My Beloved Prince escrita por GabVamp


Capítulo 4
Segredos do Coração...


Notas iniciais do capítulo

Nesse capitulo mostro o passado da Brenda. Foi um passado complicado. Eu coloquei coisas bem polêmicas, mas que muita gente já vivenciou. Espero que gostem!




"– AH NÃO! O que você ta fazendo aqui?

Lia se assusta, e olha para trás, e para sua surpresa e desespero, é Rikku quem estava sentado naquele lugar que ficou vazio a aula toda antes do intervalo.

O que ELE está fazendo aqui?"

– Eu é que pergunto o que você está fazendo aqui? – Lia pergunta super irritada.Rikku da uma risadinha, e faz uma cara sínica. – Para sua informação essa é minha sala.

– Ah é? Então por que você não estava aqui desde o começo da manhã? Hein?

– Porque eu tinha coisas mais importantes para fazer, tá?

– Sim, como ficar perseguindo o príncipe-sama? – A garota que senta na frente de Lia perguntou jogando indiretinha.

– Isso não tem nada a ver com você, sua fofoqueira ridícula! – Reponde ele, alterando o tom de voz.

– Então você matou aula senhor Rikku, para ficar atrás de romances? – Todos são surpreendidos com o professor perguntando.

– Não foi bem isso professor. – Rikku tenta se defender.

– Claro que foi. Esse afeminado ficou correndo atrás do Lain-sama. Fiquei sabendo o que você aprontou, provocou o grupo da Yumi-san, brigou com elas, e as ofendeu. – A fofoqueira botou lenha na fogueira.

– Que mentira, não foi assim professor, foi a Yumi que provocou o Rikku, e ela cham – Lia tenta defender.

– Cala a boca garota, ninguém está falando com você! – Rikku falou grossamente com a garota da frente de Lia.

– CALADOS – Gritou o professor. – Já que vocês estão tão a fim de falar, vocês farão trabalhos extras para compensar. Marielle por ficar se intrometendo vai fazer uma pesquisa sobre filmes mudos. Já a dona Lia, como gosta de defender o amiguinho...

– Amiguinho? – Lia e Rikku perguntaram ao mesmo tempo. O professor olhou de cara feia e continuou. – Já que são tão amiguinhos, que estão até em sintonia, Lia por querer ser a defensora, e Rikku o cara que corre atrás de amor o tempo todo, os dois farão um trabalho juntos. Criarão um dialogo de romance, e interpretarão na sala de aula, na frente de todos, daqui uma semana.

Os três ficaram de cara amarrada o resto da aula. Lia estava super irritada, só porque ela tinha pensado que tudo estava se acalmando. Rikku, justo Rikku faz parte da sua turma, e ainda terá que fazer um trabalho em dupla com ele, e pra piorar encenar uma cena ROMÂNTICA. Ela não estava acreditando. E ainda ela nem sabia se Brenda estava bem.

As aulas seguiram chatas, com matérias estressantes, onde todos tinham que ficar calados para prestar a atenção, porque é matéria de prova.

Enfim o ultimo sinal toca, enfim acabou a aula. Lia sente o peso do dia indo embora.

– Ou... Ou...! OOOOUUUU! – Rikku grita no ouvido dela. Lia o olha com cara de ódio.

– Esta dormindo é? – Ele pergunta.

– Se estou olhando e falando com você, creio que não. – Responde ela ironicamente. Lia se espanta, sempre foi quieta e educada, mas perto de Rikku ela fica explosiva.

– Você não deveria ter se intrometido, agora tem que fazer um trabalho comigo. – Disse ele, olhando para o lado. Lia nem tinha pensado nesse ponto, mas como ela gosta de justiça, acabou por defendê-lo sem nem pensar.

– Agora já foi, e em todo caso essa Marielle estava trocando os fatos, não gosto de gente que inventa coisas. – Diz ela, super séria.

Rikku percebe o jeito de Lia, e fica a olhando, como se tivesse gostado de conhecer alguém desse tipo.

– O que? – Perguntou ela um pouco encabulada. Rikku responde com um sorrisinho malicioso. – Nada. Só que agora a gente terá que passar tempo juntos. Afinal temos que fazer esse bendito trabalho, e ensaiar...

– Ara! Lia-chan e Rikku-chan! – Era Brenda, vindo toda sorridente.

– Brenda-chan... – Lia diz o nome de Brenda, com um alivio de ver a nova amiga vindo a procurar, isso significa que ainda continuam amigas.

– Olá Brenda! Então você agora anda com essa ai? – Perguntou Rikku, apontando para Lia.

– Ora, “essa ai”, você é um grosso e folgado! – Respondeu Lia, com mais raiva, tudo que ela vinha sentindo era raiva, raiva, raiva... Rikku estourou a cota de raiva da Lia.

– Hahahah, então vocês se tornaram amigos! Fico feliz! – Brenda disse super contende.

– Eu nunca que vou ser amiga desse grosso!

– Muito menos eu, caipira. Se você me fizer tirar nota vermelha, você me pagará eternamente, por isso prepare-se, não vou te deixar em paz até completar uma semana, e tirarmos um 10! – Dizendo isso ele pega sua mochila e vai embora.

– Mas esse garoto...

