Confronto 2ªtemporada escrita por Gabszinha FerCosta


Capítulo 22
Capítulo 21-Indo embora/ Perdendo/ Descobrindo a verdade




Rosalie Lillian Hale Cullen

Acordei naquela cama imensa,lembrando de tudo o que havia acontecido comigo e com o Emmett,fiquei mal,me deu vontade de chorar de novo,e de novo.

Me levantei e fui para o banheiro.

Encarei meu reflexo no espelho,eu sabia que estava horrível,meu cabelo parecia palha,meu roso estava pálido e inchado e meus olhos,estavam em um azul triste,nem parecia que eu era uma modelo famosa,eu que sempre chamei a atenção de todos os homens,se eles me visse assim,nesse estado,jamais iriam querer alguma coisa comigo.

Me joguei no chão.

–Emm. Emm.-Comecei a repetir seu nome milhares de vezes.-Por favor,volta pra mim.

Eu estava desesperada.

Me levantei,e peguei sua gilete dentro do armário e tirei a lâmina,me sentei no chão,ao lado da privada,encarei a lâmina, e depois meus pulsos,levei a lâmina ao pulso e fiz um pequeno corte,não era profundo,mas vi o sangue escorrendo,e vi ali,um jeito de aliviar minha dor,me causando mais dor.

Fiz curativos em meus pulsos cortados,voltei para o quarto,e me sentei na cama,respirando fundo.

Olhei para o criado mudo,onde tinha uma foto minha com o Emm,e atrás uma dos meus pais e dos meus irmãos.

Peguei a foto dos meus pais.

Como eu sentia falta da minha mãe,eu queria muito que ela me desse colo,em um momento como esse.

Era isso.

Eu iria pra Forks.

(…)

Desci,e vi Annie e Vinicius brincando no jardim.

–Vini! Annie! Venham aqui!-Os chamei.

Eles vieram correndo.

–Sim,mamãe?

Respirei fundo.

–Quero falar com vocês.-Disse.

–O papai vai voltar?-Vinicius perguntou.

Neguei.

–Não sei. Mas eu tenho que viajar,a trabalho. Vou deixar uma carta,e quero que entreguem ao pai de vocês. Assim que eu sair,quero que liguem pra tia Allie e pra tia Bella,e peçam para uma delas virem buscar vocês,ok?

Eles assentiram.

–Ok.

–Tudo bem.-Dei um beijo na testa de cada um.-Eu amo vocês.

–Nós também te amamos,mamãe.-Eles disseram.

Me levantei e peguei minhas malas,fui para o meu carro e respirei fundo.

Era hora de ir embora.

Algumas horas depois…

Cheguei em Forks,era estranho estar aqui de novo,mas era o único lugar que eu poderia ficar em paz,peguei um taxi direto pra casa dos meus pais.

Cheguei na porta da casa dos meus pais,paguei o taxista e ele me ajudou com as malas,fui em direção a varanda e toquei a campainha,minha mãe atendeu e me olhou.

–Rose? O que faz aqui?-Ela perguntou.

–Mamãe. Eu preciso de você.-Disse.

Ela abriu os braços,ela sabia muito bem quando eu estava mal,a abracei e comecei a chorar.

Emmett Cullen

Deixei a Bella em casa,e voltei para o hotel,me joguei na cama e pensei na Rosalie.

Eu vivi tanta coisa com ela nesses anos todos,ela sempre cuidou de mim,foi uma esposa carinhosa e uma maravilhosa mãe,ela me deu de presente,dois lindos filhos,e eu não podia deixá-los.

Rose foi a única garota que eu gostei mesmo,bom,eu gostava da Karenn,achava que era real o que sentíamos,eu gostava mesmo dela,mas o que ela fez? Aceitar o suborno do meu pai,foi demais pra mim,eu não podia continuar com ela,e tive a certeza que ela engravidou de propósito.

Rosalie me mostrou que não era igual a Karenn,ela me mostrou que era o oposto,demonstrou que me amava diversas vezes,e nunca fez nada do tipo,ela era uma mulher valente a minha mulher.

Claro o que ela fez,me magoou muito,mas o que importa é que ela me ama de verdade,certo? E eu não iria me separar dela,eu ainda a amava,ela ainda me amava,e nada iria separar a gente.

Me levantei.

Bella tinha razão,eu tinha que conversar com ela.

Saí daquele quarto e parti pra minha casa.

Cheguei em casa,e encontrei Vini e Annie assistindo TV.

–Oi.

–Papai!-Ele vieram me abraçar.

–Senti saudades de vocês,pirralhos.-Disse.

–Também sentimos sua falta,papai.-Vini disse.

Sorri.

–Cadê a mãe de vocês?-Perguntei.

–A mamãe viajou.-Vinicius disse.

–Como assim ela viajou?-Perguntei.

–Ela disse que viajaria a trabalho,e pediu pra gente ligar pra tia Allie ou a tia Bella,pra virem buscar a gente,e a gente já ia fazer isso.-Vinicius disse.

