Jily - How I met you escrita por ChrisGranger


Capítulo 7
Pedro Pettigrew e o "irritante" Tiago Potter


Notas iniciais do capítulo

Oi gente!! Tudo bom?? Eu gostaria de agradecer a todos os meus leitores principalmente a: Alwaysbr, Jade di angelo, Matt wagner 27 e Ana Carolina Mansur por sempre deixarem reviews!! Pessoal que está acompanhando, por favor comentem, estou começando a desanimar! Quero saber o que vocês acharam e se vocês comentarem, posso ter mais ideias para o próximo capítulo!!!



Tiago ainda não conseguira entender o porquê de gostar tanto de Lílian Evans. O garoto só sabia que, quando Evans se aproximava dele, ou abraçava e conversava com o ranhoso ele sentia seu coração apertar. De raiva ou de ciúmes? Ou será que de tristeza? Não...ele nunca sentiria tristeza por uma garota...nunca. Mas aqueles olhos verdes… e como ela parecera indefesa e inocente quando se conheceram.

Porém quando o menino vira que Lílian e ranhoso haviam se acertado e os vira abraçados, ele sentiu raiva. Uma grande vontade de ir até lá e azarar aquele menino pálido, que achava que podia fazer qualquer coisa e se achava o melhor, se apoderou dele.

Ele ficara lá, parado na entrada do Saguão de Entrada sentindo uma fúria muito grande dentro dele, enquanto Remus e Sirius o chamavam… mas ele não ouvia. Tudo que ele queria fazer era separar Lílian e o ranhoso.

Após alguns segundos, os que pareceram horas para Tiago, Lílian se virou se despedindo de Snape. Ela dera de cara com Tiago, encarando-o com aqueles incríveis olhos verdes. Tiago sentia o estômago revirar e seu rosto esquentar.

Lílian parecendo finalmente acordar,olhara para o chão e começara a andar em direção às portas do Saguão de Mármore. Tiago achara que a menina estava indo falar com ele, mas ela passou reto de onde ele estava e rumou em direção às estufas sem nem olhar para ele.

– Vamos Tiago, herbologia agora, esqueceu? - disse Remus, que também parecia meio decepcionado e com olhar perdido, observava Lílian já longe dos garotos.

– Certo. - respondeu ele, virando-se sem olhar para os amigos e indo em direção às estufas.

A aula de herbologia foi tediosa. Os alunos tinham que citar algumas plantas que conheciam e dizer as propriedades mágicas de cada uma. Depois tiveram que plantar algumas plantas que mordiscavam de leve o dedo dos alunos e faziam barulhos irritantes.

– Não faz mal! A mordida das dioléias é inofensiva! Daqui a algumas semanas elas vão estar bem maiores e continuaremos a tomar conta delas. Tenho certeza que vocês irão gostar de vê-las crescer! - dizia a Professora Sprout animada.

– Claro...vamos gostar muito de plantas nos mordendo todas as aulas. E elas ainda vão crescer! Não podia ser melhor, não é? - disse Tiago para Remus e Sirius que riram enquanto olhavam desconfiados as plantas se mexendo.

Logo depois, os alunos tiveram aula de História da Magia. Muitos tomaram um certo susto, ao verem o professor, que era um fantasma.

– O velho estava dormindo e acordou certa manhã deixando o corpo para trás… - sussurrou Sirius para Tiago durante a aula extremamente chata. O professor falava sobre uma guerra que aconteceu entre os sereianos e os centauros. Tiago ainda não conseguira entender como dois grupos completamente diferentes conseguiram ter uma guerra.

Os meninos riram durante toda a aula fazendo piadinhas sobre o professor.

– O cara já morreu e continua dando aula…incrível, não é? - perguntou Sirius, levando Tiago a uma nova crise de risos.

Remus que se sentara ao lado deles, fazia força para não rir e tentava prestar atenção na aula.

Logo depois os alunos tiveram aula de Transfiguração com os alunos da sonserina. Quem dava a aula era a professora Minerva McGonagall. Esta, era bastante severa e Tiago e Sirius não fizeram piadinhas nesta aula. Os alunos nesta aula, tentavam transformar um pedaço de algodão em um alfinete. Tiago, para sua satisfação conseguira realizar o feitiço bem rápido e Sirius também. Remus, porém, estava tendo mais dificuldade. No final da aula a professora tomou a palavra.

– Agora, como o diretor Dumbledore avisou ontem à noite, a escola está realizando seus mil anos e nós decidimos fazer uma integração entre as casas. Algumas atividades serão realizadas no ano letivo e vocês irão aprender tudo sobre os quatro fundadores e as quatro casas. - disse a professora.

