Choices escrita por Kuchiki Hiruno


Capítulo 6
Por quê ?


Notas iniciais do capítulo

Desculpem a demora mas provas de final de unidade são uma loucura !
Capitulo meio parado ( de novo x.x ) Prometo que tentarei agitar mais :33
Boa leitura :)



"Se eu puder encontrar uma resposta
A esperança do mundo parece que vai se quebrar
O tempo virá quando eu mesmo
Decidir sorrir e perdoar"
( Evidence - Fairy Tail )

A poltrona não era um bom lugar para se dormir por horas , mas não havia outra opção. Mira acabou dormindo enquanto olhava sua irmã mais nova que estava imóvel na maca. Freed conversou um pouco com o médico enquanto a amiga dormia e acabou descobrindo algumas coisas . A irmã de Mira, Lisanna , sofreu um grave acidente de carro que era dirigido pelo irmão do meio. Sim, Mirajane tinha dois irmãos e era a mais velha . Lisanna estava em coma desde então e todo esse tempo Mira veio vê-la ; não ia todos os dias por causa do colégio , mas sempre que podia dava uma passada no hospital.

Freed também descobriu que fazia quase três anos que Lisanna estava em coma e a quase três anos , Mira manteve-se sorridente e animada . Ele nunca pensou que a garota estivesse passando por um momento tão difícil! Quem vê , pensa que Mirajane não tem problemas, pois é uma menina que sempre estava animada e disposta a fazer qualquer coisa . Brigava bastante com a Erza quando havia a palavra “competição” no meio ,mas sempre estavam juntas . A ruiva também era uma garota que na maioria das vezes estava com um sorriso no rosto e quando não estava , a amiga fazia questão de faze-la rir.

Não conseguiu muitas informações , até por que não queria investigar a vida de Mira. Se a garota quisesse que ele soubesse mais , ela mesma o contaria. Freed não estava com pena, mas admirado com a força que Mira tinha. Ela parecia muito mais frágil por fora ,mas por dentro parecia uma fortaleza indestrutível e isso o fascinava. Freed era um garoto calado, educado mas gostava de ajudar as pessoas.

Mira começou a se mexer , despertando o garoto de seus pensamentos.

–Você está bem ? – indagou preocupado.

–Freed-kun...- Mira esfregou os olhos e consertou a postura – que horas são?

–Duas da manhã – ele caminhou na direção dela .

–Meu Deus! E você ainda está aqui? – Mira pulou da poltrona – por favor Freed –kun, vá para casa dormir! Amanhã temos aula e você terá que acordar cedo e...

–Mira,- disse calmamente , interrompendo a garota- amanhã é sábado , não temos aula.

–Mas...

–Eu estou aqui por que quero estar aqui- colocou uma das mãos na cabeça da amiga- não vou deixa-la sozinha. Sairei quando você sair .

–Eu.. eu não sei que horas eu vou sair – Mira corou inconscientemente.

–Então eu também não sei a hora que irei. Mas...- ele começou

–Mas..?

–Mas se quiser que vá, eu vou. A ultima coisa que eu quero é te incomodar ...

–Não! – gritou a garota repreendendo- se logo em seguida ao colocar a mão na boca – fique por favor ...

– Então eu fico – Freed sorriu sem perceber.

–Seu sorriso é bonito Freed –kun! – elogiou- deveria sorrir mais vezes!

–Eu...- mesmo estando com o rosto um pouco marcado pelas lagrimas que haviam caído mais cedo, o sorriso de Mira ainda era encantador- eu só sorrio quando tenho motivo- respondeu com sinceridade .

–Mas você tem saúde, tem amigos e é bonito! – Mira deu uma risada bem baixinha.

–Não sou tão bonito e não tenho amigos.

–Discordo! – Mira parecia mais animada- você é bonito e tem amigos sim! Eu não sou sua amiga?

–Claro que é!! – respondeu imediatamente- digo... – tossiu e ficou mais sério – é sim.

–Freed-kun, você tem um jeito engraçado – a garota começou a rir.

–E isso é bom? – indagou confuso .

–Muito bom! Você faz essa cara de sério ,mas é uma ótima pessoa! Eu amei ser sua parceira de trabalho!

–Posso te perguntar uma coisa?

–Claro! Não precisa me perguntar se você pode perguntar uma coisa ! – Mira deu risada.

–Quando o trabalho terminar , nós vamos parar de nos falar?

