Nosso Cupido Particular escrita por lininhaaa


Capítulo 8
Capítulo VIII




*~*~*~*~*~*~*~*

A chuva tornava-se cada vez mais forte e alguns raios já iluminavam o céu de Konoha.

 

Hiro andava pelas ruas em meio às gotas pesadas de chuva, tentando inutilmente achar o caminho de casa. Encontrava-se ensopado e o casaco, que antes lhe servia para esquentar e protegê-lo do frio , também estava  molhado.

 

As palavras de Karin afetaram o pequeno de tal forma, que ninguém imaginava como Hiro estava se sentindo.  Em meio a tantos rostos e lugares estranhos, tudo o que ele queria, era a mãe.

 

***

 

As horas se passavam como segundos para Sasuke. Naruto e ele rodaram praticamente toda a cidade a procura do menino, mas não encontraram um sinal de Hiro.

 

- Você precisa avisar a Sakura! – exclamou Naruto.

 

O moreno apertou o volante, como se quisesse arrancá-lo do lugar. A esposa provavelmente o mataria se algo acontecesse à Hiro, e ele tinha plena consciência disso.

 

Ele dirigia em meio a garoa, prestando a atenção em cada beco, em cada canto das ruas, para quem sabe, achar o filho.

 

- Ele nunca fez isso... – comentou preocupado.

 

- Não adianta ficar nervoso, Teme... Isso só piorará a situação.

 

Sasuke freou bruscamente no farol vermelho e olhou para Naruto que encontrava-se no banco do passageiro.

 

- Claro que eu não tenho que ficar nervoso... Não é o seu filho que está perdido não é, Naruto!? É melhor calar a boca, antes que eu esqueça os anos de amizade que tenho com você, e perco a pouca paciência que me resta!

 

Naruto calou-se. Nunca tinha visto Sasuke naquele estado de nervos. Agora que sabia o que era cuidar de mais uma vida, o loiro poderia entender o que o amigo queria dizer. Se acontecesse algo com o filho dele, que nem ao menos nascera, iria ficar nervoso tanto quanto Sasuke.

 

*~*~*~*~*~*~*~*

 

Já passava das dez horas da noite e nenhum sinal de Hiro e Sasuke.

 

Sakura estava em casa, esperando por eles à mais de uma hora e a falta de notícias começava a lhe angustiar.

 

- Só pode ter acontecido alguma coisa... – murmurou para si mesma.

 

*~*~*~*~*~*~*~*

 

Por sorte a chuva já tinha diminuído significativamente, facilitando a visão de Sasuke e Naruto.

 

Ambos estavam concentrados em meio aos becos de um bairro simples de Konoha, quando a música do aparelho celular de Sasuke começa a tocar. Os amigos se entreolharam e já sabiam quem estaria ligando.

 

O moreno fez um sinal para que Naruto atendesse. Sabia que estava sendo covarde, mas não tinha como falar com Sakura pelo telefone, ainda mais para dar uma notícia daquelas.

 

- Oi Sakura-chan!

 

- Naruto?! O que está fazendo no celular do Sasuke?! Onde ele está?!

 

- Er, o Teme... ele... – o loiro desviou os olhos para o amigo. – Ele está aqui... Bom! Já estamos indo até aí!

 

Naruto ouviu mais alguma coisa que Sakura disse e em seguida, desligou o telefone.

 

- Ela quer que você leve  Hiro para casa! – comentou. – Precisamos ir até lá, Teme! É nossa melhor opção.

 

*~*~*~*~*~*~*~*

 

Ela estava na janela, aguardando-os, quando finalmente viu o carro dele parando em frente aos portões. Deu um suspiro de alívio ao ver os dois saindo do carro.

 

Andou a passos rápidos até a porta e ao abrir, encontrou Naruto e Sasuke a olhando com uma expressão preocupada. Passou os olhos por todo o local e não encontrou o filho.

 

- Onde está o Hiro?! - Ambos se entreolharam e Sakura percebeu que algo tinha acontecido. – O que aconteceu?!

 

Sasuke passou as mãos pelos cabelos molhados. Estava todo molhado devido às diversas vezes que saira do carro, pensando tê-lo visto.

 

- Eu não sei onde ele está... – murmurou Sasuke.

 

- Co-como assim?!- Ela o fitou com os olhos arregalados.

 

Naruto se colocou a frente, e respondeu:

 

- Sasuke e eu fizemos uma reunião rápida, Sakura-chan. Nós o deixamos na sala do Teme e dissemos que voltaríamos logo, mas quando voltamos, ele havia sumido...

 

- Sumiu? – repetiu olhando para Sasuke. – Vocês procuraram pelo escritório?! Pelo amor de Deus... Vocês só podem estar brincando! – balbuciou em meio a algumas lágrimas.

 

 - Eu procurei em todos os lugares e não o encontrei, Sakura...

 

Sakura escorou-se no batente da porta e colocou uma das mãos na cabeça. Estava trêmula e não acreditava no que ouvia.

