Quebrando as regras escrita por Carrie Collins


Capítulo 20
Bela adormecida.


Notas iniciais do capítulo

Me perdoem a demora, pfvr :c fiquem aqui



Estava tudo sob controle, por enquanto. Eu e Lola estávamos fazendo uma torta de amora, David nos ajudava, enquanto Jean mexia no celular, esparramado no sofá da sala. Quando finalmente havíamos terminado a torta, fizemos David e Jean pôr a mesa.

– Ficou uma delícia. – Jean falou, acabando sua segunda fatia.

– Que bom que gostou. – Ri, limpando sua boca suja com um guardanapo. – Você come feito criança.

– Ele é uma criança. – Lola riu.

– Sou nada. – Jean fez beicinho.

– O que vamos fazer agora? – David disse meio entediado.

– Vamos assistir algum filme. – Lola deu a ideia.

– Boa ideia! – David sorriu.

Então fomos para a sala, me aninhei no peito de Jean, enquanto Lola e David decidiam o que assistir.

Jean me acariciava, enquanto dizia “sim” ou “não”, para as escolhas. Eu estava cansada e com sono, quase estava dormindo no peito dele. E quando enfim colocaram o filme, eu assistir ao começo e depois peguei no sono.

Quando acordei estava na cama, do quarto que eu havia escolhido. Sozinha. Me levantei, ainda grogue. A janela estava aberta e o quarto completamente gelado. Estava tudo tão calmo... Quando abrir a porta, o corredor estava vazio, e então a porta do banheiro se abriu, saiu David, com o cabelo molhado, uma toalha em seu ombro e totalmente distraído. Ele deu um sorriso e fez sinal com que eu fosse até ele. Eu não poderia. Não havia possibilidade. Não. Não.

Contudo, não foi o que eu devo ter dito para as minhas pernas, que caminharam apressadamente até ele.

– O que você quer? – Sussurrei baixinho, suspeitando de que alguém pudesse ouvir... Além do mais, onde estaria Lola e Jean?

– Você. – Ele mordeu o lábio, reprimindo um sorriso malicioso de seus lábios, me puxou para dentro do banheiro, eu arfei.

– Ta maluco? – O empurrei de leve.

– Relaxa, eles saíram. – David me colocou contra a parede com um sorriso.

– Por que você ficou? – Perguntei, desviando de seu beijo.

– Estava indisposto. – Ele riu. – Agora dá para me beijar? – Virou meu rosto bruscamente. – Acho que temos uns vinte minutos.

O calor subiu, quando David me apertou contra si, ainda segurando meu rosto. E então ele me beijou, furiosamente. Travei minhas pernas em sua cintura, enquanto nos beijávamos calorosamente. Ele parecia estar faminto, seus toques eram ignorantes... E por incrível que pareça, eu estava gostando demais disto.

Quando David tirou a minha blusa, ainda sorrindo, entre nossos lábios. Suas mãos passearam em meu corpo, até as minhas coxas, ele apertou-as com força, eu gemi.

– Geme de novo. – Sussurrou ele, mordendo o lábio, e então sua mão subiu até meu cabelo, e ele puxou-o indelicadamente, automaticamente saiu um gemido dos meus lábios, o tirando um sorriso vitorioso.

E lá estava eu, me deixando levar por instintos. Como sempre.



Notas finais do capítulo

Fiz um capítulo para as Derry de plantão, espero que tenha compensado um pouco a demora! :c



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Quebrando as regras" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.