–Só se você quiser! Por mim , nós vamos continuar nos falando todos os dias!

–Gostaria de continuar falando com você.

–Então está tudo certo!- animou-se – alias por que não senta perto de mim e da Er-chan lá na sala? Você fica bem no fundo , isolado de todos !

–Vou.. vou tentar.

–Isso! – o entusiasmo de Mira foi transformado em uma expressão de tristeza . A garota virou-se e fitou a irmã- mas agora ...- parou e respirou fundo- vamos para casa , Freed –kun. Lisanna não vai acordar e nós dois estamos cansados. O estado dela se estabilizou e estou mais tranquila.

–Então vamos. Te deixo em casa .

–Quanta gentiliza! – Mirajane voltou a sorrir – você é uma pessoa muito fofa ! Homens assim estão em extinção! Um verdadeiro cavalheiro!- ela riu .

Ele abriu a porta deixando a garota passar .

–E você é uma garota incrível , Mirajane ...- sussurrou para que apenas ele pudesse ouvir .

Ambos foram atrás do médico , logo depois pegaram um táxi em frente ao hospital e Freed deixou Mira em casa.

–Sua casa é para o outro lado e você me acompanhou mesmo assim- disse a garota antes de sair do carro- Mira pegou dinheiro na sua bolsa para pagar a sua parte da corrida , mas o garoto recusou mesmo com a insistência da amiga.

–Não ia deixar você voltar sozinha de madrugada.

–Obrigada , Freed-kun! Até mais tarde !

–A viagem ainda está de pé? – indagou surpreso. Após tudo que havia acontecido , estava certo de que Mira iria adiar a viagem para ambos terminarem o trabalho.

–Claro que não! A cidade é perto, menos de uma hora e meia de metrô! Vamos bem cedo e voltamos no domingo como havíamos planejado! Temos que terminar tudinho!

–Se você diz que não tem problema... então até amanhã!

–Até! Boa noite Freed-kun!

–Boa noite Miraja...

–Mira!- repreendeu a garota

–Boa noite , Mira – concertou

–Assim está bem melhor – disse saindo do carro.

Antes de entrar em casa, Mira acenou para Freed que estava dentro do táxi esperando a garota entrar em segurança e logo depois ele foi embora , carregando um sentimento diferente em seu coração .

***

Aparentemente , a madrugada não foi muito boa para algumas pessoas. Jellal ficou horas e horas em claro , tendo pensamentos que gostaria de arrancar de sua cabeça; Mystogan teve dificuldade no inicio para dormir , pois estava preocupada com Erza ,mas pegou no sono horas depois; Erza ainda estava agitada por causa da adrenalina e só foi conseguir se acalmar três da manhã ; Ultear estava espumando de raiva e não conseguia dormir, tentando pensar em alguma coisa para cortar a fina e delicada relação – se é que existia alguma - que o azulado tinha com a ruiva ; Mira sabia esconder muito bem seus sentimentos e estava mais preocupada com a irmã do que aparentava .

Sim, a madrugada foi bem perturbadora para uns e insuportável para outros , mas no final , o sol apareceu trazendo uma sensação de calor muito grande .

Erza acordou cedo para estudar. As provas finais estavam bem perto – assim como sua formatura- e ela tinha que manter suas notas altas . A tarde iria para a casa do azulado e terminaria o trabalho. Claro que ela só sairá de la quando Jellal terminar a edição , pois queria ver tudo o que ele iria fazer . Não, ela não confiava nele.

Mirajane e Freed acordaram cedo e pegaram o primeiro trem para a cidade vizinha . Ambos estavam empolgados para concluir o trabalho; Mystogan estava estudando em seu quarto . Levantou um pouco para esfriar a cabeça e ao passar pelo corredor viu uma cena rara.

–Você está estudando? – indagou o irmão mais velho espantado.

–Não posso estudar?- perguntou Jellal com seu modo grosseiro habitual .

–É tão raro ver você estudando ...

–Não preciso ficar horas sentado para entender assuntos tão idiotas .

–Seu ego é insuportavelmente grande , meu irmão.

–Acho que isso é problema meu.

–Se não consertar logo, não terá amigos.

–Não preciso de amigos.

–Você não sabe o que diz.

–Sei muito bem . Não preciso de pessoas falsas ao meu redor.

–Nem todos são falsos, cabe a você saber quem é e quem não é.

–Não é mais fácil manter todos afastados?!

