Uma nova chance -Hayffie escrita por District 8


Capítulo 18
Capítulo 18


Notas iniciais do capítulo

Então programei pra história ser postada aqui mas por algum motivo não foi,enfim esse capítulo é engraçado,fofo,hot,tudo misturado espero que gostem



Katniss Everdeen voltava de um longo dia de caçada.Sabia que não precisava,mas gostava de passar por um tempo na floresta caçando como nos velhos tempos.Seu médico dizia que era um ótimo jeito de se recuperar.

Já era noite quando Katniss passou em frente ao bar.Ela revirou os olhos.Uma mulher loira e extremamente bêbada entonava enormes copos de cerveja junto com um homem velho e barbudo enquanto uma multidão fixavam os olhos neles enquanto seguravam papéis,provavelmente de aposta.

– Eu ganheeeeeeeeeeeei! – Katniss estancou na hora ao reconhecer o timbre.Mesmo em uma multidão ela reconheceria essa voz. Então a mulher subiu no balcão e se dirigiu as pessoas(tão bêbadas quanto ela) que a olhavam – Vocês querem mais? – a plateia começou a aplaudir.E então Effie pulou em cima de um poste de madeira e abraçou o balustre com as mãos e as pernas – Gimme gimme more gimme more gimme gimme more!

– Effie? – Katniss finalmete encontrou a sua voz depois de presenciar aquela cena bizarra.Estava estancada na porta do bar,boquiaberta com a mulher que mandava beijinhos para os bêbados do bar,ainda agarrada no poste de madeira enquanto girava no balustre.Effie seria a última pessoa que perderia a compostura e o bom senso,então o que ela estava fazendo aí?

– É Effie Trinket,vadia! – ela desceu do poste e se segurou com um braço por ele enquanto girava ao redor do poste e batia o cabelo. – A legendária Miss Effie Trinket! – gritou enquanto as pessoas a aplaudiam e assobiavam. – Quem é a rainha do Distrito 12?Quem é a Capital Girl?Quem é que manda em Panem?

– É a Effie! – o bar gritou em uníssono.Effie chutou os copos que estavam em cima do balcão e jogou o cabelo para trás.

– Me dá um beijinho,gata – um homem desdentado e totalmente bêbado puxou o seu braço.

– Já disse que só beijo o Haymitch,sai – ela o empurrou e avistou a figura na porta – Katniss! – sorriu – Vocês já conhecem a minha filhinha Katniss né?Katniss!Vem pra cá! Ah,não seja tímida,lindinha! – E então o bar inteiro olhava para Everdeen.A menina correu até ela antes que Effie desse algum escândalo.

– Você ficou louca,Effie? – perguntou Katniss,envergonhada por o bar inteiro estar olhando para elas – Desce daí!

– Fiquei!Adoron! – rodou no poste.

– Vamos! – Katniss a puxou pelo braço e ela quase caiu da mesa – Isso aqui não é um lugar pra você! – Katniss conseguiu fazer com que ela saísse de cima do balcão com um puxão,mas Effie não desistiria tão fácil

– Ei,me larga!Meu público me ama! – disse enquanto era arrastada para a porta do bar.

– Pode parando aí! – o barman se botou entre elas e a porta – Quem é que vai pagar todas as rodadas de bebidas? – foi só Katniss se distrair um pouquinho para pegar o dinheiro que Effie pegou todas as garrafas que viu pela frente e entornou todas garganta à baixo.

– Vamos,Effie!Larga isso! – Katniss arrancou as garrafas da mão dela.

– Ihh,Katniss,você é muito chata!Irc! – soluçou enquanto era arrastada do bar pela tributa. O bar a aplaudiu mais uma vez – Um beijo meus fãaaazzzs .

– Effie! – o bar inteiro gritou enquanto ela mandava beijinhos com o braço que não estava sendo segurado por Katniss.

– Para de palhaçada,Effie!Olha só o seu estado! – Katniss olhou para a mulher toda descabelada,com o vestido sujo cheirando à bebida barata e sem um sapato.

– Ninguém me manda o que fazer!Nem você,nem Plutarch nem ninguém!Me solta! – mas Katniss segurava seu braço com força.