 

- Vocês já foram até a polícia?!

 

- Não... – respondeu o Uchiha. – Fique aqui e nós vamos até a delegacia!

 

- Eu vou com vocês! – exclamou sem fitá-los.

 

Os três saíram em disparada para o carro de Sasuke. Sakura e ele na frente e Naruto, no banco de trás.

 

***

 

 

 

- Desculpe moça, mas não podemos fazer nada. – respondeu o policial friamente. – Temos ordens de registrar o desaparecimento depois de quarenta e oito horas do sumiço da pessoa.

 

Sakura bateu com violência na bancada onde discutia com o policial. Naruto e Sasuke tentavam controlar a rosada, porém era em vão... Ela estava completamente fora de si.

 

- Meu filho tem apenas quatro anos...- gritou- Sabe dos perigos que essa cidade oferece à uma criança com a idade dele?!- o policial tentou argumentar alguma coisa, mas Sakura cortou-o na mesma hora. – Não! Você não sabe!  E agora, você  acha mesmo que eu vou esperar dois dias para procurá-lo!? Você só pode estar brincando...

 

-  Já disse que o que podemos fazer, é esperar... Se não quer fazer isso, vá procurar você mesma! – retrucou o homem.

 

Ela estava incrédula com as palavras do policial. Sentiu as lágrimas escorrerem pelo rosto...  Iria gritar e esbofetear o homem, mas antes que isso acontecesse, sentiu dois braços fortes a envolvendo por cima dos ombros.

 

-Vamos sair daqui... – murmurou Sasuke. – Calma...

 

Sasuke estava tão nervoso quanto ela, mas não deveria perder o controle. Tinha que ser o mais equilibrado possível... Única e exclusivamente por ela!

 

Ele a guiou até o carro, ajudando-a a sentar e em seguida, viu Naruto caminhando para perto deles.

 

- Liguei para Hinata e disse o que aconteceu... Ela achou melhor levar a Sakura lá para casa e nós, continuamos procurando por Hiro!

 

 - Não! – balbuciou. – Eu vou com vocês...

 

- Sakura-chan, não acha me...

 

- Não, Naruto!- ela voltou-se para Sasuke. -  Por favor, Sasuke! Vamos logo!

 

*~*~*~*~*~*~*~*

 

A chuva dificultou a visão dos amigos, que rodavam cidade à dentro procurando por Hiro. A essas alturas o desespero já tinha tomado conta de Sakura, que desejava que aquilo tudo fosse um pesadelo... Mas não era... Era terrivelmente real!

 

Quando se deram conta, já passavam das três horas da manhã e Hiro não dava sinal de vida.

 

Sasuke adentrou uma das ruas pouco movimentadas do centro de Konoha. Era uma rua mal iluminada e com alguns pontos de ônibus por toda a sua extensão. As poucas lojas de comércio presentes ali, já estavam fechadas devido ao horário.

 

Sakura estava atenta a cada canto das ruas por onde passavam. Apesar de exausta, não permitir-se-ia em descansar enquanto não estivesse com Hiro.

 

Uma ponta de esperança surgiu no coração da rosada ao estreitar os olhos e ver uma silhueta que parecia ser de Hiro.

 

- É ele! – Gritou saindo do carro.

 

Quando viram a rosada sair gritando do carro, suspiraram aliviados. Depois de alguns segundos, Sasuke também saiu do carro e estava indo ao encontro deles.

 

Sakura o viu deitado num dos bancos do ponto de ônibus. Estava encolhido, abraçado aos próprios joelhos.

 

- Hiro!

 

O menino levantou os olhos e viu Sakura, do outro lado da rua, vindo correndo ao seu encontro.

 

- Mamãe... – murmurou com os olhos marejados.

 

Ele levantou-se em um salto e atravessou a rua sem se importar com nada. Tudo o que queria era ficar com Sakura. Havia passado horas horríveis perdido pelos cantos da cidade sem conhecer um rosto sequer.

 

Os olhos da rosada se estreitaram ao ver um carro aproximando-se em uma velocidade absurdamente alta.

 

- Não, Hiro! – Gritou desesperada.

 

A luz cegante dos faróis do carro já encobriam Hiro e tudo o que o pequeno  viu foi uma luz clara... Seguida da escuridão.

 

- Não! -  Gritou o Uchiha desesperado.

 

 

 

...Continua...

 

*~*~*~*~*~*~*~*



Notas finais do capítulo

Oiieee gentee! Gostaram do capítulo?! Espero que sim!
Queria agradecer aos reviews que recebi... muitos leitores novos e muuuitos elogios! T.T
Obrigada gente!
Críticas/elogios? - Mande um review! :B
Recomendem a fic e me façam mais feliz do que eu já sou! xD
Ps.: As fics It's Not Over e Mais do que irmãos também foram atualizadas!
Mil beijos e um ótimo domingo!
Beijooooss e mais uma ve, obrigada por tudo!



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Nosso Cupido Particular" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.