About Sirius Black escrita por Ster


Capítulo 14
Antes - 4º


Notas iniciais do capítulo

Olá meus pitelzinhos.Capítulo especialmente dedicado a linda Toti que me deu mais uma recomendação de presente.Obrigada por estarem acompanhando e principalmente comentando, a melhor parte de postar é poder conversar com vocês sobre o capítulo depois, então não me deixem falando sozinha hahahaha***MAIS PERSONAGENS!Bertha Jones, Amos Diggory, Hestia Jones, Amelia e Edgar Bones e as Gemeas Fitch são personagens FIXOS agora, irão aparecer bastante (Menos o Diggory), então eu já adicionei a foto deles ao album.Lá embaixo eu falo mais, porque aqui vai ser spoiler hahahahaBEIJOSSSSSSSSSSS ♥



THE NORMAL DAYS

FÉRIAS

CASA DOS BLACK






– Perfeição. – sorriu Walburga Black para mim, de frente ao espelho. Ela tinha mandado fazer as medidas do meu terno para o casamento de Narcisa. Aquilo deve ter custado muito, mas muito caro. O veludo, os botões de ouro e os detalhes em diamante na manga me deixavam a cara do meu pai. Mamãe acariciou minha cabeça de um jeito desastrado, ela não sabia lidar muito bem, coitada. Empurrou meus cachos para trás para amarrar em um rabo de cavalo. Quando o fez e olhou-me novamente, deu um longo suspiro. – RÉGULO.











Após o berro, meu irmão apareceu. Parecia uma cópia minha, só que mais pálida e sonsa, e os fios eram lisos. Mamãe o empurrou para meu lado e nos fitou pelo espelho.






– Awnnnn, está perfeito! – sorriu Narcisa, na porta.

– Está ridículo, estou parecendo Tio Alfardo só que sem a barriga! – um tapa marcou minha cabeça.

– Sirius Black! – estrilou Walburga. Ciça deu uma retorcida naquele nariz pontudo e saiu dali, levando Régulo consigo. Virei-me para minha mãe, com a maior carranca que consegui.

– Não quero vestir isso, por que não posso escolher minha roupa? Tenho catorze anos!

– Treze, e eu quem decido. Você não tem o menor senso de... Que é isso? – ela pegou a miniatura que Marlene me dera ano passado. Tirei de sua mão.

– Não te interessa.

– Esses... Essas... – ela olhou o grande pôster da Joan Jett na parede de meu quarto, depois seus olhos foram para meu top três. Primeiramente a deliciosa loura Marilyn Monroe, depois Eva Green, uma bruxa muito bonita, ao lado dela vinha Evanna Young, uma indiscutível morena apenas de biquíni. – O que são essas coisas, tire já daqui!

Mamãe correu para elas, tentar tirá-las da parede. Velha burra, eu colei com adesivo permanente, só derrubando a parede pra tirá-las dali. Walburga olhou-me com fogo nos olhos quando notou minha artimanha.

– Você... – ela respirou fundo. – Você grudou isso na minha parede?

– Hm, minha parede. – corrigi, desfazendo aquele rabo de cavalo ridículo. – Meu quarto, mãezinha.

– Seu garoto atrevido! – gritou. – Quem você puxou? A mim não foi, eu só não duvido que é meu filho porque te vi sair de dentro de mim.

– ECA – berrei, bem alto. Ela quase enfartava quando eu gritava.

– Eu só vou falar uma vez, sua criaturinha desgraçada. – e agarrou minha orelha, ficando bem próxima de mim. – Ou você toma jeito, ou você sofrerá as consequências.

– O que eu fiz pra você além de nascer? – arranquei suas mãos de mim a força, pegando distância dela. – Não esqueça o detalhe que nem pedir por isso eu pedi.

Foi um momento muito estranho.

Eu sempre vi tia Druella encher as filhas de beijos, abraça-las e dizer à elas o quanto as ama. Não sei se minha mãe foi assim em alguma época da minha vida, mas pelo que me lembro, eu nunca ouvi “eu te amo” sair da boca dela, apesar de eu já ter dito muito isso quando era pequeno. Mas depois de um tempo eu parei, quando eu finalmente percebi que os abraços e beijos que eu recebia dela no meu aniversário eram uma obrigação. Era robótico, não tinha emoção. Mas em vez de sentir ódio, eu sentia pena de Walburga Black. Ela era perturbada com a morte de sua mãe, que se jogou de um penhasco. E então foi forçada aos doze, a se casar com meu pai que era dez anos mais velho. Bem que tia Druella disse, ela nunca foi muito certa das ideias. E se fosse para fazer uma recapitulação de laços familiares, Narcisa e Bellatrix tinham de ser suas filhas, principalmente Bella.