– Eu esperaria isso do Haymitch,não de você!Era Haymitch que me dava trabalho!

– Tô nem aí,eu tô me sentindo livre,leve solta! – Effie soltou um jato de vômito nos pedregulhos no chão.Ela começou a tossir.

– Calma!Vem cá! – Katniss a puxou para um beco escuro,longe dos olhares curiosos das pessoas na rua.Effie se curvou,tossindo e Katniss segurou os seus cabelos para o caso dela vomitar de novo.Já estava acostumada,isso sempre acontecia com Haymitch,mas com Effie? – Daqui pra casa do Haymitch é pertinho,não se preocupa não – Katniss a tranqulizou numa voz mais suave.

– Eu não quero voltar pra lá!Plutarch é capaz de ficar pior quando me ver assim!

– O que quer dizer com isso? – se assustou Katniss

– Dã!Eu só vou me casar com Plutarch porque ele ameaçou expulsar Haymitch e você e Peeta de casa!Se liga né,Katniss!Até parece que eu ia casar com aquele merdinha porque quero!

– Mas...

– Shiu! – Effie botou a mão na boca dela,fazendo Katniss ficar tonta com o forte cheiro do álcool – Não conta pra ninguém! – e começou a rir – Ah,Katniss,eu estou tão ferrada...

– Calma,você vai ficar bem – Katniss começava a entender o motivo de porque Effie tinha bebido tanto.

– Além do mais – Effie continuou,se erguendo – Por que eu trocaria o Haymitch pelo Plutarch?Quer dizer,aquele bêbado desgraçado é o homem da minha vida! – Katniss arregalou os olhos e Effie tapou a própria boca com a ponta dos dedos– Oops!Falei demais!

– Então...bem que Peeta falou... – balbuciou Katniss

– Mas não espalha,tá queridinha?Fica só entre a gente!Segredinho de garotas,viu! – Effie piscou para ela –Até porque eu nunca trocaria o Haymitch pelo Plutarch,primeiramente porque o Haymtch tem umas mãos que meu Deus!Sabe,lá no trem ele sempre me jogava na parede e a gente fazia ali mesmo,só faltava me chamar de largartixa – riu enquanto as bochechas de Katniss se avermelhvam -E o brinquedinho dele é enorme e gro...

– Effie! – Everdeen corou – Eu não quero saber disso!Que horror!

– Ah é,esqueci que você é muito novinha pra isso,bebê – Effie deu um tapinha no rosto dela – Posso voltar pro bar?Por favoooooor,vamooos esquece esse papo de Tordo e vem ser feliz! – Effie tentava ao abr enquanto Katniss a puxava na direção oposta

Aos trancos e barrancos,Katniss conseguiu arrastar Effie para a Aldeia dos Vitoriosos,onde estavam sendo esperadas por Peeta,Plutarch e Haymitch que ouviram a gritaria e saíram correndo de suas casas.

– Quem é essa louca? – Plutarch perguntou quando Katniss e Effie se aproximaram.

– Meu nome é Trinket,Effie Trinket – riu escandalosamente – Que tal?

– Effie! –Plutarch,Haymitch e Peeta exclamaram em uníssono.

– Surpresa,queridinhos! – e então vomitou bem em cima do terno caríssimo de Plutarch e quase caiu em cima dele,se Katniss não a tivesse segurado – HAHAHAHA Bem feito!Irc!

– Que nojo! – Plutarch gritou e pegou Effie pelo braço – Quando nos casarmos se você se comportar assim você vai ver,que vergonha,como eu posso me casar com uma mulher assim tão ridícula,mal-edu... – Haymitch teve vontade de socar a cara do ex-Idealizador pelas palavras dele.Como ele podia?Ela estava fora de si.Mas quando Haymitch ia preparar o soco,Effie se adiantou e deu um gancho de direita nele tão forte que Plutrach caiu desmaiado no chão.

– Nossa,que cara chato!Não cala a boca! – ela ajeitou o vestido – Não merece uma dama como eu!Na verdade – ela se jogou pra cima de Haymitch agarrando o colarinho da jaqueta dele – eu prefiro você.

