Confronto 2ªtemporada escrita por Gabszinha FerCosta


Capítulo 43
Capítulo 42-O arrependimento sempre chega/ Verdadeira família




Edward Anthony Cullen

Estava passando a maior parte do meu tempo nesse quarto com a Bella,mas agora eu tinha um treino para um jogo.

–Prometo que voltarei bem rápido.-Disse.

Ela sorriu.

–Não se apresse,você precisa ir trabalhar,eu vou ficar bem.-Ela disse.

Dei um beijo nela.

–Tudo bem,mas qualquer coisa você me liga.-Pedi.

Ela assentiu.

–Tudo bem.

Dei um selinho nela.

–Te amo.-Disse.

–Eu também.-Ela disse.-Tenha um bom treino.

–Obrigado. Tchau.

–Tchau.

Saí do quarto e desci,encontrando minha mãe.

–Edward,Jasper disse que quer falar com você.-Ela disse.

–E cadê ele?-Perguntei.

–Saiu com Alice pra buscar as crianças.

Assenti.

–Ok,quando eu voltar eu falo com ele.-Dei um beijo em sua bochecha.-Cuida da Bella pra mim.

Ela assentiu.

–Pode deixar.-Ela disse.

–Tchau.-Disse.

–Tchau.

Fui pra garagem e entrei no meu carro,fui direto para o treino.

*************

Cheguei em casa e encontrei Jasper e Emmett na sala de estar.

–Oi.-Disse.

–Oi.-Eles responderam.

–Jasper,minha mãe disse que queria falar comigo?

Ele assentiu.

–Sim,sente-se aqui.-Ele pediu.

Me sentei de frente com Emmett e Jasper.

–Eu fui ver o Charlie.-Ele disse.

–E então?

–Bom,pelo que ele me disse,Bella foi mesmo procurá-lo,para dar um jeito na Renée,mas o plano dele,era acabar com ela sozinho,sem a Bella se envolver,mas as coisas mudaram de rumo e aconteceu esse acidente,e ele está disposto a assumir todo o crime e deixar a Bella ilesa nessa.-Ele disse.

–E isso pode acontecer? Bella vai mesmo sair ilesa dessa sem ser incriminada?-Perguntei.

–Bom,não há nenhuma prova contra ela,que a incrimine,quem está mesmo para ser incriminado é mesmo o Charlie,ele foi encontrado com o corpo,vai ser considerado como pego em flagrante.-Ele respondeu.

–E ele vai mesmo assumir a culpa então?

–Pelo que ele me disse,sim. Ele não quer de jeito nenhum que a Bella se incrimine.-Ele disse.

–Espero mesmo que ele cumpra a sua palavra e não incrimine a Bella.-Disse.

–Vai contar a ela sobre isso?-Emmett perguntou.

Respirei fundo.

–Ela tem que saber.-Disse.

Ele assentiu.

Me levantei.

–Eu vou ver como ela está. Muito obrigado,Jasper.-Disse.

Ele sorriu.

–Não há de que.-Ele disse.

Subi para o quarto e entrei,Bella estava sentada assistindo TV.

–Oi meu amor.-Disse,me aproximando da cama e lhe dando um selinho.

–Oi,como foi o seu treino?-Ela perguntou.

–Bem e o seu dia,como foi?

–É,bem. Tirando o tédio em que estou aqui.-Ela respondeu.

Sorri.

Me sentei na cama a sua frente.

–Preciso te contar uma coisa.-Disse.

Ela me olhou.

–Que foi?-Ela perguntou.

–Eu conversei com o Jasper,ele me disse que foi ver o Charlie.-Respondi.

–E…o que ele disse?

–Disse que não era pra você ter nada haver com isso,que era pra ele dar um jeito na Renée sem você estar envolvida,que o que aconteceu foi um acidente e que ele está disposto a assumir todo o crime sem você ser incriminada.-Respondi.

–Por que ele ta fazendo isso? Por que ele não quer que me incriminem?-Ela perguntou.

Dei de ombros.

–Sinceramente? Eu não sei.-Respondi.

–Eu preciso falar com ele.-Ela disse,se levantando.

–Bella,você não pode ir,está de repouso.-Disse.

–Por favor Edward,eu preciso falar com ele sozinha,me deixe ir,por favor eu te imploro.

Respirei fundo.

–Se eu deixar você ir,promete que depois vai ficar mais tranqüila?-Perguntei.

Ela assentiu.

–Sim,eu prometo fazer o que você quiser.-Ela disse.

Assenti.

–Tudo bem,mas não demore.-Disse.

Ela me deu um demorado beijo.

–Obrigada,eu te amo.-Ela disse.

Sorri.

–Eu também te amo.-Disse.

Bella foi para o closet.

Eu não sabia se tinha feito a escolha certa,mas acho que a Bella tinha o direito de saber tudo.

Isabella Marie Swan Cullen

Eu não sossegaria enquanto não conversasse com Charlie,eu não sabia do por que ele está reagindo assim,eu não pedi nada a ele,ele está agindo por vontade própria.

Cheguei na delegacia e falei com o delegado.

