Online Survivor. - Fic Interativa escrita por ISayTheObvious, G A Garcia, Ackerman


Capítulo 4
Dear.


Notas iniciais do capítulo

Então.... É!
Demorei um pouco nesse capitulo , porque estava meio sem ideias , e meu tempo na semana ta meio esgotado... Então já fica o aviso que provavelmente irei postar apenas nos finais de semana. Aliás , TALVEZ , quando eu ganhar meu celular , ( Né , pai? ._. ) eu poste mais na semana.
Ah sim , e... Bem , o Nutty-san pediu pra avisar que a aparência do Soul no jogo tinha mudado também... Imagens nas notas finais.
Bom , e eu queria avisar que não vai aparecer um personagem por capitulo , porque ficaria chato assim. Então , paciência!
Enfim , chega de enrolar! Bom proveito do capitulo!

Ah , e o POV desse capitulo é do Lonely Soul. A musica que ele canta é Dear , da Hatsune Miku.



Eu estava na floresta , o primeiro território disponível para iniciantes acima do nível 5. Estava sentado em uma pedra , mexendo um pouco no meu menu... Na verdade , eu estava na parte de "Amigos" , olhando aquele nome , daquele cara... Hiroto. O carinha estranho. Ainda não entendi direito porque ele quis minha amizade. Realmente , não entendi , e acho que nunca irei entender o que o levou a isso.

- Atama no naka de kikoeru kimi no koe ga
Ima mo watashi no kokoro wo yusaburu
Kioku no naka de kimi ha itsudemo
Yasashiku hohoendeiruyo...
( N.A: Tradução - Dentro da minha cabeça eu consigo ouvir sua voz. Mesmo agora, meu coração está flutuando. Em minhas memórias, você está sempre lá. Sorrindo gentilmente ) - Estava cantando. Eu e uma "pessoa" sempre cantávamos isso juntos , encostados em uma arvore , sorrindo e nos divertindo. 

- Heh... Até que você não canta mal , Soul-kun.

- Huh? - Me virei , e não vi ninguém de inicio , apenas duas sombras negras. Elas foram se aproximando , e logo revelaram ser uma garota de cabelos ruivos , que eu nunca havia visto antes , por sinal. E... Hiroto.

- Não sabia que ia te encontrar aqui. Não prefere fazer esse tipo de coisa em uma zona segura? - Ele se sentou na pedra ao meu lado. A garota ruiva apenas continuou calada , nos olhando.

- Não... Eu gosto de florestas. Elas me lembram de meu passado. E , quem é a garota? - Apontei para a ruiva , encostando o queixo em meu joelho , que estava levantado. ( N.A: Não sei o nome da posição... Tipo , a perna fica dobrada , e o joelho fica levantado '-' )

- Ah , é. Essa é a Na... - A garota deu um soco no Hiroto , o que quase me fez rir. - N-Nymph.. Ugh , não precisava disso! - Ele olhou irritado para a "Nymph" , e ela apenas deu língua de volta para ele.

- Huh... É... Interessante. - Fingi algum interesse , e voltei a mexer em meu menu , sem muita coisa pra falar.

- Hey , "Lonely Soul" , você é sempre tão chato assim? - Pronunciou a ruiva. Foi a primeira vez que ouvi a voz dela , desde que os dois chegaram aqui.

- Esse é apenas o meu jeito. Se acostume , ou suma daqui. - Falei , indiferente.

- Hey , Soul... Não seja tão frio assim com uma moça. 

- Não me importo se é uma "moça" ou não. Pra mim dá tudo no mesmo.

- TPM tá foda hoje em dia... - Hiroto deu um tapa na cabeça da ruiva , olhando pra ela como se "reprovasse" seu comportamento.

- Tanto faz. - Apenas falei , me levantando e indo embora , ainda mexendo em meu menu , sem saber exatamente o que fazer.

- E-Ei , Soul! Não vá embora assim , ainda quero falar com você! - Apenas o ignorei e continuei andando , pondo as mãos nos bolsos e , finalmente , fechando meu menu.

- Ara... Já são 18 horas... Hiroto , vou ter que ir. Eu e o Dynamo combinamos de fazer umas coisas agora. Irei pra zona segura , você vem? 

- Ah , não , eu vou atrás do Soul... Jaa ne , Nymph-chan!

Eu estava caminhando de olhos fechados pela floresta , sentindo o vento gelado em meu rosto e ouvindo o som da grama e das folhas balançando , cantarolando "minha" musica baixo.

- Ano hi kaeru tochuu kimi to futari
Warai nagara te wo tsunaide
Zutto zutto konna toki ga
Tsudzuku to omotte ita no ni

Kimi ga saigo ni itta kotoba
Ima made arigatou ga
Zutto nariyamanainda...

