Uma Garota Nada Popular escrita por Nansu


Capítulo 3
Dois meses


Notas iniciais do capítulo

Espero que gostem! :)



Dois meses haviam se passado desde que entrei para o ensino médio. Eu poderia dizer que as coisas não mudaram, mas eu fiz uma nova amiga. Hyuuga Hinata, ou só Hina. Uma otaku viciada em Fairy Tail que acha que vai casar com o Natsu e com uma boca bem suja. Todos os dias ela senta ao meu lado com um enorme sorriso no rosto e fala suas coisas de otaku.


Ela poderia ser normal se não achasse que o arco-íris a persegue.


Sabe aquele maldito frio na barriga? E aquela sensação de que tudo vai mudar? Eu ainda continuo com essa maldita sensação e com esse maldito frio, mas como todos os anos a empolgação para o inícios as aulas já acabou a muito, muito tempo.


Aqui estou mais uma vez tentando me concentrar na aula de física do professor Kakashi, não que eu, não gostasse da aula dele. Mas aquele livrinho que ele carrega pra todos os lados chama bastante a minha atenção e eu fico olhando aquela capa laranja, sei lá. Semana passada eu ouvi alguns garotos comentando sobre esse livro, que o escritor era um dos nossos coordenadores e o conteúdo... Bem eu prefiro não contar.


- Sakura poderia dizer qual o resultado? - A voz do professor fez todos se calarem e olharem para mim. Eu estava morrendo de vergonha.
- Sinto muito, eu não sei. Risinhos de Karin e suas amigas foram ouvidos. Aposto que nem ela e nem suas seguidoras "zumbis" sabia qual era o resultado.


Alguns alunos ainda continuavam olhando para mim e enquanto eu pedia a Kami que um buraco se abrisse no chão da sala e eu me joga-se dentro nele. A morena ao meu lado soltava alguns palavrões baixos. Virei-me e olhei para baixo da mesa, nas mãos da Hyuuga estava um vídeo game portátil. Revirei os olhos, eu aqui me matando para prestar atenção na aula e a princesa jogando. Parei de tentar assistir a aula e voltei minha atenção para o jogo, hm... Jogo de matar zumbis... Zumbis... Matar... Karin!


- Porra perdi o jogo, Sakura! - Hinata gritou interrompendo meu raciocínio e chamando a atenção dos outros alunos e infelizmente a do professor.
- Hinata e Sakura, jogando dentro da sala, muito bonito. Sala da diretora agora!

Sai da sala ouvindo alguns risinhos e Hinata tentando argumentar com o professor. Abaixei a cabeça seguindo pelo corredor e me bati com alguém, - novamente. - indo ao chão.


- Sakura você está bem? - Ouvi uma voz feminina, mas não era a Hinata. A voz pertencia à garota loira que havia caído junto comigo.
- Estou obrigada, como sabe o meu nome? - Perguntei.
- Ah Testuda, já se esqueceu de mim foi. Eu vou ficar magoada. Falou a loira fingindo um tom de tristeza. Testuda? Ninguém me chama assim só a...
- Ino? - A garota se jogou em cima de mim e me abraçou. - porca! Quando você voltou? Perguntei retribuindo o abraço. Ino estava em cima de mim de quatro e nós duas no chão, se alguém visse aquela cena seria um tanto constrangedor, mas Ino era assim não se preocupava com as coisas só agia por impulso.
- Uma semana atrás e garota eu nem te reconheci! E esse cabelo está maravilhoso. Falou as ultimas palavrar devagar e com um grande sorriso e soltando-me do abraço de urso se jogou ao meu lado.

Tateei o chão com a mão a procura da minha touca e escondi o cabelo novamente e ouvi um som de desaprovação vindo da loira.


- Alguém viu? Além de você é claro Perguntei mesa referindo ao cabelo.
- Seu cabelo? Só eu, acho. Ela respondeu enquanto me ajudava a levantar.
- Meus óculos? - Perguntei com um pingo de esperança de eles estarem salvos.
- Caso completamente perdido, mas veja pelo lado bom?
- E qual seria?
- Você tempo belos olhos, Haruno. Olhei para onde vinha à voz e vi a Hyuuga carregando um taco de ferro enquanto sorria.



Notas finais do capítulo

Obrigada pela paciência de ler até aqui e a Sakura Uchiha que me deixou muito feliz e me fez rir bastante.
Beijos da tia tary. =D



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Uma Garota Nada Popular" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.