Mas naquele momento, apenas em um curto espaço de tempo, quase uma epifania, Walburga parecia querer dizer alo quando seus olhos se amendoaram e sua respiração ficou ofegante. Por mais que fosse um simples “Você é meu filho” ou um breve “Eu gosto de você”, mas sua alma podre não a permitia fazer tamanha façanha.

– Você me dá desgosto. – ela disse em vez disso. E eu me sentia a pessoa mais imbecil do universo quando aquelas palavras me afetavam. Quando meu estomago dava um sovalaco e meu coração inchasse. E em vez de apenas aceitar aquelas palavras, eu devolvi.

– Eu odeio você. – eu nunca planejei dizer aquilo para ela um dia. Eu sempre pensava “Vá se foder” ou “Eu odeio você” quando ela falava coisas ruins para mim, mas eu nunca quis dizer por medo da reação dela. E quando eu pensei que ela riria e diria o mesmo, Walburga deu um passo para trás, com o choque. Seu rosto passou por um misto de tristeza, ódio e choque. Tudo que ela fez foi caminhar até fora de meu quarto e fechar a porta delicadamente. Corri até a porta para ver se ela havia me trancado, mas quando toquei a tranca, eu notei que ela estava encostada na porta. Sua respiração estava ofegante eu não pude acreditar.

Walburga Black estava chorando.

Finalmente ela largou a tranca da porta e eu me senti o ser mais miserável da face da terra. Eu era um monstro, que tipo de filho diz isso a própria mãe? Andei pelo meu quarto, chutando as coisas espalhadas pelo chão. Eu nunca quis tanto sair dessa casa como eu queria naquele momento.





O livro de Ranhoso ficou comigo no segundo mês de férias. James marcou a página que teríamos que ler. Mas a carta dizia que ele achou coisas melhores no livro:










SIRIUS!







Merlin, achamos um pote de ouro, cara! Você acredita que o Seboso INVENTA feitiços? Ele inventa, eu disse que ele I-N-V-E-N-T-A! Infelizmente eu não pude testar nenhum, mas assim que pisarmos no trem eu vou testar todos no próprio Snape e apertar a mão dele. Tirando esses maravilhosos detalhes, eu copiei todo o livro dele, pois é agora que eu viro um mestre em Poções. E falando nisso, você viu como ele intitulou o livro? “O Príncipe Mestiço”, mas que porra é essa, ele é retardado ou algo do tipo?

Ele não fez nenhuma alteração na página da Poção de Animagia, só fez uma anotação onde se colocássemos mais duas parcelas de pele de Mandragora, o efeito seria mais ágil e rápido. Só que eu não sei não, vai que a gente morre? Mas ele é o melhor, isso é certo. De qualquer jeito, eu vou perguntar para o professor, o Horácio nunca vai desconfiar.

Vem pra cá essas férias, dorme aqui na última semana, minha mãe está melhor e eu juro que não vai ficar te perturbando. Pedro já dormiu uma semana aqui, essa é a semana do Lupin, porque é uma boa semana, sabe como é né? Aliás, ele está aqui agora mesmo e disse que é melhor não seguirmos nada desse livro pois Snape pode ser um psicopata e a gente não sabe. Acho que ele tem razão, ele tem mesmo aquela cara de doido.

Vou te esperar, não aceito um não como resposta.

P.S.: Não, meus pais não vão à festa do Ministério. Sinto muito.





James”









SETEMBRO









EXPRESSO DE HOGWARTS








Após ter trocado de roupa, eu procurei a cabine onde James e os outros estavam. Assim que entrei, fechei a porta imediatamente pois James estava contando os ingredientes, um por um, pois começaríamos a fazer a poção. Remo ainda tinha seu olhar de reprovação, mas estava nos ajudando.









– Certo, assim que chegarmos, nós vamos ao quarto andar, do espelho, guardar nossas coisas. – disse James. Eu tinha vindo com sua família para a estação e foi a melhor parte do meu verão. Nós jogávamos Quadribol todo santo dia, jogávamos jogos em seu vido-game, não lembro como fala o nome daquele negócio, mas era muito legal. Também passeávamos por Godric Hollow’s e James me mostrou gêmeas da sua rua, e de bônus nós dois beijamos as duas. A minha era mais bonita que a de James, mas ele não notou isso. Jogávamos xadrez bruxo à noite, e snap explosivo pela manhã. Usávamos o fetelone (não sei como fala também) de sua casa para passar trotes e eu engordei como nunca com as delicias da Senhora Potter. Pensando assim, parecia até mesmo um sonho.