Tiago tomara um susto ao ouvir isto. Ele havia se esquecido completamente desta “integração entre as casas.” Sirius e Remus pareciam estar na mesma situação de Tiago, pois encaravam a professora confusos.

– A partir de hoje, nas aulas entre Grifinória e Sonserina, vocês se sentarão em dupla com os pares que eu irei falar agora e realizarão diversos trabalhos durante o ano com esta dupla. - disse a professora, levando a turma a resmungarem e protestarem indignadas.

– Eu nunca farei um trabalho com um nojento Sonserino! - exclamou Tiago.

– Por que eles tinham que inventar isso? Nós não precisamos e nem queremos aprender mais sobre as outras casas! - apoiou Sirius.

– Ah, qual é gente, vai ser legal… - Remus disse tentando convencer tanto os amigos, quanto a si mesmo.

– Silêncio! - pediu a professora McGonagall olhando, furiosa para os alunos - Este comportamento demonstra que os senhores precisam sim, desta integração! Ora, que falta de respeito! Agora, se me dão licença eu irei anunciar seus pares! O professor Flitwick irá dizer quem serão seus outros pares, assim como a professora Sprout, na próxima aula.

Os alunos amarraram a cara para a professora e olharam-na com raiva. Esta, ignorou isto e começara a anunciar os pares.

– Belle Farah e Gill Flowre; Jane Gray e Amanda Papoullos; Sirius Black e Ryan Claws…

Sirius procurou entre os alunos da Sonserina quem iria fazer dupla com ele e logo descobriu. Um garoto moreno de olhos escuros o encarava com ódio. Sirius retribuiu o olhar e voltou a atenção à professora.

– Abbey Hastins e Elisa Cleare; Pedro Petttigrew e Mathew Swegell; Remus Lupin e Verônica Dingle…

Remus, assim como Sirius fizera, procurou entre os alunos quem era Verônica Dingle. Uma garota com cabelos loiros e olhos escuros, o encarou e cochichou algo para a amiga, Amanda Papoullos e as duas deram risinhos maldosos. Remus estremeceu.

– Lílian Evans e Lucius Malfoy e Tiago Potter e Severo Snape. - disse a professora McGonagall fechando pergaminho que estava em suas mãos.

Tiago olhou em choque a professora e se levantou indignado, de sua cadeira.

– A senhora está brincando! - exclamou Tiago.

A professora virou-se para ele e o encarou perplexa.

– Como disse Sr. Potter? - perguntou a mulher.

– Eu não vou fazer nenhum trabalho com ele! - disse Tiago virando seu olhar para Snape, que parecia tão indignado quanto Tiago.

– Posso saber por quê não está satisfeito com a sua dupla Sr. Potter? - perguntou a professora séria, porém Tiago notou um pingo de sarcástico na voz da professora.

– Porque ele é um idio… - Tiago se calou, percebendo tarde demais, que estava diante de uma professora. A turma irrompeu em risos e Severo Snape estava vermelho de fúria. Tiago olhou de relance para Lílian, que olhava para sua mesa séria.

– O senhor enfrentará uma detenção Sr. Potter. - disse a professora lívida - 5 pontos a menos para Grifinória! Eu não acredito que um aluno da minha casa tenha atitudes tão fúteis como as do senhor! E o senhor vai sim, fazer dupla com o Sr. Snape. Calado Sr. Potter! Sente-se! - gritou a professora quando Tiago abriu a boca para retrucar. O menino se sentou, ainda olhando para a professora de cara amarrada.

– Detenção no primeiro dia de aula! Isto deve ser um recorde! - provocou Sirius mais tarde, na hora do almoço. Tiago lhe deu um olhar repreensor e voltou a comer. Assim que a aula de Transfiguração acabara, ele foi até a professora McGonagall que lhe deu um pergaminho. Sua detenção seria quinta-feira à noite, na biblioteca.

– Eu preferia ter pego detenções durante o ano todo do que fazer dupla com o ranhoso. - disse Tiago observando Snape entrar no Salão Principal ao lado de Lílian. O menino revirou os olhos e enfiou o resto da comida na boca.

– Está com pressa? - perguntou Remus arqueando as sobrancelhas para Tiago.

– Não, só não estou a fim de ficar aqui por mais tempo. - respondeu Tiago ainda observando Lílian e Snape.

Eles terminaram de almoçar e rumaram para os jardins, onde algumas pessoas já estavam, sorrindo tranquilas. Parecia que só quem não se deu bem em seu primeiro dia de aula era Tiago.

