Dont escrita por Tamy Black


Capítulo 2
Novata




Eu sou Isabella Marie Swan, tenho dezessete anos e estou no terceiro ano do colegial da pacata Forks High School, uma escola na minúscula, porém na chuvosa cidade de Forks, fica no estado de Washington, só pra saberem.

 

Não sou o completo padrão de beleza, mas não sou tão feia. Tenho quase um metro e setenta de altura, magra, cabelos longos e castanhos, e olhos cor de chocolate como diz meu amigo.

 

Sou amiga dos Cullen desde que me entendo por gente, Carlisle Cullen é o melhor amigo do meu pai e eu sou afilhada dele junto com Esme, sua esposa. O Sr. e a Sra. Cullen têm três filhos: Emmett, Edward e Alice; Emmett é o mais velho e já faz universidade, Edward está no último ano e Alice é da minha idade; Alice é minha melhor amiga desde pequena, assim como seu irmão Edward, que é o meu melhor amigo. Desde que usávamos fraldas! Além de que, meus pais são padrinhos de Edward e Alice.

 

Eu moro com meus pais numa casa já um pouco afastada de Forks, sou vizinha dos Cullen, então vira e mexe eu estou por lá, ou eles estão aqui. Eu tenho uma irmã menor, o nome dela é Sophia e ela tem oito anos, foi fruto de uma viagem de lua-de-mel dos meus pais – Renée e Charlie Swan. Meu pai é chefe de polícia dessa coisa minúscula que chamamos de cidade e minha mãe é enfermeira, ela trabalha no – único - hospital de Forks junto com o meu padrinho, que é médico de lá.  

 

Eu tenho vários amigos, além da minha mentora para sedução, Rosalie Hale que é irmã mais velha do Jasper e namorada do Emmett, Jasper é um dos melhores amigos do Edward e é o namorado da Alice. Tem o Mike, a Angela, o Tyler, o Eric, o Ben, a Leah, o Jake... E por aí vai... Sendo que tem as metidinhas da escola, a Jessica e a Lauren, duas vadias disfarçadas de santas.

 

Infelizmente o ano acabara de começar, Emmett e Rose foram pra Universidade de Washington; ele estudar direito – é, eu também fiquei assustada - e ela estudar engenharia mecânica – ela é muito boa com carros. Eu estava saindo de casa já, iria pegar o meu carrinho novo! Presente adiantado de aniversário dos meus pais, quando o meu querido amigo Edward sai de sua casa com o seu magnífico Volvo C30 e buzina pra mim.

 

- Uma corrida até a escola? – perguntara ao abaixar o vidro.

- Esqueceu que eu sou filha do chefe de polícia da cidade, Ed? – indaguei sarcástica.

- Oh... – murmurara – É mesmo, esqueci desse detalhe. – riu, zombeteiro.

- Idiota. – revirei os olhos – Cadê a Polly Pocket? – indaguei.

- Deve estar saindo, aliás, ela disse pra você esperá-la, já que o Porshe amarelo dela ainda num chegou. – disse.

- Ok, até mais Ed. – disse sorrindo.

- Até, Bells. – sorrira torto pra mim, meu sorriso preferido.

 

Eu esqueci de dizer, mas antes tarde do que nunca... Eu sou completamente apaixonada por ele. Clichê, não? Mas, o que eu posso fazer se ele me deslumbra sempre? Se ele é tudo aquilo que eu não posso ter? Suspirei involuntariamente na mesma hora em que Alice trancava o portão da frente de sua casa.

 

- Ainda suspirando por ele, Bella? – a baixinha me indagara.

- Ainda. – murmurei e ela balançou a cabeça negativamente – Vamos? – a olhei já recuperada do meu “momento Edward”.

- Quando você vai dizer a ele que o ama, hein Bella? – a Polly Pocket me perguntara quando já estávamos dentro do meu carro e eu dando partida.

- Nunca. – disse rindo irônica e já saindo com o meu bebê vermelho.

- Bella, você tem que parar com isso! Edward gosta de você, caramba! – se exasperara.

- Ele pode até gostar Alice, mas não do jeito que eu gosto dele! – disse enfezada.

 

Ela sempre vinha com a mesma ladainha de sempre. Alice bufara e eu nem dei bola, liguei o som do meu carro e nele já continha o CD de uma das minhas bandas preferidas, Linkin Park e tocava uma música que eu já sabia a letra de cor e salteado.

 

Sometimes I Need to remember just to breathe Sometimes I Need you to stay away from me Sometimes I'm In disbelief I didn't know Somehow I Need you to go...

(Don’t Stay – Linkin Park)


Fui cantando a música até chegar à escola, Alice esquecera a nossa pequena discussão momentânea e fora cantando junto comigo com o som nas alturas. Assim que meu carro adentrara a escola, todos viraram para olhar – mal de cidade pequena -, eu e Alice fizemos de conta que não estávamos nem aí e continuamos cantando.

