We Are Demigods escrita por Alice Kirkland, The duck next door


Capítulo 26
Nova Iorque, Nova Shire!


Notas iniciais do capítulo

Arya Stark di Angelo sua diva seduzente que seduz até alienígenas, muito obrigada pela recomendação! Eu sei que está super atrasado, mas aqui um cap limpinho e cheiroso.
ESSE CAP É PATROCINADO PELA EMPRESA ELFOS DOMÉSTICOS LIMPEZAS E COMIDAS!




ANGEL

Odeio gansos. Eles são malignos. Quase tão malignos quanto jumentos. Claro, acho que nem preciso dizer que nesse momento eu estou lutando contra um ganso filho da jumenta. Também, né? Fica grasnando na minha direção! NINGUÉM GRASNA NA MINHA DIREÇÃO!!!!!!

Eu tinha prendido o ganso nas minhas mãos, mas aquela cria de jumento me bicou! Me Bicou! Como ele ousa?

– É HOJE QUE VOCÊ MORRE, SEU GANSO FUTRICADO! - O ganso me bicou de novo e saiu correndo. Demônio!

Tento correr atrás dele, mas seu reforço logo veio. Ah, não! SALVE-SE QUEM PUDER, OS GANSOS ESTÃO SE JUNTANDO! Isso definitivamente é o apocalipse! Tento pegar a minha espada, quando ele aparece. Ele!!!! O Kung Fu Ganso. O ganso mais maligno e mestre a filha de jumentagem. Aquele filho de uma jumenta com dor nas costas e cogumelos no pé! Ainda não acredito que aquele ************************* (essas palavras foram censuradas pelo ministério das fanfics, agradecemos sua compreensão!)

Angel, não perca o controle. São dois gansos contra você. E eles não tem espadas. Os gansos estavam correndo em círculos. Eu preparei minha espada e...

– IAAAAAAAA! MORRAM SEUS GANSOS MALDITOS! - Gritei. Estranho, minha voz ficou com eco. E o que... AI MINHA SANTA ZEUZA, TEM UM CARINHA PERSEGUINDO O OUTRO GANSO!

O carinho perseguidor de gansos me ajudou a derrotar os gansos. Ele luta o mesmo estilo que eu!! Estranho, mas legal, mas estranho, mas legal, mas estranho... Hum, estranhogal!

– Valeu por ter me ajudado com o ganso - O garoto diz.

– Nhá, eu só estava fazendo o meu melhor para proteger Nova Iorque - Digo.

– O nome dessa cidade é Nova Shire.

– Nova Iorque.

– Nova Shire.

– Nova Iorque.

– Nova Shire.

– Nova Iorque. Qual é o seu nome?

– Angelo. E o seu?

– Angeline.

Nós nos encaramos surpresos.

– Então... Angelo...

– Então... Angeline...

Eu e Angelo nos encaramos por um tempo.

– Quer comer um Doritos? - Perguntamos juntos alegremente.

– Claro! Eu amo Doritos! - Falamos juntos novamente. Nós nos sentamos no chão e pegamos nosso Doritos, já começando a comer. Oito minutos mais tarde, os Doritos estavam vazios.

– Angel... Isso é estranho. Para de falar junto comigo ao mesmo tempo. Para. Para.

– Tá legal, pode falar, Angeline.

– Ok. Qual é o seu sobrenome?

– Vellar. Qual é o seu?

– Vellar - falei, comendo o farelo de Doritos na minha mão - Espera um minuto..

– Somos parentes??? - Gritamos juntos. Que estranho, eu me lembro de todos os meus parentes (todos os 120.000!). Ele tem uma áurea estranha... Como se...

– Ah, não! Você é meu doppelganger! Nós vamos morrer! Eu não quero morrer! - Começamos a chorar. Todo mundo sabe que se você encontrar seu doppelganger, você morre.

– Calma! Eu tenho um (a) amigo (a) nerd que talvez possa ajudar! - Falamos juntos de novo, levantamos e saímos correndo.

– Cat! - Grito.

– Cato! - Grita Angelo.

– Cat!

– Cato!

– Que é, criatura? - Perguntam duas vozes. Cat e um garoto igualzinho a ela aparecem tomando sorvete.

– AAAAAAAH! MAIS DOPPELGANGERS! SOCORRO! EU NÃO QUERO MORRER! - Eu e eu gritamos.

– Angel (o)! Calma! Espera só um pouquinho, respira, criatura.

– COMO VOCÊ QUER QUE EU FIQUE CALMA (O)? SEU EU MORRER, VAI SER UMA GRANDE PERDA PARA A HUMANIDADE!

– Cara... Eles são iguais. E NÓS TAMBÉM! AH! JÁ SEI! QUAL É O SEU NOME COMPLETO?

– CATHERINE DESTINY MADSON!

– CATO DOOM¹ MADSON!

– POR QUE VOCÊS ESTÃO GRITANDO SEUS NOMES?! EU SOU PRIORIDADE!

– Uuh... Tá, tanto faz. Os dois, falem o nome completo, um de cada vez.

– Angelo Mario Loren Vellar.

– Angeline Meredith Lorena Vellar.

– Como eu suspeitava!

– Suspeitava de que? AH, EU SABIA O TEMPO TODO! DOPPELGANGER!

Cat bateu na minha cara e Cato na cara de Angelo.

– Você não são doppelgangers! Esse é apenas um caso de mistura de dois mundos! Angel, Angelo é você de outra dimensão. - Explica Cat.

– É, Angel é você dessa dimensão! - Cato diz com se explicasse para uma criança de cinco anos. Ha ha, o Angelo é tão burro!

– Como vocês sabem que estamos na dimensão delas? - Pergunta Angelo.

– Porque tudo acontece em Nova Iorque.

