Depois De Nove Anos escrita por Morgana Salvatore


Capítulo 2
Capítulo 2


Notas iniciais do capítulo

Vamos começar agradecendo a todos que leram, favoritaram e principalmente comentaram.

Os cronogramas de postagem estão disponiveis no meu blog

http://morganafanfics.blogspot.com.br




Capitulo 2

Pov/Edward

A viajem para Londres foi calma eu nem consegui dormi, pois a Alice falou que aquela eram as férias dela e que eu tomaria conta da Valentina e eu nem tive como discutir, a Rosalie estava enlouquecendo o Emmett com os enjoos, minha mãe estava feliz pois estamos todos juntos.

[...]

Pousamos no aeroporto as quinze horas e fomos de táxi até a casa da minha avó, quando chegamos lá ela estava sentada no jardim em uma espreguiçadeira.

_mãe.

_filha que saudades.

Disse minha avó se levantando da espreguiçadeira que tinha no jardim e vindo em nossa direção.

_ ai por que você não me ligou dizendo que viriam

_queria fazer uma surpresa e tira meus bebes um pouquinho do trabalho.

Disse ela sorrindo para nos.

_ai que bom vê meus netos, faz tanto tempo que não nos vemos pessoalmente.

Ela disse abraçando a Alice que estava mais perto dela, e depois fazendo o mesmo com o Emmett. Quando chegou em mim parou e ficou me olhando.

_Edward quem e essa princesinha?

_Essa e minha filha.

A Alice disse tomando a Valentina dos meus braços, minha vó so tinha visto a Valentina nos primeiros dias de vida.

_Meu Deus como ela esta grande.

Minha avó disse pegando a menina no colo

_ Agora vamos entrar que temos que colocar muitos assuntos em dia.

_claro.

Minha mãe disse minha avó chamou três seguranças para pode ajudar com as malas.

Ficamos mais alguns minutos conversando na sala, depois fomos para o quarto para podermos tomar um banho e descansamos um pouco antes de jantarmos.

[...]

Por volta das nove horas uma das empregadas veio a mando da minha vó me chamar para jantar.

[...]

Jantamos entre conversas bobas e fomos dormi lá pelas 23:00hrs.

Dormi era uma forma de dizer, pois eu mal consegui fechar os olhos, pois a Valentina chorou a noite toda.

[...]

Eu levantei as oito fiz minha higiene matinal tomei banho e vesti uma bermuda branca e uma blusa pólo azul, um sapato branco com detalhes azuis da Nike e desci para poder tomar café.

Quando cheguei lá em baixo só estava a Alice o Emmett tomando café

_bom dia Emmett e bom dia Alice_ eu disse para os dois_ cadê o resto da família?

_Bom dia.

_O papai, mamãe e a vovó estão conversando na sala e a Rosalie estar no quarto esta enjoada.

_Alice por que sua filha não parava de chora eu mal consegui dormi.

_Eu acho que ela estava com cólicas.

Disse a Alice como se fosse normal a filha dela ficar chorrando a noite inteira.

_Alice posso fazer uma pergunta?

Disse o Emmett com um sorriso sacana no rosto.

_Faz cabeção.

Respondeu ela bebendo um pouco do suco que estava no copo dela.

_A que horas você e o Jaspe fazem sexo se a filha de vocês e herdeira de vampiros e não dormem a noite.

_a hora que eu e meu marido fazemos sexo não e da sua conta. E zoa mesmo eu não consegui dormi agora por que daqui a cinco meses será você e eu torço muito para que sua filha herde os gênese da mãe.

Disse a Alice com um sorriso diabólico, pois ninguém tinha um humor mais variável que a minha doce cunhada, Rosalie.

_você e cruel Alice.

Disse o e Emett se levantando e saindo da sala de jantar.

_maninha você mandou bem.

Eu disse rindo e me levantando indo para sala de estar também.

_Me espera ed. Eu não gosto de ficar sozinha.

