D.N.A Advance: Nova Ordem do Século escrita por Sensei Oji Mestre Nyah Fanfic


Capítulo 32
RizeGreymon


Notas iniciais do capítulo

Bom gente estou postando mais um capítulo especial de copa do mundo. Tomara que o Brasil passe da Colômbia com mais facilidade, porque contra o Chile eu quase morro. Enfim leiam com atenção tenham uma boa tarde.



ZONA DO CÉU

A segurança nessa região foi reforçada para precaução caso haja uma tentativa de invasão. SlashAngemon ficou encarregado na supervisão de tudo a mando de Gennai. As quatro ilhas flutuantes que compõem a zona estava supostamente segura. O fato era que nenhum digimon que domine as trevas conseguiria entrar naqueles domínios.

Lúcia não gostou dos Gargoleymons fazendo vigílias em frente a sua casa. A vila Alva que se localiza na segunda ilha era a menos protegida juntamente com a primeira. Era um bom lugar para se caminhar com suas ruas largas, coloridas e consequentemente cheias de enfeites em formatos de doces.

A digiescolhida ajudava a organizar a vila e a mandar seus habitantes para dentro de suas casas. Lucas fazia o mesmo com os pequenos anjos. Ambos se surpreenderam com uma voz.

– Lúcia!

Ela olhou para trás e viu Mia com Jin correndo em sua direção.

– Mia, Jin que surpresa vocês por aqui. O que fazem aqui?

– Barbamon está atacando o digimundo - respondeu Mia tranquilamente.

– Ele está destruindo as pedras sagradas que mantêm o mundo em equilíbrio - disse Jin ofegante.

– Se as cinco pedras forem destruídas o digimundo que nós conhecemos acaba, este é o fato colega - Mia.

– Você tem que chamar o Paulo imediatamente.

– Jin como é que vou chamar ele se a minha mãe botou ele de castigo? Ela tá mais irredutível que conta matemática.

– Inventa qualquer coisa. Sei que pode inventar uma história, mentir para sua mãe por uma boa causa. Por favor cunhada.

– Ta bom Mia, sei que você quer vê-lo de novo - ela fica surpresa com o parceiro da norte-americana. - Que digievolução é essa Betamon?

– Esta é a minha digievolução alternativa para a fase perfeita, Divermon o fodão. Agora eu consigo lutar tanto na água como em terra.

– Até que enfim - brincou Lu.

– Ei Divermon já que é o foda então vem cá me ajudar com a tarefa - disse Lucas puxando o anfíbio pelo braço.

– E sobre a Lilithmon?

Lúcia ficou muito surpresa com o que Mushroomon havia dito. Nunca mais tinha escutado esse nome ser pronunciado pelos colegas. Jin e Mia ficaram sérios por um tempo até a vice líder dos escolhidos contar o que viu.

– Lu se segura. O que tenho a dizer é algo grave.

...

– Não acredito. Eu não posso acreditar que a Lilithmon esteja viva depois de todos esses anos. O que foi que aconteceu? - Aiko se perguntava e não é pra menos.

– Não faço a mínima ideia de como, mas eu tenho quase certeza de que aquele velho cretino tem o dedo nisso - disse Rose enfurecida. - Ai que vontade de pegar aquela barba e fazer dela um espanador.

Tortomon parou bem em frente a região dominada por Jin, que estava ausente neste exato momento. Rose e os outros desceram próximos a pedra florestal. Uma rocha com anel sagrado rodeado por raízes.

Rose utilizou o seu D-Terminal embutido no seu próprio aparelho para se comunicar com Fukuda. Entretanto não houve nenhuma comunicação, pois o sinal estava fora do ar. Ela pensou em mil e uma maneiras de esganar seu colega quando tivesse chance.

– O que faremos agora? - perguntou Agumon.

– Ficaremos aqui aguardando alguma ajuda. Afinal de contas eu acho que o Barbamon vai querer atacar - disse Aiko.

– Erro seu - refutou Rose - Esta parte da floresta é secreta e muito bem segura. Não há nenhuma possibilidade dele vir atacar aqui.

– Espero que sim, porque do jeito que as coisas vão não temos certeza de mais nada - disse Aiko. Um trovão pode ser ouvido.

...

Enquanto isso no mundo real a falta de informação por parte dos seus amigos deixava Paulo aflito. Foi uma semana sem pisar no digimundo. E quando o líder dos digiescolhidos não pisava há uma semana num momento de crise as coisas só iriam piorar. O garoto não quis perturbar o seu parceiro que devia estar sobre o telhado de alguma casa descansando. Viu sua mãe assistindo televisão no sofá. Aproximou-se dela bem devagarzinho e percebeu que ela estava dormindo. Pegou um pedaço de papel a fim de cutucar o nariz da mulher. Algo típico de travessuras. Ela espantava pensando que seria alguma mosca. O jovem riu da situação. Até que foi pego de surpresa quando Márcia segurou repentinamente o seu braço.

