A Filha Do Velho Morcego escrita por Guyn, Any Cristine


Capítulo 31
Capítulo 31


Notas iniciais do capítulo

~~º-º~~ E ai meu amores como vocês estão? Estou com saudades de vcs! Minha semana está corrida, mal tive tempo de postar! ~~º-º~~
Acabei de fazer esse cap. espero que gostem.
Boa leitura!



Eu odeio ele! Eu odeio muito ele!”

Eu estava revoltada, ele disse com todas as letras que não me queira.

Idiota, imbecil, babaca... Hááááá que ódio!”

Meu quarto estava de ponta cabeça, pois minha raiva tinha me feito bagunçar tudo.

As lagrimas que caiam não eram de tristeza e sim de raiva. Raiva por ele ter confirmado que não me queria... Raiva por um dia ter pensado em escuta-lo... Raiva por acha que ele mudaria... Raiva por eu está com raiva.

Era um sentimento tão forte que fez minha magia se manifestar de tal forma que há muito tempo não se manifestava. E uma coisa eu sabia, precisava sair dali ou então destruiria todo meu quarto.

Minha magia estava tão forte, que meus cabelos flutuavam com se tivesse um forte vento ao meu redor. Era quase visível uma áurea sobre meu corpo. Ao passar pelo salão comunal todos me olhavam, alguns com receio, outros com medo e alguns admirados com o meu nível de magia que eu exalava.

— Lohane! – ouvi Harry me chamar, porém não dei importância e continuei meu caminho para fora. – Lohane! – ele me chamou novamente.

— Agora não Harry. – disse irritada, ele então parou onde estava e eu saí correndo, parando somente quando já estava no segundo andar. Alguns rostos me encaravam e para encher ainda mais minha paciência um grupo de Sonserinos fechou meu caminho.

— Olha se não é a nova Snape! – um moreno alto provavelmente o líder do grupo falou cheio de deboche e seus amigos riram. Usei todo o meu autocontrole para me manter calma. Não seria nada legal uma discussão no estado que me encontrava.

— Me deixem passar. – falei o mais calma possível, porém o grupinho continuou na minha frente.

— Gostei muito do seu cabelo gatinha. – o garoto se aproximou de mim e pegou uma mecha do meu cabelo. Na mesma hora eu o empurrei e o garoto caiu no chão.

— Quem você pensa que é para me empurrar?! – o garoto se levantou furioso, avançando em minha direção com a varinha em mãos. – Você vai aprender a não mexer comigo...

Ele esticou a varinha, porem eu fui mais rápida e usando um feitiço não verbal ele voou e com toda força se tacou na parede. Ele meio cambaleando conseguiu se levantar e se juntou aos outros garotos que também levantaram as varinhas e logo já estávamos duelando. Quatro contra um. No entanto com a raiva que eu estava isso era apenas diversão. Rapidamente consegui apagar os três bobocas, ficando só o moreno.

— Vamos é só isso que vocês têm para mostrar. Alunos do sétimo ano e lutam como criancinhas... – dei um riso de deboche. – Vocês são patéticos.

— Ora sua Grifinória nojenta. Você desonra o nosso diretor de casa. Ele fez bem em te rejeitar, quem ia querer você. – ouvir aquilo foi à gota d'agua. Todo meu ódio explodiu.

Sectumsempra... – falei com tanto gosto que levando em consideração o meu nível elevado de magia, o feitiço saiu muito mais poderoso do que se o dono do feitiço tivesse usando.

O garoto caiu no chão gritando de dor, sua blusa branca logo ficou vermelha. Eu me aproximei dele e falei no mesmo tom mortal do Snape.

— Você tem certeza que eu o desonro? Melhor tomar cuidado com o que fala, eu posso ser muito pior do que ele. – ouvi passos se aproximarem e rapidamente sai dali.

Corri o mais rápido possível para a floresta proibida, a adrenalina ainda corria em minhas veias. Minha magia continuava forte, eu já não estava conseguindo controla-la. A última vez que eu tinha perdido o controle foi na antiga escola quando eu ferir gravemente uma colega de quarto.

— Hááááááááá. – eu gritei com toda força, tentando expulsar essa adrenalina do meu corpo. Eu precisava me controlar. Isso estava me consumindo, eu estava perdendo a razão.

Lohane se controla! Você é forte! Não perca a cabeça. Fique no controle.”

No meio da floresta eu girava de um lado pro outro, lançando feitiços em arvores e pedras. Era incrível até eu estava surpresa com o meu nível de magia, estava muito mais forte do que da primeira vez.

— Hááááááá! Não da eu não aguento! – me virei para uma arvore e gritei. – Reducto!— a grande arvore se destruiu toda. Continuei a lança os feitiços diversas vezes. Destruindo tudo a minha frente. Eu já estava cansada, mais minha magia continuava a mesma.

— Lohane... – eu ouvi alguém me chamar e quando me virei dei de cara com Snape e Dumbledore.

Não sei o que deu em mim, já não tinha controle sobre meu corpo, só sabia que caminhava em direção ao Snape com a varinha em mãos pronta para proferir um feitiço.

Estupore!— gritei com vontade.



Notas finais do capítulo

~~º-º~~ Espero os comentarios de voces meus amores!
Bjsss! ~~º-º~~