–Sim?

–Oi. Vim ver Charlie Swan.-Disse.

–E você é?

–Bella Cullen,sou filha dele.-Respondi.

Ele assentiu.

–Tudo bem.-Ele disse e me levou até a sala de visitas.

Logo eles trouxeram meu pai,algemado e com aquele uniforme laranja. Ele se sentou a minha frente e me encarou.

–O que faz aqui?

–Eu preciso conversar com você.-Respondi.

–Não tenho mais nada para conversar com você.-Ele disse.

–Claro que tem. Você fez tudo isso sem me consultar.-Aproximei meu rosto do dele.-Você sabe que é a verdadeira culpada. Eu fui a culpada,eu a matei e você está assumindo toda a culpa.

–Escuta,não era para você fazer isso,era pra eu ter feito o trabalho sujo,e te deixar limpa,é isso o que estou fazendo.-Ele disse.

–Mas eu fiz isso,eu sou a culpada,você não fez nada!-Disse.

Ele me olhou.

–Bella,eu já tenho uma ficha criminal,passar mais uns anos na cadeia não vai mudar nada na minha vida.-Ele disse.

–Por que não quer que eu seja incriminada?-Perguntei.

–Por que quer tanto saber?

–Eu tenho esse direito,Charlie! Será que pelo menos uma vez na vida,você pode me falar a verdade?

–Bella,você tem uma imagem,tem marido e filhos,não pode ficar trancada longe deles.-Ele disse.

–E desde quando se importa comigo? Se preocupa comigo?-Perguntei.

Ele me olhou.

–Uma vez você me perguntou se eu me arrependi do que eu fiz com você,e eu não respondi. Pra todos tem o arrependimento,eu,você e sua mãe éramos uma família feliz,mesmo ela tendo aquela paixão doentia pelo Carlisle,talvez se eu não tivesse te expulsado de casa,nós três ainda pudéssemos estar juntos,Renée e eu erramos como pais,destruímos nossa família,não quero que aconteça o mesmo com você,não quero que viva sozinha como eu estou vivendo agora,não fui um bom pai pra você Bella,e também não sou um bom pai para o meu outro filho. Não quero me redimir com você e nem fazer as pazes,pois o passado não se dá para esquecer,o melhor é ficarmos longe um do outro,eu assumirei toda a culpa,e depois que cumprir a pena,irei refazer a minha vida bem longe de você.-Ele disse.

Fiquei em choque.

–Pai…

–Vai embora!-Ele disse.

Suspirei. Acho que a nossa conversa tinha chegado ao fim,ele não falaria mais nada,me levantei e fui embora direto pra casa.

Cheguei em casa e estava a família inteira me esperando.

–E então? Como foi?-Edward perguntou.

O olhei.

–Ele me contou tudo,do por que ele está assumindo toda a culpa.-Disse.

–E por que ele está fazendo isso?-Jasper perguntou.

–Ele não quer que aconteça comigo,o que aconteceu com ele.-Respondi.

–E desde quando o Charlie se importa com você?-Carlisle perguntou.

–Não sei,mas ele me disse muita coisa. Disse que ele não foi um bom pai,que ele e a Renée destruíram o nosso lar,que ele não foi um bom pai pra mim e que também não vai ser com o filho da Tanya,e que o melhor era assumir a culpa,cumprir a pena e depois refazer a sua vida bem longe de mim.-Disse.

–Então…Charlie se arrependeu mesmo de tudo?

–Parece que sim,eu jamais imaginei uma coisa dessas.-Disse,chorando.

–E você acha que vai ser melhor assim? Vocês ficarem longes um do outro?-Edward me perguntou.

Assenti.

–Sim,Charlie tem razão,nossa família foi destruída,viramos estranhos e o certo é ficar longe.-Respondi.

Edward me deu um beijo na cabeça.

–Mas você não está sozinha Bella,nós somos a sua família.-Rose disse.

Sorri.

–Eu sei.-Disse.

–Vem,vamos subir,você precisa descansar.-Edward disse e me levou para o quarto.

Chegamos no quarto e me sentei na cama.

Olhei para o Edward.

–Quer saber?

–O que?-Ele perguntou.

–Eu…não vou mais ficar triste. Em todos esses anos,eu fui muito feliz nessa família e vou continuar sendo. Eu amo vocês,vocês são a minha família,eu quero curtir você,ficar com os nossos filhos e curtir essa gravidez.-Disse.

Ele sorriu.

–Essa é a minha Bella.-Ele disse.

–Vem.-O chamei.

Ele se sentou ao meu lado e eu fui para o colo dele.

–Amanhã faremos um piquenique. Eu,você,a Kris e os gêmeos. Quero ter um dia tranqüilo com vocês antes do julgamento do Charlie.-Disse.

Ele assentiu.

–Seu pedido é uma ordem.-Ele disse.

–E agora quero ter um momento com você.-Disse,o fazendo deitar na cama.

–Você quem manda.-Ele disse.

Ele me deu esse momento,era tudo o que eu precisava,das pessoas que eu amo,e esperar pelo julgamento.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Confronto 2ªtemporada" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.