– O que eu falei pra você quando te deixei de castigo?

– Que não iria voltar ao digimundo até a segunda ordem - respondeu.

– Exato.

– Já é a segunda ordem mãe, libera aí.

– Não. Ainda não dei liberdade para ir pra lá. Seu digivive passará é tempo mofando naquela gaveta do meu quarto. Ai de você mocinho se me desobedecer.

– Mãe os meus colegas estão precisando de mim - ele se ajoelhou na frente dela. - Eles estão passando por apuros neste exato momento, por favor.

– O que tenho a ver com isso? Não insista, não vai dar certo - disse saindo do sofá e indo para o seu quarto.

– A senhora deixou a Lúcia ir, por que eu não posso?

– Porque a Lúcia é responsável e não se mete em encrencas. O contrário de você - fechou a porta na cara do filho.

Paulo amargou um não bem grande. Não tinha mais como convencer sua mãe.

...

Dynasmon observava a zona florestal do alto. Ele olhava atentamente os digiescolhidos principalmente o seu irmão que ficou perto da pedra sagrada. Cruzou os braços na espera de algum ataque até perceber alguém chegar perto dos jovens.

– Palmon digievolui para... Sunflowmon!

– Sunflowmon super digievolui para... Lilamon.

– Agumon digievolui para... Geogreymon.

Uma forte ventania seguida de muitos trovões deixava o clima mais tenso. NeoVandemon chegou no território florestal sem explicação alguma. Os digiescolhidos não souberam como o meliante conseguiu chegar naquele lugar. O que importava agora era lutar para proteger a pedra.

– Os escolhidos até que enfim nos reencontramos.

– Myotismon! - disse Palmon. Os demais ficaram surpresos.

– Não mais. Agora que eu tenho pleno controle do poder das trevas eu posso derrotá-los. Mas a sorte de vocês é que a minha missão é outra.

Rose e Aiko se prepararam para lutar, porém não esperavam o surgimento de um digimon debaixo do chão. Era um verdadeiro monstro.

– Que monstro - disse Aiko.

DIGIMON: INFERMON

SEM DADOS NECESSÁRIOS

– Esse bicho não consta no banco de dados no Device - disse Rose.

Infermon se aproximou para atacar os digiescolhidos quando um raio o atinge fazendo cair sobre uma árvore. NeoVandemon olhou de quem se tratava quando viu Freddy e Gokuwmon chegarem.

– O novato - disse Rose.

– Olá pessoal ainda bem que eu cheguei a tempo. Antes que me perguntem o Gennai teve que ir à Nova Digicity ajudar o Ruan. Mia e Jin foram para a zona celestial ajudar a irmã do Paulo.

– Então a gente vai ter que depender de nós mesmos para proteger a pedra - disse Aiko.

– Outra coisa que tenho que informar sobre o Gennai é que uma tal Lilithmon, seja lá quem for, está bem viva. Até porque ela nos atacou quando Barbamon destruiu a pedra do oceano.

– O que? Ela atacou vocês? - Rose.

– Calados! Seus imbecis. Eu mesmo destruirei essa pedra mesmo que todos vocês unam suas forças. Será impossível me deter. Infermon acabe com eles.

– Destruir digiescolhidos... destruir...

Enquanto isso Penguinmon se escondia atrás da pedra e ficou a observar os escolhidos com os oponentes se enfrentando. Delumon também ficou afastado, pois tinha medo de se machucar.

– Tá com medo também? - Disse Delumon, mas não obteve resposta do Penguinmon.

...

Márcia não quis conversa com ninguém. Sentia-se só sem o marido que teve a brilhante ideia de ir ao digimundo, segundo ele, tentar ajudar o irmão. Por um momento sentiu-se presa àquela casa, com aquele frio da tarde. Japão não era fácil, nunca foi. Principalmente quando se estava só. Era talvez o seu pior sábado. Resolveu ler um livro para assim poder pegar no sono, mas antes algo aconteceu.

– Que som é esse? - olhou para o celular sobre a cama, mas nada.

Ela se levantou e tentou ouvir mais de perto. Era um som parecido com um bip muito parecido com toque de mensagem para celular. O som ficou mais próximo quando ela abriu a gaveta e vê o digivice brilhando. Não sabia mexer no aparelho, por isso foi chamar o filho.

– Isso aqui é uma mensagem por D-Terminal, ou seja, alguém lá no digimundo está me chamando.

– Então pronto. Dê-me aqui e vá para o seu quarto. Não me interessa o que os seus amigos estão querendo.

– Mãe espere um pouco pode ser algo urgente - ele o põe no braço e ativa o D-Terminal. Logo aparece Lúcia na tela com expressão nervosa. - Lúcia?!