Aitakute aitakute
Koe ni naranai koe de
Kimi no namae wo yobitsudzukeru
Kanashikute kurushikute
Hitori no yoru ga kowai kara
Yozora miagete
Kimi wo sagashiteru.....
( N.A: Tradução - Naquele dia, nós dois estávamos voltando para casa. Rindo e com as mãos dadas. Sempre, sempre, naquela época, Pensava que aquilo ira continuar , As últimas palavras que você disse foram:
"Obrigado, por tudo que você fez até agora." , Elas não param de ecoar.

Eu quero encontrar, eu quero encontrar, a voz que já não está mais lá. Eu ainda continuo a chamar seu nome , É triste, é doloroso. A noite da solidão me assusta. Eu olho para o grande céu. Procurando por você. )

Quando finalmente dei conta , Hiroto estava me seguindo até agora , andando silenciosamente , e com um sorriso no rosto.

- Essa musica é realmente bonita. A letra em si é bonita.

- Uh... Obrigado , eu acho. - Percebi que estava corado , porque meu rosto estava esquentando. Apenas virei o rosto , encarando o chão. - Por que me seguiu até agora...?

- Eu queria te perguntar algumas coisas.

- Eh? Perguntar o que? - Me virei para ele , quando meu rosto finalmente havia voltado ao normal , encarando-o

- Umas coisas... É , podemos nos sentar em algum canto? Sei lá , qualquer canto serve.

- Ah , ok... - Caminhei até um lugar que eu gostava de ficar naquela floresta , me sentando na grama e encostando as costas em uma arvore.

- Bem... - Hiroto sentou-se ao meu lado , parecendo meio pensativo , ou algo assim... Ele parecia perdido em pensamentos. - Eu queria saber... Qual o motivo de você ser assim?

- Hã? Assim como?

- Sei lá... - Houve uma longa pausa , mas logo ele prosseguiu. - Sozinho? Alguma coisa assim...

- Ah.. - Eu realmente não queria comentar nada deste tipo , nem falar nada sobre mim , então , apenas menti. - Não é por nada. É apenas meu jeito.

- Não espera que eu acredite nisso , né?

- Não , acho que não... - Ele riu. Apenas fiquei olhando para o chão , meio sem jeito.

- Então... Pode me falar o motivo?

- É umas coisas que aconteceram na minha infância... - falei , dolorosamente.

- E o que foram essas coisas..?

- Bem , por onde começar... - Suspirei , e encostei minha cabeça na arvore , olhando para o céu. - Quando eu era muito novo ainda , uns cinco , quatro anos , meus pais me abandonaram... Simplesmente me jogaram pra fora de casa , apenas com uma roupa , sem nada pra comer.. Fiquei morando na rua por alguns dias , não foram tantos... Até que uma mulher que tinha se divorciado a pouco tempo me encontrou , sentiu pena de mim e resolveu me adotar... O nome dela era Mayuri. Provavelmente foi a pessoa mais gentil que eu já conheci em minha vida. Mas , infelizmente , ela tinha alguns problemas... Ela era cheia de doenças , tinha problemas no coração , então ela não viveu muito tempo... - Abaixei a cabeça , segurando o choro. - Ela morreu alguns anos depois , bem em minha frente.

- Ah... - Ele pareceu meio chocado com minha historia , me olhando o tempo inteiro. Acho que ele percebeu que eu estava prestes a chorar , porque logo depois ele pareceu entrar e, desespero. - D-D-Desculpe por ter feito você me falar essas coisas! E-Eu não queria te lembrar coisas dolorosas..! Sério , me desculpe! - Ele juntou as duas mãos e se ajoelhou em minha frente , fazendo algum tipo de reverencia , o que me fez rir internamente.

- Ie , tudo bem... As vezes é bom desabafar com alguém. Sabe , botar pra fora todas as dores...

- Ah... Mesmo? Hahahahahaha... - Ele ficou meio sem jeito , corando um pouco e cocando a nuca , rindo de si mesmo.

- Bem , eu acho que é melhor eu sair logo... Está ficando tarde , e eu ainda preciso jantar...

- A-Ah... Ah! Eu tenho mais uma pergunta pra te fazer... - Parou por um tempo , respirando fundo e se aproximando de mim. - ...Quer fazer parte da minha guild?

"...Huh?"



Notas finais do capítulo

UPDATE DE IMAGENS:

Lonely Soul: http://s3.zerochan.net/Accelerator.600.698669.jpg

~x~

Bom... Aqui estou eu , né.
Acho que o capitulo ficou bem grandinho , mas acho que foi só por causa da musica '-'
*okay*
~lê tendo pensamentos perversos do Hiroto com o Lonely Soul *leva tijolada de novo*

AI , ME DEIXEM TER MEUS PENSAMENTOS DE FUJOSHI , PORRA Ç_Ç
Leitores(Menos a Yumi): NO.

...*le cantinho da depressão*
Cof cof.
Tá, melhor acabar logo essa porra antes que eu fique depressiva mesmo.

BAAAAAAAAAAAAI ♥