Apenas Sentimentos escrita por BelinhaH


Capítulo 19
Com você - Extra. III


Notas iniciais do capítulo

Oiii, fiquei meio chateada, mas eu sabia que não teria tantos comentarios, porque afinal, a metade dos meus leitores são fantasmas, eu me pergunto se vocês tem dedos?? ( sem ofensa)

Enfim, aqui mais um capitulo, breve posto outro, que não irar demorar. To empolgada para escrever, e para quem ler minhas outras fics, breve também irei começar a postar!!

bjinhos e até



I remember telling you I loved you

Eu me lembro de te dizer que te amava
The northern star rising above you

A Estrela do Norte surgindo sobre você
And in that moment

E naquele momento
I thought every dream would come true

Pensei que todos os sonhos se tornariam realidade
Oh, but some just never do

Oh, mas alguns nunca se tornam

Lady Antebellum - I Did With You

Com Você – Extra. II

     O fim de tarde estava chegando, a primeira estrela já havia aparecido, assim como a lua, que já começaria a brilhar e o sol já estava se pondo. Ela estava de olhos fechados, deitada na grama do jardim de sua casa, debaixo de uma cerejeira que naquele dia estava bem florida, o vento batia balançando as flores, soltando seu aroma doce e suave. Sakura abriu os olhos suavemente encarando o céu alaranjado do pôr do sol, deu um pequeno sorriso com as lembranças daquela noite há três dias, em que teve sua primeira vez com seu amado namorado, tudo bem que só fazia cinco meses que estavam juntos, mas ela o amava muito. Lembrasse-se como se fosse hoje, a sensação do primeiro beijo deles, de como sentiu seu estomago embrulhar de emoção e sentir a surpresa em ouvi que ele também sentia o mesmo que ela.

  A primeira vez que viu aqueles olhos que parecia duas pedras ônix entrar na sala, com o rosto serio e sem dar um único sorriso, seu coração acelerou e ali naquele dia ela soube que seria ele, que havia encontrado o amor de sua vida, apenas com o olhar dele ela soube, ela nunca foi de acreditar em amor a primeira vista, e tem certeza que não foi amor a primeira vista, foi o destino mostrando para ela o caminho que tinha que seguir. Poderia até ser exagero, afinal só tem apenas quinze anos e nem mesmo tinha terminado a escola ainda, mas ela tinha e tem a plena certeza que esse amor, ela irá levar para o resto de sua vida.

 Mas, ao mesmo tempo tinha medo, medo de a qualquer momento tudo fosse acabar, ainda mais com o pai do moreno sendo contra o namoro deles e isso a deixava ainda mais preocupada já que ele já até tentou levar Sasuke para um encontro as cegas, a deixando triste, e não fazia a mínima ideia do porque o pai do moreno a odiava tanto, tudo bem que não tinha tanto dinheiro como eles, mas porque esse ódio todo com ela e sua família, o que ela havia feito para merecer tanto ódio de uma pessoa que nunca em sua vida havia visto. Sasuke entrou em sua vida no momento certo, no momento em que ela mais precisava, havia perdido seus pais com apenas dez anos de idade e para ela era como está revivendo aquele dia todos os dias e com a chegada de Sasuke em sua vida, ela conseguiu se abrir e vê novamente cores ao seu redor.

 A rosada estava tão distraída em seus pensamentos que não percebeu que o moreno que abitava seus pensamentos estava parado no vão da porta de entrada do deque a olhando com um sorriso discreto, Sasuke se aproximou com calma, com um pequeno sorriso brotando nos lábios, viu que ela estava de olhos fechados, sentiu o vento bater e viu algumas cerejeiras voarem suavemente o fazendo admira-la ainda mais, com aquele sorriso doce que só ela sabia dar, a viu abrir os olhos suavemente e o ver, e ali naquele momento ele soube, quando olhou para os olhos esverdeado dela o olhar e um sorriso largo brotar, soube que ela era a mulher de sua vida e queria passar o resto de sua vida ao seu lado.

—O que estar fazendo aqui? —perguntou Sakura, sentando-se e o olhando surpresa, ainda com um sorriso nos lábios.

—Oi, para você também! —riu, sentando-se ao seu lado—Estava com saudades!

—Nós estávamos juntos pela manhã—disse, rindo do moreno, que sorriu largo acariciando seu rosto com carinho.

—Eu sei, mas queria estar com você hoje— disse.

—Hum...

—Vem cá—disse, a puxando e tomando seus lábios com volúpia. A rosada fechou os olhos apreciando o beijo, quando o ar faltou ele parou o beijo com um selinho e encostou sua testa na dela de olhos fechados.

—Sasuke...

—Eu te amo! —disse, fazendo a mesma arregalar com os olhos com surpresa. Quando imaginou em ouvir essas palavras da boca dele, pensou que ela seria a primeira a falar, mas o vendo dizer o que ela desejava ouvir a dias, a deixou de olhos marejados.

—Eu...

—Não precisa chorar, eu te amo—falou, limpando as lagrimas da rosada que caia sem nem ao menos perceber.

—Eu te amo—disse sorrindo doce, se jogando nos braços do moreno, o fazendo cair para trás e ela por cima dele, ambos rindo, rindo de felicidade.

—Casa comigo?

—Que?—murmurou se colocando sentada, assim como ele, o olhando de olhos arregalados.

—Casa comigo? —repetiu, decidido.

—Sasuke...

—Eu sei, somos muitos novos, mas podemos casar quando a gente se formar e eu também—disse sorrindo.

—Você estar falando serio?

—Sim, eu quero você em minha vida para sempre!

—Eu aceito! —disse corada.

—Agora estamos noivos e logo você estar com um anel no dedo e todos irá saber que você é e sempre será minha! —disse sorrindo.

—Eu sempre serei sua!

—E eu sempre serei seu! Eternamente seu.

   Um amor verdadeiro e eterno... Não é fácil encontra um amor assim, mas quando encontramos a vida se torna mais cheia de cores, você se torna mais viva. Para Sakura a puxou para a realidade da vida, a mostrou que sim o amor existe e que ele pode sim ser eterno, assim como os de seus pais, ao lado dele ela senti novamente a vontade de viver e de sentir o amor transbordar novamente em seu ser, já para Sasuke, encontrar um amor puro e verdadeiro foi como uma luz no seu caminho, vivendo constantemente em uma vida cheia de escuridão por conta do controle de seu pai, o fazia não acreditar em amor, mas conhecer Sakura e ver nos seus olhos que sim o amor existe e ele estava ao seu lado e viveria ao seu lado o deixava caminhar e voltar a viver. Anos podem ter passado, mas aquele amor estar guardado em seus corações e sempre irar estar.



Notas finais do capítulo

Espero que tenham gostado e terá mais capítulos extra, com algumas relevações e outro de NaruHinaaa :D

Até o próximo, bjinhos



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Apenas Sentimentos" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.