Confronto 2ªtemporada escrita por Gabszinha FerCosta


Capítulo 23
Capítulo 22-Saudades/ Buscando a Rose




Kristen Swan Cullen

Continuação…

–Como assim ela foi embora,Emmett?-Minha mãe perguntou.

–Eu fui até lá para conversar com ela,e eles estavam sozinhos em casa,disseram que ela foi viajar e ela apenas deixou uma carta pra mim,dizendo que tinha que ir ficar com a mãe dela,pra ela pensar um pouco sobre tudo o que aconteceu.-Ele disse.

–Eu pensei que tentaria voltar pra ela.-Minha mãe disse.

–Eu fui lá,justamente pra isso,mas foi tarde demais.-Emmett disse.

Minha mãe respirou fundo.

–Venha,vamos conversar,Kris,trás um café para o seu irmão.-Minha mãe pediu.

–Claro.

Eles foram pra sala de estar e eu fui pra cozinha,peguei meu celular e mandei uma mensagem pra minha tia.

De: Kiki

Para: Madrinha

Tia,preciso falar com você.

K.C

Envie a mensagem,mas ela não respondeu,então resolvi ligar pra ela.

–Oi Ki.-Ela atendeu,a voz chorosa.

–Tia. Por que foi embora?-Perguntei.

–Era preciso.-Ela disse.

–Tia,não faz assim,você não pode abandonar seus filhos,não pode nos abandonar.-Disse.

–Kris,foi preciso. Não se preocupe comigo,eu ficarei bem,te amo little.-Ela disse.

–Madrinha…

Ela desligou.

Não contive minhas lágrimas,estava com medo dela não voltar.

Fiz o café do Emmett e levei para ele.

–Obrigado Kiki.-Ela agradeceu.

–Tudo bem,Kristen?-Edward perguntou.

Respirei fundo.

–Eu liguei pra tia Rose.-Disse.

–E o que ela disse?-Minha mãe perguntou.

–Não muito,ela só disse que foi preciso ir.-Respondi.

Emmett respirou fundo.

–Precisamos fazer alguma coisa.-Ele disse.

–Calma Emm,eu vou tentar falar com ela,convencê-la a voltar.-Minha mãe disse.

–Olha,vá para a casa dos nossos pais e fique por lá,até decidirmos o que fazer,deixe as crianças aqui.-Edward disse.

Emmett assentiu.

–Tudo bem,mas qualquer novidade,me liguem.-Ele disse.

Minha mãe assentiu.

–Pode deixar.-Ela disse.

Emmett se despediu dos filhos.

Me aproximei dele.

–Emm.

Ele se virou pra mim e o abracei.

–Vai dar tudo certo. Fica bem,ursinho.-Disse,o chamando pelo apelido que eu chamava quando era criança.

Ele sorriu e deu um beijo na minha testa.

–Valeu maninha.-Ele disse e foi embora.

–Eu vou tentar falar com a Rose.-Minha mãe disse e foi para o quarto.

Olhei para o Edward que respirou fundo.

É,to vendo que essa é a briga mais longa que a família Cullen já teve.

(…)

Minha mãe não havia conseguido falar coma Tia Rose,com certeza,depois da minha ligação,ela não quis atender mais nenhuma.

Me sentei no chão do meu quarto e fiquei vendo fotos antigas,fotos de quando eu tinha 3 anos,e morava apenas com minha mãe e a tia Rose,antes dos Cullen aparecerem nas nossas vidas.

Tia Rose foi como uma mãe pra mim,lembro que nos dias das mães,eu dava presente pra ela e pra minha mãe,e até hoje é assim,só que agora eu não dou presente só pra elas,dou também pra Tia Allie e a Esme.

Comecei a chorar,ela cuidou tão bem de mim,quando minha mãe não podia,ela foi mesmo uma mãe pra mim,esteve ao lado da minha mãe,desde que esta descobriu que estava grávida de mim,e agora ela tinha abandonado tudo.

Talvez isso seja culpado Emmett,se ele a tivesse perdoado,ela não ter4ia ido embora.

Minha mãe entrou no quarto,e se sentou ao meu lado.

–Está sentindo falta dela,não esta?-Ela perguntou.

Assenti.

–Muita,ela é como uma segunda mãe pra mim.-Disse.

Minha mãe acariciou seus cabelos.

–Ela vai voltar.-Minha mãe disse.

Respirei fundo.

E aí eu tive uma idéia.

Olhei pra minha mãe.

–Mãe,e se nós fossemos pra Forks?

–O que?

–Rose não quer voltar,nós duas somos as pessoas que mais conhecemos ela,e temos que conversar com ela.-Disse.

Minha mãe não disse nada.

–Por favor,mamãe.

Ela respirou fundo.

–Nós podemos tentar.-Ela disse.

Ela se levantou.

–Vamos falar com o Edward.-Ela disse.

Me levantei e fomos falar com o Edward.