Os meninos se sentaram em baixo de algumas árvores de frente para o grande lago, olhando para a lula gigante que fazia barulhos engraçados o tempo todo.

– O que temos agora? - perguntou Tiago.

– Feitiços com a Corvinal. - respondeu Remus que havia pego um livro de sua mochila e começara a ler.

– Então, vamos descobrir quem são nossos pares da Corvinal… - disse Sirius pensativo - Odiei essa coisa…

– Pelo menos você não ficou com o ranhoso… - disse Tiago, se sentindo incomodado de aquele assunto ter voltado.

– Espero ficar com a Sing Jell da Corvinal - disse Sirius ignorando o comentário de Tiago - Ela é a maior gata!

– Ohhh vai fugir é? Me diga, Pettigrew, como foi que você conseguiu entrar na grifinória? - perguntou uma voz arrastada e fria.

Tiago, Remus e Sirius se viraram rapidamente e olharam abismados para um grupo de três garotos sonserinos, apontando a varinha para Pedro Pettigrew.

A reação de Tiago foi imediata. Ele estava cansado da Sonserina e de todos que eram daquela casa nojenta! O menino se levantara, já puxando a varinha das vestes e se direcionando para o grupo dos garotos, que franziam a testa surpresos e Tiago notou, um certo temor. Sirius e Remus já estavam ao seu lado, com as varinhas nas mãos.

Os três se postaram ao lado de Pedro Pettigrew que os encarou com certa curiosidade e alívio, este também segurava a varinha que tremia em suas mãos.

– O que você quer aqui, Potter? - perguntou Lucius Malfoy, um dos três garotos do grupo.

– Ah...bem, em primeiro lugar queria mostrar a vocês o quanto são covardes… lutando contra um é realmente patético, não acha Malfoy? E em segundo…vim acabar com a sua raça. - disse Tiago sarcástico.

Malfoy e seus amigos (Ryan Claws e Mathew Swegell) riram.

– E você acha que vai conseguir fazer isso? - perguntou Malfoy.

– Eu não acho Malfoy… - disse Tiago rindo de desdém - eu tenho certeza! Furnunculos! - gritou Tiago e Ryan Claws foi atingido pelo feitiço. De seu nariz, começara a sair furúnculos. O garoto gritou desesperado e saíra correndo em direção ao castelo. Sirius riu e Pedro soltou uma risadinha nervosa. Tiago, porém, ainda encarava Malfoy, sério. O menino, percebendo que estava em desvantagem, olhou para Tiago com raiva.

– Isto não acabou Potter! Você vai ver! - disse Malfoy ríspido, se virando com Swegell, rumando em direção ao castelo.

– Covarde. – disse Tiago desgostoso ainda observando Malfoy à distância.

– Cara, onde aprendeu aquele feitiço? – perguntou Sirius admirado e espantado.

– Meu pai me ensinou...pratiquei durante muito tempo! – respondeu Tiago.

– Vai se meter em encrenca Tiago... – disse Remus preocupado.

Tiago deu de ombros e disse:

– Eles não vão dizer nada. Não vão querer parecer mais covardes do que já são.

– Obrigado – disse Pedro baixinho.

Tiago lhe deu um sorriso maroto.

– O que você fez para irritá-los? – perguntou ele.

– Nada...eles são uns idiotas mesmo. – respondeu Pedro dando um sorrisinho.

A partir daquele momento, Pedro se tornou amigo dos três meninos. Todos acreditaram que aquela amizade duraria para sempre e nenhum dos quatro duvidavam de nenhum deles, pois eles eram amigos e amigos são para sempre. Eles mal sabiam, como estavam enganados...

–---------------------------------------------------------------------------------------

– Com quais pessoas você vai ter que fazer par mesmo, Líly? - perguntou Abbey.

– Lucius Malfoy, uma tal de Sing Jell e Chad Iaw. - respondeu Lílian por trás de seu dever de Feitiços (faça uma redação explicando os tipos de feitiços que curem pequenos ferimentos).

Elas estavam no salão comunal da Grifinória, sentadas nos pufes de frente para a lareira. Lílian estava quase terminando os deveres do dia.

– Hum… - Abbey mexia em seus cabelos loiros,não prestando atenção na pilha de deveres que ela mal começara a fazer - eu soube que esse Lucius Malfoy se meteu numa briga com o Potter hoje…

Lílian arqueou as sobrancelhas, não tirando os olhos do pergaminho.

– Por que eles brigaram? - perguntou ela desinteressada.