– Hey... Se vocês estão aqui... O RESTO DA CAMBADA TAMBÉM DEVE ESTAR! - Gritei - Tipo a Lucy e a Leia.

– Lucy e Leia? Ah, devem ser o Lucca e o Louis. Vocês querem conhecer eles? Romanos são tão sem graça! - Angel falou.

– Yep.

– Vamos conhecer a cambada toda!!!! - Gritamos.

Saímos correndo. No final do arco-íris encontramos um cara loiro e reluzente e um cara ruivo e grande.

– Lucca! Louis! Nós estamos em uma dimensão diferente! Legal, né? - Grita Angelo, tendo um ataque de "Vellarisse".

– Hã? O que quer dizer com isso? - Pergunta o "Leio"

– Nós estamos em uma dimensão diferente da nossa. Essa cidade se chama Nova Iorque e essas garotas são nossos correspondentes nessa dimensão - Explica Cato "Catisando"

– Uau, Cato, Angelo, nem essas versões suas se vestem direito. Vocês duas deveriam pelo menos pentear o cabelo, sabe? E essas roupas? Acho que deviam usar um vestido... Ou uma saia, mas... Uau. Eu sou tão lindo! Louis, devolva meu pente, esse fio saiu do lugar!

– Não - Cat falou - Odeio vestidos. E saias.

– Deuses...

– Hey, que tal vocês conhecerem a Lucy e a Leia?

Lucca e Louis assentiram.

CATO

Isso é, definitivamente, estranho. Primeiro eu encontro uma garota que pode se igualar à minha perfeição (isso é quase impossível) e então Angelo encontra igualzinha a ele, sinistro, além de que as criaturas ficaram gritando sobre doppelgangers e mortes. Aí nós dois descobrimos que somos de outra dimensão. Yay! Divertido! Agora alguém pode, por favor, calar a boca do Lucca? Meu eu dessa dimensão parecia estar pensando a mesma coisa, até estava com uma careta igual a minha!

– Lucca Lammor, pelo amor de todos os patinhos, cale a boca! - Grita Angel, irritada. Finalmente! A voz daquele ser é muito irritante! Não chega ao meu nível de irritância, mas irrita do mesmo jeito, ainda mais que ele reclamou da blusa de Hogwarts que Catherine e eu estávamos usando.

– Ah, finalmente! - A-eu-não-eu gritou e saiu correndo - Leia, Lucy! Venham aqui!

– Que foi, Cat? - A ruiva possivelmente Louis perguntou, segurando um pote com macarrão. Definitivamente Louis!

– Olha! Eu achei um você de outra dimensão! - Grita Angel arrastando Louis para perto da garota. Qual o nome dela mesmo? Lena? Lea? Leiartofor? É, acho que é Leiartofor!

– Leia, esse é Louis, Louis, essa é Leia. - Ahá! Então o nome dela é Leia?

– Cadê a Lucy? - Pergunta a eu-Cat.

– Eu estou aqui! - Uma garota loira apareceu sorrindo.

– Lucy! Olha, achei um amiguinho para você! - Angel empurra Lucca para cima de Lucy, ele se encaram por um tempo e começam a falar sobre moda. Pelo menos não estão enchendo o meu saco!

Louis e Leia se encararam de uma maneira estranha, sem falar nada, mas então os dois sacaram talheres de comer macarrão e saíram correndo e gritando alguma coisa sobre microondas. Angel e Angelo comiam mais Doritos (DE ONDE ELES TIRAM TANTO?!) e falavam sobre patos, jumentos e horas boas para se fazer macumba.

– Hey, eu tenho uma dúvida - eu-Cat perguntou - Qual é o nome do resto da cambada?

– Hmm... Tem o Savron, a Mitchie, a Nicole, a Tonya, a Dakota, a Duda...

– E o sobrinho? - Pergunta eu-Cat.

– Otávia - Digo - Qual é o nome do povo daqui?

– Savannah, Malcom, Nico, Tony, Edu e Octavian, o sobrinho.

– Legal!

Antes que eu-Cat pudesse responder, Duda e um garoto brilhoso, fabuloso e divoso (provavelmente Edu) apareceram.

– O QUE VOCÊS ESTÃO FAZENDO? - Os dois gritam - VOCÊS NÃO PODEM SE ENCONTRAR! Calma... Como isso aconteceu?

– Bem, eu estava perseguindo um ganso... - Angel e Angelo começaram.

– NÃO IMPORTA! IDIOTAS! - Edu e Duda berraram e foram na direção de Lucca/Lucy. As duas criaturas de um metro e cinquenta ficaram nas pontas dos pés e deram um tapão na cara das outras criaturas. Não sei como podem dar um tapa tão forte assim, porque as coisas loiras nem um pouco sexys caíram no chão. Depois o mesmo aconteceu com Leia e Louis e comigo e com Cat.

No chão, vi Edu e Duda sorrirem sadicamente para Angel e Angelo. Os dois se entreolharam antes de gritar.

– NÓS VAMOS MORRER!



Notas finais do capítulo

Cat e Cato: http://www.polyvore.com/catherine_cato/set?id=84903051&lid=2243226
Angel e Angelo: http://www.polyvore.com/angeline_%C3%A2ngelo/set?id=84905437&lid=2243226
Lucy e Lucca: http://www.polyvore.com/lucy_lucca/set?id=84908488&lid=2243226
Leia e Louis: http://www.polyvore.com/leia_louis/set?id=84911580&lid=2243226
Senti saudades de vocês seus lindos!
(prevejo a Cat invadindo o meu cap pra falar como eu sou carente...)
~le Cat~ Você previu certo, minha cara amiga não tão diva quanto eu. E você é carente. MAS VOCÊS SÃO MUITO DIVOS, LEITORES!