– Tem certeza que o caminho mais fácil é o caminho certo?

– Você tirou o dia para me irritar , não foi? – Jellal parou de ler e fitou o irmão pela primeira vez durante a conversa- está conseguindo , meus parabéns.

– Só quero que você seja uma pessoa melhor !

–Acho que isso também é problema meu.

– Jellal...

–Mystogan, - interrompeu – você pode ser o mais velho , mas devo lembra-lo que eu nasci segundos após vocês!

–Não estou mandando você fazer nada , apenas estava...

–Estava tentando me irritar!

–Erza vem aqui hoje?- indagou Mystogan após respirar fundo , recuperando a paciência .

–Para quê quer saber?

– Acho que isso é problema meu – tentou imitar a voz do irmão .

–Não, não é problema seu .

–Ela vem ou não?

–Pra quê quer saber?- Novamente Jellal o fitou- você está gostando dela, não está?

–Acho que isso também é problema meu – Mystogan cruzou os braços – e você?

– Eu o quê?

–Está gostando dela?

– Não te interessa .

–Interessa sim! Erza não é garota para você.

–E desde quando você diz que garota é ou não para mim?- Jellal levantou.

–Você não fica uma semana com a mesma garota! Erza não é uma garota que fica passando de mão e mão !

–Percebi.

–Toda vez que eu lembro daquela cena deplorável que tive o desprazer de presenciar eu tenho vontade de bater em você.

–Então você realmente gosta dela- acusou Jellal.

–E se eu gostar? O que você tem a ver com isso?

–Ela não gosta de você- o mais novo delineou um sorriso irônico discreto .

–E como sabe? – Mystogan era bem calmo , mas estava começando a ficar irritado.

–Ela gosta de mim – respondeu Jellal calmamente.

–Como pode ter tanta certeza? Ela tem raiva de você!

–Isso é o que você diz.

–Não , isso é a realidade!

–Não acredito que eu estou gastando meu tempo discutindo sobre aquela garota idiota ! Tenho mais o que fazer!

– Você começou tudo isso , Jellal!

–Mystogan, você está testando minha paciência...- Jellal serrou os punhos .

–Digo o mesmo- Mystogan serrou os punhos e saiu do quarto , descendo as escadas em direção a cozinha.

Ele gosta dela , pensou Jellal . Agora não era mais uma suspeita, o azulado tinha certeza que o irmão estava gostando dela ,mas por que aquilo o irritava tanto? Só de pensar o irmão tocando na ruiva, beijando- .... NÃO! Isso não pode acontecer! Ele tinha certeza que Erza só via Mystogan como um amigo ,apenas amigo!

O tempo passou rápido e o relógio marcava três da tarde quando alguém bateu na porta . Jellal estava descansando no sofá e pode ouvir . Desde a pequena discussão , o azulado não viu o irmão mais velho sair do quarto.

–Droga, não terminai de ler o livro .- resmungou para si . Levantou sem vontade alguma e atendeu a porta.

–Oi- disse Erza

–Oi- Jellal largou a porta aberta e começou a caminha para sala.

–Você sempre foi grosso assim?- Indagou irritada . Erza fechou a porta e seguiu o azulado.

–Vamos terminar logo com isso, por favor .- Sentou na mesa e começou a mexer no computador.

–Olha, ele pediu “por favor”! Estou espantada!- Erza sentou e estendeu a mão- passa o microfone e o papel com o texto para eu gravar.

–Nem precisa pedir- Jellal deu na mesma hora o que a ruiva havia pedido.

A tarde passou rápido. Erza estava com a cabeça deitada na mesa dormindo , enquanto Jellal lutava contra o sono e terminava de editar o trabalho. Não era muito tarde- apenas sete da noite- mas para quem não dormiu praticamente nada na noite passada , já tinha passado da hora de ir para cama . Uma hora depois , Jellal havia finalizado toda a edição e começou a ver o trabalho concluído . A introdução estava bem legal e dinâmica como ele tinha imaginado. Logo depois veio a parte da gravação . Realmente Erza tinha jeito para isso, pensou o azulado . O vídeo ficou muito bom! A ruiva sabia falar muito bem e ficou bastante natural, sem contar que a maioria dos lugares que eles filmaram eram lindos. Jellal não percebeu ,mas ficou prestando bastante atenção na ruiva , em como ela falava no vídeo , no sorriso dela ao mostrar o lugar. Ele fitou a garota que estava dormindo ao seu lado , na mesa .