Isabella Marie Swan Cullen

Já havíamos conversado como Edward e ele achou a idéia boa,depois falamos com o Emmett e decidimos que ele deveria vir com a gente,acho que faria Rose mudar de idéia mais fácil,fomos direto pro aeroporto pegar o primeiro vôo para Forks,espero que esse plano da Kristen dê certo.

Algumas horas depois…

Chegamos no aeroporto de Seattle,e eu estava muito enjoada.

–Você ta bem,mamãe?-Kris perguntou.

–Estou um pouco enjoada. Eu havia me esquecido do quanto é ruim começo de gravidez.-Disse.

Ela sorriu.

–Então você ta mesmo grávida?

Assenti.

–Sim,você está à salva.-Respondi.

Ela sorriu.

Chegamos na casa dos Hale e eu toquei a campainha,o pai da Rosalie atendeu.

–Bella.-Ele disse.

–Oi Sr. Hale.

–Eu deveria ter imaginado que viriam atrás dela,entrem.

Entramos na casa dos Hale.

–Como elaestá?-Perguntei.

–Mal,muito mal,ficou pior depois da ligação da Kristen.-Ele respondeu.

–Sr. Hale,eu fui atrás dela,mas ela já havia ido embora.-Emmett disse.

Ele assentiu.

–Eu te entendo.-Ele disse.

–Meninos,que surpresa.-A mãe da Rose apareceu.

–Oi tia,viemos falar com a Rose.-Disse.

–Subam,por favor.

–Valeu.

–Nós vamos conversar com ela,fique aqui Emm,já iremos te chamar.-Disse.

Ele assentiu.

–Ta bom.

Subi com a Kristen pro quarto da Rosalie.

Bati na porta.

–Entra.–Ela disse.

Abri a porta e Kristen e eu entramos.

–Oi Rosalie.-Disse,fechando a porta.

Ela virou o corpo na cama e nos olhou.

–O que vocês estão fazendo aqui?-Ela perguntou,se sentando na cama.

–Viemos conversar com você.-Disse.

–Viemos te convencer a voltar.-Kristen disse.

–Eu não vou voltar.-Ela disse.

–Rosalie,você tem alguma noção do que fez? Você abandonou seus próprios filhos.-Disse.

–Eu tenho certeza de que vocês vão cuidar muito bem deles.-Ela disse.

Respirei fundo.

–Rose,você tem que voltar,não pode abandonar tudo.-Disse.

–Sinto muito,mais eu não vou voltar.-Ela disse.

–Rosalie!

Kris pegou na minha mão.

–Calma mamãe,você não pode ficar nervosa.-Ela disse.

Kris olhou pra Rosalie.

–Madrinha. Lembra de quando era apenas eu,você e a mamãe? Antes de toda a família Cullen entrar em nossas vidas? Fizemos um juramento de que nunca iríamos abandonar uma a outra não é? E você nos abandonou.-Ela disse.

Rose olhou pra Kris.

Era impressionante que ela lembrasse disso.

–Kris,tente me entender,eu estou passando por uma barra.

–Sei,você traiu o Emmett,todo mundo sabe disso. Mas sempre fomos uma família,e sempre ajudamos uns aos outros com algum problema,e você nem ao menos estava lá,quando minha mãe e eu descobrimos que meu pai faria minha mãe abortar se tivesse descoberto a gravidez dela,ele não me queria,e só me aceitou depois,por obrigação.-Kristen disse.

Rose me olhou.

–O que?

–É uma longa história.-Disse.-Rose,Emmett foi até a casa de vocês para tentar se entender com você,mas você já havia ido embora.

–Sério? Ele queria voltar comigo?

Assenti.

–Ele ficou péssimo quando descobriu que você tinha ido embora.-Respondi.

–Pensei que ele nunca me perdoaria.-Ela disse.

–Ele te ama.-Disse.-Kris?

Kristen assentiu e saiu do quarto,em poucos minutos,ela estava de volta.

–Tia?

Rose levantou os olhos e viu o Emmett.

–Emmett.

Ele sorriu,mostrando suas covinhas sexy.

–Oi Rose,vim te buscar para voltarmos pra casa,nossos filhos devem estar sentindo nossa falta,e eu estou sentindo falta de dormir na nossa cama,com você.-Ele disse.

Ela sorriu,emocionada.

–Emm…

Ele se aproximou da cama.

–Sua boba. Eu te amo,ursinha.-Ele disse.

Ela sorriu.

–Eu também te amo,ursão.-Rose se levantou e pulou em seus braços e o beijou.

–Pega suas coisas. Nós conversaremos no avião.-Ele disse.

Ela assentiu.

–Tudo bem.

–Isso!-Kris comemorou.-Conseguimos.

–É,somos demais.-Disse.

Kris bateu sua mão na minha.

Finalmente,pelo menos um problema já estava resolvido.





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Confronto 2ªtemporada" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.