You Got Me Forever escrita por LS Valentini


Capítulo 18
Capítulo 13- Parte 2


Notas iniciais do capítulo

Um novo personagem entra na fic...



P.O.V Jo

A fita foi copiada pelo Adam. E agora era hora de saber se eu estava certa ou não. O rumo da história está em minhas mãos.

As imagens retiradas da gravação eram meio confusas, e nem sempre nítidas, mas o Adam, com alguns códigos resolvia tudo num segundo, ele me surpreendia cada vez mais.

JD: Espera!- eu exclamei ao ver a parte que mais me interessava.

AR: Aqui está o... Russ- e deu ênfase ao nome.

LM: Mas só aparece ele, e essa sombra. Estão vendo?

Droga! Aquela câmera gravou tudo, menos o que eu precisava!

AR: Não é a sombra dele, tenho certeza absoluta.

LM: Consegue limpar um pouco mais a imagem?

AR: Acho que sim... Pronto.

LM: Eu nunca caracterizei sombras, isso é com você Jo.

Eu teria que examinar cada detalhe, um só erro e arriscaria vidas e empregos. Usei minha experiência, com um toque de intuição, como o Mac dizia.

JD: É provavelmente uma mulher, os ombros são pequenos, a estatura é mediana, cabelo pouco abaixo dos ombros... e o que ela segura na mão se parece com um casaco de inverno.

AR: Está frio em NY, todos vestem casacos.

LM: Mas o dessa sombra é realmente maior, só se usa um desse na neve, e veja, é longo.

AR: Isso não é suficiente para incriminarmos uma pessoa.

JD: E nem podemos, isso é uma investigação não-oficial, podemos ser presos se descobrirem.

P.O.V Stella

Antes do Mac sair da balística, eu liguei pra Lindsay, e era bom ela cooperar...

LM: Stella?

SB: Meu amor, tudo bem?

LM: É a Lindsay.

SB: Eu sei.

LM: O Mac está aí?

SB: Sim.

LM: Por que está fazendo isso?

SB: É porque eu estou feliz.

LM: É pra mostrar pra ele que você também tem alguém, é isso?

SB: Exatamente, pensamos a mesma coisa!

Dei uma olhada no vidro à minha frente que refletia a imagem dele. Estava de costas, parado, prestando atenção na conversa.

LM: Isso é errado! Está agindo como uma adolescente.

SB: Faço isso quando gosto de uma pessoa. Como você.

LM: Também gosto de você querida, mas vamos ter uma conversa séria.

SB: Não me diga!

LM: Ele ainda está aí?

SB: Sim.

LM: Não faz isso com ele, se está aí é porque gosta muito de você.

SB: Tchau, também te amo.

P.O.V Russ

Aquela noite seria perfeita, pra ficar na memória. Já que ela não gostava do meu jeito de ser, gostaria de fazer da maneira dela. E eu só precisei de uma foto, e de um documento.

P.O.V Alan

Eu tinha conseguido. Agora, era o mais novo detetive de Michigan, mas que recusou vários prêmios por acreditar que não é bom o suficiente. Acora só precisava de uma confirmação.

P.O.V Stella

No fim do expediente as coisas já haviam se acalmado. Parei pra descançar na minha sala, aproveitando pra dar uma olhada nas redes sociais, dos quais tínhamos nomes falsos, para evitar execuções vamos por assim dizer.

Tinha uma solicitação de amizade no Detective Chat World, o único lugar seguro (criado pelo governo) para se usar “Stella Bonasera”, todos os detetives tem um. Era um tal de Ron Alan, de Michigan. Resolvi aceitar, parecia uma boa pessoa. E quase que imediatamente recebi sua primeira mensagem:

RA: “Oi, tudo bem?”

SB: “Tudo e você?”

RA: “Tudo também... você uma CSI?”

SB: “Sim, por quê?”

RA: “É uma honra conhecer um detetive de alto nível”...

As luzes foram se apagando uma a uma, e boa parte do pessoal já tinha ido pra casa, mas a convversa com o detetive Ron Alan estava ótima, ele era divertido. E por um espaço curto de tempo, eu tinha me esquecido dos problemas.

P.O.V Mac

Não tinha conseguido pregar os olhos naquela noite, e eu estava cansado, mas tinha outras prioridades na minha cabeça. Com quem será que ela falando no telefone? Pareciam ser muito íntimos. Mas, na manhã seguinte, daria um recado importante, algo que Stella mesmo me “pediu”.

P.O.V Jo

Cheguei totalmente desanimada e exausta em casa. Mas, o que era aquilo???



Notas finais do capítulo

O que será hein? E esse novo detetive?!