Mini cupido escrita por Malu


Capítulo 19
Recomeço


Notas iniciais do capítulo

Depois de tanto tempo, chagamos ao fim da fic. Sim, fim. Não posso mais continuar com a fic, pois estou sem tempo algum. Uma vez ou outra pretendo postar one-sho, mas não irei mais fazer fics de CSI NY.



P.O.V Charlote
Já faz uma semana que a Emma esta tentando me tirar do Don. Sim, Emma. Eu nunca chamei ela tia, porque ela nunca agiu assim. Mas, pra ser sincera, ela só está tentando me ter por causa da minha herança.
Hoje, estou realmente feliz, porque a Andie vai dizer a Emma que ela não teria direito a minha herança, mas sim a minha avó.
Quando Donald e Andie chegarem, vou saber o que aconteceu. Por enquanto, só estou com meus primos, a Stella, e o Jonathan.
DF- Charlote! -Exclamou Don.
CF- Don! E então? -Pergunto ansiosa.
VF- Digam logo.
DF- O que é que vocês acham? Ele desistiu.
AS- Ele desistiu quando dizemos que ela não teria dinheiro algum.
CF- Que ótimo.
Nós abraçamos o Don e o Jonh saiu logo em seguida.

P.O.V Jonathan
Desde que acabei com a Jo, Jamie e eu viramos bons amigos. Quando o Don chegou dizendo que a Charlote iria ficar com ele fui direto para o apartamento da Jamie avisá-la. Quando ela abriu a porta, estava com a roupa do trabalho, ainda.
JL- Oi. -Falou ela abrindo a porta.
JF- Oi, Jamie. -Disse eu.
JL- Entra, Jonathan. Boa noite! -Ela disse, me dando espaço para entrar. Entrei.
JF- Boa noite! -Respondi.
JL- Tenho certeza que o resultado da audiência deve ter sido bom.
JF- Tem razão.
JL- Você quer algo para beber? -Ela perguntou indo até a cozinha.
JF- Uma água. -Respondi
JL- Aqui. -Entregou-me o copo. -Eu vou tomar um banho. Já volto.
JF- Tudo bem.
A Jamie foi até o banheiro e tomou um nada demorado banho. Ela voltou com os cabelos molhados e com uma roupa bem simples: short, blusa.
Ela tinha sido uma boa amiga desde que me separei da Jo. Ela era bonita, inteligente, forte... Eu gosto muito dela. Acho-a bonita, sensual. Sempre que a vejo, tenho vontade de abraça-la e beija-la. Tenho vontade de tê-la para mim. Sinto algo que nunca senti pela Jo e nem por ninguém. Isso significa que eu... Eu amo? Será? Sim, é isso. Eu amo ela. Eu amo a Jamie como ninguém. Eu tinha que me declarar, de conta-la sobre o que eu sentia. Resolvi contar para ela agora mesmo.
Ela adentrou na sala e iria falar algo quando eu a interrompo falando:
JF: Jamie, é o seguinte: Eu... Eu te amo. Eu te amo muito, muito.
JL- John... Eu... -Não a deixei falar. A beijei ogo em seguida. Ela retribuiu o beijo.
Nos separamos por falta de ar. Naquele momento, não estávamos pensando nada a não ser na necessidade que um tinha do outro. Ela me beijou. Entre beijos, ela me guiou até seu quarto. A joguei na cama e tirei minha camisa rapidamente. Ela retirou a dela também no mesmo momento. Eu fui distribuindo beijos pelo estomago dela e subindo até os seus lábios. A beijei ferozmente. Naquela noite, ela se entregou completamente a mim..

P.O.V Narrador.
Durante a noite de Jamie e Jonathan, também havia outro casal a sós naquela noite.
No laboratório de criminalística de Nova York, tinha apenas Jo e Mac. Don teria ligado pra
Jo para avisa-la sobre a audiência de sua prima. Ela, sem saber o porquê, foi até a sala de Mac falar sobre Charlote. Ele estava sozinho.
JD- Mac! -Ela o chamou, despertando-o de seus pensamentos. -O Flack me ligou para falar da audiência de Charlote.
MT- E então? -Perguntou ele, a encarando.
JD- Eles ganharam quando ela soube que não ganharia. -Respondeu.
MT- Que bom pro Flack. -Disse ele, ainda encarando ela. Ela percebendo isso, perguntou:
JD- O que foi?
MT- O quê?
JD- Você fica aí, me encarando.
MT- Eu estou te encarando porque você bonita. -Ela ficou... corada?
JD- O que você... -Antes de completar a frase, Mac a beijou apaixonadamente. Ele retribuiu.
MT- Eu te amo, Jo. Eu fui burro por muito tempo por não ter percebido antes, mas quando você começou a namorar o Jonathan eu pirei. -Ela sorriu.
JD- Eu também te amo, Mac. Mas e a Chritine?
MT- Amanhã eu termino com ela. -Respondeu ele sem perceber o aproximar de outra pessoa até ela dizer:
CW- Eu acho que não dá. -Anunciou Christine chamando a atenção deles.
MT- Christine...
CW- Você não vai me esquecer, pode ter certeza. -Disse ela antes de sair.
JD- Você não falar com ela?
MT- Amanhã eu falo com ela. -Ela a beijou.

No outro dia, Jo e Mac reuniram todos na sala de reuniões e contaram sobre os dois. Jamie e John, que estavam lá também, contaram também sobre o relacionamento dos dois. Para comemorar, como sempre, foram para a casa de Donald. Lá, todos estavam rindo bebendo e comemorando. De repente, Don para tudo diz que irá, também,a anunciar algo.
DF- Stella... Eu te amo. E você gostaria de se casar comigo? Hein? -Perguntou.
SB- Claro que sim.
Eles convidaram como padrinhos: Jamie e Jonathan, Jo e Mac, Andie e Adam, e Danni e Lindsay.
Marcaram para seis meses depois. O dia chegou. Todos estavam felizes. O vestido de Stella era de
branco, o véu cobria o rosto e ia até a cintura. Naquele dia, Stella e Donald deram seus sins. E Stella virou, por juízo, mãe de Charlote.

Fim... Ou melhor, recomeço.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Mini cupido" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.