Watashinokazoku escrita por Silvy


Capítulo 6
Capítulo 6


Notas iniciais do capítulo


Obrigada a todos os que comentaram, fiquei muito feliz de ler todos eles ^^




Legenda:

"Letras em Itálico - pensamentos"



-- Raizen --

Eu queria ser normal de novo, tal como quando era em criança, mas com o passar do tempo eu reparei que eu nunca seria igual a meus irmãos, ate meu irmão gémeo era diferente de mim. Eu era uma aberração naquela família onde todos eram tão felizes. Eu não queria estragar sua felicidade então nunca disse nada, mas o tempo foi alastrando minha "anormalidade" e agora eu não sabia o que fazer para há esconder, afinal ate quando eu poderia enganar meu clã?

- Raizen - diz meu pai, um homem loiro de olhos azuis chegando perto de mim

- Pai...

- Venha comer, ultimamente você tem se distanciado de nós e nem vêm jantar com o resto da família

- Estou sem fome - respondo

- Então pelo menos senta-te a mesa com o resto da família - diz meu pai suspirando, era nítida a tristeza em sua voz - eu sei que esta na adolescência, a tão famosa fase rebelde mas sua mãe preparou seu prato favorito, coma apenas um pouco para a fazer feliz

Eu adorava minha mãe, ela era simplesmente a melhor mãe do mundo, saber que a estava deixando triste me entristecia ainda mais.

- Tudo bem, posso comer um pouco - digo me levantando da cama e seguindo para a porta

- Não sabes como nos fazes feliz com essa decisão - diz  e logo abre um imenso sorriso para mim

Se eu pudesse amenizar a dor que estava fazendo minha família sentir com o meu distanciamento e frieza apenas jantando com eles, então eu o faria.

-- Hikari --

Raizen tinha descido para jantar connosco, mamãe não cabia em si de felicidade tal como o papai. Eu simplesmente amava meu irmão. Ele era tão doce e carinhoso. Mas agora a sua expressão neutra e seu olhar frio pareciam congelar quem olha-se para ele. O que ele tinha? Porque de uns tempos para cá ele estava agindo tão distante e frio para com todos? 

Onde havia ido parar o garoto que era tão inocente e bobo como nosso pai era na sua adolescência segundo mamãe.

Eu queria descobrir, não, eu tinha de descobrir!

-- Mukuro --

Meu irmão finalmente se juntara a nos, não sabia como papai havia conseguido trazer ele. Simplesmente não entendia o que se passava com ele, eu era seu irmão gémeo, apesar de sermos gémeos falsos, eu e ele dividimos o útero da mamãe durante 9 meses, crescemos juntos, brincamos juntos, aprendemos juntos, então porque ele era uma incógnita para mim desdá 3 meses atras? O que aconteceu para mudar a pessoa que eu mais conhecia?

-- Natsu --

Raizen-nii-san tinha descido para jantar, ele era tão legal e sempre brincava comigo e com o Subaru-nii-san, mas então algo aconteceu ao nii-san e ele deixou de brincar connosco e apenas passava seus dias dormindo. Eu queria que ele volta-se a brincar comigo....

-- Yukino --

Raizen-nii-san tinha vindo jantar connosco e era claro a alegria de todos para com isso. Então papai tinha de falar o que ninguém nesta casa a não ser o próprio queria.

-- Naruto --

- Agora que estamos todos juntos, eu e sua mãe queremos dar-vos uma maravilhosa noticia - digo com alegria

- Vamos ter um novo irmão ou irmã? - pergunta minha filhinha Hana

- Não... - começo por dizer mas sou interrompido por Akemi

- Vamos finalmente ter um cachorro?

- Não...

- Vamos ter uma casa maior? onde não preciso dividir o quarto e o banheiro? - pergunta Hikari

- Não sei... - digo duvidoso

- Então vamos mudar de casa? - pergunta Subaru

- Sim - digo

- Ótimo construíram umas casas novas ao pé da escola podemos... - começa a dizer meu filho Mukuro mas logo meu filho Raizen diz curto e grosso nem me deixando falar

- Não iremos para lá, papai finalmente deve voltar para Konoha, não é?

Realmente meu primogénito era demasiado esperto para o próprio bem

- Sim, vamos todos para Konoha - digo e logo vejo a expressão incrédula de meus filhos aumentar ainda mais. Vejo meu primogénito arrastar a cadeira para trás e sair andando para o quarto com as mãos nos bolsos, minhas filhas Hana e Yukino logo vão embora atrás dele, eles sempre foram ligados. Mas a expressão de tristeza delas me fez fraquejar na minha decisão, olho meus outros filhos e vejo eles com lágrimas, outros com raiva e penso: será que nem dariam a chance de conhecer sua amada Konoha?





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Watashinokazoku" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.