– O Rikku-chan sempre foi dedicado aos estudos, ele, mesmo matando algumas aulas, sempre tira a nota máxima. Haha, to vendo que ele vai fazer você dar o seu melhor, nesse “trabalho”. – Disse isso sorrindo. Lia espremeu a cara. – Então você o conhece faz tempo?

– Hum, sim, Rikku é uma das poucas pessoas que fala comigo, mesmo ele sendo meio "marrento", o considero um amigo. O único amigo que me restou... Bem, agora tenho você, minha nova amiga Lia-chan!

Elas pegaram suas mochilas, e saíram, foram conversando enquanto passavam pelos corredores, enquanto desciam as escadas.

– Sabe Lia-chan, o Rikku me ajudou muito. Logo que cheguei aqui eu ficava bem sozinha, mas daí fiz amizade com a Yumi-chan. A gente estava sempre juntas, ela é... Era, a pessoa mais importante para mim. Ela sempre foi uma garota frágil, eu sempre a defendia de todos, acabei pegando várias inimizades, mas pelo menos ninguém se atrevia a mexer com a gente. Mas eu guardava um segredo, a Yumi-chan não sabia, mas essa Nina descobriu, ela conseguiu ver através de mim, leu minhas ações, meus sentimentos mais íntimos, e descobriu meu maior segredo. Ela fez uma armação, isso foi ha dois anos. Ela divulgou para a escola inteira na época. Ela tinha rabo preso com o grêmio, e me expuseram na frente de todos, no palco, falaram tudo de mim, a escola inteira ficou com nojo de mim, me zoaram todos os dias, me batiam, mas o que mais me doeu, foi a Yumi-chan, ela simplesmente depois que descobriu, parou de falar comigo, me evitou, de todas as formas possíveis, e até me humilhou, por embalo dessa Nina. Ela se juntou com um grupo, todos trouxeram ovos, e logo na entrada tacaram tudo em mim. Eu fiquei toda machucada, um dos ovos era na verdade, um plástico com uma pedra dentro, não era muito grande, mas do jeito que me acertou... Me fez sangrar, eu fiquei bem zonza, mas nenhum deles me ajudou, ficaram rindo de mim... E a Yumi-chan... Ela simplesmente se virou e foi embora, com a Nina... Só pararam de me machucar, porque o Rikku se intrometeu... Me defendeu e me levou para a enfermaria, de lá ele ainda foi comigo para o hospital, levei pontos, tenho a cicatriz na minha cabeça até hoje. Depois disso, meus pais foram chamados na escola, a diretora contou tudo sobre mim para meus pais, eles me bateram, iam me tirar da escola, mas como meus pais são contribuintes da escola, a diretora fez de tudo para me manter aqui. Fez uma reunião geral, com a escola inteira, proibiu todos os alunos de mexerem comigo de novo, daí todos começaram a me ignorar. Os alunos da época sempre fazem as cabeças dos novatos e esses também começam a me evitar... De todos, o único que realmente restou, que nunca me virou as costas foi o Rikku...

Enfim Brenda termina de contar seu passado. Elas param no jardim da escola.

Lia ficou abismada com a história.

– P-por isso... Lia-chan, o R-Rikk-u, e-e-ele... – Brenda nem conseguiu terminar de falar. Ela cai num choro intenso. Lia a abraça forte.

– Brenda-chan...

–Só porque... Só porque eu amei a Yumi-chan. Eu amei TANTO ela... – Brenda, tenta falar, entre os soluços, chorando desesperada.

– Calma Brenda-chan.

– Eu amei tanto ela... Eu amo tanto ela... Tanto, amo tanto, Lia-chaaaan!

– Eu não posso falar que te entendo Brenda-chan. Eu nunca amei alguém assim, tão fortemente. Mas, saiba que não vou te evitar por causa disso, você não fez nada de errado, você apenas a ama. Ela que não merece seu amor.

Elas ficaram abraçadas um pouco, até Brenda se acalmar e parar de chorar.

– Obrigada Lia-chan, fiquei tão feliz de termos nos tornado amigas! – Disse sorrindo, secando as lágrimas, agora mais calma...

– Eu também Brenda-chan, agora vai pra casa direitinho viu? – Lia disse bem séria e continuou. - Eu tenho que levar esse papel com a assinatura da minha família na direção.

– Haha, ok! Até amanhã! – Brenda disse indo, e dando tchauzinho, com os olhos bem vermelhos, mas mesmo assim tentando dar um sorriso.

Lia realmente ficou feliz de conhecer alguém forte, igual à Brenda-chan. Passar por tudo isso, e ainda ficar sozinha. Lia sentiu até um certo “gostar” de Rikku. Mesmo ele sendo um grosso, é uma pessoa decente.

Lia ia se virando para ir à diretoria, quando ela da de frente, com ninguém mais, ninguém menos, que Lain-sama!



Notas finais do capítulo

Brenda... Coitada dela, passou por tantas coisas, sofreu bastante por conta de seu amor pela Yumi. Ela ainda ama a Yumi isso é óbvio, e ainda quero mexer muito com o relacionamento delas.
Lia simpatizou muito com a Brenda, e claro que ela vai fazer de tudo para ajudar sua nova amiga!
Não perca o próximo capitulo, Lia enfim se encontra com seu príncipe, no que será que tudo isso vai dar?



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "My Beloved Prince" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.