Saint Seiya: A batalha dos deuses escrita por Eleus


Capítulo 20
O encontro de Atena e Ares




Finalmente Atena, os cavaleiros de ouro e Dan de benção chegam às portas do templo de Ares.

–Então, quer dizer que chegamos... Poderei enfim vingar o meu senhor Hermes. – Disse Dan

–Assim espero, gênio! A nossa próxima luta será a mais difícil. Atena, você devia vestir sua Kamui. Ainda não sabemos o real poder de Ares.

–Você está certo sundari. Que assim seja!

Nesse instante a sagrada armadura de vestiu o corpo de Atena.

–Então, esse é o poder dela? Atena finalmente despertou sua consciência como deusa. – Falou Durden.

As portas do templo foram abertas e viram-se Ares num trono e Fobos ao seu lado, em pé.

–FINALMENTE MINHA IRMÃ VEM ATÉ MIM. ATENA, NÃO ESPERAVA QUE SEUS CAVALEIROS AINDA ESTIVESSEM VIVOS. MAS DE NADA VALE AS VIDAS DELES AGORA. SEU SANTUÁRIO NA GRÉCIA ESTÁ DESTRUIDO. MEUS BATALHÕES AGORA ESTÃO ATACANDO OS VILAREJOS PRÓXIMOS. O QUE VOCÊ ESPERA CONSEGUIR AQUI? DESISTA! EU POUPAREI SUA VIDA, POIS VOCÊ É UMA DEUSA COMO EU. MAS SEUS CAVALEIROS NÃO GOZAM DESSE DIREITO. PERMITA-ME TIRAR AS VIDAS DELES.

–ARES, COMO PODE SUA MALDADE SER TÃO GRANDE? O QUE VOCÊ GANHARÁ COM ISSO? OS HUMANOS NADA FIZERAM CONTRA VOCÊ. NÃO ACHE QUE DEIXEI OS VILAREJOS PRÓXIMOS DO SANTUÁRIO SEM PROTEÇÃO. LÁ ESTÃO CAVALEIROS DE PRATA E BRONZE DANDO SUA VIDA PARA PROTEGÊ-LOS! VOCÊ NÃO TOCARÁ NOS MEUS CAVALEIROS! EU SEREI SUA ADVERSÁRIA!

–VEJO QUE A ATENA DESSA GERAÇÃO É MAIS OUSADA. SENHOR ARES, PERMITA QUE EU CUIDE DESSES VERMES EQUANTO BATALHAS COM TUA IRMÃ. DEIXE-ME VINGAR DEIMOS. – Disse Fobos.

–Ares, ouça-me! Eu lutarei com você! Não me importa que seja um deus! O Derrotarei por ter usado meu senhor como um fantoche! – Disse Dan.

–HAHAHA ENTÃO UM DOS GÊNIOS DE HERMES UNIU-SE A ATENA? POBRE VERME. OUSA DESAFIAR UM DEUS? SOFRA POR SUA OFENSA.

Inúmeras espadas surgiram acima da cabeça de Ares, flutuando em apontadas para Dan.

–Essas espadas... Você espera me vencer com elas? HAHAHAHA

–MORTAL INÚTEL! ESSAS ESPADAS FORAM FORJADAS POR HEFESTO. QUALQUER FERIDA CAUSADA POR ELAS NÃO SICATRIZARÁ. VÃO!

As centenas de espadas foram na direção do gênio, que se defendeu de muita, mas logo foi atingindo. Quando percebeu que Dan foi atingido, Sundari de virgem foi a sua frente e usou seu golpe.

“Khan”

–OUSA TENTAR DEFENDE-LO DE MEU JULGAMENTO? QUE VOCÊ MORRA TAMBÉM!

O número de espadas aumentou. Sundari começou a fraquejar.

–Não poderei suportar. É poder demais!

–CHEGA ARES! EU JÁ DISSE QUE SEREI SUA INIMIGA.

O cosmo de Atena fez com que as espadas caíssem no chão.

Assim iniciou-se mais uma sangrenta batalha. Atena e Ares, dois deuses da guerra batalhando pelo mundo humano.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Saint Seiya: A batalha dos deuses" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.