– Effie,mas o que...EFFIE! – disse Haymitch quando Effie tentou beijá-lo. – Katniss,Peeta,cuidem do Plutarch!Eu vou tentar dar um jeito nessa aqui – Effie sorriu.

– Eba!Adoro quando eu você ficamos sozinhos,num quarto,... – ela virou a cabeça para Katniss e Peeta - Mas não olhem,queridinhos,mamãe e papai precisam de um tempinho sozinhos,isso é assunto de adultos.

– Tem certeza,Haymitch? – Peeta olhou para o casal.Effie estava bem nos braços dele.Isso não acabaria bem.

– Awnn – Effie apertou a bochecha do padeiro,uma mão ainda segurando firmemente o colarinho de Haymitch – Vocês são dois lindos!Mas não se preocupem,a mamãe Effie vai ter que se resolver com o Papai Haymitch hihi,não nos esperem acordados!

– Tenho,Peeta.Vamos,Effie. – Haymitch abriu a porta e arrastou.

– Nãooo!Me dá um beijo antes! – Effie fez bico.

– Que beijo...Effie! – ela começou a se debater para alcançar a boca dele.Haymitch a segurou os seus braços.

– Ui,adoro quando você me segura assim!

– Effie,você não tá pensando direito!Se controla! – exclamou Haymitch assim que eles entraram em casa.

– Não!Eu quero que você me beije!É só um beijinho,Haymitch,você já me beijou tantas vezes,qual é o problema?

– O problema é que você tá completamente bêbada!Eu sei que você vai se arrepender disso mais tarde!

– Não vou não!Vamos lá,Haymitch,me joga no chão e me chama de cimento! – estava ficando cada vez mais difícil de segurar Effie.Apesar de bêbada,ela estava muito linda,completamente natural com seus cabelos loiros caindo em ondas até a cintura e o vestido demarcando cada curva do seu corpo”Talvez eu deva fazer o que ela quer” pensou Haymitch por um segundo,mas logo afastou o pensamento.Effie estava bêbada e se arrependeria mais tarde. – Vamos lá,você é o melhor que eu á tive sabia?Me deixa completamente satisfeita,eu não tenho do que reclamar!

– Você precisa de uma ducha fria e depois vai se acalmar...espera,é mesmo? – Haymitch deixou que o orgulho masculino o vencesse.

– Aham – balançou a cabeça afirmativamente,olhando para ele com olhos inocentes.Haymitch sorriu.

– Isso é muito...interessante.Agora vai logo pra esse banho,princesa – Haymitch suavizou um pouco.

– Eu não saio daqui sem beijo! – Haymitch tentou arrastá-la mas ela estancou no chão.Ele suspirou.Teria que usar outra estratégia:

– Tudo bem então,se quer beijo,vai ter – disse Haymitch e o rosto dela se iluminou – Mas só se tomar um banho. – talvez se ela se enfiasse debaixo de um chuveirada fria ela se acalmaria.

– Amo!Já to indo pro banho! – foi subir as escadas e tropeçou no primeiro degrau e ficou lá,rindo para o nada.

– Merda!Se machucou? – Haymitch correu para ajudá-la.- EFFIE,O QUE É ISSO? – Haymitch falava do longo hematoma esverdeado no braço dela,o que Plutarch fizera ao agarrar o braço dela.

– O que? – Effie virou a cabeça para olhar o hematoma – Ah,isso foi Plutarch,aquele imbecil.Mas deixa pra lá,eu já dei um soco nele,estamos quites.

– Por que ele fez isso? – Haymitch avaliava o hematoma.

– Ah,foi uma briga estúpida que a gente teve,só isso – deu de ombros,mas o sangue de Haymitch ferveu.

– Eu vou matar aquele desgraçado – Haymitch sussurrou em uma voz ameaçadora.

– Deixa isso pra lá,já disse que sei me cuidar sozinha – ela se levantou,só para cair de novo e vomitar mais uma vez nos degraus da escada. – Ih,foi mal.

– Tá tudo bem,Effie – Haymitch suspirou.Era ele quem teria que limpar tudo,já que a faxineira só viria na segunda feira. – Vai logo pra esse banho. – E ela subiu.Era uma pena que Plutarch estivesse desmaiado agora,queria dar uma surra nele agora mesmo,suas mãos coçavam para isso.Mas primeiro tinha que cuidar de Effie.