–Por que eu estou fazendo isso? – o azulado bateu no rosto de leve , como se quisesse acordar de um sonho ou pesadelo, talvez .

–Jellal , por que não me acordou?- Mystogan estava descendo as escadas esfregando os olhos .

–Por que eu faria isso? Estava ocupado – respondeu sério. Terminou de gravar o trabalho no DVD e fechou o computador – e também você não pediu para ser acordado .

–Erza!

–Ela já está de saída .- Jellal balançou a ruiva , acordando- a

–Jellal...- ela estava bem sonolenta – já acabou?

–Sim, já gravei no DVD- ele entregou para a ruiva- agora pode ir para casa .

–Não precisa expulsa-la , Jellal!- repreendeu o irmão mais velho.

–Myst –kun! Não vi você o dia todo! Pensei que não estava aqui.

–Você passou a tarde toda aqui?

–Sim, estava terminando o trabalho ! A tortura finalmente acabou.- ela delineou um sorriso.- eu já vou indo.

–Mas já? – indagou Mystogan.

–Eu fiquei a tarde toda aqui e não dormi bem esta noite . Estou cansada- a ruiva pegou a bolsa dela no sofá e guardou o DVD.

–Você teve alguma coisa durante a noite?- indagou Jellal, espantando o irmão.

–Não , mas a adrenalina me deixou muito agitada .

–Isso eu já previa .

–Você está melhor? –Mystogan estava preocupado- Jellal me disse que você teve uma reação alérgica .

–Sim, já estou bem Myst-kun! Obrigada por perguntar!- Erza sorriu – Bem , já vou indo. Até segunda!

–Até- disse Mystogan a acompanhando até a porta.

–Ah, nem me lembre ....

–Idiota – murmurou a ruiva

–Até mais , Erza! – gritou Mystogan ao ver a ruiva começar a correr .

–Até! – gritou antes de virar a esquina .

***

Mirajane e Freed já tinham deixado suas coisas no pequeno hotel da cidade e saíram para começar as filmagens . O sol estava castigando a cabeça de todos, mas os dois estavam bem empolgados .

–É aqui , Freed-kun?

–Sim.

–É lindo!- Mira estava maravilhada com o lugar.

–De fato, bem bonito.

–Animação , Freed –kun! Não é todos os dias que nós temos a sorte de fazer um trabalho assim!

–Eu estou animado – Freed ligou a filmadora – só não demonstro .

–E por que não demonstra ?

–Por que não gosto de expor minhas emoções.

–E por que não?

–Por que não me sinto confortável – ele ergueu a filmadora- vamos começar?

–Não entendi – Mira parecia pensativa.

–Acho desnecessário ficar expondo meus sentimentos. Se eu estou feliz , é uma coisa minha ; se eu estou triste é uma coisa minha.

–Então eu faço coisas desnecessárias?- Mira fez uma expressão de tristeza.

–Não Mira!- Freed só percebeu o que disse ao ver a expressão da parceira de equipe – eu sou assim. Admiro pessoas que conseguem expressar o que sentem. Eu não consigo , talvez seja um defeito meu .

–Sério? Então você me admira?- ela sorriu

–Sim, admiro – Freed delineou um sorriso bem discreto .

–Freed-kun, todos nós temos defeitos!- ela pegou no ombro do amigo- mas isso são coisas que podemos mudar ! O importante é que temos saúde!

Assim que Mira terminou de falar e correu para o local em que o vídeo seria gravado , Feed sentiu-se um pouco triste . A garota parecia dar uma importância muito grande a saúde, mas isso tinha uma explicação. Ele lembrou da irmã mais nova de Mira que estava no hospital, ela devia sofrer muito por dentro e Freed admirava o modo que Mira tentava levar as coisas.

–Atenção – ele levantou novamente a filmadora e Mira ligou o microfone – gravando!

***

–Caramba, isso cansa- Mira e Freed voltaram para o pequeno hotel ao anoitecer .

–Também estou cansado- ele respirou fundo.

Deram boa noite para a recepcionista que retribuiu e subiram as escadas . O quarto de Mira ficava ao lado do quarto do parceiro.

–Boa noite , Freed-kun! Amanhã temos que acordar sete horas ?

–Sim. Vamos levas nossas mochilas também- Freed abriu a porta do seu quarto- assim que terminarmos as gravações , vamos voltar .

–Certo!!- Mira deu um pulinho , estava bem animada.

