Confronto 2ªtemporada escrita por Gabszinha FerCosta


Capítulo 37
Capítulo 36-Explicações/ Chegou a hora do plano




Esme Anne Platt

Continuação…

Eu não estava acreditando.

Carlisle estava ali,bem na minha frente.

–O que faz aqui?-Perguntei.

–Eu vim te ver.-Ele respondeu.

–E a Renée? Fugiu dela?

Ele negou.

–Não,ela fez questão de voltar para Londres para passarmos a lua de mel.-Ele respondeu.

O olhei.

–Vocês se casaram?-Perguntei.

–Eu posso entrar? Estou com muito medo de alguém me ver aqui.-Ele pediu.

–Claro,entre.

Dei passagem e ele entrou. Fechei a porta.

Me virei e o olhei.

–Então foi pra isso que pediu o divorcio?-Perguntei.

Ele respirou fundo.

–Esme,eu estou aqui,para te explicar tudo.-Ele disse.

–Então comece Carlisle,por que eu preciso muito de uma explicação,pois até agora eu não entendi essa sua atitude.-Disse.

–Ela me ameaçou,ela iria te machucar se eu não fosse embora com ela,é por isso que tomei essa atitude,mas eu iria dar um jeito de voltar pra você depois,foi por isso que eu pedi a ajuda do Emmett e da Bella.-Ele disse.

–E a Bella recusou.-Disse.

–Ela achou tudo loucura.-Ele disse.

–E mesmo assim você conseguiu prejudicá-la. Você marcou um encontro com ela e com Emmett em um motel,e os paparazzi só pegaram a saída dela e a sua,e surgiu o boato de que vocês haviam voltado. E foi isso que eu pensei quando você partiu,eu fui pra cima dela,Edward expulsou ela de casa e ela foi embora com a Kris,mas Kristen nos contou tudo depois,Edward acabou indo buscar a Bella e eles reataram,eu tive que pedir perdão a ela.

–Me desculpe,mas vocês não podiam saber.

–E a Bella teve que se prejudicar? Não sabe a raiva que ficamos nela. Pensa se estivéssemos a agredido pra valer,ela podia ter perdido o bebê,imagina o peso que ficaria nas nossas consciências,depois que descobríssemos a verdade.-Disse.

–Me desculpe mesmo Esme,eu não sabia que pensariam isso,achei que como a Bella não topou ajudar,ela iria ficar tranqüila,mas eu percebi que ela sofreu muito.-Ele disse.

–Não foi só ela,eu me senti muito mal,achei que você tinha traído minha confiança de novo,e só de imaginar que você estava com aquela…

–Eu só fiz isso pra te proteger,eu não podia colocar em risco a vida de vocês,por isso eu fui embora com ela,e não imaginei que ela iria me obrigar a te pedir o divorcio,e nem imaginava que você assinaria.-Ele disse.

–Eu assinei,por que Emmett e Edward disseram que era preciso pra ela não fazer nada com a gente,e eu deveria ter imaginado,que isso era para vocês se casarem.-Disse.

–Eu não a amo,tudo o que estou fazendo com ela,é por que estou sendo obrigado.-Ele disse.

–Então me diga a verdade pelo menos uma vez na vida. Você me ama? Já me amou algum dia?-Perguntei,chorando.

Ele se aproximou de me e segurou meu rosto com as mãos.

–Meu amor,eu sou completamente apaixonado por você,você é meu único amor,eu sempre te amei. Não há ninguém na minha vida além de você.-Ele disse.

Solucei e olhei nos seus olhos,naquela imensidão azul.

–Então por que não volta pra mim?-Perguntei.

Ele respirou fundo e soluçou,ele também chorava.

–Por que eu ainda não posso. Eu sinto muito a sua falta Esme,quando estou com a Renée,eu só penso em você e só quero você nos meus braços.-Ele disse.

–Então me mostre,me faça sua de novo,mostrei que você ainda é meu.-Pedi.

Ele assentiu.

–Sim.-Ele me beijou,era tão bom sentir o seu gosto de novo.

Carlisle me pegou no colo e me levou para o nosso quarto,e ali,nos entregamos um para o outro,e eu percebi que eu era a única mulher da sua vida.

*********

Estava com a cabeça deitada no peito do Carlisle,sentindo seu aroma maravilhoso,ele beijava meus cabelos e acariciava minhas costas nuas.

Foi tão bom fazer amor com ele depois de tanto tempo,e ele dizendo que me amava,que eu era a mulher da vida dele,me fez perceber que Renée só tinha o corpo dele,mas o coração,era todo meu.

–Como fez para escapar da Renée?-Perguntei.

