Confronto 2ªtemporada escrita por Gabszinha FerCosta


Capítulo 63
Capítulo 62-Cuidando das crianças/ Sacrifício/ Abandono




Edward Anthony Cullen

Acordei com o despertador do meu celular, estiquei meu braço e desliguei, olhei para o meu peito, Rob ainda dormia tranquilamente, até parece a Bella, dormia feito uma pedra, Kristen e Thony também dormiam ao meu lado, os cabelos loiros da Kristen, estavam todos na cara do Anthony e ele com certeza reclamaria quando acordasse.

Levantei-me com o Rob e saí do quarto, fui para o quarto do Robert e o coloquei no berço, dei um beijo em sua testa e saí do quarto, voltei para o meu quarto e fui para o banheiro, fiz minha higiene matinal e troquei de roupa, voltei para o quarto, Kris e Thony ainda estavam dormindo, me aproximei e puxei o edredom.

–Kristen e Anthony, acordem!

Eles acordaram.

–Aí Kristen! –Anthony disse.

–O que?

–Você me fez comer cabelo!

–Ah tá bom, era você que estava babando nos meus lindos cabelos. –Ela disse.

–Ah, vai lavar essa cara! E ainda quer ser modelo, você não se compara a mamãe. –Ele disse.

Kris acertou o travesseiro nele e Anthony devolveu.

–Kristen e Anthony Cullen! –Gritei. Eles me olharam. –Podem parar de brigar na minha cama, levante os dois, vão se arrumar que vocês tem que ir pra escola.

–Nossa, você dando ordens assim, até parece que é meu pai. –Kristen disse.

–Graças a Deus eu não sou, por que os meus filhos são uns anjos. –Ela revirou os olhos. –Mas sou o dono dessa casa e o seu irmão mais velho, então você me deve obediência, agora levante os dois e vão se arrumar, anda, anda.

Eles se levantaram e saíram do quarto, saí logo depois e desci, preparei o café e mandei uma mensagem pra Bella.

De: Bebê

Para: Vida

Bom dia, vida. Como você e a nossa filha passaram a noite?

E.C

Ela respondeu.

De: Vida

Para: Bebê

Bom dia meu amor, passamos a noite bem, Marie deu um pouco de trabalho para dormir, mas ela dormiu bem. E as crianças? Rob deu trabalho?

B.C

Respondi.

De: Bebê

Para: Vida

Estão todos bem, e Rob não deu trabalho nenhum, os três dormiram comigo na nossa cama.

E.C

Ela respondeu.

De: Vida

Para: Bebê

Hum. Então só faltava a gente.

B.C

Respondi.

De: Bebê

Para: Vida

Aham.

Depois que Kris e Thony forem pra escola eu vou pra aí.

E.C

Ela respondeu.

De: Vida

Para: Bebê

Tá bom. Nós estaremos te esperando.

B.C

Respondi.

De: Bebê

Para: Vida

Ok. Te amo.

E.C

Ela respondeu.

De: Vida

Para: Bebê

Também te amo.

B.C

Guardei meu celular e fui esquentar a mamadeira do Rob, deixei a mamadeira esquentando e voltei pra sala de jantar para tomar café.

–Bom dia! –Kris e Thony apareceram.

–Bom dia.

Eles se sentaram e começaram a tomar café.

–Rob ainda não acordou? –Kris perguntou.

Neguei.

–Não, ele ainda está dormindo. –Respondi.

–Hoje a gente vai ver a minha irmã, né pai? –Thony perguntou.

Assenti.

–Claro. –Olhei pra Kristen. –Busque o Thony hoje e vá para o hospital com ele, Marie vai ficar feliz em ver vocês, eu estarei lá com a sua mãe.

Ela assentiu.

–Tá, mas eu posso levar o Seth?

–É até melhor, não é bom você andar sozinha. –Respondi.

Ela riu.

Terminei de tomar meu café e fui pra cozinha, peguei a mamadeira do Rob e subi, entrei em seu quarto, ele já estava acordado, olhando para todos os lados.

–Bom dia, garotão. –Disse.

Ele me olhou.

O peguei no colo e me sentei com ele na poltrona, dei a mamadeira para ele, ele tomou todas as mamadeiras que a Bella havia deixado.

–É filho, vamos ter que ir até a fonte. –Disse.

Depois que Robert tomou a mamadeira, dei um banho nele e o arrumei para sairmos, escutei a campainha tocando e desci com ele, encontrando a Alice.

–Bom dia, Allie. –Disse.

–Bom dia, Edward. –Ela disse, pegando o Rob e lhe dando um beijo. –Como passaram a noite?

–Bem. O que faz aqui?

–Vou levar a Kris e o Thony pra escola, tudo bem?

Assenti.

–Claro, é um favor que você me faz. –Disse.

–Ok. Avise a Bella que eu passo mais tarde lá pra ver a Marie. –Alice disse.

Assenti.

–Aviso sim.

–E diga a ela que a Mary pediu pra assim que der, ela passar na agencia.

–Bella está de licença maternidade. –Disse.

–É mas a Mary disse que precisa falar com ela.

Assenti.

–Tá, eu passo o recado. –Disse.

–Vamos, tia? –Kris perguntou.

Alice assentiu.

–Claro vamos. –Ela me devolveu o Rob. –Tchau Edward.

–Tchau.

Kris e Thony me deram um beijo na bochecha.

–Tchau Ed. –Kris disse.

–Tchau, pai. –Thony disse.

–Tchau, crianças. –Disse.

