Mini cupido escrita por Malu


Capítulo 16
Separação.


Notas iniciais do capítulo

Desculpem-me pela demora! Eu tive alguns problemas de saúde essa semana. Então, demorou e o capitulo não é tão grande.



Todos haviam voltado para a casa de Donald, incluindo Charlote. Contaram o que havia acontecido para todos que estavam na casa do detetive: Sam, Thomas, Violet, Jo, Tyler e Ellie.

Ao saber quem era a “tal Cecile”, Jo ficou meio surpresa e desapontada por Jonathan não tê-la contado nada sobre o fato. Ela entendia que era confidencial e importante, mas ficou triste do mesmo jeito. Jonathan levou Jo e os seus filhos para casa. Depois de um tempo, Jo e Jonathan foram caminhar sozinhos. Eles pararam em um banco numa praça qualquer.

JF- Jo... –Disse Jonathan.

JD- Por que não me disse nada? –Pergunta Jo.

JF- Hã?

JD- Por que não me disse nada sobre quem era a tal Cecile? Sabia que me deixou preocupada varias vezes?

JF- Preocupada com quê? Hein? Com o quê, Jo?

JD- Do que está falando?

JF- Fala a verdade, Jo. Você me vê como um amigo. E só isso. Tenho certeza que não ficou com ciúmes pelo o que a Christine disse, mas surpresa.

JD- Jonathan...

JF- Eu tenho completa certeza de que se você soubesse que estava com outra iria me apoiar, pois estaria com o caminho livre para ficar com o Mac.

JD- Você nunca poderá desconfiar de mim, porque eu sempre serei fiel. Não importando o que eu sinto pelo Mac.

JF- Então, você fica por mim apenas por dó. Com medo de me ferir. Apenas dó... –Antes que terminasse de falar, Jonathan leva uma tapa de Jo que estava chorando.

JD- Idiota. –Grita ainda chorando.

JF- Me desculpa. E sou mesmo um idiota que não consegue. Eu não sou como meu primo. Não aguento namorar alguém que goste de outro. Desculpa.

P.O.V Jonathan

Ela sai. Eu fiquei lá pensando no que havia acontecido. Começou a chover e eu ainda estava lá. Eu estava chorando de arrependimento. De repente, percebo que não estava mais sentindo pingos de chuvas. Alguém me cobriu com um guarda-chuva.

JF- Detetive Lovato? –Pergunto estranhando. Ela sorri para mim.

JL- Vai acabar pegando gripe.

Depois de alguns segundos ela deixa a posição que estava e se senta ao meu lado ainda com o guarda-chuva em nós dois.

JF- Obrigado.

JL- Quer desabafar? -Ela ler pensamentos por acaso?

JF- Eu terminei com a Jo.

JL- Sério?

JF- Nós discutimos porque ela descobriu que eu escondia algumas coisas dela.

JL- Tem problema se eu souber quais coisas.

JF- Não mais.

Eu passei quase toda a noite contando a Jamie sobre o que havia acontecia e também desabafando outras coisas.

JF- Sabe de uma coisa?

JL- O quê?

JF- Eu não consegui manter uma promessa que fiz ao Don já faz um tempo.

JL- Que promessa?

JF- Que eu nunca ia magoar a Jo.

JL- Sabe de uma coisa? Pelo que você me contou, não acho que você a tenha magoado. Apenas á deixou irritada. E mesmo que vocês não voltem a namorar, vão continuar sendo amigos.

JF- Me desculpa.

JL- Por quê?

JF- Por te fazer me ouvir quase toda a noite.

JL- Não precisa se desculpar. Pra ser sincera, adorei te ouvir.

JF- Você é um anjo, Detetive Lovato. –Ela ri.

JL- Ah, e eu também não tinha nada melhor para fazer hoje a noite.

JF- Está bom, retiro o que eu disse. Você não é um anjo, só me usou porque estava entediada.

JL- Isso mesmo. –Nós rimos. –Isso é bom.

JF- Hã?

JL– Você sorriu. Estava muito cabisbaixo quando cheguei.

JF- Obrigado... Por me animar.

JL- Não há de quê.

No dia seguinte, Donalda resolveu não trabalhar e ir comigo, a Andie e a Cecile resolver o caso da adoção da Charlote. Mas a própria Charlote ficou em casa com Violet e Thomas.

P.O.V Stella

Independentemente do caso da Charlote, eu tinha que trabalhar. Por isso, fui cedo para o laboratório esperar que algum caso aparecesse.

Quando cheguei lá, vi Lindsay, Danny, Adam e Sheldon na sala de descanso. Estávamos conversando quando Mac entrou e se juntou a conversa. Jo chegou logo em seguida com uma cara estranha. Percebi que era uma cara triste, e eu já havia visto alguém com aquela cara antes, o Jonathan. Talvez fosse algo no relacionamento deles, mas eu não estava com cabeça para me meter nisso. Preferi não comentar nada sobre a Charlote.

JL- Bom dia! –Diz Jamie entrando.

TODOS- Bom dia!

DM- Algum caso, Jamie? –Pergunta Danny.

JL- Não, nenhum.

LM- Espera o Flack não veio hoje?

SB- Ele teve alguns problemas e não pôde vir hoje.

P.O.V Charlote

Mesmo com toda essa história complicada da minha adoção, fui para o colégio normalmente. Na hora do almoço, sempre fiquei com a Jen e os amigos dela - que nem eram tantos assim. Hoje quem foi me buscar não foi o Don, e sim a Violet e o Thomas no carro do Donald. Nós fomos para o Central Park e nos encontramos com a Ellie e o Tyler.

JF- Oi, priminha. –Disse Jonathan. Eu não havia percebido nem ele e nem a detive Lovato que estava com ele.

CF- Jonathan? O que você faz aqui? –Pergunto.

JF- Eu vim para vigiar o Thomas e o Tyler.

TD- Nos vigiar? Por quê? –Pergunta Tyler confuso.

JL- Porque ele e o Don têm medo que eles se concentrem tanto na Violet e na Jen que te esqueçam, Charlote. –Respondeu a Latina.

TF- Vocês não tem nenhuma fé em mim mesmo. -

TD- Em nós, você quis dizer. –Corrigiu o outro garoto.

TF- Não. Eu quis dizer em mim mesmo. Você não conta, idiota.

Com o comentário de Thomas, Tyler e o mesmo começaram com aquelas briguinhas bestas.

JL- Acho que a preocupação de vocês dois é desnecessária, Jonathan. –Diz Jamie parando a discussão.

TD/TF- Isso mesmo. –Indagaram juntos.

JL- Então... Você não precisa se preocupar em eles de distraírem com as garotas... Mas, com eles mesmos, e o amor platônico que um sente pelo outro. –Brinca ela os fazendo ficarem com a cara amarrada, e nós rimos.

TF- Sem graça... Nenhuma, Jamie.



Notas finais do capítulo

E aí? O que acharam? Quem gostava do Jonathan com a Jo, me desculpem mesmo.
Ainda não tenho data para postar o próximo, pois ainda estou meio adoentada.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Mini cupido" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.