Confronto 2ªtemporada escrita por Gabszinha FerCosta


Capítulo 16
Capítulo 15-Book/ Primeira vez/ Notícias no almoço




Kristen Swan Cullen

Cheguei em casa e estava tudo silencioso,subi para o quarto da minha mãe e entrei.

–Mãe?-A chamei.

–Só um minuto,Kris.–Ela disse,do closet.

Ela saiu do Closet.

–Oi,como foi seu encontro?-Ela perguntou.

–Muito bom,mas vim correndo assim que recebi sua mensagem.-Respondi.

–E o Seth não ficou com raiva?

Neguei.

–Não,com a condição de ganhar uma foto de presente.-Respondi.

Ela riu.

–Mary me deu varias copias para darmos de presente.-Ela disse.

–Que ótimo,podemos dar pra todo mundo.-Disse.

–Sim,quer ver?-Ela perguntou.

–Claro que eu quero.-Respondi.

–Ok.

Minha mãe entrou de novo no closet e saiu,com algo nas mãos,que parecia uma pasta ou um livro.

–Aqui,as fotos ficaram lindas.-Ela disse.

Peguei meu book e me sentei na cama da minha mãe,comecei a folhear as paginas.

–Nossa,nem parece que sou eu.-Disse.

–Mas é querida,e você leva muito jeito pra coisa.-Ela disse.

A olhei.

–Eu tenho a quem puxar.-Disse.

Ela riu.

–Mãe,posso ir a casa do meu pai? Para mostrar a ele?-Pedi.

–Claro querida,pode ir. Ele vai querer ver,e aqui.-Ela me entregou um envelope.-Está todas as fotos que daremos de presente.

Assenti.

–Ok. Eu só vou trocar de roupa.-Disse e corri para o meu quarto.

Troquei de roupa e me despedi da minha mãe,fui direto pra casa do meu pai.

Cheguei na casa do meu pai,e por sorte ele estava em casa,eu sabia disso por que vi o carro dele na entrada da casa,entrei em casa e encontrei Esme na sala de estar.

–Oi Esme.-Disse.

–Querida.-Ela me abraçou.-Tudo bem?

Assenti.

–Sim,aonde está meu pai?-Perguntei.

–No escritório,quer que eu chame ele?

Assenti.

–Sim,tenho uma coisa pra mostrar pra vocês.-Respondi.

–Ok.

Ela foi chamar meu pai,e logo voltou com ele.

–Oi filha.-Ele me abraçou e me deu um beijo na testa.

–Oi pai.-Disse.

–Tudo bem? Como está sua mãe e seus irmãos?-Ele perguntou.

–Estão bem,eu vim mostrar algo para vocês.-Disse.

–Espero que seja coisa boa.-Ele disse.

–E é.

Nos sentamos no sofá, e eu abri meu book.

–Aqui,meu book.-Disse.

Eles começaram a olhar.

–Você ficou linda Kristen.-Esme disse.

Sorri.

–É,você tem mesmo o talento,será igual a sua mãe.-Meu pai disse.

Sorri.

–É,eu sei.-Disse.

–Seus irmãos já viram?-Esme perguntou.

Neguei.

–Não,eles nem sabem que eu fiz esse book,as únicas pessoas que sabiam,era vocês,a tia Allie e a tia Rose. Mamãe e eu preferimos não contar pra eles não tentarem impedir,mas agora eu mostrarei o book.-Respondi.

Esme assentiu.

–É,eles iam tentar impedir.-Esme disse.

–Bom,meus parabéns,vejo uma carreira aqui.-Meu pai disse.

–Então me dará mesmo autorização para ser uma modelo?-Perguntei.

Ele assentiu.

–Sim,contanto que não estrague seus estudos,mas eu não sei quanto aos seus irmãos.-Ele respondeu.

–Bom,quem tem que autorizar é você e a mamãe.-Disse.

–É Kris,mas Edward mora com você e ele pode tentar interferir.-Esme disse.

–Minha mãe consegui dobrar ele.-Disse.

–Bom,tomara.-Ele disse.

–Tenho um presente para vocês.-Peguei uma foto no envelope.

–Aqui,todo mundo vai ganhar uma foto dessas.-Disse.

–Ah,como você está linda.-Esme disse.

–É,está mesmo. Está parecendo uma mulher.-Meu pai me olhou.-Fico feliz em saber que a minha garotinha cresceu.

Sorri.

–Obrigada,e façam o favor de colocar em um belo porta retrato.-Disse.

–Pode deixar comigo,vou arrumar o melhor porta retrato.-Esme disse,pegando as fotos das mãos do meu pai.

