amanhã vocês terão que acordar muito cedo. Por volta das sete horas o anfitrião dará as boas vindas e ele mesmo irá acompanhar cada luta. No mais muito obrigado a todos vocês e boa sorte. Que comece o nonagésimo quarto torneio The King of Fighters. Boa noite.

Collin se retirou e pediu que todos saíssem do ginásio. Eles se recolheram aos seus quartos, alguns ficaram no lado de fora. Já o Kyo não parava quieto, ansioso para a sua primeira luta. Quem ele pegará? Antes mesmo de entrar para o quarto se ofereceu para ser o primeiro, portanto a ansiedade.

– Amanhã será um longo dia - resolveu tomar um banho para, de alguma forma, ficar mais aliviado.

...

– Vamos lá Shizuka, vamos logo! - dizia Saisyu para a sua esposa que se arrumava. Como de costume ela era bem lenta.

– Espere amor, por favor. Estou terminando.

O patriarca da família aguardava sua esposa na sala da casa junto com Yuki, namorada do seu filho. Finalmente ela terminou e logo pegaram as bagagens, já que iriam passar pelo menos um dia por lá, mas o próprio Saisyu sabe que seu filho não iria perder pelo menos não no começo, por isso levou roupas e tudo o que precisam para uma semana.

Eles praticamente madrugaram para acordar cedo. Depois que receberam uma ligação do Kyo sobre o horário da luta eles se apressaram. Cinco horas da manhã já estavam de pé.

– O senhor sabe onde fica Kaido não é?

– Jovem Yuki eu conheço este Japão na palma da minha mão - disse enquanto dirigia.

...

Benimaru dormia tranquilamente quando um travesseiro foi na direção do seu rosto. O loiro deu um pulo da cama com a cara de poucos amigos.

– Humpf... droga Kyo deixa eu dormir... mais um pouquinho.

– Não, não, não. Beni sabe que horas são? Seis e meia da manhã e o anfitrião quer que a gente vá até ele no topo da colina. Vai, tá atrasado.

– Seis e meia da manhã não é mole. Meu sono de beleza foi por água abaixo. Cadê o Daimon?

– Acordou primeiro do que eu. Vambora!

– Arre! Tudo bem.

Minutos depois todos os competidores se reuniram na frente do hotel. Quem recepcionou foi Mature. Eles aguardaram a chegada de alguns veículos. Eram pretos e bem luxuosos, oito, um pra cada time. Os únicos que não iriam participar são Iori e Leona.

O comboio com as oito limusines subiram a estrada e foram direto à colina. Eles tiveram que passar no meio da avenida em que ocorreu a confusão no sábado. Para a surpresa de quem esteve envolvido, tudo estava na mais perfeita ordem e a caixa d'água intacta. Passaram pela pracinha e entraram cada vez mais na cidade. Agora já estavam se distanciando e indo na direção da mansão.

– Quem será o nosso anfitrião? Alguém tem uma ideia? - perguntou Nikaido.

– Seja quem for deve ser alguém muito poderoso - respondeu Goro. Kyo mantinha-se calado.

Os carros pararam em frente ao muro da mansão. Os portões foram abertos revelando uma visão maravilhosa por dentro da propriedade. Estacionaram um atrás do outro. Os participantes saíram.

– Venham, por aqui.

Mature os levou para perto de um lago artificial. Kyo percebia que existiam seguranças armados em tudo o que era lugar. Chegaram no lago, perceberam que havia um telão de LED instalado. Ninguém entendeu até que o rosto de uma pessoa apareceu, mas ainda sim obscurecido pela escuridão. Talvez a gravação foi feita numa sala bem escura.

– Bem vindos competidores ao Rei dos Lutadores. Espero que apreciem esta semana de lutas. Eu sou o anfitrião oficial de vocês. Meu nome é Rugal Bernstein o homem mais poderoso do planeta atualmente. Detenho vários recordes e medalhas, além de ser o chefe geral do mercado negro de armas. Bilionário até o pescoço e muito influente. O propósito de vocês aqui foi por pura conveniência minha, eu estava cansado de ficar parado. Preciso que me provem uma coisa: serem mais fortes do que eu. Se assim for eu darei o cinturão de campeão fabricado exclusivamente para este evento...

A gravação termina. No mesmo instante Rugal sai de trás do telão com o cinturão. O homem vestia um terno branco listrado com uma camisa preta por baixo. Era muito alto.