Haymitch a guiou até o banheiro e depois entrou no quarto dela e tomou um susto:Estava tudo espalhado,várias roupas jogadas pelo chão.Se abaixou e procurou uma roupa que parecesse confortável,mas nenhuma tinha lá esse aspecto.Tudo era cheio de frufrus demais,enfeitado demais.Ele achou uma camisola transparente e a enfiou imediatamente de volta na mala.Não era hora para imaginar como Effie ficaria com a peça.

– Haymitch,olha pra mim! – chamou Effie

– O que foi,Effie? – ele se virou – Meu Deus! – Effie estava em cima do corrimão do corredor,pronta para pular no lustre.Haymitch correu para impedi-la,mas já era tarde demais,ela já tinha pulado.Por sorte,ela se agarrou no luste,ficando sentada bem na base dele enquanto segurava o metal que o prendia no teto com uma mão.

– Eu sou o Tarzaaaaan! – Effie começou a balançar perigosamente o lustre – I came like a Wrecking Baaaaaaall!I never hit so hard in looooove!Canta comigo,Haymitch! – o lustre começava a se soltar do teto.Era uma queda de mais de quatro metros e se ela caísse,sofreria ferimentos muito graves com o vidro do lustre e a queda.Haymitch correu até a metade da escada e voou escada a baixo e pulou em cima de Effie bem na hora que o lustre caiu no chão.Uma explosão de vidro e metal ocorreu.Os dois rolaram até que Haymitch ficou em cima dela,a protegendo dos cacos lançados.

– Ai isso foi tão legal!Vamos fazer de novo! – Effie riu.

– VOCÊ FICOU MALUCA,PORRA?! – gritou Haymitch,prendendo os pulsos dela no chão. – PODIA TER SE MATADO,CARALHO!PUTA QUE PARIU!

– Mas foi tããããão legal!

– Cala a boca,Effie,cala a boca! – Haymitch estava uma pilha de nervos,o sangue fervendo pela sua preocupação com ela. – Você não tem noção?!Você podia ter morrido!

– E daí?Ninguém sentiria a minha falta. – riu,os olhos alucinados.

– Acha que eu não ia sentir?!Acha?! – Haymitch segurou o seu rosto com as duas mãos – Eu...eu nem saberia o que fazer – sua voz ficou mais suave e Effie sorriu,mordendo um lábio.De tão perto,ele podia ter certeza que seus olhos azuis não era lentes de contato.Effie tinha uma pinta perto da boca que ele nunca vira,já que estava sempre coberta por camadas de maquiagem.Sua vontade era de fazer o que ela queria,beijá-la com toda a paixão que podia,mas então ele viu os seus olhos vazios e alucinados e saiu de cima dela.

– Por que não vem tomar um banho junto comigo? – perguntou enquanto Haymitch ajudava-a a se levantar.O chão estava cheio de vidros cortantes e ela estava descalça,de modo que ele a levou no colo.

–Porque não! – Haymitch disse,evitando olhar para a mulher que estava no seu colo– Vai pro banheiro e sem gracinhas dessa vez – disse em uma voz ameaçadora.

– Ah,por favor,Haymitch,até parece que você nunca me viu pelada... – Haymitch parou e se olhou para ela.

– Você quer que eu chame a Katniss pra tomar conta de você? – disse,suave.

– Não!Quero que você fique aqui! – Effie balançou a cabeça.

– Então vai ter que se comportar como uma boa menina – e isso fez Effie ficar com raiva.Ela deu um tapa na cara dele.

– Quer saber?Vocês todos estão tentando me controlar!Ninguém manda em mim! – Effie saltou do colo dele,marchando para longe.

– Mas essa agora...Effie!Volta aqui!Eu não estou tentando te controlar,princesa!Só quero que você fique bem,tá bom? – Haymitch a segurou pelos ombros.

– Tá legal – Effie sorriu – Eu estou mesmo precisando de um banho,foi um dia muito muito muito exaustivo! – ela parecia estar voltando ao normal o que o aliviou um pouco.Eles terminaram de subir até o segundo andar e entraram no enorme banheiro.