–Ok. Bom,agora eu tenho que ir,pra guardar bem essas fotos,pois meus queridos irmãos só vão ver essas fotos no domingo.-Disse,me levantando.

Dei um beijo na bochecha do meu pai e outro em Esme.

–Tchau.-Disse.

–Tchau.

–Se cuida.-Meu pai disse.

–Ta.

Saí da casa do meu pai e voltei pra casa.

Cheguei em casa e minha mãe estava sentada no sofá.

–Oi.-Ela disse.

– Oi.

–Então? Seu pai e a Esme gostaram?-Ela perguntou.

–Adoraram.-Respondi.

Ela sorriu.

–Eu sabia que eles iriam gostar.-Ela disse.

–É,agora os outros saberão no domingo.-Disse.

Ela assentiu.

–Ok,mas pode dar a foto do Seth amanhã.-Ela disse.

Assenti.

–Ok.

Escutamos o carro na garagem.

–Edward chegou,sobe e guarda isso bem guardado em seu quarto.-Ela disse.

–Ta.

Subi correndo para o meu quarto e guardei meu book e as fotos no meu closet,depois desci,Edward estava beijando a minha mãe.

–Olá.-Disse.

Eles se afastaram.

–Oi Kiki,péssima hora.-Ele disse e voltou a beijar minha mãe.

–Oi Ed,eu estou bem,obrigada por perguntar,e você acabou de chegar,vai tomar um banho.-Disse,e puxei minha mãe.

–Não posso nem ficar com minha mulher?-Ele perguntou.

–Não,ela é minha mãe e eu a conheço a mais tempo,e nós iremos fazer o jantar.-Disse.

Edward revirou os olhos.

Minha mãe riu.

–Bebê,vai tomar banho ta bom? Kris e eu vamos fazer o jantar.-Minha mãe respirou fundo.

–Tudo bem.-Ele disse.

Edward me mostrou a língua e subiu para tomar banho.

Minha mãe me olhou.

–Guardou?-Ela perguntou.

Assenti.

–Sim,está bem guardado.-Respondi.

–Ok,agora vamos fazer o jantar.-Ela disse e me abraçou.

Fomos pra cozinha fazer o jantar.

No dia seguinte…

Hoje quem levou eu e meus irmãos pra escola,foi a tia Alice,e eu já estava com o presentinho do Seth,chegamos na escola,me despedi da Alice e saímos do carro,Mellanie foi ficar com suas amigas e eu fui até o Seth,que conversava com dois meninos,vendei seus olhos com minhas mãos.

–Te dou um beijo se adivinhar quem é.-Disse.

Ele riu.

–Oi Kris.-Ele disse.

Tirei minhas mãos dos seus olhos e ele se virou.

–Bom dia.-Disse.

–Bom dia.-Ele me deu um selinho.-Bom,falo com vocês depois.

–Falou.-Um dos meninos disseram.

Nos afastamos deles.

–Eu tenho um presente pra você.-Disse.

–É mesmo? O que?

Tirei a foto de dentro da minha bolsa.

–Sua foto.-Disse.

Ele pegou a foto.

–Nossa,você ficou muito linda.-Ele me olhou.-Mais linda do que já é.

Sorri,e passei os braços em volta do seu pescoço.

–Muito obrigada,espero que guarde bem essa foto.-Disse.

Ele sorriu.

–Eu guardarei,colocarei ao lado da minha cama.-Ele disse.

Assenti.

–Acho bom.

O beijei.

O beijo começou calmo mais ficou intenso,mais selvagem,Seth apertou minha cintura com as mãos.

Me afastei dele,interrompendo nosso beijo.

–Nós iremos estudar hoje?-Perguntei.

Ele assentiu.

–Claro,vamos lá pra casa?

Respirei fundo.

–Sim,vamos.-Respondi.

O sinal tocou.

–Vamos.-Ele pegou em minha mão,e fomos pra aula.

O que será que aconteceria hoje?

(…)

Depois da escola,fui de ônibus com o Seth pra casa,de ônibus,eu nunca nem tinha andado de ônibus.

Chegamos em sua casa,era um apartamento bem pobre e humilde.

–Onde está sua irmã?-Perguntei.

–Trabalhando.-Ele respondeu.

–E a sua mãe?

–No quarto,você sabe,ela é doente,então passa o dia dormindo.-Ele respondeu.

–Não vamos atrapalhá-la?

–Claro que não,fica tranqüila.-Ele disse.

–Ok.

Nos sentamos no sofá.

–Você é bom em química?-Perguntei.

