Confronto 2ªtemporada escrita por Gabszinha FerCosta


Capítulo 53
Capítulo 52-Alice com problemas/ Vingança/ Cuidados




Isabella Marie Swan Cullen

Continuação…

–Pelo amor de Deus Jasper. Você está nos assustando. –Disse.

Ele nos olhou.

Alguma coisa estava acontecendo.

Ele respirou fundo.

–Isso aconteceu um tempo que você foi presa. Alice descobriu que estava grávida, iríamos contar quando tudo estivesse calmo, aí você foi presa e Alice achou melhor não dizer nada, e foi o que fizemos, até que resolvemos contar apenas para os seus pais, que acharam errado ela ter engravidado, disseram que isso faria mal para Cynthia. Eles começaram a discutir com a Alice, disseram que Alice não pensava na irmã, ela começou a ficar nervosa, ela passou mal, a levei para o hospital, ela havia perdido o bebê, ela ficou péssima, não está conseguindo aceitar isso e está entrando em depressão. Quando ela me ligou e disse que estava indo para o Japão com você, para buscar o Edward, achei que faria bem pra ela, ela estaria com você, pelo visto ela não melhorou nada. –Ele disse.

–Jasper, vocês deviam ter nos contado, Alice está passando por tudo isso e não nos contou nada? Poderíamos ter ajudado. –Rose disse.

–Ela preferiu assim. Olha, eu também estou muito mal, estou suportando esse problema da Alice sozinho, e tenho que disfarçar o máximo para não assustar as crianças. –Ele disse.

Peguei em sua mão.

–Jazz, nós vamos ajudar, somos uma família, não somos?

Ele sorriu.

–Valeu meninas, não sei o que seria de mim sem vocês. –Ele disse.

–Faz um favor? Mantenha a Alice longe dessa família perturbada, eles só trazem tragédias, e ela não precisa deles, ela tem a gente. –Rose disse.

Ele assentiu.

–É, tem razão, eu vou fazer isso. –Ele disse.

–Amanhã mesmo nós iremos vê-la, só não vou hoje, por que o Edward acabou de voltar, e eu o deixei com Carlisle e Esme. –Disse.

–Ok. Não se preocupe. Bom meninas, eu tenho que ir, tenho uma audiência, qualquer coisa eu falo com vocês. –Ele disse.

–Mas é pra falar mesmo. –Disse.

Ele riu.

–Pode deixar. –Ele depositou um beijo na minha mão, e outro na mão da Rosalie e foi embora.

Olhei pra Rose.

–Então amanhã nós temos uma missão. –Rose disse.

–É temos. –Paguei a conta. –Preciso ir embora.

–Eu também. –Ela soprou um beijo pra mim. –Tchau.

–Tchau.

Rose foi embora.

Entrei no meu carro, mas não fui pra casa.

Parei o carro em frente a casa dos Brandon, saí do carro e toquei a campainha.

A mãe da Alice abriu a porta.

–Bella Cullen, que surpresa. –Ela disse.

Entrei sem ser convidada, na sala de estar estava o pai da Alice.

–O que é isso? –Ele perguntou.

–Eu queria saber uma coisa, quantas filhas vocês tem? –Perguntei.

–Por que isso?

–Responda! –Gritei.

–Duas filhas. –Ela respondeu.

Assenti.

–Eu também, tenho duas filhas, um filho e tenho mais um a caminho. –Disse.

–E a mais velha é filha do seu próprio sogro. –O pai da Alice disse.

Assenti.

–Pode até ser, mas nenhum deles eu trato com indiferença. –Disse.

–Mas o que?

–Vocês tratam a Alice como se não fosse nada, e tratam a Cynthia como se fosse uma rainha.

–Cynthia precisa da gente!

–E pra isso precisa causar o aborto da outra filha?

–Não foi a nossa intenção. –O pai dela disse.

–Mas também não sentem culpa. –Disse.

–Como ousa chegar a minha casa e dizer essas coisas? –A mãe dela perguntou, ficando a minha frente.

–Com o direito de que sou uma mãe muito melhor do que vocês foram pais.

Ela levantou a mão para me dar um tapa, mas eu a segurei e a joguei no chão.

–Sua…

Seu marido veio pra cima de mim, mas eu chutei sua canela com o meu salto e ele caiu no chão de dor.

–Posso até ser uma mulher grávida, mas sei muito bem me defender. –Disse.

Fui até aquela mulher que se dizia mãe e agarrei em seus cabelos e desferi um tapa em sua cara.