Mas quando Effie pegou o spray de barba e usou como pasta de dente que Haymitch viu que ela estava pior do que ele imaginava.

– Effie – Haymitch caiu na risada ao ver Effie Trinket,a própria Capital Girl,cheia de creme de barbear na cara.

– Isso tem um gosto horrível. – ela cuspiu.”Parece que estou cuidando de uma criança”pensou Haymitch.

– Abre a boquinha – Haymitch ainda estava rindo.Essa cena nunca passaria pela sua cabeça há um ano e meio atrás.Mas agora tudo mudou.- Isso muito bem – Haymitch jogou metade de tubo de creme dental dentro da boca dela.Uma parte caiu bem no olho de Effie.

– Ai,tá ardendo o meu olho!Tô cega,to cega! – Effie começou a correr em círculos gritando – Tô cega,socorro!

– É pra isso – Haymitch a segurou e limpou o seu olho com uma toalha cuidadosamente – que serve a toalha. – Effie cuspiu a pasta e Haymitch enfiou uma escova de dentes na boca dela.

– Ai!Tá doendo!

– Você quer que eu tire esse vômito da sua boca ou não? – Haymitch passou a esfregar mais devagar. – Pronto,agora entra no Box.

–Só se você me der aquele beijo.

– Effie,entra logo nesse banho... – mas Effie cruzou os braços e ficou parada olhando para ele.Nenhum apelo ia funcionar.Haymitch beijou a sua bochecha – Pronto,agora vai.

– Ah,por favor né!Beijo assim eu dava nos meus namoradinhos da quarta série!Quero um beijo de verdade! – Haymitch revirou os olhos,se inclinou e beijou os seus lábios levemente.

– Satisfeita?

– Eu preciso responder? – Effie levantou uma das sobrancelhas.Ela não desistiria tão fácil assim.Haymitch a puxou pela cintura e beijou os seus lábios suavemente até que ela abriu a boca e ele mordeu o seu lábio até que as suas línguas se enroscaram,o beijo se aprofundo.Ele queria isso tanto quanto ela,talvez até mais – Agora sim – arfou,sorrindo enquanto ele a soltava.

– Tá bom – respondeu Haymitch,largando a sua cintura – Agora entra no Box.

– Não precisa ser tão mandão,é só pedir! – Effie revirou os olhos,mãos na cintura,bufando para afastar uma mecha de cabelos dos olhos – Homens!

– Effizinha,você pode entrar no chuveirinho,por favorzinho pro Haymitchzinho ficar feliz? –ele forçou um sotaque da Capital.

– Se é isso que você quer... – Effie abaixou o zíper lateral até o fim e o vestido deslizou pelo seu corpo,acompanhado pelo olhar de Haymitch.Depois ela pôs as mãos nas costas e desprendeu o sutiã,que caiu tão rápido quanto a calcinha que deslizou pelas suas pernas – Não precisa ficar babando – riu,vendo os olhos dele varrerem o seu corpo com o desejo no olhar.

– Eu não estou – negou Haymitch,mal humorado e desviando o olhar

– Você sabe mentir muito bem,mas não pra mim –piscou,fechando o Box de vidro fosco,lhe dando uma bela visão de sua traseira.

“Ela tá bêbada,Haymitch,ela tá bêbada,Haymitch,ela tá bêbada,Haymitch,ela tá bêbada,Haymitch” pensava enquanto saia do banheiro e ia em direção ao quarto dela para pegar uma roupa.

– Já acabou? – perguntou ele depois de 10 minutos.

– Não!Ainda tô procurando o meu shampoo pra cabelos claros! – disse Effie no Box

– Que shampoo pra cabelos claros?!Toma esse banho logo,mulher!

– Mas esse Distrito é uma bosta mesmo hein!Nunca que eu conseguiria viver sem o meu Hair Maxim Supershine para loiras!

– Tá bom,Effie – Haymitch estava rindo – Já acabou?

– Já – Effie saiu do banheiro em uma camisola preta bem curta.Haymitch nem pensara em como a peça ficaria nela quando a pegou e agora se arrependia amargamente da escolha.Seria muito mais difícil tirar os olhos de Effie com essa camisola marcando todo o seu corpo.O casal foi para o quarto dela – Wow,que bagunça!