–E ela não falou mais nada?-Perguntei.

Ele negou.

–Ela disse que era pra te entregar essa carta.-Ele me entregou a carta.

Abri a carta e li a caligrafia perfeita da Rose.

“Emmett,

Provavelmente quando ler essa carta,eu já estarei fora da cidade,não se preocupe,estarei em Forks na casa dos meus pais,eu preciso da minha mãe,ela é a única que pode cuidar de mim,e lá eu poderei pensar no meu erro,tentar me perdoar,já que você não fez isso,eu preciso tirar um tempo pra mim,aceitar nossa separação. Só quero que cuide dos nossos filhos,se não quiser voltar pra casa,deixe-os na casa da Bella ou da Allie,mas eu prometo,que voltarei pra cuidar deles,eu só preciso digerir tudo isso.

Quero que saiba,que eu nunca deixei de amar,eu te amo Emm,e não sabe o quão difícil está sendo pra mim sem você,eu te amo de verdade,você foi o único homem que eu amei de verdade,e jamais vou esquecer os momentos felizes que passamos juntos,meu ursão,te amo muito,e saiba que todos os momentos que passei com o Jacob,eu estava pensando em você,eu queria você ali comigo,eu te amo,adeus Emm.

Sua ursinha.”

Tive que me segurar para não chorar,não queria que os meus filhos vissem isso.

–Peguem suas coisas.-Disse.

–Pra onde vamos,papai?-Annie perguntou.

–Pra casa da tia Bella.-Respondi.

Bella me ajudaria,eu tinha certeza.

Kristen Swan Cullen

Passei a tarde com Seth no cinema.

Foi maravilhoso,eu estava amando cada momento que eu estava passando com ele.

Saímos do cinema e fomos tomar um sorvete.

–Então sua mãe foi fazer o exame?-Ele perguntou.

Assenti.

–Sim.-Respondi.

–E você tem certeza que não é você?

–É,na verdade a minha mãe tem,ela acha que é ela,nós vimos o meu teste,deu negativo,provavelmente foi o dela mesmo que deu positivo.-Respondi.

–Bom,sendo assim,isso é bom.-Ele disse.

–É,por um lado.-Disse.

Ele me olhou.

–Como assim por um lado?

–Bom,é que eu lembro quando era só eu,minha mãe dava atenção apenas pra mim,mas aí veio o Anthony e a Marie,e ela teve que se dividir entre nós três,e agora chega mais um.-Disse.

–Pelo amor Kris,você ta se ouvindo? São seus irmãos,você não pode ter raiva,por que eles tiram um pouco a atenção da sua mãe em você.-Ele disse.

–Eu sei,só que é difícil.-Disse.

Ele pegou na minha mão.

–Ela ainda te ama,do mesmo jeito.-Ele disse.

Sorri.

–É,eu sei,pode ser besteira minha.-Disse.

–Quer que eu te leve pra casa?-Ele perguntou.

Assenti.

–Claro.

Terminamos nosso sorvete e ele me levou pra casa.

Estava na porta da minha casa,beijando Seth,era sempre tão bom beijá-lo.

Me afastei dele.

–Eu tenho que entrar.-Disse.

Ele assentiu.

–Ta bom,tchau.-Ele me deu um selinho.

–Tchau,te amo.-Disse.

–Eu também.-Seth disse e foi embora.

Entrei em casa e subi.

Escutei vozes no quarto da minha mãe.

–Não fica assim. Sei que você se decepcionou com o meu pai.-Era o Edward.

–E muito,jamais esperava isso dele,jamais imaginei que ele fizesse isso com o Emmett. Acreditei que ele tivesse me amado,mas não me amou,e escutar ele dizendo,que se eu o tivesse procurado na época,ele teria feito eu abortar. Minha filha poderia nem estar comemorando 15 anos.-Minha mãe disse.

Eu entendi o que eles estavam falando e me choquei.

Isso não podia ser verdade.

Entrei no quarto.

–O que você disse?-Perguntei.

–Kris,o que você ouviu?-Minha mãe perguntou.

–Tudo!

–A gente pode explicar.-Edward disse.

–Então quer dizer que meu pai não me queria? Ele só me quis por que eu já existia e já estava praticamente criada? Ele fez isso por obrigação?

–Kris,a gente tem muita coisa pra conversar.-Ela disse.

A campainha tocou.

Saí do quarto.

–Kristen.-Edward me chamou.

Fui até a porta,eles atrás de mim.

Abri a porta e dei de cara com Emmett e seus filhos.

–Emmett?

–Eles podem ficar aqui?-Ele perguntou.

–Aconteceu alguma coisa com a Rose?-Minha mãe perguntou.

–Rosalie foi embora pra Forks.-Ele disse.

Ah não. Mais essa agora.

Continua…





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Confronto 2ªtemporada" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.