– Vamos precisar de concentração máxima nas aulas de Transfiguração. Sério, não podemos nem piscar durante as explicações e sempre fazer as lições buscando máximo do máximo de informações. – disse Pedro, concordamos.

– Também temos que praticar bastante, tudo tem que sair perfeito. – eu disse.

– Perfeito. – sorriu James. Ele mudou mais ainda durante o verão, apesar de eu não ter notado muito pois fiquei com ele durante todo aquele tempo. Seu cabelo estava recém cortado e ele estava sem óculos, apesar de eu lembrar da voz de Dorea de dois em dois minutos gritando “ÓCULOS, JAMES!”. A cabine se abriu e Emmeline entrou. Ah meu Deus do céu, como ela estava bonita! Ela sentou-se no colo de Remo e o encheu de beijos. James correu para guardar tudo dentro de sua bolsa enquanto um bando de garotas começava a entrar na cabine, Alice, Marlene e Dorcas, que tentava puxar Lílian para dentro.

– Não, eu vou ver Sev. – disse ela, e sorriu para as amigas antes de sair. Ela não queria é ter que dividir o compartimento com James, aliás, as vezes nem eu queria. Nos sentamos confortáveis e ficamos cerca de cinco minutos ouvindo as bocas de Remo e Emmeline não se desgrudarem nem para respirar.

– Isso é constrangedor. – disse Marlene. Ela estava com um rabo de cavalo e já estava de uniforme. Diferente das outras meninas, ela ainda usava a meia calça pois não queria ninguém apontando para as manchas em suas coxas. Já as outras meninas já usavam as meias ¾, que deixavam suas lindas perninhas de fora. Concordei, olhando-os, um pouco enojado.

– Então, Dorcas... – começou James. Ele adorava zoá-la. Dorcas Meadowes era uma garota muito estranha que falava com qualquer animal que estivesse em sua frente. Ela tinha cheiro de Corujal, uma vez que estava sempre lá, penteando e cuidando de todas as corujas. Seu cabelo era estranho e ela tinha uma presilha de pássaro que só a deixava mais assustadora ainda. Ela era bonita, mas a esquisitice dela atrapalhava tudo.

– Eu. – ela sorriu.

– Como vão as corujas, então? – ele quis saber. Ela deu de ombros.

– Todas estão muito bem, eu acho, vou conferir quando chegarmos em Hogwarts. Agora é bem solitário lá em cima, eu gostava quando tinha companhia da prima de Sirius, a Drômeda. Ela tinha uma coruja linda, Neblina. – James assentiu, fingindo interesse. – A professora de Tratos de Criaturas Mágicas prometeu que estudaríamos Hipogrifos esse ano, mal posso esperar.

– É, Sibila também gosta muito de animais. – comentou Pedro.

– Odiamos essa garota. – disse Emmeline, finalmente com sua boca fora da de Remo.

– Quem eu odeio, Emms? – perguntou Dorcas, sorrindo para amiga. Emms deu-lhe um sorrisinho rápido.

– Eu te aviso.

– Ok. – assentiu Dorcas. Ela olhou para Remo e ele sorriu para ela. – Estou ansiosa para ir à Casa dos Gritos esse ano. Eu não fui ano passado pois Pandora jurou de pés juntos que viu um fantasma rondando a casa.

– É mesmo? – perguntou Pedro, fingindo animação. James não aguentou e gargalhou.

– Bem, ela que disse. Mas eu acho que não são fantasmas.

– O que você acha que é então? – quis saber Remo, ele parecia estar se divertindo.

– Um lobisomem. – disse Dorcas, com uma voz assombrada.

– Ah, com toda certeza tem um lobisomem preso na Casa dos Gritos. – Emmeline girou os olhos. – As possibilidades são tantas!

– Nunca se sabe. – eu sorri para ela. – Vai que é um? Só entrando lá dentro para saber.

– Já sei, vamos todos juntos na Casa dos Gritos no primeiro passeio à Hogsmeade. – disse Dorcas, animada. James riu mais ainda, concordando.

– Isso é ridículo, não tem lobisomem nenhum! – estrilou Emmeline.

– Melhor, pode ser um lobisomem E um vampiro! Eles devem brigar a noite inteira, por isso os gritos! – disse James, animado. – Deve ser uma luta e tanto.

– É, eles devem andar a noite por Hogsmeade e pegar criancinhas indefesas e jantá-las! – disse Pedro.

– Não, acho que o lobisomem já teria mordido o vampiro se ele vivesse com ele. – disse Remo, pensativo.

– Não se eles forem um casal. – concluiu Alice, abrindo a boca depois de um logo silêncio.

