Saint Seiya: A batalha dos deuses escrita por Eleus


Capítulo 22
A Exclamação de Atena




– Huangdi! Não! Maldito Berseker!- Justiam praguejava alto.

Há pouco Huangdi de libra havia sido morto enquanto adentrava o portal criado por Durden.

–Justiam meu amigo... Ele lutou bravamente! Unamo-nos agora para derrotarmos Ares! – Disse Sundari.

–Já era hora de me chamarem para a festa! Não aguentava mais ficar sozinho- riu donatien de câncer que acabara de chegar trazido também, por um portal do cavaleiro de Gêmeos.

–ENTÃO QUER DIZER QUE A ESCÓRIA MORTAL ESTÁ TODA AQUI? O QUE MISEROS CAVALEIROS PODERÃO FAZER CONTRA MIM?

–Ares você não imagina o que passamos para chegarmos aqui! Vingaremos nossos amigos e aliados! O venceremos! Daremos um fim a essa guerra santa! Assim como o vento carrega as folhas para longe eu levarei sua alma para um dos nove infernos!

“Purgação dos pecados”

–Meu golpe não funciona... Mesmo Ares estando nesse corpo mortal ele ainda é um deus! Eu não posso fazer nada...

–OS NOVE INFERNOS? HAHAHAHA DAREI UM FIM A VOCÊS

–SENHOR ARES, VOCÊ NÃO DEVE SE ALTERAR... DEIXE-ME CONTINUAR ESSA BRIGA POR VOCÊ. ATENA ESTÁ MUITO FERIDA DEPOIS DA BATALHA ENTRE VOCÊS. ESSES MORTAIS NÃO SÃO DE NADA!

–É O QUE VOCÊ QUER FOBOS? QUE ASSIM SEJA!

–Deixem-me cuidar dele! Ele aprenderá a temer o cavaleiro de ouro de câncer!

–Donatien mesmo sendo um exímio guerreiro seu poder não chega nem perto do dele! Devemos enfrenta-lo juntos! Dan deixo Atena aos seus cuidados! Cuide dela!

–É o que farei Sundari!

–Vamos cavaleiros! Unam suas forças! – Exclamou Justiam.

–NÃO ADIANTA! VOCÊS SÃO LIXO! ENFRENTEM A

“TERRIVEL AGONIA”

Um melodioso som começou a sondar a mente dos cavaleiros. Causando uma momentânea loucura e uma dor insuportável.

– Argh! O que é isso? Minha cabeça vai explodir!- Gritou Durden.

–DEIXEI QUE ESTE SOM DESTRUAM SUA MENTE. NÃO SOFRAM MAIS HAHAHAHA

–FOBOS ACABE LOGO COM ISSO! PRECISAMOS DESTRUIR ATENA

–É O QUE FAREI. MORRAM SEUS INUTEIS!

A melodia aumentou consideravelmente, mas quando todos acharam que a batalha estava no fim um harmonioso som de trombeta encheu o logo.

“Trombeta celeste”

–Dan! –exclamou Atena, que estava deitada em seus braços.

–Ouça minha música e seja julgado por seus terríveis atos!

–JÁ BASTA!

Ares adiantou-se para frente de Dan e rapidamente cravou uma espada em seu peito. Atena tentou impedir segurando a lâmina da espada, mas tudo aconteceu rápido demais.

–Dan! Por quê? – os olhos da deusa encheram-se de lágrimas. - Agora acabou! Eu darei um fim nisso!

–Atena você não está em condições!

–Durden, vocês já lutaram o bastante! Agora é minha vez!

–HAHAHA É O QUE VOCÊ QUER? MORRA MINHA ADORÁVEL IRMÃ!

O Deus da guerra lançou uma de suas armas em direção a ela. Durden e sundari ficaram a frente, tentando defende-la o com suas mãos.

–Atena! – Durden então cospe sangue- Devemos protegê-la! Você não deve lutar! Fique atrás de nós!

–É isso mesmo! Somos cavaleiros! Esse é nosso dever!

–Durden, sundari... Vocês ainda querem...

–Justiam, deixaremos você e donatien cuidarem de fobos. Essa batalha chegará ao fim. Derrotaremos Ares!

–Sundari, o que você está dizendo?

–Por muitos anos essa técnica foi proibida! O poder supremo dos cavaleiros de ouro! A exclamação de Atena!

– O que? A exclamação de Atena? Não, isso não é possível. Não devemos fazer isso. Perderíamos nossa honra. É uma técnica covarde que une o poder de três cavaleiros de ouro em um único ataque. Vocês não podem tentar isso.- Disse justiam

–E vocês só são dois cavaleiros de ouro! Não iremos usar tão poder.

–Hihihehahah Vocês acham que precisamos de vocês para isso? Ledo engano! Somos os cavaleiros mais poderosos de nossa geração! Isso basta!

–Não posso permitir que façam isso! Eu proibi esta técnica! Não podem usa-la!

–Perdoe-nos Atena! Isso será necessário! Ouça-me Ares, você verá o poder dos humanos! Nós que temos o dom de evoluir nas piores circunstâncias! Veja agora a

“EXCLAMAÇAO DE ATENA”

Sundari e durden assumiram a forma da exclamação e então a usaram.

A quantidade de poder era imensa. O chão começou a tremer. O ar ficou tão pesado que era possível senti-lo indo de encontro as peles. A exclamação de Atena foi em direção de Ares. Assustou-o no inicio, mas logo ele viu que aquilo ainda não chegara perto do seu poder. Parou-a com ambas as mãos e por fim disse:

–ESSA É A TÃO PODEROSA EXCLAMAÇÃO DE ATENA? HAHAHAHAHA É UM GOLPE UM TANTO INFANTIL HAHAHAHAHAHA.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Saint Seiya: A batalha dos deuses" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.