–Chegamos no hotel,e ela disse que estava com fome,e ela não queria comer a comida do hotel,então eu disse que iria comprar comida pra ela.-Ele disse.

–E não foi isso o que veio fazer.-Disse.

–Bom,pra ela comer não,mas eu comi…

Dei um tapa em seu braço.

–Carlisle!

Ele riu.

–Senti sua falta.-Ele disse e me apertou em seus braços.

–Eu também meu amor,eu também.-Disse.

Batidas soaram na porta,demos um pulo da cama.

–Mamãe?–Era o Edward.

Olhei para o Carlisle.

–E agora?-Sussurrei.

–Eu tenho que falar com eles.-Ele disse.

–Não podemos falar com eles assim,estamos nus!

Carlisle se levantou e começou a se vestir.

–Mãe!

–Edward,me dê um minuto.-Pedi.

–Está com alguém?–Ele perguntou.

–Só me dê um minuto e me espere com todos lá embaixo,eu já estou descendo.-Disse.

–Tudo bem.–Ele disse e escutei seus passos se afastando.

Olhei para o Carlisle.

–O que está pensando em fazer?-Perguntei.

Ele me olhou.

–Só quero que eles saibam que eu voltei.-Carlisle disse.

Ele pode até ter voltado,mas ainda não voltaríamos a ser uma família.

Isabella Marie Swan Cullen

Estávamos todos esperando na sala de estar,e eu já estava ficando entediada.

–O que estamos esperando mesmo?-Rose perguntou.

–Minha mãe.-Edward disse,de cara fechada.

–Nós escutamos Esme no seu quarto,ela está com alguém,e Edward está todo nervosinho.-Disse.

–E ele está com a razão de estar.-Emmett disse.

–Qual é,ela não está mais casada,está na hora dela refazer a vida dela.-Alice disse.

–De jeito nenhum! Meu pai ainda vai voltar.-Kristen disse.

Respirei fundo e apoiei minha cabeça no encosto do sofá.

Esme desceu as escadas.

–Até que enfim,pode começar a explicar dona Esme.-Edward disse.

–Edward…

–O que deu em você? Desrespeitou o papai de vez? Não sabe que um dia ele vai voltar? Quem é o cara que estava lá em cima com você?-Edward perguntou.

–Sou eu.-Ele apareceu,e ficou atrás de Esme.

Todos paralisaram,eu paralisei,Edward o olhou.

–Pai…

Ele sorriu.

–Oi filho.-Carlisle saiu de trás da Esme e estendeu os braços.-Não vai me dar um abraço?

Edward suspirou e deu um abraço nele,Kris e Emm também foram abraçá-lo.

–É bom ver vocês.-Carlisle disse.

–Sentimos sua falta.-Emmett disse.

Carlisle sorriu.

–Eu também senti falta de vocês.-Ele disse e soltou os filhos.

Carlisle me olhou e se aproximou,parando a minha frente.

Levantei o olhar.

Ele sorriu.

–Oi Bella,não vai me dar um abraço?

Sorri e me levantei,o abraçando,depois o soltei e o olhei.

Desferi um tapa em sua cara.

–Aí! O que foi isso?

–Você é um idiota,eu quase perco meu marido e meus filhos,sem contar que eles quase me mataram!

–É,eu fiquei sabendo,me desculpe.-Ele disse.

–Se eu não tivesse grávida,eu te matava,Carlisle!-Gritei.

–Se acalma,eu juro que não imaginava que isso iria acontecer,e se tivesse perdido eles,eu daria um jeito.-Ele disse.

Respirei fundo.

–E o que faz aqui? Pensei que demoraria mais para voltar.-Perguntei.

Ele respirou fundo.

–Renée e eu nos casamos,e ela insistiu em passar a lua de mel aqui,voltamos há algumas horas,eu disse que iria comprar comida e vim direto pra cá,foi quando encontrei a Esme e nós nos entendemos.-Carlisle explicou.

–Sentem-se,nos conte como está sendo viver com aquela mulher.-Emmett disse.

Nos sentamos.

Carlisle começou a contar como foi horrível viver todo esse tempo com a minha mãe,e eu estava percebendo que ela também estava fazendo mal para ele,pedi licença para me retirar,e eles entenderam que eu não queria ficar falando da minha mãe,subi para o quarto,peguei meu celular e liguei para o número que eu identificava como desconhecido.

–Sim?–Ele atendeu.

–Oi. Carlisle e Renée chegaram a cidade e ele está aqui. Preciso do número da Renée.-Disse.

Agora que eles voltaram,o plano tinha que ser colocado em pratica.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Confronto 2ªtemporada" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.