Depois De Nove Anos escrita por Morgana Salvatore


Capítulo 20
Capitulo 20


Notas iniciais do capítulo

#REPOSTANDO




Pov/Bela

_Edward_ chamei.

_O que?_ ele perguntou acariciando meus cabelos.

_Vamos ver sua mãe_ eu disse temendo a reação dele, mas ele apenas suspirou.

_Cadê o Antony?_ ele perguntou mundando de assunto.

_Esta no hospital, sua mãe queria falar com ele, então deixei ele no
hospital_ eu respondi fazendo circulos invisivel com a ponta do dedo
no peito dele.

_Eu vou tomar banho, vem?_ ele chamou.

_Vamos.

Levantamos e fomos para o banheiro, tomamos um banho,,só um banho
mesmo, quando terminamos ele vestiu a roupa dele que eu tinha pego
para ele.
Eu fiquei em duvida de que roupa vesti, acabei optando por uma calça
jeans e uma blusa de manga comprida cinza.

Assim que eu estava vestida, fui ao quarto do Antony e pequei uma
blusa de frio para o Antony , sai do quarto dele e encontrei o Edward
saindo do meu quarto.

_está tudo bem?_ perguntei, os olhos dele estavam lacrimejados.

_Esta tudo bem_ ele disse mais para ele do que para mim.

_Entâo vamos.
Eu dirigia rápido, enquanto o Edward ouvia uma musica no radio eu já tinha ouvido mas nao sabia o nome, o silencio predominava o carro, ele não queria falar e eu respeitava isso.

Chegamos ao estacionamento do hospital eu parei o carro e desci o
Edward ficou mais alguns minutos dentro do carro desceu em silencio e
passou por mim entrou no elevador manteve a porta aberta para mim,
subimos chegamos na recepição e eu falei com a recepcionista ele me
deu dois crachas (Um para mim outro para o Edward) e nos indicou aonde a familia dele estava, eu fui na frente ele estava alguns passos atraz, assim que cheguei a sala de espera todos olharam para mim.

_Bela você consegui encontra o Edward?_ perguntou o carlisle.

_Sim _o edward respondeu por mim

Carlisle se aproximou do filho e abraçou ele, o Edward abraçou o pai e
voltou a chorra.
Eu fui me senta ao lado do Antony.


_você se comportou?_ eu perguntei

_sim, mas a Manu não ela ficou chorando muito alto_ ele disse e nos
dois olhamos para o pequeno bebe.
_Ela e um bebe meu amor e normal ela chorra_ eu disse na verdade eu
queria chorra eu ainda não conseguia acreditar que a Esme ela ia
morre, eu a conhecia desde sempre.

O carlisle e o Edward continuavam abraçados o carlisle falava alguma
coisa para o Edward, eu só consegui ouvir a ultima parte "agora vai
ver a sua mãe" não parecia um pedido e sim uma ordem.

_Bela vamos comigo_ele me chamou

_Acho melhor você ir sozinho_ eu disse não queria interromper o momento deles.

_Mas Bella a mamãe tambem queria falar com você _disse a Alice

_depois eu vou falar com ela_ eu disse

_Se você não for eu também não vou_ disse o Edward, todos olharam para
mim até meu filho.

_Tá bom eu vou_ eu disse.

_ e você se comporte_ eu disse ele girou os olhos e isso era tão Edward.

O Edward me deu a mão e seguimos para o quarto, quando chegamos na
porta ele parou, eu podia imaginar como aquilo era dificil para ele.

_Vai ficar tudo bem_ eu disse ele apertou mais a minha mão e abriu a porta.
A primeira coisa que notei ao entra no quarto foi a esme que estava
deitada naquela cama de hospital varios tubos e fios conectados ao
corpo dela, ela tinha os olhos fechados e estava maquiada e com um
vestido bem florido os cabelos escovados, ela estava bem bonita.
O Edward foi até a cama e começou a acariciar os cabelos dela.

_não faz isso a Alice demorou horas para deixa-los arrumados._ Disse a
Esme e abriu os olhos ela estava bem fraca.

_aquela anã de jardim_ disse e deu um sorriso forçado.

_vem aqui para mim poder ver você_ ela pediu ele chegou perto dela ela
erqueu a mão com dificuldade e passou a mão pelo rosto dele._ você
esta muito abatido, você ja comeu hoje?

_não.

_como você pode deixar isso acontecer Isabela_ ela disse para mim eu
não tinha o que responder._ Eu quero você cuidando muito bem do meu
bebe.

Eu simplesmente assenti com a cabeça eu não voz para responder tinha um bolo na minha garganta, a vontade de chorra era tanta mais eu queria e ser forte pelo o Antony e também pelo Edward.
_meu amor eu não quero você triste a morte e algo normal e eu vou
estar sempre olhando por vocês la no ceu e eu quero ver vocês todos
feliz_ ela disse as lagrimas fugiram e eu chorrei.

_Eu te Amo_ disse o Edward e abraçou a mãe.

_Vem cà._ A esme me chamou eu fui até ela e a abracei também_ cuide
bem do meu filho e do meu neto.

_Eu vou cuidar_ prometi.

_Acho bom_ ela disse e deu um sorriso para mim .

_Agora eu preciso descançar_ ela disse e antes de fechar os olhos
susurro "EU TE AMO MUITO FILHO FIQUE BEM" e fechou os olhos, aquela
maquina começou a apitar, apitar, as coisas aconteceram muito rapidas
uma enfermeira depois ums medicos e depois mais gente de branco,
alguem pedindo para sairmos do quarto, o Edward se recusando o medico
aplicando algo no pescoço do Edward e uma enfermeira me retirando do
quarto meu corpo não respondia aos meus comandos, eu queria saber como
a Esme estava, queria saber como o Edward estava, eu queria ver meu
filho mais eu sequer conseguia me sentar.



Notas finais do capítulo

postado tambem no meu blog.
http://ilovetwilightmyblog.blogspot.com.br/



Hey! Que tal deixar um comentário na história?
Por não receberem novos comentários em suas histórias, muitos autores desanimam e param de postar. Não deixe a história "Depois De Nove Anos" morrer!
Para comentar e incentivar o autor, cadastre-se ou entre em sua conta.