–Isso é por ter feito o que fez com a sua filha! –Dei outro tapa. –E esse, é por ter tentado me bater.

A soltei e fui até o seu marido.

–Acha mesmo que pode tentar agredir uma mulher grávida e famosa e eu iria deixar barato? –Perguntei.

–Vai chamar os paparazzi? –Ele perguntou.

Sorri.

–Não, eu sei muito bem me defender sozinha, eu já disse. –Me levantei e dei um chute na sua virilha. –Isso é pela Alice. –Dei outro chute. –Esse é por ter tentado chegar perto de mim. –Me agachei. –Agora você sabe que eu sei me defender, da próxima eu te castro com uma faca.

Me levantei.

–Os dois estão avisados, não procurem mais Alice, ela não precisa de vocês, e isso incluí também, os filhos dela. –Disse e saí dali.

Respirei fundo.

Pronto! Me vinguei pela Alice. Espero que esses pais desnaturados a deixem em paz.

Cheguei em casa, Kristen estava com Carlisle na sala de estar.

–Oi, o que aconteceu com o Seth? Seu pai o expulsou? –Perguntei.

–Se ele tivesse aparecido, talvez. –Ele disse.

Comecei a rir.

–A mãe dele tem uma consulta médica, então ele e a irmã foram levá-la. –Ela respondeu.

Assenti.

–E o Edward? –Perguntei.

–Está lá em cima, sendo mimado pela Esme. –Carlisle respondeu.

Sorri.

–E os meus outros dois filhos? –Perguntei.

–Acabei de colocá-los no banho. –Kris respondeu.

–Ok, vá olhá-los para não gastarem muita água. –Disse.

Ele assentiu.

–Ta bom.

Subi para o meu quarto, Esme estava dando sopa na boca do Edward.

–Oi. –Disse.

–Oi Bella.

–To vendo que não sentiu minha falta. –Disse, me sentando na cama.

Esme sorriu.

–Claro que ele sentiu.

Comecei a rir.

–E o Carlisle? –Esme perguntou.

–Está lá embaixo. –Respondi.

–Ok, Bella, termine de dar a sopa para o seu marido, eu tenho que ir embora, Carlisle fará plantão daqui a pouco. –Esme disse.

Assenti.

–Claro.

Peguei o prato das suas mãos e comecei a dar para ele a sopa.

Esme deu um beijo na testa do Edward e outro na minha.

–Tchau queridos, qualquer coisa liga. –Ela disse e passou a mão na minha barriga.

–Ok.

Ela saiu do quarto, Edward e eu ficamos sozinhos, ele me olhou.

–Aonde você foi? –Ele perguntou.

–Rose e eu fomos falar com o Jasper, sobre Alice. –Respondi.

–E aí? –Ele perguntou.

Comecei a contar toda a nossa conversa com o Jasper e a minha visita para os Brandon.

–Nossa! Eles erraram por não terem deixado a gente ajudar, mas você também errou procurando os Brandon, eles poderiam ter te machucado. –Ele disse.

–Eles não conseguiram encostar um dedo em mim, foi ao contrário. –Disse.

Ele me olhou.

–Você é maluca. –Ele disse.

Sorri.

–E não é por isso que você me ama?

Ele riu.

–É. –Ele me deu um selinho. –Não quero mais essa sopa.

–É, ta embrulhando meu estômago.

Ele riu.

–Você nunca gostou de sopa, não é?

–Não é que eu não goste, eu enjoei com sopa em toda a gravidez. –Respondi.

–Até com a Kristen? –Ele perguntou.

–Da Kris foi bem pior, eu não podia nem sentir o cheiro de sopa que já começava a vomitar, e foi justo nessa época, que Rose começou a tomar uma sopa que emagrecia então eu sofri. –Disse.

Ele riu.

–E a Kris odeia sopa. –Ele disse.

–Pois é. Mas eu tive uma gravidez difícil da Kris, eu enjoava muito, a do Thony e Marie eu não enjoei muito, e essa aqui, até que eu não estou enjoando. –Disse.

Ele assentiu.

–É. –Ele me deu um selinho. –Consegue me ajudar a tomar banho.

Assenti.

–Claro, vamos lá.

Coloquei o prato com o resto da sopa em cima do criado mudo e entreguei as muletas para o Edward, ele se levantou e fomos para o banheiro, até que poderia ser bom cuidar do meu bebê, eu estava gostando disso.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Confronto 2ªtemporada" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.