Eles saíram com Alice pra ir pra escola, eu fui para o carro com Rob e fomos direto para o hospital.

Cheguei ao hospital e fui para o quarto da Marie, Bella estava lá, ajudando a nossa filha a tomar seu café.

–Bom dia, lindas. –Disse.

–Bom dia, papai. –Marie disse.

–Bom dia, amor. –Bella me deu um selinho.

Assim que Rob olhou pra Bella, seus olhos brilharam.

–Oi meu amor. –Bella o pegou no colo.

Fui até Marie e lhe dei um beijo na testa.

–Como passou a noite? –Perguntei.

–Bem, mas estaria melhor se estivesse na minha cama. –Ela respondeu.

Sorri.

–Isso será logo, minha princesa. –Disse.

–Meus irmãos vão vir me ver?

Assenti.

–Vão sim. Assim que eles saírem da escola, eles virão pra cá. –Respondi.

Ela sorriu.

–Edward, posso falar com você? –Bella pediu.

–Claro. –Dei um beijo na testa da Marie.

–A gente já volta querida, termine o seu café. –Bella disse.

Saímos do quarto.

–Preciso que me faça um favor. –Ela disse.

–O que? –Perguntei.

Ela pegou um cheque do bolso e me entregou.

–Pode ir à casa da Tanya e entregar esse cheque pra ela? –Ela pediu.

A olhei.

–Você tá falando sério? –Perguntei.

–Sim.

–Há 10 anos atrás, eu não podia nem respirar o mesmo ar que ela, e agora você quer que eu vá na casa dela?

–Lembre-se que foi graças a ela que eu saí da prisão. –Ela disse.

–Eu lembro que ela estava envolvida quando Mike e Jacob abusaram da minha mãe!

Ela respirou fundo.

–Eu sei Edward, não estou dizendo que esqueci todo o mal que Tanya nos fez, acredite, eu não esqueci. Mas esse dinheiro não é pra ela é para o filho dela, que é o meu irmão, ele não tem nada haver com toda essa história e precisa de ajuda, eu prometi ajudar. –Ela disse. –Vai. –Ela me deu um selinho. –Eu estou pedindo pra você ir, por que eu confio em você, e sei que se ela tentar alguma coisa, você não vai corresponder.

Respirei fundo.

–Tudo bem. –Peguei o cheque. –Mas só por que esse garoto não tem culpa dos pais que tem.

Ela sorriu.

–É por isso que eu amor você. –Ela disse.

Sorri.

–Sei. Olha, Allie foi lá em casa e disse que Mary quer falar com você. –Disse.

Ela assentiu.

–Tá, assim que der eu vou lá na agencia. –Ela disse.

–Ok, agora entra por que você precisa amamentar o Rob. –Disse.

Ela me deu um selinho e entrou no quarto, entrei logo atrás dela. A olhei. Eu não conseguia mesmo dizer não pra essa mulher.

***

Parei o carro em frente a casa da Tanya e respirei fundo.

Eu ainda não estava acreditando que estava fazendo isso.

Saí do carro e me aproximei da porta, toquei a campainha. Jacob abriu a porta.

Era só o que me faltava.

–Boa tarde. –Disse.

–O que faz aqui? –Ele perguntou.

–Eu estou procurando a Tanya. –Respondi.

–E o que quer com ela?

–Bella me pediu pra vir entregar o dinheiro da pensão do seu filho, ela não pôde vir, por que a nossa filha está com pneumonia e está internada no hospital. –Respondi.

Ele assentiu.

–Entra. –Ele disse.

Entrei na casa.

–Então? A Tanya está? –Perguntei.

Ele respirou fundo.

–Não. –Ele respondeu.

O olhei.

–Desculpe me intrometer, mas está tudo bem?

Ele me olhou.

–Pelo visto vocês na estão sabendo, não é?

–Sabendo do que? Aconteceu alguma coisa com a Tanya? Ou com o filho dela?

–Charlie Swan fugiu. –Ele disse.

–O que o Charlie tem haver com isso?

–Tanya fugiu com ele. –Ele respondeu.

–O que? Mas ela levou o filho? –Perguntei.

–Não, ela deixou ele comigo. –Ele respirou fundo. –Olha, eu sempre amei a Tanya, e criei Victor como se fosse o meu filho, e aquela puta me deixou aqui pra fugir com aquele bandido. O pior é que eu acho que eu vou perdê-lo, estou desempregado, Victor passa por um tratamento caro, e eu tenho certeza que a Bella não vai mais pagar o tratamento dele agora que Tanya foi embora. –Ele disse, as lágrimas caíam.

Respirei fundo e entreguei o cheque pra ele.

–Aqui. –Ele me olhou. –Victor é irmão da Bella, ela não vai deixá-lo sozinho, ela não fazia isso pela Tanya, fazia pelo Victor. Ele pode não ser seu filho verdadeiro, mas eu percebo que o ama, então relaxa, se precisa de ajuda para criá-lo, ela vai ajudar. Vou pedir pra ela aumentar a pensão para que vocês vivam bem.

Fui até a porta.

–Edward. –Me virei. –Por que está fazendo isso?

–Por que Bella e eu somos pais, e nós sabemos como é amar um filho, não fazemos isso pela Tanya e muito menos por você, mas esse garoto precisa de ajuda, Tanya não soube ser uma boa mãe pra ele, mas você está aqui para fazer o papel de pai e mãe. –Disse e saí da casa.

Entrei no meu carro.

Bella iria querer matar a Tanya quando soubesse que ela abandonou o próprio filho.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Confronto 2ªtemporada" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.