 

Estacionei o meu Cross Fox entre o Volvo do Edward e a BMW do Jazz. Saímos do carro e Alice logo vira o seu amor encostado no carro do Edward conversando com o mesmo, e fora correndo para abraçá-lo, uma cena digna de filme. Eu revirei os olhos e fui falar com o Ed.

 

- Bom dia, há quanto tempo não lhe vejo! – disse rindo e o abraçando.

- E não é mesmo? – ele seguiu a minha brincadeira e me dera um beijo na bochecha.

 

Eu preservava demais a minha amizade com o Edward, acima de tudo e principalmente dos meus sentimentos para com ele, eu acredito que a nossa amizade era o melhor pra ambos, então eu meio que tento me convencer que não o amo e que isso vai passar, mas eu acho que não estou obtendo muito sucesso em relação a isso.

 

Ficamos conversando animadamente sobre amenidades e logo apareceram outros amigos. Foi quando todo mundo se calou e ficou prestando atenção no New Beetle azul que passava pelos portões da escola, estacionando ao lado do Volvo do Edward. Dele saía uma garota muito linda, ela era loira e de belíssimos olhos azuis, cabelos na altura dos ombros; vestia uma calça jeans justa, scarpins vermelhos envernizados – corajosa -, uma blusa branca com um casaco de moletom também vermelho, no seu ombro uma bolsa preta envernizada. Ela ativara o alarme do carro e sorrira para nós, quer dizer, mais especificamente para o Edward.

 

Preciso dizer que ele ficara babando na menina? Não, não é? Não só ele como todos os garotos ficaram assim. É impressionante, é só chegar um rabo-de-saia diferente e esses cachorros já ficam abanando o rabo? Eu mereço.

 

 Logo depois que a loira passara, o sinal bateu. Eu tinha aula de Biologia Avançada com o Edward, era a única aula que fazíamos juntos. Assim, eu não era um gênio, mas eu sempre tirei notas boas e nunca tive dificuldade para estudar. Só não era uma completa nerd, porque eu andava com as pessoas mais populares da escola, ou seja, eu era popular também. Alice também fazia biologia conosco, só que ela era a dupla de Angela e eu do Edward. Nós éramos os gênios da turma por assim dizer.

 

Chegamos à sala e nos sentamos na bancada de sempre, ficamos conversando até o professor Banner adentrar a sala, seguido da garota nova. Todos os marmanjos da sala ficaram babando por ela, e ela sentou na bancada da frente com o Eric, que era o único sem dupla na sala.

 

- Bom dia alunos, hoje temos uma nova companheira de sala pra vocês. – ele disse apontando para a loirinha que se levantara – O nome dela é Anne Gilmore, ela veio transferida do Alaska.

 

A tal Anne sorrira para a turma e seus olhos bateram no Edward, a fazendo alargar o sorriso e deixando o meu amigo babar mais ainda. Eu mereço...

 

- Srta. Swan. – disse o professor próximo a nossa mesa – Gostaria de pedir que trocasse de dupla com a Srta. Gilmore, pois como vocês dois são os gênios da Biologia, a Srta. Gilmore aprenderia melhor com o Sr. Cullen do que com o Sr. Yorkie. – disse sorridente para mim.

 

Eu não sabia o que dizer, abri e fechei a boca repetidas vezes e minha voz não saía. Eu teria mesmo que trocar o meu Edward com essa loira que mal chegou à escola? Edward me olhara esperançoso, sabia que ele queria ficar com a novata, ficou explícito na troca de olhares.

 

- Tem algum problema Srta. Swan? – indagou-me o professor.

- N-Não. – gaguejei.

- Ótimo. – ele sorrira – Srta. Gilmore, troque de lugar com a Srta. Swan.

 

Edward sibilara um “obrigado” assim que eu saí da mesa, somente assenti com a cabeça e fui me sentar com o Eric. Ao decorrer da aula, notei que ambos se divertiam fazendo a tarefa que o professor passara... Não sei, mas vê-los daquela forma... Deixou-me inquieta e estranha. Seria ciúmes? Mas, eu não tenho direitos de sentir isso, afinal, eu e Edward somos somente amigos.

 

Mesmo não proferindo essa palavra, senti uma pontada imensa em meu peito, como se fosse abrir um buraco, não sei.

 

-x-

 

N/A: Meus amores, primeiro capítulo da Don't mais que on! *-* Eu espero que vocês gostem e deixem aquela review, pode ser? Bom, vou deixar o link da versão do Edward dessa fic, como eu prometi:

 

http://fanfiction.nyah.com.br/historia/43668/Just_Friends

 

Beijos e queijos,

Tamy Black.