– Disseram que esse grupo do Malfoy estava ameaçando o Pettigrew, aquele menino baixinho, sabe? - Lílian afirmou - E o Potter foi até lá, bravamente e espantou aqueles meninos. - terminou Abbey sonhadora olhando com um sorrisinho bobo para Tiago, que estava do outro lado da sala, rodeado de um grupo de pessoas.

Lílian riu da cara da amiga.

– É, acho que ele gosta de defender pessoas… - disse Lílian afastando o dever de feitiços, finalmente terminado.

– Ele é um cavaleiro… - disse Abbey ainda sorrindo bobamente para Tiago, que reparara o olhar da garota e a deu um aceno dando um sorriso maroto. Abbey ficara vermelha. Lílian riu ainda mais. Tiago, Lílian percebeu, sussurrou algo no ouvido de Sirius, que balançava a cabeça, mas depois de algum tempo, Tiago se virou para as meninas e para a surpresa de Lílian, andou em direção à elas.

– Ai, meu Deus Líly…ele está vindo para cá! O que eu faço? Estou bonita? - perguntou Abbey ajeitando discretamente os cabelos.

Lílian queria cavar um buraco no chão. Será que aquele garoto não largava do pé dela? Ela pegou um pergaminho qualquer em seu material e fingiu estar fazendo o dever, que já havia terminado.

– Abb… eu não quero falar com ele… - sussurrou Lílian nervosa - Eu vou subir!

– Não! - disse Abbey agarrando um dos braços de Lílian - Por favor, fique aqui comigo!

Lílian olhou nos olhos cor de mel da garota e suspirou. Abbey já a tinha ajudado tanto…e a amiga agora queria que ela ficasse ali. Lílian assentiu e Abbey sussurrou um rápido “obrigada”.

– Olá meninas! - disse Tiago sentando-se numa das poltronas à vontade - Tudo bem, Evans?

A menina afirmou com a cabeça, ainda fingindo estar fazendo o dever.

– Sou…Abbey! - disse Abbey, parecendo mais nervosa do que nunca.

– E aí, beleza? - perguntou ele - Tiago Potter.

– Eu sei… - disse Abbey rapidamente - A Líly me falou de você!

Lílian sentiu seu rosto ficar vermelho e deu uma cotovelada na amiga, se escondendo ainda mais por trás do pergaminho.

– É mesmo? A Líly falou de mim? - perguntou Tiago com um sorrisinho maroto - E o que ela falou, Abbey?

– Não te interessa! - respondeu Lílian com raiva, atirando o pergaminho na mesa.

Tiago arqueou as sobrancelhas e deu de ombros.

– É verdade que você brigou com o Malfoy hoje? - perguntou Abbey, procurando desesperadamente mudar de assunto.

– É sim! Lancei um feitiço num tal de Ryan e eles fugiram correndo! - disse Tiago orgulhoso, olhando a toda hora para Lílian - Foram mexer com grifinórios… se deram mal!

Abbey deu risinhos, enquanto Lílian ainda encarava Tiago com raiva. Mas então, sua mente se iluminou com uma desculpa, que era pura verdade.

– Oh meu Deus, Abb! - exclamou ela - Alice me chamou para ver o treino de quadribol da Grifinória hoje à noite! Eu já devia estar lá! - disse Lílian se levantando.

– Mas...você vai me deixar aqui? - perguntou ela, olhando de relance para Tiago que parecia decepcionado.

Lílian vacilou e encarou a amiga, que parecia desesperada.

– Nossa! Que bom que você me lembrou Evans! - disse Tiago de repente com um sorriso maroto - Já ia me esquecendo que Caius Brown me chamou para assistir ao treino também! Sabe, sou um ótimo apanhador e ano que vem já quero entrar para o time! - disse Tiago orgulhoso de si mesmo.

Lílian o encarou com descrença. Como aquele menino conseguia aparecer em todo o lugar? Ela fechou os olhos suspirando e trincando os dentes. Tiago Potter era uma pessoa muito irritante.

– Abb, vamos comigo! - chamou Lílian.

– Mas eu...não gosto de quadribol. E tenho que terminar esses deveres. - replicou Abbey.

– Eu posso te acompanhar Evans… - disse Tiago entusiasmado.

– Não! Eu vou sozinha, muito obrigada! - exclamou ela, dando de costas para os dois e indo em direção ao buraco do salão comunal da grifinória, deixando para trás um Tiago decepcionado e uma Abbey desconcertada.














Notas finais do capítulo

Espero que tenham gostado gente!!!! Não esqueçam de deixar reviews, não me deixem desanimar!!! Muitos beijos!!!!