– Este cinturão tem um valor sem precedentes. Hoje ele vale uns dez milhões de dólares. Cravejado de pedras preciosas. No centro tem este rubi de cerca de cem quilates. Será que vão me destronar e conseguir ser o novo rei dos lutadores? Enfim eu quero que vejam que não estou de brincadeira.

Cinco lutadores armados até os dentes se aproximaram. Os competidores se afastaram um pouco. Rugal foi atacado pelos cinco ao mesmo tempo. O que manejava a espada avançou pra cima dele, o anfitrião segurou a arma entre os dedos e a quebrou depois deu um chute fazendo o oponente cair desmaiado. O que manejava um porrete também foi ao ataque, mas o alemão usou uma técnica de ilusão que fazia com que ele se duplicasse por alguns segundos. Rugal apareceu por trás e deu um golpe na nuca do outro.

– Jiu-Jitsu, Tigre, Muay Thai, Karate, Krav Magá... muitas técnicas e artes de lutas que aprendi nesses meus quarenta e cinco anos de vida.

Ele usou uma rapidez sobrenatural para finalizar os três adversários restantes. Kyo engoliu em seco, aliás, todos que ali estavam nervosos.

– Como podem ver eu os demonstrei a minha força. Não usei nem um décimo dela. Só espero que aquele quem eu pegar faça uma luta digna. Agora podem sair daqui.

...

Faltava pouco para a luta de Kyo começar. Ele vestiu sua emblemática jaqueta branca com detalhes pretos, camisa preta por baixo, calça jeans, seu par de luvas pretas que deixava seus dedos de fora. Olhou-se no espelho pela última vez, era o momento.

As pessoas já começavam a se aglomerar no ginásio. As lutas serão abertas ao público.

Enquanto isso Benimaru vestiu apenas uma calça jeans e uma camiseta preta. Deixou os cabelos soltos, afinal seria o último da equipe a lutar. Goro, seu quimono de sempre. Eles foram até o ginásio.

– Kyo!

– Yuki?

A garota correu e quase pula nos braços do namorado.

– Seus pais me trouxeram até aqui. Nossa você tá lindo mesmo. Vai lutar?

– Vou sim.

– Olha só meu filhinho. Vai lutar e honrar a nossa família - disse Shizuka dando um beijo no rosto do filho.

– Mãe, por favor, estamos num lugar público. E eu pouco me importo com essa história de clã e herança familiar. Eu só estou aqui para provar meu poder.

– Provar seu poder a quem? - disse Saisyu chegando - Por mais que negue você vai sim honrar o nome dos Kusanagi. Conversamos muito sobre isso. Entretanto não é isso o que importa certo? Olhe eu estarei lá, nós estaremos e torceremos por uma vitória sua. Confie em si mesmo filho.

– Valeu pai.

...

As pessoas ficaram em volta do ringue. Saisyu havia percebido a presença de Rugal que eatava sentado no camarote logo acima.

Um letreiro mostrava os nomes dos times, dos participantes e o horário que as lutas começariam.

KUSANAGI KYO X GLAUBER LUCKY

DAIMON GORO. BATTLER BRIAN

NIKAIDO BENIMARU. D! HEAVY

– Senhoras e senhores bom dia. O torneio The King of Fighters irá começar. Antes de mais nada quero apresentar os dois participantes iniciais. Kyo Kusanagi do time japonês e Lucky Glauber do time americano.

O juiz apresentou os nomes dos dois primeiros. Kyo subiu no ringue e aguardou Glauber. Este era moreno, bem alto, forte, vestia um blusão com detalhes roxo e branco, típico de jogadores de basquete, além do calção da mesma cor. O moreno ainda usava um boné também roxo virado pra trás. Ele tinha uma bola de basquete em suas mãos.

– Perde quem sair do ringue. E a única regra que há é que não há regras. Vale tudo fui claro?

– Muito claro senhor juiz - disse Lucky.

Uma mulher com uma placa eletrônica ficou no meio do ringue. Contaram-se 5 segundos.

5... 4... 3... 2... 1... GO!

Continua...



Notas finais do capítulo

Me esqueci de dizer que capítulo foi o último que aparece South Town. Agora todas as cenas são majoritariamente no Japão. Senhor Igniz não aparece mais. E neste capítulo dividi ele em dois, no próximo a luta na íntegra sem cortes nenhum. Boa noite



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "K.O.F" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.