– Eu te ajudo a arrumar – Haymitch começou a pegar umas perucas que estavam jogadas no chão quando foi derrubado por alguma coisa e caiu de costas para a parede.Haymitch soltou um gemido de dor e nem teve tempo de se recuperar quando Effie se sentou bem no colo dele,tirando a sua jaqueta – Effie! – ele arregalou os olhos quando ela começou a morder a orelha dele.

– O seu problema,amorzinho,é que você fala demais – sussurou,beijando o seu pescoço.

– Você vai se arrepender disso... – Effie o interrompeu com um beijo – Você...

– Haymitch – Effie falou num tom tão sério que Haymitch parou de falar.

– O que?

– Cala a boca – respondeu,exatamente como ele respondera no beco dias atrás.Haymitch assentiu e os dois voltaram a se beijar.

– Ah,que se foda – Haymitch murmurou antes de se entregar totalmente ao beijo.E a partir daí,os dois não pensavam em mais nada.Haymitch só pensava em como o perfume dela era bom e como o corpo dela era uma delicia de tocar.Os dois rolavam freneticamente no chão,brigando por quem dominaria.Effie rasgou a blusa dele com as unhas afiadas até eleficar com duas partes de tecido rasgado no corpo.Ela rolou para cima dele e chupou o seu pescoço até ele arfar de dor.Effie sorriu enquanto ele arrancava a sua camisola e a jogava bem longe.Os dois rolaram de novo até que Haymitch prendeu as pernas dela na sua cintura e suas mãos no chão.

– Ei!Isso não é justo! – mas logo a exclamação dela virou um suspiro quando a barba de Haymtch roçou pelo seu corpo até chegar aos seus seios.Effie sorriu com os olhos fechados ao sentir uma coisa dura tocando o meio de suas pernas.Effie gemeu o nome dele,implorando para que ele tirasse o seu sutiã logo quando Haymitch se afastou.

– Effie,o que é isso? – Haymitch não parava de olhar para a longa cicatriz branca que ia do ombro dela até o seu colo.

– Uma cicatriz,ué – ela olhou para o próprio corpo. – Tenho umas 3 dessas.

– Como conseguiu essa cicatriz?

– Você parou tudo pra falar de cicatrizes?Pelo amor de Deus,viu. – Effie tentou beijá-lo de novo mas Haymitch a segurou.Pelo olhar sério dele,ela sabia que ele não sairia daquele quarto sem uma resposta – No tempo da revolução.Não é um souvenir muito bom mas...

– É sério – Haymitch inclinou a sua cabeça,seus olhos cinzas a encaravam.O álcool ainda fazia efeito,o que era bom por um lado,já que ela não mentiria para ele enquanto estivesse bêbada. – O que fizeram com você?

Effie piscou os grandes olhos azuis,entediada.

– Ah,vejamos:Eu fui eletreocutada,espancada,afogada,envenenada,quase fui estuprada.Ah,e essas cicatrizes foram porque um Pacificador me cortou com vidro porque eu não queria falar aonde o meu “namoradinho do Distrito 12” estava escondido.Satisfeito? – agora lágrimas corriam soltam pelo seu rosto, porque mesmo bêbada,ela se lembrava de tudo. – Eu nunca vou conseguir esquecer,Haymitch – fungou – Nunca.

– Você vai sim,você vai esquecer – Haymitch a puxou para si e a abraçou enquanto ela chorava no seu peito. – Você vai ficar bem,eu prometo.Nada vai acontecer com você agora,nada – e então ele se lembrou que já tinha acontecido.Imaginou Plutarch apertando o braço fino e branco dela com força e a raiva tomou conta dele.Se recusava a imaginar Plutarch e Effie se casando e no marido violento que ele se tornaria.Isso tinha que acabar. –Veste uma roupa,eu vou te levar pro meu quarto. – só então que Haymitch percebeu que eles ainda estavam na mesma posição de antes.Haymitch desviou o olhar do corpo dela ao ver que ela só usava uma roupa de baixo.Ele também não estava lá muito vestido,com a sua blusa rasgada no meio e sua calça desabotoada – Aqui,veste isso – Haymitch pegou a mesma camisola que ela usava antes e jogou para ela enquanto abotoava a calça e tirava a sua blusa.