–Sim.-Ele respondeu.

–Pode me ajudar aqui? Eu sou péssima.

Ele assentiu.

–Claro.

Ele começou a explicar o exercício pra mim e eu consegui fazer,depois fomos pra matemática,e nenhum de nós dois conseguiu fazer,então Seth ficou fazendo gracinha,o que me fez rir,ele me puxou pelo braço e me beijou,e logo ele estava em cima de mim no sofá.

Sua mão logo foi pra debaixo da minha blusa.

–Seth.-Interrompi nosso beijo.

–Hum.-Ele começou a beijar meu pescoço,me deixando arrepiada.

–Você sabe que eu sou…

Ele saiu de cima de mim.

–É,eu sei,me desculpe,não quero se forçar a nada.-Ele disse.

–Você não está me forçando.-Me sentei em seu colo.-Acredite,eu quero muito fazer isso,eu te amo,e confio em você.

Ele sorriu.

–Kris…eu também te amo.-Ele disse e me beijou.-Quer ir para o meu quarto?

Assenti.

–Sim.

Fomos direto para o seu quarto,me deitei em sua cama e ele se deitou por cima de mim.

–Você tem certeza disso? Não vai ter como voltar atrás depois.-Ele perguntou.

Assenti.

–Nunca tive tanta certeza.-Disse.

Ele assentiu.

–Ok.

Seth começou a me beijar e tirar minha roupa e a sua,e logo eu tive a minha primeira vez,nos amamos pela primeira vez.

(…)

Depois de ter feito amor com o Seth,ficamos abraçados,nos beijando.

–Então? Gostou? Foi bom pra você?-Ele perguntou.

Assenti.

–Sim Seth,eu adorei,foi mundo bom.-Respondi.

Ele sorriu.

–Te amo.-Ele disse.

–Eu também.-Olhei a hora no relógio.-Eu tenho que ir.

–Quer que eu te leve?-Ele perguntou.

Neguei.

–Não,não precisa.-Respondi.

Me levantei e me vesti,me inclinei na cama e o beijei.

–Te vejo amanhã,te amo.-Disse.

–Ta,também te amo. Me avise quando chegar.-Ele disse.

–Ok.

Saí do seu quarto,peguei minhas coisas e fui direto pra casa.

Quando cheguei em casa,minha mãe estava na sala de estar,com seu notebook no colo.

–Oi.-Disse.

–Oi querida,você demorou.-Ela disse.

–Eu tava com o Seth.-Disse.

–Imaginei que estaria.-Ela disse.

Me sentei ao seu lado e ela me olhou.

–Aonde vocês foram?-Ela perguntou.

–Fomos na casa dele estudar.-Respondi.

–E você não ficaram só estudando,não é?

A olhei,mas não respondi.

–Se preveniram?-Ela perguntou.

–Como você…

–Você ta com um chupão no pescoço.-Ela disse.

–Não brinca?-Olhei no espelho,e havia mesmo uma marca roxa ali.

–Usaram camisinha?

Assenti.

–Sim,mas mesmo assim,eu fiquei com medo.-Disse.

Ela sorriu.

–Depois eu te dou um anticoncepcional para evitar qualquer inesperado,mas você gostou?

Assenti.

–Sim,foi muito mágico.-Respondi.

–É,eu sei. Quero saber de todos os detalhes depois,Edward está pra chegar,suba e passe alguma maquiagem aí para esconder esse chupão.-Ela disse.

–Ok.

Dei um beijo em sua bochecha e subi.

Ah,como eu estava feliz.

Dias depois…

Estava na sala de estar com meus primos,minha mãe,tia Rose e tia Allie estavam terminando de preparar o almoços e meus irmão e tio Jazz estavam no jardim.

Logo estávamos todos na sala de estar.

–O almoço está pronto,vamos comer?-Minha mãe perguntou.

–Vamos,eu to morrendo de fome.-Emmett disse.

–Calma,calma. Tenho uma coisa pra mostrar pra vocês.-Disse.

–O que é?-Rose perguntou.

–Bom,quero mostrar meu book.-Disse e o abri.

–É o que?-Edward perguntou.

–Meu book,com a ajuda da mamãe,estou virando uma modelo e fiz um book.-Disse.

–É o que?!-Emmett e Edward gritaram se levantando.

–Vishh,agora ferrou.-Minha mãe disse.

–Eles não parecem felizes.-Tia Rose disse.

Olhei pra cara dos meus irmãos,e eles não pareciam contentes,nós teríamos uma longa conversa agora,tenho certeza.

Continua…





Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Confronto 2ªtemporada" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.