_Cadê seu marido?

Eu quis saber, pois ele poucas vezes se descolava da Alice.

_Esta na piscina com a Valentina tomando o sol da manha que e o que ela tem que tomar.Depois podemos ficar na piscina também.

_Esta frio Alice.

Quando chegamos a sala cumprimentamos a todos com um bom dia rápido e eu me sentei ao lado da minha mãe no sofá e deitei a cabeça no colo dela onde ela ficou fazendo carinho na minha cabeça.

_Estar com sono bebe?

_sim a Valentina chorou a noite toda.

Eu disse fechando os olhos e apreciando o carinho.

_E eu ouvi.

Disse minha mãe rindo levemente os outros estavam concentrados em suas próprias

conversas

[...]

_vovó.

Gritou um criança e correu para o colo da minha avó e me deixou curioso eu não sabia que minha avó tinha outros netos sem ser a Valentina e aquele cabelo era igual ao meu.

_Oi meu amor.

Disse ela para a criança que estava em seu colo a criança que devia ter uns 8 a 9 anos.

_Sua mãe sabe que você estar aqui.

Ela perguntou.

_sabe ela deixou eu vim te dar um beijo de bom dia enquanto ela terminava de arrumar a bolsa e tirava o carro da garagem.

Minha vó riu e deu um beijo na bochecha da criança.

_quem são eles?

_Eles são minha Família.

_Aquela que morra nos Estados Unidos.

Ele perguntou animado.

Percebi que eu não era o único a prestar atenção naquele dialogo.

_Sim vou lhe apresentar a todos eles.

Disse minha avo sentando ele no colo dela virado de frente para todos nos que olhávamos curiosos para a criança.

_Ta bom.

_Aqueles são meus netos Alice, Emmett e Edward.

Minha avó disse apontando para cada um de nos enquanto falava nossos nomes.

A criança desceu do colo da minha avó e foi até a Alice que o olhava chocada na verdade essa era a expressão de todos na sala menos minha e da minha avó.

_Oi, prazer meu nome e Antony.

Ele disse estendendo a mão para a Alice e a criança era super bonitinha com aquele uniforme escolar.

_E um prazer te conhecer.

A Alice disse apertando a mão dele e o puxando para um abraço.

Ele andou a ate o Emmett parou em frente a ele.

_prazer Antony.

_Emmett.

Disse o Emmett chocado com o que eu ainda não sabia.

Ele passou para o meu pai que estava sentado entre o Emmett e a Alice

_Antony.

Ele disse esticando a mão para o meu pai.

_Carlisle.

Disse meu pai olhando bem para ele como se buscasse alguma coisa.

_Eu nunca tinha visto ninguém que se chama Carlisle, seu nome e legal.

_Eu acho que você sabe meu nome.

Ele disse ele erguendo a mão para me cumprimenta eu tive que ri.

_Edward.

Eu disse apertando a mão dele e pude percebe que os olhos dele eram da mesma cor que os meu.

Ele logo passou para minha mãe que chorava, minha avó não estava entendendo nada assim como eu.

E o que a criança fez me surpreendeu ele segurou o rosto da minha mãe entre as mão para que ele pudesse olhar dentro dos olhos dela.

_não chora moças bonitas não devem chorar.

Ele disse ele dando um beijo na bochecha dela uma buzina soou na sala.

Tenho que ir, se não minha mãe me mata.

Todos tivemos que ri.

_Depois volta ai.

Disse minha avó para ele.

_Pode deixar quando eu chegar da escola venho aqui.

Ele disse correndo e saindo porta a fora.

Continua ....



Notas finais do capítulo

Bom eu gostei pra caramba desse capitulo e vocês?
Nos vemos nos comentario.
Caso tenha qualquer duvida sobre a fic e queiram me perguntar anonimamente o link do meu Ask está no meu perfil.

Conheçam o blog que eu criei especialmente para a saga Crepusculo.

http://fifty-shades-of-twilight.blogspot.com.br