–Boa noite ,Mira- Freed riu por dentro com a atitude da amiga .

–Boa noite !!!

***

O domingo de Erza começou com muitos livros, a ruiva queria fazer as provas finais e ficar tranquila depois .A tarde, pesquisou muitas faculdades de Direito – ou que tinham direito como opção de curso – e achou muitas dentro e fora do país.

–Será que eu estou preparada para morar fora do país?- indagou para si mesma- mas eu já moro aqui sozinha...- coçou um pouco a cabeça.

Erza pediu mentalmente que a amiga estivesse com ela ,mas sabia que não podia falar com ela no momento , mesmo por ligação. Mira estava terminando o trabalho dela na cidade vizinha e a ruiva não queria atrapalhar a amiga. O que ela deveria fazer? A melhor faculdade de direito do Japão ficava do outro lado do país ,porem havia uma boa faculdade mais perto, mas o sonho da ruiva era cursar na outra . Havia também uma faculdade muito boa na Espanha , mas era muito longe, ela teria que deixar muita coisa para trás.

–Ah, que droga! Pensei que seria mais fácil escolher ...- Erza fechou o computador , deitou na cama e acabou adormecendo.

***

O fim de semana , como sempre , passou bem rápido . Mirajane ficou o caminho inteiro falando das coisas que descobriu sobre o parceiro de trabalho. Erza ficou aliviada ,pois pensou que a amiga estaria triste , mas ficou em alerta . Ela sabia muito bem que Mira conseguia esconder o que estava sentindo muito bem. A amiga trancava isso em um lugar tão fundo que só quem conhece muito bem Mirajane, poderia ver como ela realmente estava. Mas até o que estava trancado , Mira conseguia camuflar .

Elas chegaram na escola e Mira não conseguia parar de falar em Freed.

–Erza, querida! – a ruiva olhou para trás e tanto ela quanto Mirajane tiveram um surpresa.

–Erza, por que aquela vadia está vindo em nossa direção com um sorriso mais falso do que os peitos dela ?- sussurrou Mirajane

–Não sei .- Erza estava confusa- Acha melhor sair correndo?

–Não, ela já está chegando. – Mira delineou um sorriso para Ultear- Mas cuidado com o veneno dessa cobra .

–Como vai , minha querida?- Ultera deu um abraço em Erza , mas a ruiva ficou imóvel .

–Vou bem , obrigada.

–Por que essa frieza toda? Vim em missão de paz!

–Não aceitamos rendições – Mira estava com um sorriso assustador – só relaxamos quando o inimigo é totalmente abatido .

–Mas eu não sou inimiga de vocês!

–Ultear, você nunca me tratou bem – a ruiva começou a falar – o que você quer?

–Nossa, eu não posso ser gentil com vocês?- Ultear parecia indignada .

–A questão é que – Mira se intrometeu na conversa- você não consegue ser gentil com ninguém.

–Você não me conhece , Mirajane – Ultear ficou séria.

–Você também não me conhece , Ultear- Mira continuava com um sorriso assustador .

– Erza, querida, por que não saímos hoje para fazer umas compras?

–Não, obrigada.

–Mas é para firmar a paz!- argumentou a garota de cabelos negros .

–Eu já disse que não aceitamos rendições – disse Mira

–Eu acho que falei com a Erza!

–Não fale desse jeito com Mira- Erza estava começando a se irritar .

–Não simplesmente podemos resolver todas as desavença? – Ultear juntou as mãos e abaixou a cabeça. Mira e Erza se entreolharam e não acreditaram na cena.

–Não sei ...- a ruiva estava desconfiada – quem sabem...

–Vamos entrar logo , Erza- Mira puxou a amiga para dentro da sala.

– Aquela idiota da Mirajane pode estragar tudo!- Ultear resmungou para si – Jellal!! – a garota ficou animada quando viu o azulado chegando .

–Não grita , estou com dor de cabeça – Jellal passou por Ultear e entrou na sala;

–Bom dia - disse o irmão mais velho , delineando um sorriso .

–Péssimo dia.

–Se você diz... – Mystogan abriu a porta da sala e antes de entrar fitou Ultear – Péssimo dia pra você então .

***

Jellal com toda certeza estava entranho desde que o professor Gildarts passou aquele maldito trabalho , pensou Ultear. Será que havia acontecido algo entre ele e Erza? Por que será que Jellal estava tratando Ultear com mais frieza do que o costume? As aulas passaram bem rápido e logo a ultima aula da manhã chegou.