– Quem é a mulher? O vampiro? – quis saber Marlene.

– É, se for o lobisomem, ele mata a criança durante a gestação. – concluiu James.

– Do que estão falando, caralho! – esganiçou Emmeline, dando um pulo do colo de Remo. Olhamos para ela, curiosos. – Não tem lobisomem nenhum! Parem de ser ridículos!

Remo deu uma risada tão engraçada que todos nós acabamos rindo também, mas Emmeline pareceu com raiva mesmo, pois abriu a porta e saiu sem olhar para trás. Remo balançou a cabeça negativamente e sorriu ao ir atrás dela. Continuamos conversando sobre as coisas que tinha em Hogsmeade até James e Pedro decidirem ir atrás de Snape para testar os feitiços do livro e Alice e Dorcas também saíram, dizendo que iriam atrás de Lily. Por fim, somente Marlene e eu ficamos no compartimento, em silêncio.

– Como vai o tratamento? Acharam algo novo? – ela deu um longo suspiro diante da minha pergunta.

– Não, nada novo... Eu tento não pensar muito em quando a doença se agravar, por mais ela esteja sendo retardada, ela sempre volta.

– Mas esses remédios que você toma não servem de nada?

– Servem, impede que atinja meus órgãos principais, como o coração, meus rins, os pulmões... Mas ele tem muitos efeitos colaterais. Varíola é uma doença muito complicada, Sirius. Não precisa se preocupar, eu estou bem.

– Como não vou me preocupar com você dizendo uma coisa dessas?

– Pensei que já soubesse. – ela balançou a cabeça negativamente. – Me conte sobre suas férias.

– Nada demais. Briguei com minhas família toda como sempre, conversei com Andrômeda, tranquei meu elfo doméstico no porão, fui obrigado a ajudar com a organização do casamento de Ciça e fiquei na casa de James um bom tempo. Ah, e também bati em Régulo, essa parte foi legal.

– Por que você trata seu irmão mal? Ele é tão legal. – olhei para Marlene assustado, mas tudo que ela fez foi coçar a parte escamosa de seu rosto, olhando a paisagem.

– Como você conhece Régulo? – eu questionei.

– Bem, nós somos amigos. – QUÊ? Olhei-a, implorando explicações.

– Amigos? AMIGOS?

– Sim, você não é meu único amigo! – ela disse, irônica. – Eu conheci ele na biblioteca, ajudei-o com as lições de Astronomia, ele não entende de jeito nenhum. Eu até ajudei com a sua Constelação, nos divertimos bastante.

– Ah se divertiram é? – perguntei, debochado. – Por que nunca me disse que falava com ele?

– Você nunca perguntou, ué. E somos apenas bons amigos. Ele é muito sozinho, sabia? Você devia dar uma chance à ele. Vocês são tão parecidos, as vezes eu penso que estou falando com você quando estou falando com ele. Mas ele é menos engraçado e mais educado. – e sorriu. Só que ela sorriu daquele jeito, aquele jeito que Emmeline sorria quando falava de Remo, ou o jeito como Snape olhava para a Evans.

– Você gosta dele? – perguntei. Minha voz saiu mais dura do que eu planejava, mas uma tranquilidade me invadiu quando Marlene gargalhou.

– Jesus, não! Ele é um ano mais novo do que eu, apesar de aparentar ser mais velho. Por que essa pergunta? – dei de ombros.

Nem eu sabia porque esse interessa todo.















Notas finais do capítulo

Olha só quem deu a cara escamosa por aquiiii hahahahahahahaha Eu estou com medo da reação de você no próximo capítulo, eu quero muito postar ele, vai ser emocionanteeeeee, oh meu deus, eu não vejo a hora hahahahaha QUERO TODAS COMENTANDO NESSE CAPÍTULO E NO PRÓXIMO, quero opiniões hahahahah*****Sobre os novos personagens:1 - Não, as gemeas Fitch não são essas que o James e o Sirius pegaram nas férias.2 - Amelia Bones é uma MENINA, apesar da foto não aparentar hahahah Eu amo aquela atriz, Dakota Blue Richards para quem quiser saber.3 - Bertha Jones terá o rostinho da minha rainha Sharon Rooney, e será exatamente o que Sirius disse hahahaha Mas vocês sabem que o Sirius é um idiota né, gente? Então ele não tem muita moral pra falar dela.4 - Edgar Bones não é uma mulher ou travesti, ele é um metaleiro, vai ser um bom amigo do Sirius.Espero que vocês tenham gostado dos meus novos bebês ♥Luna Chase, usei sua Neblina ♥NINFADORA ESTÁ CHEGANDO!Beijos ♥