– Mamãe, Paulo, socorro eu preciso de ajuda! Estou com problemas aqui no digimundo. Eu estou sendo perseguida pelos digimaus e ninguém consegue derrotá-los. Só o líder dos escolhidos tem poder suficiente para acabar com eles. Por favor maninho!

Márcia olhou para o filho com seriedade no semblante.

– Você vai lá e acaba com a raça desses malditos e traz sua irmã de volta - disse entregando o aparelho ao filho. Foi tiro e queda.

...

Infermon era mais poderoso em comparação com os outros dois servos de Barbamon que já foram derrotados. Ele era quase irracional, um monstro para ser mais exato. Soltava sem rumo algum várias bolas de energia negra da sua boca. NeoVandemon usava o seu poder das trevas para acabar com Gokuwmon, mas este era rápido o suficientemente para desviar.

O digimon de Freddy utilizou o seu bastão para atacar como fez da última vez em que lutou contra Asuramon e o venceu. Assim o lutador se multiplicou e avançou dando socos múltiplos mais rápidos do que o normal mesmo o vilão desviando de todos. Sua surpresa foi quando o digimon cravou seu bastão no chão e assim o verdadeiro Gokuwmon aumentou sua arma até o céu. Acumulou a maior quantidade de energia vinda dos raios. Desceu com tudo e acertou NeoVandemon causando uma forte explosão arrasando várias árvores.

– Conseguimos - comemorou Freddy antecipadamente.

Gokuwmon ficou olhando a poeira se dissipar até ter a surpresa ao ver o vilão parado como se nada tivesse acontecido.

– Eu não sou qualquer adversário que vocês conseguem derrotar. Eu estou na fase suprema, portanto será impossível me ferir utilizando esses golpes baratos - sorriu.

– Mega Chama! - o poder de GeoGreymon atingiu Infermon com tudo, mas não o suficiente para derrotá-lo.

– Marvel Shot! - Lilamon disparou o seu poder também contra o monstro.

A esta altura Delumon, Penguinmon e os digiescolhidos encontraram uma árvore para se refugiarem. Era muito difícil acabar com o oponente naquela floresta densa.

Lilamon e GeoGreymon decidiram unir seus poderes para deixá-los mais forte num só único golpe. A fada utilizou suas esferas de energia, o dinossauro a sua chama. Os poderes se uniram formando um raio que atingiu Infermon em cheio o deixando caído com alguns danos.

– Conseguimos Aiko - disse ela o abraçando.

Aiko ficou satisfeito com a luta dos digimons. A pedra ainda estava intacta, até então.

Um raio azul surgiu entre as árvores e atingiu com violência a pedra causando uma explosão e transformando o anel sagrado em poeira. Todos se assustaram com o ataque. Foi NeoVandemon.

– Finalmente acabei com esta pedra chata enquanto o idiota lá atrás luta com uma réplica minha. Adeus digiescolhidos, adeus a este mundo - desapareceu.

– É melhor nos juntarmos ao Freddy - falou Lilamon. Rose concordou e saiu em disparada. Aiko também foi. Delumon ficou parado enquanto Penguinmon correu atrás dos humanos.

– Eu vou dar o fora daqui - disse Delumon entrando na carruagem e indo embora com Tortomon.

Aiko corria um pouco atrás da Rose quando ouviu a voz de Penguinmon atrás de si. Rose também parou e viu o pássaro vir em sua direção.

– Esperem por mim.

– Cara que bicho intrometido - resmungou a garota.

Antes que a conversa continuasse uma bola de energia branca surge do céu e atinge Penguinmon que logo é convertido em dados sem dó nem piedade. Os digiescolhidos ficaram aterrorizados com a cena principalmente Aiko que começava a simpatizar com a vítima. Quem poderia ter feito isso?

Dynasmon apareceu diante deles como o causador da morte do pequeno ser. Aiko ficou furioso com ele, ficou tão furioso que disse que não o perdoaria jamais.

– Eu falei pra você se juntar a mim. Tadinho daquele bicho, mais um inocente que se vai - brincou.

– Cala a boca eu já to de saco cheio de você - Dynasmon ficou calado apenas olhando friamente o seu irmão.

O digivice de Aiko brilhou e começou a mudar de formato sem a ajuda de Gennai. Ele olhou surpreso para o seu aparelho. Agora era um moderno DT- VICE como os dos atuais escolhidos. O mais impressionante era que dava para fazer uma evolução alternativa sobre a já existente evolução de Agumon. Sem perder muito tempo ele anuncia a evolução.

Geogreymon começou a brilhar mesmo ainda na luta que estava tendo com Infermon. Lilamon ficou impressionada. Dynasmon não esboçou nenhum sentimento em seu rosto.

ALTERNATIVE EVOLUTION

– Geogreymon super digievolui para... RizeGreymon!

Continua...



Notas finais do capítulo

Próximo capítulo será o primeiro dos últimos da saga. Até lá.



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "D.N.A Advance: Nova Ordem do Século" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.