–Bom dia minhas lindas!

–Bom dia , Gildarts sensei! – respondeu um coro de meninas.

– A geografia fica até mais legal!- comentou Mira.

–Mira!- repreendeu Erza, dando risada logo após .

–Já disse que Gildarts sensei é charmoso!- Mira olhou para o outro lado da sala- parece que seu amigo está muito pensativo esses dias .

–Ele não é meu amigo – a ruiva fitou Jellal- e se ele está pensativo , isso não é problema meu.

–Er-chan , cruel! Acho que ele gosta de você.

–Gosta – Erza afirmou- gosta de me irritar!

–E eu estou confusa sobre o que eu sinto- confessou a garota

–O que você sente? Como assim?

–Sobre o Freed-kun! – Mira fitou a primeira cadeira da fileira do meio e lá estava o parceiro de trabalho – Não sei se sinto um grande carinho por ele ou ...

–Ou se está apaixonada?!

–Sim- suspirou- o que eu faço Er-chan?

–Você pode dar tempo ao tempo – Erza suspirou também – e parar para pensar sobre o que você realmente sente por ele .

–E se ele se apaixonar por outra neste tempo?

–Então ele não gostava de você, logo, não vale a pena.

–Sabia que você podia me ajudar , Er-chan!

– Eu também estou confusa – a ruiva olhou para o azulado – mas não sei se você pode me ajudar com isso .

–Está falando do Jellal , não está?

–Eu não sei por que eu fico nervosa toda vez que ele chega perto de mim!- Erza serrou os punhos – eu tenho raiva de mim mesma por me sentir assim!

–Er-chan.... – Mira virou para frente e abriu o livro de geografia-Acho que Jellal não mudaria por ninguém , ele não é um garoto legal para você namorar , Er-chan. Mas é você quem tem que decidir se ele é um cara legal ou não para você namorar!

–Como está Lisanna?- Erza quis mudar de assunto, lembrando-se que ainda não havia perguntado sobre o estado da irmã de Mirajane.

–Na mesma. O quadro dela se estabilizou novamente ,mas eu não sei se ele vai resistir muito tempo se continuar em coma .

–E o Elfman?

–Elfman sente-se culpado por aquela noite até hoje- Mira suspirou triste –Ele está estudando em outro país , mas ele sempre liga para saber como eu e Lisanna estamos. A voz dele sempre fica triste quando eu digo que nossa irmãzinha continua em coma.

–Desculpe, não devia ter perguntado assim...

–Não , Er-chan!- Mira delineou um sorriso e fitou Erza – Você sabe que eu te considero uma irmão não é?! Eu fico feliz de você se importar com Lisanna e com o Elf!

–Mira...-Erza sempre ficava espantada com a capacidade de Mirajane sorrir em momentos complicados- fico feliz de ter você como amiga!

–Eu também , Er-chan!

–Lembrando a todos que a entrega do trabalho será amanhã!- Gildarts aumentou a voz , vendo a conversa das duas amigas.

E tudo acabaria amanhã, pensou Erza .

***

A tarde chegou e a ruiva estudou até a noite aparecer e quando isso aconteceu , ela sentiu falta de algo ou alguma coisa. A tarde havia sido bem calma, não tinha nada para o dia seguinte . Não tinha mais que ir para a casa de Jellal ou sair com ele , pois o trabalho já estava mais do que pronto. Mas será que ela estava mesmo aliviada com o termino do trabalho?

–Eu estou sentindo falta dele? – Erza, realmente ,queria entender o que estava sentindo .

***

Jellal trancou-se no quarto após o almoço .Estudou , mas acabou dormindo na metade da tarde . Tomou um banho, vestiu-se e deitou a cama novamente fitando o nada. Sentiu uma vontade inexplicável de assistir o vídeo que ele havia editado e quando percebeu, já estava colocando o DVD no computador. Aquele cabelo cheiroso, a pele macia , boca extremamente convidativa e um sorriso lindo, tudo na ruiva deixara Jellal fascinado .

–Por que eu não consigo parar de sentir falta dela? – Jellal , realmente , queria livrar –se daquele sentimento .



Notas finais do capítulo

espero que tenham gostado! xD
eu realmente não sei quando irei postar o próximo! vou começar a atualizar outras fics minhas que estão paradas , mas tentarei não demorar muito :3



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Choices" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.