Effie se vestiu,mas não parecia reagir a mais nada.Haymitch a chamou duas vezes,mas ela só ficou olhando para o nada,encolhida contra a parede.Ele então a botou no seu colo e a levou para o seu próprio quarto,até porque,do jeito que a cama dela estava uma bagunça,seria impossível deitá-la ali.

– Você teve um dia cheio. – ele a colocou na cama cuidadosamente – Vai dormir.

– Não quero que os pesadelos voltem – sussurrou Effie com o mesmo olhar vago de quando saíra do aerodeslizador no Distrito 13.

– Quer que eu fique com você aqui? – perguntou ele,cautelosamente.Ela podia dar um tapa na cara dele,gritar com ele ou puxá-lo para um beijo,mas ao invés disso só balançou a cabeça afirmativamente e ele se deitou na cama junto com ela.

Mal Haymitch se deitou no colchão,Effie foi para junto dele e deitou em seu peito.Haymitch pôs um braço debaixo da cabeça e o outro ao redor dela enquanto afagava os seus cabelos loiros.Ela não parecia em nada com a mulher que dera um soco no noivo,agora parecia tão frágil e vulnerável que Haymitch não tinha coragem de fazer nenhum dos seus conhecidos comentários sarcásticos sobre o seu visual natural.Effie estava olhando para um ponto fixo na parede,perdida em seus próprios pensamentos,mas pelo menos parecia mais calma.Haymitch pensou no trabalho que Effie deu para ele mais cedo e se perguntou se isso acontecia com ele também.Será que era assim todas as vezes que ele bebia?Dava um vexame e vomitava em tudo quanto é lugar?Era Effie que cuidava dele toda vez que exagerava na bebida e agora ele cuidara dela.”O mundo dá voltas”pensou ele.

Haymitch pensou em como a sua vida era diferente do que ele imaginava há 25 anos atrás.Talvez teria virado mais um trabalhador da mina,explorado até a última gota e intoxicado pela poeira do carvão.Mas ele teria a sua família viva.Veria seu irmão se tornar professor,uma profissão que ele sempre quis e veria a sua mãe preparando a melhor refeição que podia nas tardes de domingo.Talvez até se casasse mesmo com Amber.Ele não se lembrava muito bem do que sentia pela alegre garota de vestidos rodados e floridos.Eles eram amigos desde crianças e ela aceitara namorar com ele uma semana antes da Colheita.Talvez eles tenham confundido amor com amizade,talvez eles fossem apenas amigos que se gostavam muito mas não a ponto de se amarem.

Agora Effie se aconchegava mais nele,pondo uma perna em cima da cintura dele.Haymitch engoliu em seco,a sua respiração ficando mais pesada.Lá estava ela,com uma camisola preta de seda bem fina deixando a maior parte das coxas a mostra,enroscada nele,o cheiro do seu perfume de lavanda impregnando as narinas de Haymitch.Ele estava quase perdendo o controle novamente

– Effie...acho melhor eu ir – Haymitch tentou se sair da cama mas ela o agarrou ainda mais,murmurando coisa inaudível.

– Não... Fica aqui... Eu preciso de você... – disse numa voz fraca ainda com os olhos fechados.Haymitch se xingou mentalmente por ter todos aqueles pensamentos enquanto Effie só estava procurando um pouco de conforto nos braços dele.

– Vou ficar – sussurrou enquanto beijava a testa dela – Vou estar sempre aqui.

Effie Trinket sorriu e adormeceu.Haymitch decidiu ficar ali com ela.Ainda era cedo,Plutarch provavelmente ainda estava se recuperando do soco em algum canto qualquer da casa de Katniss e Peeta.Pelo menos naquela hora ele se deixou relaxar e pensou na mulher que dormia tranquilamente ao lado dele,como se nenhum mal tivesse sido feito à ela.

– Eu também preciso de você,Effie – Haymitch afagou os seus cabelos – Muito. – deu um beijo no topo da sua cabeça,fechou os olhos e dormiu.



Notas finais do capítulo

Volto a postar na terça talvez.Reviews?